O Templo Dourado dos Sikhs em Amritsar

O Templo Dourado dos Sikhs em Amritsar

O Sikhismo é a quinta maior religião do mundo em número de adeptos e a maioria dos fieis está na Índia, como a gente já explicou aqui. Eles acreditam em um Deus único e nunca cortam os cabelos ou qualquer outro pelo do corpo. É por isso que usam turbantes.

O que talvez a gente não tenha contado é que um dos monumentos mais visitados e bonitos da Índia só existe graças aos Sikhs. O Golden Temple, ou Templo Dourado, em Amritsar, está para os Sikhs assim como Meca está para os Islâmicos e atrai milhares de peregrinos todos os anos, além dos turistas que, como eu, querem conferir a beleza e o clima do lugar.

Veja também: Baixe agora um ebook com milhares de dicas sobre a Índia

Golden Temple de Amritsar

Eles se purificam entrando no lago

O Templo Dourado e a guerra

A história do Templo, em hindi chamado de Harmandir Sahib, não inspira tanta paz quanto a que existe no local atualmente. Foi fundado em 1577, pelo quarto Guru dos Sikhs, e a construção terminou em 1604. No centro de uma grande piscina eles construíram o Templo e colocaram, em um sacrário, o Adi Granth, um conjunto de escrituras que contém valores, ensinamentos e filosofias dos Gurus Sikhs. Porém, em 1761, o Templo foi atacado e destruído por um exercito afegão. Foi reconstruído em 1764, mas somente em 1802 ganhou essa cobertura com placas de cobre dourado, passando a ser conhecido como Templo Dourado.

Nos anos 80, o Golden Temple entrou para história como palco de conflitos. Um grupo separatista Sikh, liderado por um missionário acusado de assassinato pelo governo, se instalou no Templo com seus militantes armados. Em junho de 1984, Indira Gandhi, então Primeira-Ministra da Índia, temendo o movimento e sua aproximação com o Paquistão, autorizou a Operação Estrela Azul.

Além de bloquear todas as comunicações, censurar a imprensa e fechar as fronteiras do estado de Punjab, os militares cercaram o Templo e o atacaram. Muitos civis, incluindo idosos e crianças, estavam lá dentro, celebrando o Festival Anual do Sikhs. Os números oficiais do governo indiano registram 493 militares e civis mortos. Mas, segundo agências de notícias internacionais e livros sobre a operação, os números passam da casa dos mil. Além disso, o Templo foi parcialmente destruído.

Considerada até hoje um dos maiores desastres políticos da história indiana – e alvo das críticas dos Sikhs, que tiveram seu templo profanado – a Operação Estrela Azul resultou também no assassinato de Indira Gandhi, quatro meses depois, pelos seus próprios guarda-costas, que eram Sikhs.

Um pouco de paz

A estrutura do Golden Temple foi pensada para que homens e mulheres de qualquer posição social e religião possam ir rezar e adorar a Deus. O santuário possui quatro entradas que simbolizam a importância da aceitação e da abertura. A arquitetura é uma mistura dos estilos hindu e islâmico, e o domo dourado, segundo dizem por aí, é coberto de 750kg de ouro puro.

O domo tem o formato de uma flor de lotus invertida, simbolo do desejo dos Sikhs de viver uma vida pura.

Para entrar no complexo do tempo, ou seja, toda a área que circunda o lago com prédios feitos de mármore branco, é preciso estar vestido adequadamente, em sinal de respeito. Isso significa que todos os visitantes tem que tirar os sapatos e lavar os pés na água que fica na entrada (e tem gente que bebe essa água, eca!).

Além disso, é preciso cobrir a cabeça. Aí fica o grande truque. Perto da entrada, alguns vendedores tentam  te convencer a comprar os lenços, dizendo que é obrigatório cobrir o cabelo. Não compre, mesmo que você não tiver levado nada com você. Na entrada há lenços disponíveis para empréstimo. E se você não quer ficar parecendo um micareteiro com essa bandana laranja ou branca, faça como eu e leve sua própria echarpe.

Onde ficar em Amritsar

Nós não fizemos isso, mas é possível ficar hospedado dentro do próprio templo, onde também são servidas algumas refeições. Mais informações no site oficial. Se preferir, procure um hotel ao redor do templo. Existem muitos, que permitem que você visite o lugar a qualquer hora do dia. Clique aqui e veja uma lista com opções de hospedagem.

Não deixe de ler nosso post sobre a cerimônia da troca da Guarda, que acontece pertinho de Amritsar.

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

9 comentários em O Templo Dourado dos Sikhs em Amritsar

  1. a muito bom,nao sabia desse lugar entre lahore e delhi, sei um pouco sobre o sikhs e seria muito interessante passar um dia e conhecer mais sobre a cultura e filosofia deles… alem do lugar que é lindo!!!

    muito legal

      • Luiza estou pensando em partir de Lahore, e chego lá as 8 da noite do dia 04/4

        minha ideia era na parte de manha conhecer a cidade e visitar pontos turisticos e algum mercado de armas , só pra ver mesmo e talvez pegar pq comprar imagino q nao pode e mesmo pq dinheiro nao tenho ( ahaha eu curto bastante armas ,mas aqui no Brasil só vi de longe )

        e se possivel na hora do almoço partir pra Amristar.
        pra visitar esse templo ai tem horario??

        vi que é só 42km de onibus, será q tem algum esquema de ir anoite pra Delhi já??

        minha ideia.. quando fui pra Bolivia eu acabei ficando pelo menos 1 dia nas cidades, mas imagino que se vc consegue chegar de manhã numa cidade, ver tudo q tem pra ver e partir no final da tarde a noite, é menos um dia de hostel que vc economiza……

        de Amristar pra Delhi é facil ir? tem alguma cidade no Norte da India que ,me recomenda

        eu não me incomodaria de ficar 1 dia em Amristar na verdade me interesso muito pela cultura dos sikhs, até queria ver uma cerimonia deles e conversar com eles se possivel pra conhecer..vou me informar…….

        mas acho q vc entendeu meu espirito né.. nao é bem turismo é mais aventura, passar por lugares chave, num curto espaço de tempo economizando o maximo possivel…

        • Ei Ruben,

          Seguinte, na Índia, 42km podem significar oito horas de viagem – principalmente porque você vai passar por uma fronteira tensa.
          Sugiro que você passe a noite em Amristar, até porque tem uma cerimônia de troca da guarda que é sensacional, acho que você vai curtir muito. Acontece no por do sol. Dá para ficar hospedado gratuitamente no Golden Temple. Para você que está interessado na cultura sikh, e quer economizar, é uma ótima ideia.

          De Delhi para Amristsar é uma longa distância. Sugiro que você vá de trem, na classe Sleeper, que é a classe para os mochileiros roots.

          No norte da Índia, recomendo muito Rishkesh e Mcload Ganj, dá uma olhada nos posts dessas cidades. Vale muito a pena.

          abs

          • Muito legal será que nesse golden temple tem que agendar antes??

            só mais uma duvida, pelo jeito eu pensei q em 1 semana e meia e uia passar pelo norte da india em menos até da divisa do paquistao ate bangladesh, ou mianmar,será q vai mais??

            de varanasi deve ter onibus ou trem pra divisa com esses paises né??

            e o visto é melhor tirar aqui ou la?
            falo isso pq uma amiga disse q o visto da tailandia pro camboja foi 100 dolares……… pra um mochileiro e muita grana, seb em q aqui a maioria dos vistos é isso ai 300 reais…..

          • Ruben, desculpa, eu me confundi. Na verdade, o Golden Temple não recebe turistas para se hospedar, ele tem é um refeitório enorme, onde são servidos alimentos vegetarianos para quem quiser. Chama-se Guru-Ka-Langar

            Sobre os vistos, recomendo que você pesquise diretamente nos consulados desses países no Brasil se eles oferecem visto de fronteira ou se você tem que tirar o visto com antecedência. O que eu posso te afirmar é que o visto para a Índia tem que ser tirado aqui do Brasil, custa por volta de 145 reais, mais a taxa do Sedex. Dá uma olhada no nosso post sobre visto.

            As cidades que você pode cruzar a fronteira com Bangladesh são nos estados no nordeste da Índia, principalmente em West Bengal: Dhaka/Haridaspur, Siliguri-Chengra-bandha/Burimari/ Chengrabandha, Shillong-Sylhet/Dawki e Agartala-Dhaka.

  2. Luiza, estou adorando seu blog.
    Estou querendo viajar para a India em dezembro deste ano para Punjab/ Amritsar em torno de 15/20 dias.
    Gostaria de saber se no aeroporto na India, exigem o comprovante de estadia. Caso eu decida ver hotel por la.
    Em setembro viajo para Orlando, estou pensando em tirar o visto para a India quando voltar neste mesmo mes, tenho receio em relação a devolução pelo consulado. Vc acha melhor tirar o visto antes?

    Att.
    Valeria

    • Oi Valéria, se você pretende tirar o visto em setembro, para viajar em dezembro, o prazo está mais do que suficiente. O consulado costuma demorar uma semana para enviar o visto.

      Naquele papel que preenchemos no avião, para imigração, eles pedem um endereço na Índia. Se você ainda não tiver escolhido seu hotel, decore o endereço da região que quer ficar, acredito que é suficiente.

      Abraço

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: