Vacinas recomendadas em uma viagem para a Índia

Vacinas recomendadas em uma viagem para a Índia

A gente costumava dizer que ninguém passa pela Índia sem contrair uma indianite. Esse foi o nome que inventamos para o mal que acometia todos os intercambistas no subcontinente, mas a literatura médica gosta de chamá-lo de “diarreia do viajante”.

Essa desconfortável doença de turista pode ocorrer em qualquer lugar do mundo, porque a gente acaba entrando em contato com micro-organismos contra os quais nosso corpo ainda não possui defesas, mas na Índia ela é endêmica: pode atingir até 43% dos que se aventuram por lá.

Infelizmente, não existe vacina contra essa desconfortável doença. O jeito é ter cuidado com a alimentação, beber água mineral e, se ela aparecer, repousar e se hidratar bastante. Apesar disso, a fama da Índia acaba trazendo uma preocupação bem justificada para os que planejam uma viagem para lá: quais vacinas devo tomar?

Veja também: Baixe um ebook com milhares de dicas sobre a Índia

Vendedor fazendo chapati na Índia

Obrigatória mesmo, só a de febre amarela. Essa deve constar no seu cartão de vacinação internacional, que você deve ter anexado ao seu passaporte (cole na última página e se esqueça dela pelos próximos 10 anos). Funciona assim: você vai a um posto de saúde, toma a vacina e pega o cartão comum. Depois é só apresentá-lo em um posto da Anvisa que eles vão te dar o certificado internacional. Agora você pode não só viajar para a Índia, mas para um tanto de países. Até hoje, só me pediram o comprovante na Tailândia, mas pra quê arriscar?

Além dessa, a Anvisa recomenda um monte de outras vacinas para a Índia e o sul da Ásia em geral. Eu acho que eles são um pouco neuróticos, mas algumas dessas vacinas você pode tomar de graça pelo SUS, então não custa nada prevenir. Por isso, aproveite a viagem ao posto para se vacinar contra febre amarela a receba as picadas contra:

Poliomelite – recomendado reforço mesmo que você já tenha sido vacinado quando criança.

 Hepatite B – para viajantes com até 49 anos. Pessoas mais velhas devem procurar a rede privada.

Raiva 

Tétano

Gripe 

Já entre as vacinas que estão fora do programa oficial de vacinação do Ministério da Saúde e, por isso, você vai precisar procurar a rede particular, estão a de Hepatite A, Febre Tifóide e Encefalite Japonesa.

Passeios de barco em Udaipur, Índia

Como eu já tinha sido vacinada contra Febre Amarela e Hepatite B, tomei apenas a de tétano e gripe antes de viajar, mas decidir o quanto você vai se prevenir (ou não) é por sua conta e risco. Recomendamos também que você procure um médico para se informar melhor sobre essas vacinas, assim como medicações e prevenção de doenças durante a viagem.

Algumas áreas da Índia também sofrem com uma alta incidência de malária, em especial os estados de Goa, Chhattisgarh, Gujarat, Jharkhand, Karnataka (exceto Bangalore), Madhya Pradesh, Maharashtra (exceto Mumbai, Nagpur, Nasik e Pune), Orissa e West Bengal (exceto Calcutá), além das  Andaman e Nicobar. Não existe vacina contra a doença, mas a prevenção é possível por meio de remédios. Converse sobre isso com o seu médico.

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma.

Siga @natybecattini no Instagram

13 comentários em Vacinas recomendadas em uma viagem para a Índia

  1. Olá, sei que o post é antigo, mas procurando sobre Hepatite A na India achei seu post! hehe
    Pois é, peguei Hepatite A na Índia, e não era vacinada. Tomei muito cuidado com a alimentação, mas mesmo assim, acabei pegando. Passei muito mal com vômitos, mal estar e fiquei com a pele amarela. Mas os sintomas só senti no último dia, e me recuperei no Brasil. Só fui descobrir o que era um tempo depois que fiz um exame de sangue e detectou que eu era imune a Hepatite A, ou seja, tive contato com o vírus, e como os sintomas batem, tenho certeza que foi na India… Vale a pena tomar esta Vacina! hehe

  2. Natália.
    E em relação a seguro de vida ou caso vc precise ser internado? Vcs fizeram algum seguro viagem ou tem alguma seguradora deste ramo na Índia? É possível utilizar os hospitais/clinicas na Índia? Estou pensando em passar um bom tempo lá para estudos esotéricos/yoga/ayuverda/tantra etc.
    Sistema bancário. Abrir um conta para manter um dinheiro e não ter que ficar mandando ordem de pagamento e pagando por isso. Tem alguma informação com relação a isso?
    grato

  3. Ola,

    Acabo de desembarcar na Índia (por isso não tenho acento no teclado), e como voces que escreveram o blog, para passar uma jornada um pouco longa.
    Quanto a vacina, e valido lembrar a importância da VACINAÇÃO da GRIPE (H1N1- Gripe suína), a vacinação e feita no Brasil, no período do outono-inverno (Março a Dezembro).
    Minha amiga teve essa gripe, e quase morreu! So não morreu porque conhecia alguém que conheci outro alguém que era fabricante do remédio. De qualquer forma, o remédio não e fácil de achar aqui na Índia. E a vacinação aqui não existe.

  4. Natália. Otimo post. Tenho uma pergunta (não vou usar question mark pq não o tenho nesse computador). Quando esteve na India, lhe pediram o CIVP, seja no check in da cia aérea, alfandega do Brasil ou alfandega da India….
    em que ano você esteve lá….

    Tenho uma viagem muito importante para daqui alguns dias e minha vacina somente passará a ter validade 03 dias depois da minha chegada…

    Muito obrigado e um abraço, Thiago.

    • Ei Thiago, não me pediram não. O único país que já me pediram foi a Tailândia, mas é um risco que você vai correr de ser barrado, não vou mentir. Espero que dê sorte.

      Abraços!

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: