Checklist de organização para viagem internacional

Checklist de organização para viagem internacional

Faltam menos de três dias para eu partir para Portugal. Com isso, esta semana tem sido uma correria sem fim para organizar os últimos detalhes – são tantas coisas para resolver antes de uma viagem internacional que acabamos esquecendo de uma ou outra coisa.

Ontem vi uma notícia de um casal que foi deportado da França na lua de mel porque comprou um pacote via CVC e o hotel não confirmou a reserva. Felizmente a justiça garantiu ao casal uma indenização pelo transtorno. Mas, se eles estivessem seguindo minha checklist de organização de viagem internacional, quem sabe poderiam ter evitado tamanho perrengue.

Parta do princípio de que seus documentos são seus bens mais preciosos e são necessários para comprovar quem você é no exterior. Ou seja, é preciso tomar todas as precauções para o caso de perda ou roubo. Depois, lembre-se da importância do seu dinheiro, seja em espécie ou no cartão, para pagar suas contas e te salvar em imprevistos. Você precisa mostrar para a imigração que tem esse dinheiro e também precisa saber o que fazer caso ele suma.

Por fim, lembre-se que confusões acontecem, informações são perdidas e é necessário que você confirme que realmente tem um cama para dormir e transporte para levá-lo aos lugares. Então, vamos ao checklist de organização pré-viagem internacional, seja você marinheiro de primeira viagem ou viajante experiente.

imigração espanha

Veja também: Como funciona a imigração na Espanha

O que você precisa fazer antes de viajar

– Libere os seus cartões de débito e crédito para uso no exterior. Alguns bancos só permitem que você deixe o cartão desbloqueado por um certo período de tempo, então anote o número que você vai precisar ligar e salve na agenda a data que vai ter que desbloquear novamente.

– Habilite todas as funções do internet banking no celular e computador (caso você ainda viva na idade da pedra não tenha feito isso).

– Se for uma viagem mais longa, tipo intercâmbio ou uma volta ao mundo, vá ao cartório e deixe uma procuração para alguém de confiança autorizando essa pessoa a te representar em todas as situações (custa caro, cerca de 100 reais). Pergunte a seu banco se eles exigem alguma procuração específica e peça para eles te enviarem o modelo. No meu caso, o Banco do Brasil tem um modelo de procuração particular que só precisa do reconhecimento de firma.

– Também no cartório, tire uma cópia autenticada do seu passaporte (e deixe guardada num lugar diferente do que fica seu documento original).

– Uma semana antes de partir, envie um email ao hotel confirmando a hora da sua chegada e checando se está tudo certo com a sua reserva. SEMPRE faça isso, principalmente se você reservou via internet ou agência.

– Tire uma foto da mala que será despachada, aberta e fechada (caso a bagagem seja perdida, isso ajuda na localização). Leia nosso post sobre o tema.

– Não esqueça de fazer o seguro de viagem internacional. Saiba mais sobre a importância disso e veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício.

Tire cópia dos seguintes documentos e leve com você:

pasta viagem internacional

Minhas pastas com documentos de viagem, sempre comigo na bagagem de mão

– Passaporte (de preferência, uma cópia autenticada em cartório)

– Identidade e CPF

– Carteira de Motorista

– Página com visto do seu passaporte (se tiver)

– Certificado Internacional da Vacina de Febre Amarela

Tenha impresso e guardado numa pasta na mala de mão (não despache!):

imigração estados unidos

Imigração nos Estados Unidos. Crédito: CBP Photography (CC BY-SA 2.0)

– Declaração do imposto de renda (se tiver)

– Extrato bancário recente

– Comprovante de endereço no Brasil

– Extrato do cartão de crédito

– Extrato do cartão de viagem pré-pago

– Comprovante de compra de moeda estrangeira (entregue pela Casa de Câmbio)

– Comprovantes de reserva em hotéis (pode ser do email mesmo – aproveite e imprima também informações de como chegar no hotel)

Carta-convite (no caso de não ter reservas de hotéis)

– Comprovantes de itinerários de vôos

– Tickets de ônibus ou trem comprados via internet (também servem como passagem)

– Certificado da apólice do seguro internacional de viagem

– Certificado de estudo ou contrato de trabalho, caso você vá fazer intercâmbio

– Receita médica de medicamentos que estiver levando

– Nota fiscal de objetos de valor que estiver levando (como computador, câmera, tablet, etc)

Tenha uma cópia digitalizada (foto ou scanner) e salve no email e pendrive:

Passaporte brasileiro

– Passaporte

– Frente de todos os seus cartões. Assim você terá salvo os números de seus cartões, caso seja roubado ou perca (não tire a foto do verso, porque lá tem o código de segurança do cartão).

– Certificado da apólice do seguro de viagem

– Reservas de hotéis ou carta convite

– Itinerários de voo, trem ou ônibus

Durante a viagem

– Guarde todos os comprovantes de check-in e de despacho de bagagem. Também tire uma foto deles.

– Não mantenha todo o seu dinheiro e cartões no mesmo lugar. Guarde uma parte na doleira e outra na carteira, por exemplo.

– Cuide bem do seu passaporte. Evite deixar fora do cofre no hotel ou esquecê-lo em algum lugar (um amigo uma vez deixou o passaporte cair no vaso sanitário quando foi tirar da doleira).

– Guarde com MUITO cuidado o documento de imigração que é entregue no avião. Você precisará devolvê-lo quando for sair do país.

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

42 comentários em Checklist de organização para viagem internacional

  1. Muito bom o post! Eu não fiz reserva de hotéis, pois não tenho um itinerário exatamente pronto. A ideia é irmos visitando e ficando nos lugares que gostarmos. Minha mãe tem cidadania portuguesa e temos comprovantes de trabalho e vínculos no Brasil. É provável que tenhamos problemas? Obrigada! 🙂

    • Oi Marina,

      Provavelmente não terão, mas se alguém pedir comprovante de hospedagem (não é muito comum pedirem, nunca aconteceu comigo), será complicado explicar.

  2. Oi Luiza!

    Vamos morar em Portugal, meu esposo tem dupla cidadania alemã e nossos filhos tb. Ja eu e minha mãe teremos q comprar passagem de ida e volta? E caso o oficial pergunte, podemos falar q estamos indo pra morar?

  3. Olá tudo bom? To pesquisando sobre tudoo pq vou fazer minha primeira viagem internacional.. Eu to me preparando de todos os lados e seu site tem me ajudado muitoooooo. Eu sei que não depende de vc mas eu queria sua opinião sobre meu caso, eu não trabalho e nem estudo e comprei um pacote de 8 dias pela cvc e chego em Paris depois vou pra Londres e meu medo é a imigração, vc acha que eles podem implicar por não estar fazendo nada aqui no Brasil? isso ta me assustando.

    • Oi Priscilla,

      Como você tem o pacote todo certinho, passagem de ida e volta e todos os passeios acertados, tem bem menos chances de ter problema.

  4. Olá, Luiza! Parabéns pelo artigo, muito útil!

    Eu fiquei apenas com uma dúvida e, pelo que li nos comentários, ninguém fez pergunta quanto a isso. (ou não sei se eu que não vi :P)

    Você menciona um formulário que a imigração nos dará e que deverá ser apresentado na saída do país. Isso se refere ao documento que temos que preencher quando desembarcamos no país ou é realmente outro?

    Pensei que esse formulário ficava com eles.

    Enfim, agradeço se puder responder

    Grande abraço e, mais um vez, parabéns!

    • Oi Simone,
      Em alguns, quando você entra, preenche o formulário da imigração que eles entregam ainda no avião e na hora de passar pela imigração recebe um canhoto que tem que apresentar novamente quando for sair. Na Europa isso não acontece, mas nos Estados Unidos, sim.

      • Estive nos EUA em Maio, desci no JFK. Não me entregaram nada no avião, tudo foi feito na área da imigração em totens eletrônicos e apenas algumas perguntas, só precisava de formulário quem tinha bens ou dinheiro a declarar. Não ficamos com nenhum documento e nem nos solicitaram nada na saída (saímos por Miami). Não sei se todos os aeroportos estão com esse novo esquema, mas acho que sim pois passou um vídeo informativo no próprio avião (voamos de AA). Abraços.

  5. Oi Luiza, tudo bem?
    Como eu faço para comprovar o limite disponível no cartão de crédito?
    Pois se eu tiro um extrato da minha fatura não aparece o limite disponível, o limite só aparece quando eu já tenho uma fatura fechada, e neste caso não é o limite disponível e sim o limite total do cartão.
    Essa é sempre a minha maior duvida em relação a comprovação de limite de cartão de crédito e nem no Banco do Brasil souberam me informar.
    Antecipadamente lhe agradeço, estou usando bastante informações do 360meridianos para a minha primeira vez na Europa.
    Abraços.

  6. Olá,
    Gostaria de saber se o guia de seguro de viagem é suficiente para comprovar o seguro, pq foi a única coisa que o seguro me forneceu como sendo o necessário para apresentar à imigração.
    Obrigada e valeu o checklist, excelente.

  7. Oi Luiza, tenho que ir com todas as reservas feitas? É que vamos fucar, eu e meu marido, por 25 dias, mas so fiz reserva em Lisboa por 3 noites e mais 3 em Porto, , gostaríamos de resolver os demais dias lá. Você vê problema?
    Bj
    Obrigada

    • Oi Alcionis,

      A imigração pode implicar com isso sim, mas em Portugal costuma ser mais tranquilo e acho difícil que eles reclamem.

      Porém, posso ser sincera? Bem mais fácil e até barato reservar tudo pela internet antes!

      bj

  8. Boa tarde

    No final desse mês vou viajar para Londres e também vou a Paris com meu marido e minha irmã…Gostaria de saber quanto devo levar para poder passar na imigração uma média que vou gastar por dia. As passagens para Paris eu comprei pela internet e as imprimi…Eu levo como “passeio” para apresentação na hr da imigração?

    Obrigada e no aguardo

    Lais

  9. Oi Luiza, tudo bem?
    Você poderia me ajudar? Vou viajar para a Itália e gostaria de saber se os e-mails de confirmação de reserva de hotéis da booking.com são suficientes para apresentar, ou se preciso de e-mails dos próprios hotéis.

    Obrigada!

  10. Oi pessoal do blog!
    Preciso tirar uma dúvida urgente, já que estou viajando na quinta!
    Meu pai comprou as moedas pra mim, assim, no comprovante entregue pela casa de câmbio consta o nome dele, não o meu.
    Causaria algum problema levar esse recibo em nome dele, ou seria melhor levar uma declaração assinada por ele, dizendo que comprou as moedas pra mim?

    Obrigada!!

    • Oi Cris,

      Não tem problema. Se ele é seu pai, dá para ver nos seus documentos. Além disso, esse comprovante da compra de moedas não é tão necessário, tendo em vista que você estará com o dinheiro em si.

      Abraço

    • Oi Dulce,

      Se você vai ficar hospedada na casa deles precisa da carta convite para comprovar onde estará.
      O dinheiro não precisa ser em espécie, mas o funcionário da imigração pode te pedir para comprovar que tem a grana (são 75 euros para a entrada e mais 40 para cada dia que estiver no país).

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: