Roteiros e dicas de turismo pela República Tcheca

Roteiros e dicas de turismo pela República Tcheca

A República Tcheca é muito mais que Praga, apesar de muitos turistas visitarem exclusivamente a capital do país. Aproveitando que tenho uma amiga tcheca e que já conhecia a capital, durante o meu mochilão no verão europeu decidi dedicar 10 dias para explorar o interior tcheco.

Talvez porque esse era meu último destino, ou talvez porque eu fui inocente em pensar que a estrutura turística na República Tcheca seria melhor, esse foi o único país que eu não pesquisei extensivamente como me locomover de uma cidade para outra. E os resultados foram catastróficos.

república tcheca turismo krumlov

Cesky Krumlov

Meu roteiro de viagem pela República Tcheca era o seguinte (descontando os dias de viagem):

Brno (2 dias), Český Krumlov (3 dias), České Budějovice (1 dia, bate-volta), Pilsen (1 dia), Karlovy Vary (2 dias) e Praga (1 dia, 1 noite).

Chegando lá, em Brno, na casa da minha amiga, descobri que meus planos estavam meio ferrados. A verdade é, por conta da alta temporada, era praticamente impossível ir de um lado a outro da República Tcheca sem passar por Praga! Ou eu alugava um carro, ou tinha que fazer um mega malabarismo com o meu roteiro.

república tcheca turismo brno

Brno

O resultado disso foi que eu tive que fazer essas “escalas” em Praga e acabei eliminando Pilsen do meu roteiro, como resultado. Ficou para próxima o meu plano de conhecer uma das cervejarias Tchecas mais famosas. Se isso serviu de lição, foi para ajudar quem está organizando uma viagem pela República Tcheca. No final das contas, eu aprendi a como pesquisar os trens e ônibus tchecos, quais as melhores empresas, quando reservar seu assento, etc.

Como organizar seu roteiro pela República Tcheca

Quanto custa uma viagem pela República Tcheca

turismo república tcheca České Budějovice

A moeda do país é a coroa Tcheca (cotação 1 Euro = 27 CZK, em fevereiro/2016). O euro é aceito em muitos lugares, mas às vezes cobram taxas ou fazem uma cotação desfavorável. Logo, você pode tanto levar euros para trocar lá numa casa de câmbio ou deixar para sacar num caixa eletrônico diretamente em coroas tchecas.

A minha viagem de 10 dias saiu por mais ou menos 1000 coroas por dia, o que dá uma média de 40 euros por dia, incluindo hospedagem, transporte, alimentação/bebida e passeios. Ou seja, é uma viagem econômica.

Escolhendo os destinos

A República Tcheca é dividida entre a Bohemia e a Moravia e Silésia. Porém, como a Bohemia é uma área grande, também fica dividida entre norte, sul, leste, oeste e central (onde está Praga). Se você tiver pouco tempo e quiser facilitar sua vida, pode explorar somente a Bohemia Central e seus castelos, usando Praga como base. Por ali, Kutná Hora é um dos destaques, já que é Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Na Bohemia Ocidental (ou Oeste) ficam o balneário termal de Karlovy Vary e a cidade cervejeira de Pilsen. A Bohemia do Sul é famosa por suas belas trilhas de bicicletas nas serras e também pelas cidades históricas: Český Krumlov e České Budějovice. As regiões do Norte e Oriental são menos turísticas, mas são boas opções para quem busca turismo de montanha e aventuras. Já a Moravia tem uma boa variedade de cidades históricas e jovens, como Brno, patrimônios da UNESCO e muitas tradições folclóricas.

república tcheca turismo praga venceslau

Leia todos nosso posts sobre Praga

Circulando: Ônibus e Trens

Dos países do Leste Europeu que visitei, a República Tcheca é o único em que há a necessidade de reservar os trajetos com antecedência, pelo menos se você for na alta temporada, em julho e agosto. Essa foi minha maior dificuldade: quando fui tentar comprar, os trens e ônibus diretos estavam já todos esgotados.

Logo, antes de ir, você precisa checar se terá como fazer os trajetos programados. O melhor site para verificar isso é “Jizdnirady.cz“, que faz uma busca completa entre as diferentes empresas de trem e ônibus da República Tcheca e depois te direciona para a compra no site das empresas oficiais.

república tcheca turismo brno praça

Claro, você também pode pesquisar diretamente no site das empresas. A mais famosa e melhor delas é a Student Agency / RegioJet, que tem ônibus excelentes e também algumas linhas de trem. Você não precisa ser estudante para viajar com eles e o ônibus tem entretenimento de bordo e distribuição de bebidas quentes gratuitamente.

Já a empresa nacional ferroviária, cujos trens são mais simples, é a CD. Se comprar por eles, não deixe de marcar a opção de “reservar assento” ou “seat reservation”. Se não fizer isso, corre o risco de ter que ficar mudando de lugar a viagem inteira ou acabar sem lugar, dependendo da lotação do trem. Os trens são mais velhos e lentos, mas não chegam a ser desconfortáveis.

Aluguel de Carro

As estradas na República Tcheca se dividem entre as vias expressas (motorways), estradas e estradas locais. No mapa de estradas do país, essas rodovias são identificadas por letras: D indica as vias expressas, R estradas rápidas e S estradas comuns.

república tcheca turismo karlovyvary

Karlovy Vary

Se você decidir alugar um carro, não se esqueça de que é obrigatório comprar também um adesivo que deve ser colado no painel do carro, indicando o pagamento dos pedágios das vias expressas (motorways), previamente. Esse adesivo pode ser comprado em qualquer posto de gasolina: custa 310 CZK (52 reais) para 10 dias e 440 CZK (73 reais) para um mês. Mais informações aqui.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.

Sou jornalista, tenho 28 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo.

9 comentários em Roteiros e dicas de turismo pela República Tcheca

  1. Bom dia, Luiza!

    Estou indo a praga em março desse ano, mas ainda não tenho o trecho berlim – praga. Consegues me dizer se é mais vantagem ir de trem ou de avião?

    Obrigado!

    • oi Diego, estou viajando agora em fevereiro e irei fazer Berlim-Praga,pesquisei os valores de trem e onibus.
      A passagem de trem saiu por 69 euros( DeutscheBahn.com)essa empresa é da Alemanha. o onibus a mais cara foi 21,90 euros depende do horário que vc escolher. vc pode pesquisar pelo site BuslinienSuche.com ele te dar os valores de todas as empresas.
      Espero ter ajudado.

    • Oi Diego,

      Desculpe a demora para responder.

      Talvez você já tenha comprado o trecho, mas eu escolheria fazer de trem ou ônibus. Como é uma viagem de 4h a 5h horas, não compensa o esforço de se deslocar para aeroporto e todos aqueles trâmites de embarque longos.

      Trem é mais caro um pouco, mas é mais rápido e confortável. Ônibus é mais barato e não precisa comprar com tanta antecedência.

  2. Oi, Luiza, tudo bem?
    ótimas dicas!
    tenho uma dúvida: essa empresa Regiojet é pontual?
    Porque li algumas reviews sobre outra empresa de ônibus na Europa, a Flixbus, e me assustei, pois os usuários relataram atrasos enormes.. fiquei com medo que a Regiojet seja assim também. O que você acha?
    muito obrigada!

    • Oi Debora,

      Eu não tive nenhum problema de atraso com eles, passei vários dias lá e fiz várias viagens. Você pode ver se acha algum fórum na internet sobre isso, mas a Regiojet/Student Agency é a melhor empresa do país, então não acho que você vá ter problemas

  3. Luiza , essa agência , REGIOJET , é confiável?
    Quero fazer o trajeto Praga – Budapeste com eles, mas estou com receio pq não conheço.

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: