Onde ficar em Cracóvia: dicas de hotéis e bairros

Onde ficar em Cracóvia: dicas de hotéis e bairros

Cracóvia é uma das cidades mais importantes em termos de história do Leste Europeu. Com um centro histórico rico, colorido e bem preservado desde a Idade Média, a cidade ostenta ainda uma atmosfera jovem, animada e multicultural, o que a torna, para mundo, um destino favorito. E a melhor parte é que a Polônia é baratíssima quando comparada aos destinos tradicionais da Europa Ocidental. Veja agora os melhores bairros e opções de onde ficar em Cracóvia.

Cidade Velha

Cidade Velha de Cracóvia

O centro antigo de Cracóvia é onde estão guardadas seus maiores tesouros. Como passou incólume aos bombardeios da Segunda Guerra, muitas das construções ali são originais, com suas casas medievais, a Praça do Mercado, com suas galerias renascentistas e as igrejas históricas. A área declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1978. Hospedando-se no centro de Cracóvia você terá as principais atrações da cidade a poucos minutos do seu hotel, além de opções de restaurantes e bares, embora tudo possa estar um pouco superfaturado por ser uma área de grande interesse turístico.

Clique aqui para reservar hotéis na Cidade Velha de Cracóvia

Bairro Judeu – Kazimierz

Bairro Judeu de Cracóvia

Se você quer ficar no bairro mais efervescente e cool de Cracóvia, o Kazimierz é o seu lugar. O antigo distrito judeu passou por um processo de gentrificação e suas casas antigas agora abrigam os bares, restaurantes e galerias de arte mais legais da cidade. É aqui que a vida noturna acontece na cidade e, arrisco a dizer, é o bairro judeu que faz Cracóvia ser do jeito legal que é. Como bônus, você ainda vai estar a uma pequena distância das atrações do centro antigo. É uma boa forma de escapar do clima turistão da Old Town e ainda ficar perto de tudo.

Clique aqui para reservar hotéis em Kazimierz

Centro

Onde ficar em Cracóvia - Centro

Há outras áreas do centro da cidade que não fazem parte da Old Town propriamente dita, mas que ainda são acessíveis, históricas, bem localizadas e bonitas. Por exemplo, nas proximidades da estação de trem (ideal para quem chega ou sai da cidade por ali) há muitas opções de hospedagem que são mais baratas que se hospedar perto da Praça do Mercado.

Clique aqui para buscar uma hospedagem na área central de Cracóvia

Onde ficar em Cracóvia – Nossa hospedagem

Para aproveitar os bons preços da cidade e manter o orçamento lá embaixo, eu escolhi o hostel mais barato que encontrei disponível nas datas da minha reserva. O Hostel Lwowska 26 não está na melhor localização possível: fica perto da Fábrica de Schindler, do outro lado do rio com relação à parte histórica da cidade. No entanto, eu caminhava todos os dias até a Cidade Velha e o Bairro Judeu sem nenhum problema. Para quem não curte caminhar, há ainda trams que passam a dois quarteirões do hostel e levam a todas as partes importantes de Cracóvia.

Hostel em Cracóvia

O hostel era limpo, bonito e bem equipado. Eu fiquei em um quarto para quatro pessoas. As camas eram confortáveis e tinham ainda um armário grande para cada um, onde dava para guardar a mochila inteira. Eles emprestam cadeado para trancar o armário, basta deixar 5 zlotys que são devolvidos no check out. Há banheiros em cada andar e uma cozinha. Não há tantas áreas comuns e atividades para interagir, mas há uma sala onde o pessoal ficava bebendo e conversando até tarde. Paguei 36 zlotys por noite, ou cerca de 8 euros.

Clique aqui para fazer uma reserva no Hostel Lwowska 26

Nenhum desses? Não se preocupe, há mais de 1500 hospedagens em Cracóvia cadastradas no Booking.com. Clique aqui para ver todas elas

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma.

Siga @natybecattini no Instagram

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: