Como fazer uma tatuagem: dicas e sugestões

Como fazer uma tatuagem: dicas e sugestões

Durante quatro anos eu pensei em tatuar o mesmo desenho. Se você abrir qualquer caderno meu, vai achar rabiscos de rosas dos ventos. Volta e meia eu me pegava pesquisando no Pinterest ideias de tatuagens assim, mas nunca encontrava aquela exatamente que tinha em mente e nem tinha coragem de ir a um estúdio resolver isso.

Na minha cabeça, sempre passavam aquelas dúvidas: Será que eu não vou enjoar? Será que vai ficar bom? Será que minha família vai encher o saco? Será que vai ficar feia depois de um tempo? Será que vai doer?

tatuando o braço luiza

No final do ano passado, por conta de vários amigos fazendo tatuagens ao mesmo tempo, comecei a seguir perfis de tatuadores de Belo Horizonte no Instagram. E foi assim que eu conheci uma tatuadora (@luizablackbird) com um traço bem fininho e que muito me agradava. Fuçando o perfil dela, achei o desenho da rosa dos ventos que eu tanto procurava. O massa é que ela também era ilustradora e não repetia os desenhos em outras pessoas.

Leia também: 25 ideias de tatuagem para quem ama viajar

Então, na cara e na coragem, mandei um email para saber da agenda dela. Felizmente, a Luiza tinha horário para a data que eu precisava, afinal, eu só estaria no Brasil por dois meses. E foi assim que eu fiz a minha primeira tattoo:

tatuagem luiza rosa dos ventos

E, olha, esse troço vicia. Pouco tempo depois, eu me peguei pensando em ideias para outras tatuagens. Um dia, procurando mais um vez no Instagram, só que em Portugal (onde moro atualmente), encontrei outra tatuadora (@susboom_tattoo) cujo os traços e desenhos tinham tudo a ver com meu gosto. Era final de abril e ela só abriria a agenda a partir de junho. Eu pensei o desenho que teria a ver com o trabalho dela, busquei um monte de referências e fiquei esperando. Esse estúdio é de um casal de ilustradores que tornaram-se tatuadores e eles escolhem os projetos e desenhos que têm interesse de fazer.

Felizmente, eles curtiram a minha ideia e foi assim que eu fiz a minha segunda tattoo::

Tattoo luiza passarinhos

Não me considero a especialista das tatuagens, muito longe disso. Mas depois dessas experiências no Brasil e fora, e com muita gente me pedindo algumas indicações de onde fazer, quanto custa, etc, compartilho coisas que aprendi ao conversar com as tatuadoras que cuidaram de mim, na internet e com amigos e amigas tatuados.

Tatuadores famosos costumam ter a agenda cheia: programe-se

Se você quiser escolher um artista e estilo específicos, tenha em mente que os tatuadores podem ter agendas lotadas. Ou seja, você terá que se adaptar a essa agenda, levando em consideração que talvez tenha que esperar alguns meses por um horário. Além disso, tatuagens pequenas e médias podem ser feitas em uma sessão só, mas se for grande ou muito complexa, será necessária mais de uma sessão.

Por acaso, minhas duas tatuagens envolviam viagens: na primeira eu só estaria no Brasil em janeiro e fevereiro e na segunda queria fazer antes de agosto, porque teria que ir ao Porto (moro em Coimbra). Ou seja, comecei a me planejar e tentar agendar bem antes e fiquei de olho para quando as tatuadoras abriam horários – muita gente trabalha num esquema de agendas que abrem a cada dois ou três meses.

Enfim, a não ser que você tope entrar num estúdio aleatório e torcer para dar tudo certo (conheço algumas pessoas que fizeram isso e foi ótimo, inclusive a Naty, ô a tattoo dela ali embaixo) vai ter que esperar, marcar e esperar mais um pouco.

tatuagem tattoo naty

Se você quiser fazer a tatuagem durante uma viagem ou intercâmbio e não quiser usar o esquema aleatório/espontâneo (também tenho outra amiga que fez isso na Irlanda e na Rússia e deu tudo certo), dá uma olhada nas sugestões do tópico abaixo.

Use as redes sociais para conhecer melhor e escolher o tatuador ou tatuadora

A grande maioria dos tatuadores e tatuadoras mostra seus trabalhos pelas redes sociais: Instagram, Pinterest, Facebook e Snapchat. Onde quer que você procure, vai achar os trabalhos de artistas de todos os tipos. Aliás, foi via hashtag no Instagram que eu encontrei minhas tatuadoras e tive certeza que ficaria satisfeita com o trabalho permanente delas na minha pele. Busquei, por exemplo: #tattoobh #tatuagembh #tattooportugal #minimalisttattoo

Cerejeira da Fernanda cicatrizada, foto sem efeito ou filtros! 🌿 // healed cherry blossom

Uma foto publicada por Luiza Oliveira (@luiza.blackbird) em


Mesmo que você tenha indicações de tatuadores de amigos, é via redes sociais e pelos trabalhos deles expostos que dá para ter certeza que encontrou o artista certo. Depois disso, eu acabei seguindo tantos tatuadores no Instagram, que são a minha fonte de inspiração diária sobre o tema. E esse pode ser um bom esquema para você mapear estúdios e artistas nos lugares que vai viajar e talvez queira fazer uns rabiscos de memória na pele.

Outra coisa que você deve levar em consideração é o tipo de desenho que quer. Não adianta você escolher um tatuador que considera foda, seja por indicação ou achado na internet, mas que tenha um estilo completamente diferente do que você gosta e quer desenhar na sua pele. Por exemplo, eu adoro linhas finas e geométricas, muito provavelmente um tatuador realista, por mais que seja talentoso, nunca faria o tipo de desenho que eu quero ter no meu corpo.

Não copie desenhos! Busque inspirações

Não copie o desenho dos outros. Use a internet para achar referências, mas não peça para um tatuador copiar outro artista. É muito errado! Além disso, um bom artista vai pegar as suas ideias e referências e fazer um desenho original e exclusivo para você.

Não tenha vergonha de conversar, tirar dúvidas, mas vá de cabeça aberta

É importante que você faça exatamente o que quiser, afinal a tatuagem ficará na sua pele para sempre! Não tenha vergonha de pedir alterações, de discordar. Mas também esteja com a cabeça aberta para sugestões do tatuador ou tatuadora.

F I B O N A C C I. C O L O R. Do Pedrinhoooo que é presuntinho lindo e querido!!! 🐷 Sempre bom te ver e principalmente te rabiscar!!! Jaja fica mais coloridinho!❤️🎨

Uma foto publicada por © Ana Abrahão (@abrahaoana) em

Por exemplo, minha ideia inicial dos passarinhos nos braços era diferente. Pensei numa tattoo menor, em outro formato. Passei referências e ideias na reunião com a artista. E quanto cheguei no atelier me deparei com esse desenho maravilhoso que ela tinha feito. A Susboom me convenceu a não fazer exatamente no pulso, por conta da pele muito fina dessa região, e a fazer um tiquinho maior (eu ainda diminuí o tamanho que ela propôs inicialmente). Enfim, converse, fale e escute. E confie no artista!

Não marque a tattoo para antes das férias

Essa dica parece besta, mas aconteceu isso comigo no Brasil e depois com a minha amiga aqui em Portugal, que foi marcar de fazer a tatuagem na véspera de ir para a praia. Eu não pensei que isso seria um problema, simplesmente porque não refleti muito sobre o assunto. É claro que é um problema: fazer tatuagem machuca a pele, tomar sol faz a pele descascar e a água, do mar ou da piscina, pode contaminar as feridas que precisam cicatrizar. Ou seja, converse com o tatuador para ver quantos dias de descanso para a pele você precisa entre fazer a tatuagem e viajar.

By Renato Pacheco(Polako)

Uma foto publicada por Renato Pacheco(Polako) (@polakotattoocascavel) em

E lembre-se: é um trabalho para o resto da vida cuidar, passar filtro solar toda hora, hidratante, etc.

Dói! Mas nem tanto assim…

Não tem jeito, uma agulha entrando sem parar na sua pele machuca. E, claro, dependendo do tipo do desenho vai doer ainda mais. Sombreados e aquarelas são mais agressivos. E em certas partes do corpo, mais sensíveis ou mais perto dos ossos, mais dor ainda. Ainda assim, está longe de ser a dor mais insuportável da vida. Todo mundo que já fez depilação com laser ou cera sente mais dor.

Além disso, dá para tentar aplicar algumas técnicas para doer menos. Para mim, percebi que funciona me distrair conversando com amigos no Whatspp. Toda vez que eu não ficava olhando a tatuagem ser feita e focava na conversa (só não podia rir, para não mexer), eu parava de sentir dor. Tenho uma amiga que é muito boa em meditação e para ela funcionou se concentrar na própria respiração, o ar entrando e saindo do nariz. Cada um com suas técnicas.

Como cuidar da tatuagem nova

Pronto, passada a dor e a ansiedade vem a empolgação da tatuagem nova. Mas ainda tem uns dias aí meio chatos de cuidar. A melhor dica que eu já li sobre o assunto foi: confie no seu tatuador. De fato, na minha primeira tatuagem as instruções foram lavar 3 vezes por dia com sabonete antibacteriano, manter no plástico por alguns dias, passar uma camada fina de Bepantol.

Já na segunda, as recomendações eram lavar 3 vezes ao dia só com água – primeiro morna, depois fria – cobrir com uma camada fina de Vaselina por 3 dias. Só precisei deixar no plástico na primeira hora depois da tatuagem feita. Qual delas está certa? Nenhuma. As duas tatuagens cicatrizaram direitinho e ficaram com bom aspecto. Ou seja, seguir as instruções da tatuadora é a melhor ideia porque esse é o trabalho delas.

É bom se controlar também para não coçar, porque dá uma coceira boa nos primeiros dias e você pode sem querer arrancar as casquinhas e a tatuagem toda no processo.

Done for Dani ✌🏻️🇳🇱

Uma foto publicada por MARK OSTEIN © (@mark_ostein) em

É normal sentir um pouco de dor nos primeiros dias, mas se começar a doer muito, ficar muito vermelho, com pus ou coisas do tipo, pode ser alergia ou uma infecção. Nesse caso, não só converse com o tatuador, procure um médico.

Dicas de tatuadores e tatuadoras massas por aí

Pedi para vários amigos e amigas que têm estilos de tatuagens diferentes para me darem indicações de tatuadores. Também incluí nesta lista as minhas tatuadoras e um pessoal que curto muito seguir no Instagram. Quem tiver dicas boas, compartilhe nos comentários o nome e também a cidade que a/o artista trabalha, que depois eu acrescento a lista!

Minas Gerais

John Dois

Luiza Blackbird

Matheus Dias

Souless Tattoo

São Paulo

André Zilioti

Bob Queiroz

Criz Suconic

Jun Matsui

Marcelo Mordenti

Michaella Schor

Renato Leandro

Brasília

Ana Abrahão

TAIOM

Rio de Janeiro

Clari Benatti

Paraná

Estúdio Galeria Teix

Jezz Cardoso

Polako

Ricardo Da Maia

Goiás

Gabrilândia

Pernambuco

Paulo Victor Skaz

Portugal

Susboom

Vesna

Mark Ostein

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

4 comentários em Como fazer uma tatuagem: dicas e sugestões

  1. Ótimo post Luiza!! Excelentes dicas!

    No meu caso eu fiquei anos querendo fazer tatoo mas sem saber oq fazer. Quando vi uma foto de uma tatuagem da rosa dos ventos, entendi que era isso que eu queria tatuar!

    No meu caso procurei um estúdio que é famoso aqui em SP e conversei com o Marcelo Mattos, que fez o desenho e ficou exatamente como eu queria: https://www.instagram.com/p/rH1eenzexX/

    O legal de artistas assim é que eles nunca fazem um desenho repetido. Eu já vi várias outras tatoos de rosa dos ventos no instagram dele, mas cada uma é de um jeito 🙂

    Todo mundo fala que você meio que vicia (como vc tb disse,sSó que por enquanto ainda não me despertou vontade de fazer outra não 😛

    Abs!

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: