Onde ficar em Pipa, RN: dicas de pousadas e hotéis

Onde ficar em Pipa, RN: dicas de pousadas e hotéis

Não cometa o erro de visitar Pipa no esquema bate-volta. Por conta da proximidade com Natal – são menos de 90 km – muita gente faz isso, lotando vans que partem cedo da capital do Rio Grande do Norte, estacionam em Pipa no fim da manhã e ali permanecem até depois do almoço. É um passeio lindo, mas falta tempo para curtir o lugar com calma, navegar em busca de golfinhos e aproveitar o melhor momento da região, que é com a maré baixa. Por isso, o ideal é se hospedar em Pipa por pelo menos uma noite, embora eu seja o primeiro a concordar que melhor mesmo é ficar três. Neste texto ajudarei você a escolher onde ficar em Pipa, com dicas de regiões e pousadas.

Praia do Centro

Essa região nasceu para o turismo na década de 1980, ao redor da Praia de Pipa, também chamada de Praia Central. Aos poucos Pipa ganhou bons restaurantes e opções de hospedagem dos mais variados tipos, tudo sem perder o clima de vila de pescadores.

Do ponto de vista de localização não tem muito erro: o ideal é ficar perto da Praia do Centro. Assim você pode ir caminhando até as outras praias, como a do Amor ou a Baía dos Golfinhos – durante a maré baixa dá para ir pela areia.

À noite, siga para a Avenida Baía dos Golfinhos, que é onde estão restaurantes e bares, num trecho curto e que pode ser percorrido a pé, de ponta a ponta, em meia hora. Estar de carro até facilita o deslocamento para praias mais afastadas e a volta para Natal, mas dentro de Pipa o veículo só é útil para pessoas com capacidade de locomoção reduzida.

Onde ficar em Pipa

Ficar de frente para a Praia é tentador, mas não há nenhum problema em estar a alguns quarteirões da areia: pode até compensar no custo/benefício. Eu me hospedei no Serhs Villas Da Pipa Hotel, que está a menos de 10 minutos de caminhada da praia e a cinco da Avenida Baía dos Golfinhos.

São dezenas de chalés individuais, cada um deles com estrutura de casa: cozinha, sala de estar, mesa para refeições e quarto. Todos têm piscinas e área de churrasqueira individual – sim, é uma piscina por chalé! Alguns acomodam até quatro pessoas, enquanto outros podem receber dois adultos e duas crianças, ótimos para famílias. Há também chalés para casais e um com banheira de hidromassagem. Não dá pra reclamar, não.

hotéis em Pipa

Chalés do Serhs Villas Da Pipa Hotel

Foi uma escolha excelente, ainda mais porque o estabelecimento estava em promoção, com preços bem menores que os normais, pelo sistema de Oferta Esperta do Booking. Paguei apenas R$ 180 na diária do chalé. Conferi em outras datas e vi que eles costumam fazer isso em dias de semana e fora de feriados. Ou seja, vai tirar uma semana de férias? Passe o fim de semana em Natal e siga para Pipa em dias úteis, quando tudo fica bem mais barato e a cidade mais vazia. Caso vá viajar na alta temporada, a dica é reservar com antecedência, já que os chalés do Serhs Villas Da Pipa Hotel costumam ter procura alta nessas épocas.

Onde ficar em Pipa: outras opções

Quem preferir acordar todos os dias com o mar na janela pode escolher a Pousada Céu e Mar, que tem localização estratégica: está na beira da praia e a 100 metros do centrinho. Já quem topar gastar um pouco mais vai gostar do Boutique Hotel Marlin’s, que tem uma piscina que tende ao infinito na maré alta – e que é um espetáculo.

Ache mais opções perto da Praia de Pipa

Ao contrário de outros destinos de praia famosos, Pipa cabe no bolso do viajante econômico. Há opções de hostels e campings, o que ajudou a formar uma comunidade de estrangeiros ali – jovens argentinos estão por todos os lados, seja trabalhando em restaurantes, fazendo artesanato ou vendo a vida passar durante uma parada mais longa de um mochilão.

Três boas opções econômicas são o Opa! Pipa Hostel, que está no centrinho e a cinco minutos da praia, o Lagarto Na Banana, que tem piscina ao ar livre e fica um pouco mais afastado da Praia do Centro, no meio do caminho para a Praia do Amor; e o Che Pepe Hostel, outra opção próxima ao centro e pertinho de bares e restaurantes. Já o Camping Cultural da Pipa está a 10 minutos do centro e das praias.

Ache mais opções de hostels e campings em Pipa

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: