Udaipur, a cidade do 007 contra Octopussy

Udaipur, a cidade do 007 contra Octopussy

Um tuk-tuk apressado foge por ruas sinuosas enquanto é perseguido por outro, ocupado por um vilão de turbante, que é capaz de empinar o veículo de três rodinhas (vejam o vídeo abaixo, sério mesmo, é pura diversão!). A cena ocorre em becos cheios de mulheres usando saaris e homens de turbantes, surpreendidos pela confusão. Quem está fugindo é ninguém menos que Roger Moore, interpretando o espião mais famoso do cinema, Bond, James Bond.

A cena é repetida todos os dias, às 19h, em praticamente todos os restaurantes de Udaipur. Eu não estou exagerando quando digo todos os dias. Existem cartazes e placas indicando sessões de Octopussy (a versão em português é 007 contra Octopussy).

Veja também: Baixe agora um ebook com milhares de dicas sobre a Índia

Obviamente, quando cheguei lá, não entendi por qual razão as pessoas escreviam polvo em placas – desculpem a falta de cultura pop. Mas depois de compreender o orgulho dos habitantes da cidade com o filme de 1983, acho que entendi ainda mais porque Udaipur foi escolhida como cenário para o filme.

Restaurante em Udaipur, Índia

Udaipur é uma cidade para ser apreciada de cima e de baixo. A cidade mais romântica da Índia, considerada pela Wikipédia a Veneza do Oriente (gostaria de deixar claro que acho esse título barango) e ainda, The Lake City.

Passeios de barco em Udaipur, Índia

São vários lagos, o principal deles, o Pichola, fica pertinho de importantes pontos turísticos de Udaipur: o Palácio da Cidade, o Jagdish Temple e o Museu Bhartiya Lok Kala. Existem passeios de barco para um dos palácios que fica no meio desse lago, o Jagmandir Palace.

O outro palácio, também localizado em uma ilha, hoje tem uma função dupla – é um hotel e residência da família de Marajás. O 007 também esteve ali, em cenas incríveis do filme.

Palácios de lagos de Udaipur

O City Palace visto do barco

Essa tal família real, aliás, é a melhor exploradora de pontos turísticos que eu conheci na Índia, quiçá, no mundo. Udaipur é uma cidade lotada de turistas europeus que vêm atrás do clima meio hippie, meio romântico e meio exótico presente nos palácios mantidos pela realeza, que cobra uns bons olhos da cara em rúpias de quem pretende entrar em todos os pontos turísticos que eles promovem (cerca de 300 rúpias cada entrada, mais uma taxa meio abusiva para a câmera fotográfica) – mas vale a pena desembolsar.

Palácios de Udaipur, Índia

Udaipur, na Índia

Terraços de Udaipur

Além dos pontos turísticos, terraços que foram transformados em restaurantes bons e baratos podem ser encontrados por todos os becos da cidade. O clima de “pegue seu banquinho e assista ao pôr do sol com o vento em seus cabelos” é levado a sério em Udaipur. São nesses lugares que as sessões do James Bond ocorrem diariamente.

Terraços em Udaipur, Índia

No centro da cidade ainda podem ser encontradas muitas lojinhas e vendedores de echarpes, pashiminas, cadernos com capa de couro de camelo, calças indianas e outros tipos de souvenirs. Além disso, em Udaipur há um número considerável de lojas de terno, o que, dado o calor, é inexplicável.

E assim, já é batido dizer, mas não custa repetir: barganhe. O fato de ser uma cidade muito turística faz os preços irem às alturas. Os vendedores cobram um disparate de 700 rúpias por um lenço e crescem muito o valor de uma corrida de tuk-tuk.

Templos de Udaipur, Índia

A um tuk-tuk de distância está o outro lago da cidade, o Fateh Sagar, que também tem um jardim no meio (não muito bem cuidado), um rock garden e os jardins da princesa (vale a pena e custa só 5 rúpias).

Além disso, é possível visitar outras atrações, por exemplo o Moonson Palace, que fica no alto de um morro e também é gerenciado pelos Marajás. O ponto alto lá é a vista da cidade, mas o palácio mesmo não tem muita coisa.

Jardins de Udaipur, Índia

Jardins da Princesa

Informações turísticas sobre Udaipur

Viajando em Udaipur

Quantos dias

Uns dois dias em Udaipur são suficientes para cobrir todos os pontos turísticos. Mas se você estiver mais interessado em descansar e curtir um pouco de paz e beleza das vistas, então três dias é o ideal. Essa é a cidade turística mais tranquila, menos barulhenta e mais organizada do circuito turístico do Rajastão.

Como chegar

Ônibus chegam e saem de Udaipur em direção a todos os pontos importantes da região e muitos destinos também podem ser cobertos por uma viagem de trem. As passagens custam entre 160 e 250 rúpias.

Onde ficar

Existem opções de hotéis de todos os tipos – do super luxo ao mochileiro. A região do Lal Ghat e Ganguar Ghat concentra a maior parte das opções e também é a mais próxima dos pontos turísticos. Veja uma lista com opções de hospedagem na cidade.

Mulher em Udaipur, Índia

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

11 comentários em Udaipur, a cidade do 007 contra Octopussy

  1. Bem, decidi confiar em você e fiz um pequeno desvio para Udaipur.
    Que cidade maravilhosa! Claro que estou amando a incredible india, mas Udaipur tem uma atmosfera de tranquilidade, descanso e melhores modos com o turista.
    Obrigado pela dica valiosa!

    (Escrevo olhando para o Lago!)

  2. […] Udaipur: Conhecida como The Lake City, ou a Veneza do Oriente, Udaipur é a cidade mais romântica da Índia. Construída à beira de três lagos, possuí um belíssimo pôr-do-sol e uma atmosfera meio hippie, cheia de turistas e ruas estranhamente limpas e calmas (para os padrões indianos, claro). Dois dias também bastam para conhecer a cidade. Jodhpur: A Cidade Azul ganhou este apelido por ter quase todas as construções desta cor, o que dá um belo efeito quando se observa a cidade do alto. A principal atração do lugar é o forte Mehrangarh, construído no século XVI e localizado no alto de uma colina. Jaisalmer: Um dos destinos turísticos mais procurados do Rajastão, Jaisalmer, a Cidade Dourada, fica no meio do deserto de Thar. Lá é possível fazer safari de camelo, assistir o pôr-do-sol e até mesmo pernoitar em uma tenda no deserto. Há também templos, museus e outro forte, construído em 1.156. Tweet […]

  3. Fala Rafael, beleza? Fico feliz de participar em algum modo dessa super aventura! Vocês vão curtir muito a Indonésia e todos os outros lugares irados que ainda vão passar! Vou ficar acompanhando de perto, está show o post, as fotos no IG e tudo mais! Vou divulgar pra galera assim que puder!
    Abração e muita paz!
    Michel @rodandoomundo
    http://www.rodandopelomundo.com

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: