Kerala: praias, rios e floresta tropical no sul da Índia

Kerala: praias, rios e floresta tropical no sul da Índia

Localizado no extremo sudoeste do país, o estado indiano do Kerala talvez não seja um grande conhecido da maior parte dos turistas que decidem se aventurar pela Incredible India. No entanto, aqueles que resolvem fugir da rota tradicional e desbravar o sul do subcontinente dificilmente vão escapar de pelo menos uma parada nos agradáveis refúgios que misturam praias, rios e uma familiar floresta tropical.

Com o maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Índia, uma taxa de alfabetização que ultrapassa os 90% e o título de estado menos corrupto do país, o Kerala possui ruas limpas e uma infraestrutura turística bem acima dos padrões indianos.

Assim como Goa, a região apresenta fortes resquícios da presença portuguesa no local. Foi ali que o navegador Vasco da Gama desembarcou em 1498, após cruzar o Cabo da Boa Esperança, deixando muitas igrejas, uma significativa população cristã e um grande interesse por futebol. No país do críquete, este é um dos poucos lugares em que um sorriso e o nome “Ronaldinho” vão aparecer assim que você contar de onde veio.

Veja também: Baixe agora um ebook com milhares de dicas sobre a Índia

Kovalam

Kovalam praia no Kerala

Para quem mora em um país com quase 10.000 km de litoral, se impressionar com uma praia pode ser difícil. Kovalam não é nada paradisíaca e o mar não é dos melhores para banho, mas é uma boa opção para quem quer se banhar no oceano Índico.

Além de ser mais tranquila e vazia que as praias de Goa, as autoridades de Kovalam parecem estar verdadeiramente preocupadas com um inconveniente para as estrangeiras que resolvem tirar a roupa por ali: os paparazzi indianos que fazem de tudo para ver e fotografar turistas de biquíni.

Se você se sentir constrangida com as câmeras ou olhares alheios, basta procurar por algum dos salva-vidas que estão a postos a cada 10 metros na praia. Eles vão mandar os inconvenientes circularem e até mesmo apagarem eventuais fotos. Lembrando que este tipo de comportamento com relação às mulheres é algo muito sério na Índia e pode dar até cadeia, dependendo da gravidade da situação.

Kovalam também é, na minha opinião, um dos melhores lugares para comer na Índia. Os restaurantes localizados na beira da praia servem ótimos peixes frescos a preços razoáveis.

Alleppey (Ou Alappuzha)

Kerala Backwaters

Allepey, mais uma cidade que entra na briga para descobrir quem é a “Veneza do Oriente”, é provavelmente o melhor lugar para desfrutar da principal atração do Kerala: as backwaters, um complexo de canais, lagos e rios ligados em uma cadeia labiríntica de mais de 900 km.

Não perca muito tempo na cidade. Alugue logo a embarcação que cabe no seu orçamento (de canoa a grandes barcos-casa de luxo) e comece a desbravar os caminhos aquáticos. Os tours podem durar desde um até vários dias, dependendo da sua preferência, e geralmente incluem refeição típica do Kerala e vislumbre da vida cotidiana da população ribeirinha.

Veja também: Os fantásticos backwaters do Kerala

Kerala, cidade de Alleppey

Cochim

A maior cidade do estado, Cochim é provavelmente o lugar do Kerala com mais atrações. Se você veio de trem, sua estação vai ser na parte da cidade chamada Ernakulam, mas nem perca tempo por ali. Pegue uma ferry (Rs. 2) e vá direto para Fort Cochim, a região mais turística.

Rede de pesca Chinesa no Kerala

Por ali, uma boa ideia é negociar um tour com algum motorista de Rickshaw. Ele vai te levar por todos os pontos importantes da cidade por algo em torno de 70 rúpias. Em troca, você só precisa visitar duas ou três lojas de souvernir. Se isso acontecer, fique 15 minutos e não compre nada, pois os preços nesses lugares são abusivos.

Entre as principais atrações da cidade está a igreja na qual Vasco da Gama foi enterrado. O túmulo ainda está lá, mas os restos mortais foram levados de volta para Portugal pouco anos depois pelo filho do navegador. As redes de pesca chinesas (foto acima) podem ser vistas em um trecho da praia e, por algumas rúpias, os pescadores até deixam você operar uma delas.

Fábrica de especiarias indianas

Aproveite para visitar também a Sinagoga e a rua judaica (Jew Street), a fábrica de gengibre e especiarias e o Museu Indo-Português.

Veja também: Todas as atrações de Cochim, a Índia dos navegadores portugueses 

Informações turísticas sobre o Kerala

Como chegar

Como em quase toda a Índia, a forma mais segura, barata e confortável de viajar é de trem. No entanto, se você estiver na região norte do país, uma viagem de avião será muito mais rápida (e também segura).

Quanto tempo ficar

As cidades do Kerala são muito agradáveis e você pode querer parar por mais alguns dias apenas para aproveitar a atmosfera do lugar e relaxar um pouco. No entanto, se você está com pressa, nenhuma requer mais de dois dias para ver tudo com calma.

backwaters kerala casas.jpg

Aonde ir

De lá é fácil conseguir trens para o Tamil Nadu ou seguir para norte. Nossa rota nos levou para Hampi, com um rápido stop over em Bangalore, mas você também pode seguir para Goa ou para Mumbai.

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma.

Siga @natybecattini no Instagram

36 comentários em Kerala: praias, rios e floresta tropical no sul da Índia

  1. Olá, estou aqui em Delhi e planejo ir para Kerala no final do mês. Estou disposta a ir de trem, mesmo sabendo da longa distância. Queria saber se vocês quando foram fizeram por trem, e se sim, como foi o trajeto, levou dois dias mesmo? faz parada? como é a vista etc.
    Obrigada!

  2. Oi, pesssoal!
    Sempre acompanho o blog de vcs pois tbm estou em um intercambio na India 🙂 Acontece que meu pai vira pra ca no feriado do Holi no ano que vem e eu estava pensando em ir para o sul da India pois sao apenas quatro dias… Qual roteiro vcs podem me indicar? Estava pensando em Mumbai e alguma das cidades desse post mas tenho receio que fiquei muito corrido… Podem me ajudar? 😀
    Ahh, meu pai e o tipo de pessoa que quando viaja so descansa a noite, entao durante o dia tem que ter atividade o tempo todo…hahaha!

    • Paula, se são apenas quatro dias, sugiro ir para apenas um lugar. Mumbai, por exemplo, já tem muito o que fazer. Você pode usar um dos dias para ir à Elephanta Caves e, se tiverem pique, dá para ir até Elora Caves em outro dia também… Se você for pro Kerala, deixaria mumbai de lado e focaria em Fort Cochim e Allepey…

      Abraços!

  3. Ola Natalia! que bom poder contar com suas dicas, estou programando conhecer o sul da India gostaria de conhecer e hospedar em algum Spar ou asharam de Ayurveda fui informada que a região de Kerala tem muitos vc pode indicar cidade ou local ? Grata

      • Oi Ana Leda, fui para o Sul da Índia em outubro último. Nos 6 últimos dias da viagem ficamos no Somatheram SPA de Ayurveda. Maravilhoso. Fica em Kerala. Lá você recebe diariamente massagem de duas horas por profissionais femininas. Elas te põem nua sem qualquer constrangimento. Fiquei super à vontade, e olha que sou muito tímida. No SPA você tem 3 excelentes refeições por dia. Vc se alimenta muito bem e não engorda. Consulte http://www.somatheeram.in/ Espero ter ajudado. Um Grande abraço. Namastê

  4. Ola Natália! Nossa, as dicas que vocês deixam pra gente são maravilhosas. Eu fiquei ainda super feliz quando vi tanta gente falando do Kerala.É justo pra lá que vou com um pequeno grupo de pessoas, agora em setembro. Nos últimos 5/6 dias da viagem vamos para um SPA, que promete muito. Obrigada Natália pelas dicas de valores que você me passou.
    Seu blog é fantástico e está contribuindo muito para outras pessoas interessadas. Abraços

  5. Oi Natália, obrigada pelos links. Apreciei muito. Estou um pouco perdida com relação ao money. Por exemplo, se eu comprar no Kerala, digamos, uma bata branca (adoro), quanto pagarei?? Uma roupa + típica, um lenço, quanto me custarão? Eu gostaria de ter uma base nos preços, considerando dólar x rúpia. Se vc quiser, pode fazer comparações diferentes das minhas. Eu só preciso de um parâmetro. Namastê !! Obrigada

    • Ei Sônia, olha, um lenço comum (que não é de pashimina e tal), costuma custar entre 200 e 600 rúpias. Uma sári pode sair a partir de 2000 rúpias, mas isso depende de onde você compra, tem lugares muito mais caros. Uma refeição em um restaurante pode custar entre 200 e 500 rúpias. Em hotéis simples (guesthouses), espere pagar entre 600 e 1000 rúpias pelo quarto. Por aí vai. Espero ter ajudado.

      Abraços!

  6. Olá,
    estou indo para Índia em outubro e passarei 20 dias. Meu planejamento é fazer parte do roteiro tradicional ( Delhi, Varanesi,Rishikesh e Khajuraho) e deixar, talvez, os últimos 10 dias pra conhecer Cochim, Kovalam e Allepey. Depois passar alguns dias Mumbai e voltar para o Brasil. Qual a melhor maneira de ir de Delhi para o Kerala? Exsite um trem que faça esse trajeto? E em kerala, existem barcos que façam esse trajeto entre estas 3 cidades?
    Um grande abraço e muito obrigada pelas dicas.

  7. Oi Natália,
    Estou indo para a India no fim de setembro pro´ximo. O grupo vai ficar a maior parte do tempo no estado do Kerala. Que sugestão de compras vc me dá? Posso encontrar pulseiras com pedras por lá? gosto muito de chales,decoração e seda. O que vc me sugere?
    Obrigada.Bj Namastê

    • Ei Sônia,

      Eu não sou a pessoa que mais compra no mundo, mas lá no kerala e na índia em geral eles são muito bons com tecidos, como seda, joias e pedras preciosas e objetos de decoração em geral. Mas tome cuidado com as falsificações. Procure lugares confiáveis para comprar.

      Abraços!

  8. Passagens compradas para a Índia, partida em fevereiro, ficarei por apenas 20 dias.
    Destino: Bangalore. É lógico que vou passar em Kerala.
    Mal posso esperar. Como estou sempre acompanhando esse blog achei importante vir aqui contar essa novidade, realmente estou muito entusiasmada.

    Beijos!

    • Ei Viviane! Que legal que você vai conhecer a incredible India! Já que você vai estar em Bangalore, realmente vale a pena dar uma passada no Kerala. Você vai adorar! Volte depois para contar como foi! Abraços!

  9. Ola.. estou planejando uma viagem para india..
    vou passar em algumas cidades ate chegar em kerala onde penso em ficar trabalhar em alguma plantacao..ou tipo de pesca… nao vou ter visto para trabalhar so de turismo..
    Sei que vou passar por dificuldades… mas estou saindo do brasil por este motivo mesmo… quero olhar o mundo cheirar o mundo.. abandonar o conforto e essa falsa estabilidade .. espero que me ajude com sua experiência..

    agradeco desde ja

    att,

    Jean.

    • Olá Jean,

      Que legal o seu plano! Acho muito legal que se dispõe a sair um pouco do próprio mundinho! Só gostaria de te alertar que esses trabalhos na índia não pagam nada, é extremamente desvalorizado e são em condições extremas. Nunca ouvi dizer de estrangeiros trabalhando assim por lá. Mas se esse é seu objetivo espero que dê certo. Você já pensou em fazer trabalho voluntário? Também é uma opção interessante. Qualquer dúvida que você tiver volte para perguntar! Espero poder ajudar.

      Abraços!

  10. Estou com uma viagem marcada para India em Novembro, e ja comecei os preparativos. Uma viagem dessas de maneira independente requer um certa preparacao, nao eh? E o roteiro escolhido foi Varanasi, Agra, Jaipur e Kerala. O problema eh saber quanto tempo dedicar a Kerala, pois esta eh a India que eu queria conhecer.A principio deixei 5 dias para Kerala, mas depois descobri estas ilhas aqui : http://tinyurl.com/bncbn2s Li muito a respeito e vi que eh complicadissimo chegar lah. Voces conhecem alguem que ja foi em Lakshadweep ou tem alguma informacao? Gostaria de saber de alguem que ja foi recentemente como eh a experiencia. Eh muito dificil achar informacoes online de quem foi de maneira independente e com pouco tempo(meu caso seria assim). E em relacao as montanhas de Kerala onde sao plantadas as ervas para chas, voces foram?O blog de vcs esta sendo uma biblia para minha viagem, muita dica preciosa! Obrigada!!

    • Qu bom que você está gostando das nossas dicas da Índia. Com relação às ilhas do Kerala, acho que deve ser um lugar bem pouco visitado mesmo, pois nunca tinha ouvido falar até agora e, nos 7 meses que morei na Índia, não conheci ninguém que tenha ido lá. Mas pode ser porque eu morei no norte, então era meio longe, porque não consigo achar outra explicação para praias maravilhosas como aquelas não serem destino turístico obrigatório por ali. Quanto ao tempo no Kerala, se você for fazer esse roteiro que a gente recomenda no post (Kovalam, Allepey e Kochi), acho que uns 5 ou 6 dias são suficientes sim. Se você quiser cortar alguma coisa, recomendo Kovalam, se quiser ficar mais tempo em algum lugar, recomendo Kochi. Procure hospedagem na Princess Street e proximidades. Você vai adorar, o Kerala é um dos estados mais agradáveis da Índia.

  11. Eu nem sei em qual hotel vounficar em Kolkata… A secretaria do evento é quem vai arranjar pra gente. Desde já estou de dedos cruzados para que tenha ar condicionado! Eu já estou me acostumando com a idéia de que essa viagem vai ser uma aventura daquelas!

    • Se a universidade vai arrumar para você,então acho que você pode ficar tranquilo porque eles vão te colocar em um lugar legal! E aproveite, apesar dos perrengues, a Índia é um dos lugares mais interessantes que eu já visitei!

  12. Oi Natália,

    Primeiro, obrigado por ajudar com as minhas dúvidas! No assunto “câmera”, resolvi que vou levar as duas que tenho, uma velhinha e barata, e a outra mais nova e um pouco mais cara, e aí eu uso uma ou outra, dependendo da situação.

    Depois da minha postagem anterior, recebi uma dica do pessoal da Universidade que vai nos receber em Kolkata para comprar as passagens pela IndiGo, e finalmente deu certo! Eu estava muito preocupado pois só tinha as passagens internacionais, saindo e chegando por Delhi, só que os congressos são, como eu disse, em Kolkata e Mysore (que não possui aeroporto, por isso desceremos em Bangalore). O bom é que agora está tudo certo.

    Eu li o post sobre Kolkata, e decidi que não vou nem me aventurar pela cidade… não só por não ser turística, mas porque está fazendo temperaturas de até 52 graus lá agora, segundo o Weather Channel, e isso demais pra mim! Eu vou do hotel pra Universidade, da Universidade pro hotel, e já está bom!

    Já li o novo post, sobre as viagens de trem. Muito “informativo”! As dicas estão ótimas, principalmente sobre a questão das classes, que eu já havia pesquisado, mas não estava muito claro pra mim.

    É isso. Abraço.

    • 52 graus?! Quando fomos estava em torno de 45 e já sofremos tanto com o calor! Estávamos lá só para passear mesmo, e mesmo assim não saímos de casa uns dois dias. Uma coisa importante para você escolher o hotel nesse calorão da Índia é perguntar se tem gerador, porque em muitas cidades a luz acaba várias vezes por dia e é impossível dormir sem ventilador ou ar condicionado.

  13. Olá pessoal que tão bem escreve este blog,

    Daqui a um mês eu estarei embarcando em São Paulo com destino a Índia, para participar de dois congressos, e aproveitar para conhecer um pouco deste país, e gostaria de pedir umas dicas para vocês, se possível. A ainda não li todos os posts do blog, então desculpe se o que eu pergunto já está escrito em algum lugar. Então vamos lá! Tenho uma dúvida besta em relação a carregar câmera fotográfica na rua… existe risco de grande de ser roubado? Não é preconceito, pois aqui mesmo no Brasil a gente toma cuidado ao mostrar uma câmera ou um celular bacana na rua… Outra coisa: não estou conseguindo comprar passagens aéreas para voos domesticos na Índia, vocês tem alguma dica? Ah, meu roteiro é Kolkata, Mysore, Bangalore, Delhi, Agra, Delhi e de volta para o Brasil. Alguma dica extra?

    Obrigado e abraço!

    • Olá, A. Bergantini!

      Obrigada por acompanhar o blog!
      Bom, pela experiência que eu tive na Índia, eu poderia dizer que nunca me senti ameaçada dessa forma por lá não. É claro que você deve tomar conta dos seus pertences, pois furtos e gente desonesta existem em qualquer lugar, mas assalto mesmo, de você está com uma câmera na rua e alguém chegar com uma arma, eu nunca ouvi nenhum caso. Os indianos são, em geral, um povo bem pacífico. Você deve ficar muito mais preocupado com golpes e preços inflados. Procure se informar sobre essas coisas e pergunte para pessoas que você sentir que não estão tentando te enganar. Uma coisa que eu sempre fazia era perguntar no hotel quanto eu deveria pagar por tal coisa ou trajeto, eles normalmente estão dispostos a ajudar.
      Bom, para voar na Índia, indico a IndiGo e a Air Asia. Já voei com as duas e são boas companhias.
      Temos um post sobre Kolkata e passamos brevemente em Bangalore, que é uma cidade até legal, mas sem muitas atrações turísticas. Qualquer coisa que quiser saber, volte para perguntar e continue acompanhando nossos posts! =)

      Abraços,

  14. How did the “paparazzi” compare with Goa? Algumas brigas? I hope you girls managed to throw a few cameras in to the ocean…or at least threaten to do it. 😉

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: