17 dicas de como economizar para viajar mais

17 dicas de como economizar para viajar mais

Atualizado em Novembro 2016 – Muita gente acha que quem viaja é muito rico. Só queria dizer que os autores deste blog passam longe disso. Na verdade, viaja mais quem gasta menos com outras coisas. Não é tarefa fácil no princípio, mas depois de um tempo você se acostuma, principalmente se o prêmio final é aquela sonhada viagem. Por isso, fizemos uma listinha reunindo dicas que sempre usamos, formas de economizar para viajar mais:

1. Monte uma lista detalhada de tudo o que você gasta em um mês

Isso pode parecer meio chato, mas existem aplicativos de celular que facilitam a tarefa (eu uso um gratuito chamado Expense Manager). Anotando tudo o que você pagar, você consegue descobrir as coisas que mais sugam seu dinheiro e pensar estratégias para conter gastos.

2. Defina o quanto você pode economizar por mês

Feito isso, mande esse dinheiro para poupança assim que receber o salário. Ok, às vezes você vai precisar de uma parte desse dinheiro, mas é bom manter tudo separado para evitar cair na tentação.

3. Fique atento com pequenas despesas e trocados

Pode parecer bobagem, mas de dois em dois reais, chegamos aos 50, 100. Isso é uma das coisas que eu acho mais efetivas da economia do dia a dia, a economia numa bala, ou o pão que é mais barato em outro lugar, ou simplesmente guardar o troco de alguma compra. No final do mês isso faz diferença pra caramba.

costa-amalfitana-roteiro-rua-de-positano

4. Nas compras nos supermercados, faça uma lista do que você precisa e não compre nada além

Compare os preços, escolha os mais baratos que puder. Essa é uma dica que as donas de casa em geral seguem e, bem, dá certo, né?

5. Se for ao cinema, vá nos dias mais baratos

As idas ao cinema diminuíram muito na minha vida, porque está cada vez mais caro e eu preciso economizar. Se você for muito cinéfilo, vá durante os dias da semana, que são mais baratos, e escolha as salas que te dão meia-entrada com o seu cartão do banco.

6. Para as mulheres: transforme sua casa no seu salão de beleza

Aprenda a fazer as próprias unhas, se depilar e todas essas coisas de salão (exceto, talvez, cortar o cabelo). Salão de beleza é muito caro e esses gastos costumam ser semanais ou quinzenais. Se você estiver planejando um mochilão ou volta ao mundo, melhor ainda, que você já vai treinando para a viagem.

Leia também: Vaidade no mochilão, é possível?

7. Entre em forma e economize

Em vez de pagar a mensalidade cara da academia, pense outras formas de fazer exercícios, como correr ao ar livre ou ver aqueles vídeos de ginástica na internet e se exercitar em casa.

8. Mude seu celular para pré-pago

Essa é minha história: em 2011, eu falava muito pouco ao telefone, mas gastava com SMS e internet (não existia WhatsApp). Minha conta dava 120 reais por mês. Eu troquei meu celular para pré-pago, plano em que os gastos com internet são contados em centavos, um valor fixo por dia. Com isso, a conta desceu para 30 reais. Super economia, recomendo!

9. Corte a TV a cabo

Use e abuse do Netflix e de outros serviços do gênero, bem mais baratos. Lembre-se que muitos canais disponibilizam programas online.

10. O mesmo vale para quem ainda tem assinatura de revistas e jornais

Numa boa, você não deve estar lendo esse blog por acaso, então pare de gastar com papel.

11. Faça da frase “Preciso mesmo disso?” o seu mantra pessoal.

Antes de comprar aquele sapato na promoção, ou aquele casaco azul lindo, reflita muito sobre a necessidade. Para evitar o impulso, saia da loja e vá para casa. Se você achar que realmente precisa, volte e compre. Se for algo desnecessário, lembre-se da viagem. Seu guarda-roupa não vai ficar vazio se você deixar de fazer compras que não precisa.

Dicas de como economizar para viajar

12. Evite lugares tentadores

Se você for do tipo que compra porque cai em tentação ao ver vitrines, simplesmente evite isso a todo custo. Não vá ao shopping, mude seu caminho para não passar por aquela loja que você não resiste.

13. Compre pela internet sempre que puder.

Você vai ter mais tempo para pesquisar e ponderar. Além de ser mais fácil comparar preços, ter descontos e não cair em armadilhas de marketing.

14. Diminua a quantidade de vezes que você sai à noite.

E escolha lugares mais baratos. Se o bar marcado está cobrando 15 reais por uma cerveja, deixe bem claro para seus amigos que essa não é uma opção para você. Ou marque uma viagem com a galera, assim vocês entram na vibe economia todos juntos.

15. Saiba dizer não para convites quando você sabe que precisa economizar

Não adianta nada guardar cada centavo, durante o mês inteiro, para depois ir num jantar caro no final do mês, só porque alguém insistiu muito. Para quem insistir, deixe bem claro que você não pode gastar e dê outras sugestões de restaurantes mais baratos – ou até mesmo um jantar em casa.

16. Deixe o carro em casa

E economize com gasolina e estacionamento. Para quem não dirige, use menos táxis e mais transporte público. Limite o táxi ou carro para quando você tiver que voltar tarde (mas não vale beber e dirigir, hein!! – se você não beber, vai gastar bem menos, aliás).

Como economizar para viajar mais

17. Milhas são as suas melhores amigas

podem garantir uma super economia nas passagens. Acumule no cartão de crédito e seja fiel à uma cia aérea, para ter mais pontos.

Você tem algum truque para fazer sobrar mais dinheiro no fim do mês? Deixe suas dicas nos comentários e ajude outros iniciantes na arte de economizar dinheiro para viajar mais.

*Imagem Destacada: Serge Melki/Wikimedia Commons 

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

38 comentários em 17 dicas de como economizar para viajar mais

  1. Otimo, mas realmente, ótimo post. Faço tudo (ou muitas) das coisas descritas ai. Guardo boa parte do salário, aproveitando a vantagem de morar com os pais e não precisar gastar com coisas de casa, evito ao máximo comprar besteiras, sair ou gastar com coisas que eu mesma poderia fazer. Sou a famosa -intitulada pelos meus amigos- “mão de vaca”. Mas tudo bem, tudo por um proposito.

  2. Agradecemos todas as dicas! Em casa, temos um combinado: pedir nota fiscal em todas as compras(em SP estes créditos são revertidos em dinheiro e posteriormente utilizados nas viagens).isto já nos rendeu quase R$ 1000,00/mês e uma viagem a Disney,
    Também, procuramos fazer as nossas próprias lembrancinhas e presentes. Além de bonitas, ficam originais.
    Sempre tem alguém querendo comprar alguma coisa. Minha filha vende doces na escola para pagar os seus passeios ( já chegou a lucrar R$ 300,00 em 15 dias).
    Procuro ter sempre alguns presentes coringas em casa comprados em ofertas (DVD, acessórios, etc). O que nos rendeu muita economia.Já pensou quanto iríamos pagar em um presente de última hora?

  3. O primeiro passo é economizar em casa mesmo.

    Depois é fazer o dinheiro trabalhar pra você.

    Independente do que eu faça, não abandono meu cofrinho que frequentemente me surpreende com a velocidade que enche. Moedinha recebida, é moedinha guardada =)

  4. Olaaa…
    A minha dica é o bom e velho cofrinho: guardo todas as moedas de 0,50 e de 1,00, além de todas as notas de 2,00 que caem na minha mão em um pote em casa. Já percebi que esse dinheiro, se fica comigo é o que eu acabaria gastando numa besteirinha qualquer (balas ou chicletes, por exemplo) então não ando com elas (não troco dez reais pra comprar balas, rs).Ao final de um ano juntei uma graninha boa (Cerca de 500,00) que em geral uso pra fazer algum passeio ou pra algum restaurante ou compras durante minhas férias… (da última vez foi um fds em Brotas)…

  5. Adoreiii!! Ahh tem o http://www.worldpackers.com/ que lá você se hospeda em hostels com alimentação em troca de trabalho! Achei legal pq a pessoa já economiza na hospedagem e na alimentação!!

    Ah Luiza …eu cortei tudo o que vc disse, MAS tenho um problema DEPILAÇÃO! Gasto R$ 60,00 todo mês!!!! Acho um absurdo, mas eu sou neurótica com pelos e onde eu moro é muito calor ai a neurose aumenta hauhauhauhauhauhauhau…e pra completar tenho alergia a lâmina!!! =( Sei que quando eu for viajar será um problemão…terei que me virar! =/

    Beijoooo!!

    • Izabella Melo, meu problema ERA esse tambem mas comprei o equipamento de depilar e faço eu mesma em casa. Agora comecei o laser…fiz a 1ª sessão mas pelo q vi na dermatologista o resultado é surpreendente! Economize e compre o aparelho e o refil roll on…é facinho de fazer!!! bjs

  6. Minha dica: vender coisas online! Tem vários sites onde se pode vender livros (estante virtual), roupas usadas (enjoei), todo o resto (ebay, mercado livre)… Eu já vendi bastante livro no Estante Virtual, garanto que funciona. Dá pra vender em Sebo também, mas lá quem dá o preço é quem está comprando, e no Estante Virtual é só colocar um preço acessível. E as roupas etc também dá pra oferecer em brechós!

    Outra dica que tem mais a ver com gastar menos em viagem do que em economizar para viajar: a GOL e a TAM estão com uma ferramenta de busca por preço, você digita o aeroporto de origem e quanto você quer pagar, e o site diz todos os destinos por aquele preço no período escolhido! É bem legal pra quem gosta simplesmente de fazer as malas e #partiu. =) A Airfrance tem a mesma ferramenta pra voos internacionais, e a Decolar tem a ferramenta que mostra as épocas mais baratas para viajar aos destinos escolhidos.

    😉

  7. Aaaahhhh esse blog… Sempre com dicas boas! Faz um tempo que eu viajava e aproveitava para vender artesanato durante as viagens, assim acumulava uma graninha que me ajudava a estender a trip, depois fiquei “rica” e dei um tempo… agora, recém retornada de uma trip básica estou revendo meus dotes artísticos e voltarei a vender artesanato para acumular dinheiro pra próxima viagem.
    Vale tudo gente! Cada pessoa tem um talento, basta investir nele e que a grana vem! Beijos!

  8. Olá Luiza tudo bem?
    Li e reli o bog de vcs, me apaixonei super me identifiquei com a sua História. Também me sinto entediada com meu trabalhos qd vai chegando os 2 anos já fico maluca rs!!
    Lu já tenho passaporte e sonhos, sonho, de viajar fiquei com uma certa inveja de vcs kk mais nada de mais coisa de leve ok.
    Bom queria mt ir viajar sei lá pra aprender mais sobre mim mesmo e mts outras coisas sinto que preciso disso pra me realizar já moro sozinha no Rio de Janeiro a 5 anos e 14 anos longe da minha família.
    Ao longo desse tempo, aprendi mt por aqui, e hj sou artista plástica faço qualquer tipo de pintura óleo sobre tela, sou maquiadora e produtora de moda já fiz trabalho para revistas e catálogos de lojas, e tabm desenho moda mt bem rs!!! Vc acha que com uma dessas coisinhas consigo trabalhar um tempinho fora do Brasil? Qual pais vc acha que posso me identificar mais devido a sua experiência? Gosto da Itália, Argentina? e França? Só que falo apenas espanhol. Agradeço se me responder Bjosss e mt sucesso ai.

    Jucelia Barros

  9. Olá!
    Ótimas as dicas e os post, achei o blog hoje e estou lendo tudinho!

    Dá pra vender oq não usa mais, dá um pouco de trabalho mas é uma boa.
    Pode ser objetos, roupas, livros. Tem vários brechós Online pra pesquisar…
    e claro, free, tbm conhecidos como ”taxas” na área de turismo e hospitalidade (restaurantes, eventos, hotéis etc…) sempre precisam de pessoas, e o valor depende do evento, mas vale a pena procurar.

    Bjs

  10. Dicas para conseguir mais dinheiro ?
    Já trabalho e queria uma rendinha a mais, seilá. Já anunciei as coisas que nao uso mais, mas até agora não consegui vender nada, qeria uns bicos por fora haha

    • Oi Mônica,

      Eu nunca tentei nada, mas você pode tentar vender Natura, Avon ou algo do tipo. Ou fazer algum doces, tipo brigadeiro ou cookie para vender entre os colegas de trabalho.

      Ou, dependendo da sua área, conseguir fretas. Sites como freelancer.com ou workana.com tem algumas vagas abertas!

      bjs

  11. Em uma outra postagem daqui citaram o aplicativo minhas economias e terminei baixando no meu celular, ele é ótimo e me ajudou muito a me organizar (muito obrigado pela dica hahaha!).
    Eu controlo meus gastos de uma forma que depois de pagar todas as minhas contas, sobre uma espécie de média fixa (ou o mais próximo disso possível), então eu divido esse valor pela metade, a primeira parte vai para a poupança e a outra eu faço um malabarismo entre contas do dia a dia, necessidades e emergências eu TENHO que sobreviver o restante do mês inteiro com ela rs, é bem básico se você parar pra pensar.
    Procurar pagar as coisas com o débito e utilizar o crédito e parcelamentos só para coisas maiores também foi uma boa solução para mim.

  12. Confesso: não sei fazer as unhas em casa, mas faço a unha das mãos uma vez por mes no salao e opto por uma cor clara (de preferencia uma que eu ja tenha em casa), aí nas outras semanas repinto com a cor clara e só dou aquela lixadinha! Sim, a unha curta dá bem menos trabalho!

    Confesso2: não largo!! hahahahah

    Agora eu tenho uma dica: Eu simplesmente não tiro dinheiro! Juro, parece loucura, mas eu tenho sempre 10 reais comigo.. se eu tiver 100, gasto 90 porque sei que preciso de um dinheiro de reserva. Entao, essas coisinhas, bala… paozinho… simplesmente nao gasto!!

    • Oi Isabel,

      Você pode tentar usar aqueles cremes para diminuir a cutícula. Assim, só vai ter que lixar e pintar a unha mesmo, e vai economizar uma ida ao salão.

      Essa técnica de não sacar dinheiro é boa, porque é uma tentação a menos!
      bjs

  13. Adorei as dicas, e utilizo quase todas elas na minha vida, principalmente transformar a sua casa em salão de beleza! há mais de 3 anos não piso em salões, nem mesmo para cortar o cabelo – aprendi a cortar pelo youtube! É mega fácil, vcs deveriam tentar hehehehe….

    • Ei Bruna,

      Meu cabelo é muito volumoso e cacheado. Nem em salão comum o pessoal sabe cortar direito, imagina eu mesma. Mas sobrancelha, unhas, maquiagem, isso tudo eu sei fazer. Inclusive, acabo fazendo o das minhas irmãs tb, por tabela, rs

      • Hahaha… É cômico e sério ao mesmo tempo, mas tem que poupar dindin mesmo. Há 6 meses meu cabelo era no corte joãozinho com franjão. Tinha que ir todo mês no cabeleireiro! :O Não deu certo, é caro d+ se formos por na ponta do lápis. Estou deixando crescer e já está no ombro (ufa!). Se eu tiver algum ‘bad hair day’, um lacinho resolve. Assim dá pra economizar $$$. 😀 Mão e pé faço em casa. Sobrancelhas também. Menos maquiagem: ainda saio um urso panda quando TENTO usar lápis preto. hahaha… Bom, tô no caminho certo pra economizar, né? 🙂

        Abraço, Luíza, pessoal!

  14. Ótimas dicas! É difícil mesmo segurar o freio (ainda mais em épocas lotadas de liquidações, como janeiro e fevereiro), mas o importante é manter o foco! A não ser que alguém aqui seja herdeiro, aí tá tudo liberado, rs.

    Sugiro mais duas dicas:
    – No supermercado, em vez de pegar o carrinho ou a cestinha na entrada, fique com as mãos livres e leve só o que couber nelas. Sério, parece bobo, mas funciona pra evitar de sair do mercado com 12 itens quando você precisa mesmo só de 2. 😛
    – Se você está marcando um happy hour com os amigos, em vez de deixar o jantar pro bar e acabar pagando um absurdo por várias porções de fritura, coma um sanduíche antes de sair e deixe só a bebida para o bar (de preferência, um que cobre um preço camarada pela garrafa de cerveja). Além de ajudar na economia, isso pode ajudar na dieta também, rs.

    Um beijo!

    Mari.

    • Ei Mari,

      Essa sua segunda dica eu tentei colocar em prática, mas acabei foi comendo duas vezes. Qdo eu começo a beber, tenho que comer, é uma coisa que não adianta tentar evitar.

      Essa do supermercado é boa para quem não está fazendo compras do mês (o que aliás, é uma boa forma de economizar)

      bjs

  15. Outra coisa importante é educar-se sobre investimentos. Hj a poupança só vale a pena pra quem tem pouca grana pra guardar. Existem, por exemplo, as LCAs e LCIs que rendem mais e tem baixo risco. Tudo isso pode ser bem chato pra algumas pessoas, mas é um esforço que pode garantir alguns dias extras naquele lugar bacana.

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: