Tags:

As 10 atrações mais supervalorizadas do mundo

Senta que lá vem post polêmico. Todo viajante já passou por aquela situação de mover mundos e fundos para chegar num lugar e, quando finalmente está frente a frente com o sonhado monumento ou atração, sentiu uma grande troll face se formando. Sim, existem lugares que todo mundo fala, promete, recomenda, mas, quando você chega lá, só se pergunta: POR QUEEEEEE EU VIM AQUI? Mas o problema é que gosto é igual aquele buraco dos fundos, cada um tem o seu. E cada um defende seu gosto e xinga de todos os nomes quem não concorda com ele. Então, como eu curto viver perigosamente, levantei as atrações turísticas mais supervalorizados que a equipe do 360meridianos já visitou.

Claro, ao começar a fazer a lista, nós tivemos um monte de discórdia. Eu, por exemplo, pensei em mencionar o Cristo Redentor e o Rafa já disse: “Não mexe com o Cristo”. Ok, ok, então, leitores, me desculpem se eu falar do seu lugar favorito no mundo. Você pode se vingar me contando nos comentários quais atrações você acha uó, mas que o resto do povo parece curtir.

1. A troca da guarda no Palácio de Buckingham – Londres

Multidão Troca da Guarda Londres

Ahhh, que legal essa multidão se amontoando. Por que mesmo? Ah, para ver esse soldadinhos de chumbo marchando. Ué? Já acabou? Era só isso? Tenta chegar mais perto da grade para ver o palácio. Mas nem é bonito ou interessante. Fon, fon, fon.

atrações_turísticas_supervalorizada

A troca da guarda no Palácio de Buckingham é simplesmente o programa mais lotado e desagradável que você vai fazer em Londres. Não tem nada de interessante, exceto, talvez, o esforço para conseguir ver alguma coisa e se desapontar com a falta de graça.

2. A Estátua da Liberdade – Nova York

estatua da liberdade

Quando cheguei em Nova York, eu jurava que conseguiria ver a Estátua da Liberdade de longe, gloriosa no meio do Rio Hudson. Bem, eu apelidei a tal estátua de Mosca da Liberdade não é à toa. O grande monumento mostrado nos filmes é bem pequeno – nem o passeio de barco pelo rio permite boas fotos da estátua, uma vez que ela é tão minúscula que vira quase uma sombra de longe.

atrações_turísticas_supervalorizada

Não pague para vê-la, porque é furada. Se fizer questão, vá de graça. A gente te ensina como aqui.

3. Valparaíso – Chile

porto de valparaiso-no-chile

Valparaíso provavelmente teve sua era de ouro, mas a realidade hoje é outra. Eu esperava uma cidade histórica bonita e bem conservada à beira do pacífico, mas o que eu encontrei foi bem diferente. Suja e meio caindo aos pedaços, Valparaíso é uma espécie de pegadinha para turistas.

atrações_turísticas_supervalorizada

Os ascensores não funcionam direito e, com a exceção da Casa do Neruda, não resta muito para fazer. Você pode, é claro, apreciar a vista… do porto.

4. Mercado Flutuante – Bangkok

Turistas no mercado flutuante de Bangkok

Eu tenho certeza que os tailandeses quebram costelas segurando para não rir na cara de todos os turistas que querem visitar o mercado flutuante em Bangkok. Para mim, aquilo lá é a tradução da expressão Tourist Trap (ou pegadinha para turistas).

atrações_turísticas_supervalorizadas

Se você, como eu, espera alguma coisa de autêntica no lugar, pode ir tirando seu cavalinho barquinho da chuva. Minha gente, além de ser um passeio caro e longe, o comércio do mercado é de produtos industrializados made in China. Ah, e cuidado para não cair num golpe e parar num mercado falso e ainda mais distante.

5. Relógio das Flores – Genebra

As pessoas aparentemente curtem um relógio feito de flores. Tem um assim em Curitiba, outro em Petrópolis. Então, criatura, por que diabos você vai parar lá na Suíça para ver isso:

atrações turísticas de Genebra, Suíça

Gente, sério mesmo, essa é uma das atrações turísticas mais fotografadas DO PAÍS (segundo o site oficial de turismo da Suíça). Só digo uma coisa: os Alpes choram.

atrações_turísticas_supervalorizadas

6. El Caminito – Buenos Aires

buenos-aires-caminito.jpg

Adoro Buenos Aires, mas tenho que reconhecer que El Caminito é pegadinha. Uma pegadinha que todos os turistas vão, tiram fotos das casas coloridas e fazem outros turistas irem. Mas no final, apesar das fotos bonitinhas, você vai se perguntar por que diabos se meteu nessa furada.

atrações_turísticas_supervalorizadas
Para chegar e sair do Caminito, você pode ser enganado por um taxista maldoso, que vai dar voltas antes de chegar ou tentar te dar um golpe mesmo. Chegando lá, você vai ser urubuzado por 3405459 pessoas tentando te extorquir dinheiro. Todos os restaurantes e bares são absurdamente caros. E todas as lojinhas vendem os mesmos suvenirs made in China. É a famosa furada na qual todo mundo cai, mas ninguém quer admitir.

7. Calçada da Fama – Los Angeles

calçada-da-fama.jpg

Se você quer ver o Batman ou o Jack Sparrow, esse é o melhor lugar, sem dúvida. A calçada da fama se vende como um ponto turístico glamouroso, mas os únicos artistas que você vai ver são esses de rua, que eu te falei aí em cima.

atrações_turísticas_supervalorizadas

Boa sorte tentando achar a estrela do seu artista querido no chão, enquanto desvia dos 3985 turistas, mendigos e sujeiras que estão no espalhadas pela calçada.

8. Passeio de Gôndola – Veneza

Passeio de Gôndola - Veneza Barata

Me desculpe quem acha esse passeio o ápice do romantismo e sonha desde criancinha em navegar pelos canais de Veneza com seu amor e o gondoleiro que toca violino. A realidade é que você acabou de pagar 80 euros para ficar num engarrafamento de barquinhos. Sem música, porque com música vai custar, no mínimo, o dobro.

atrações_turísticas_supervalorizadas

Pelo menos você pode dar tchau para os outros turistas que se locomovem mais rápido e tiram fotos melhores do que você enquanto andam pelas ruas e pontes.

9. Phuket – Tailândia

praia-phuket-tailandia

Não tem quem curta praia e não sonhe em ir para a Tailândia. Esse sonho vira pesadelo se seu destino é Phuket. Essa ilha no sul do país promete praias paradisíacas e diversões mil. O que você encontra é uma praia meia-boca e das mais sujinhas, além de muita exploração sexual.

atrações_turísticas_supervalorizadas

Se você for para Tailândia, fuja de Phuket como quem foge da cruz. Procure outras praias no país, ou vá para Uluwatu, em Bali, ou Langkawi, na Malásia.

10. Mona Lisa, Museu do Louvre – Paris

mona lisa louvre

Crédito: Sergey Meniailenko/Wikimedia Commons

Quem gosta de museu precisa, sem dúvida, visitar o Louvre. O lugar é enorme e tem galerias com obras de arte de várias eras e localidades diferentes. Mas esse vai ser seu caminho se você for lá só para conhecer a tal da Mona Lisa: fila para entrar no museu > ficar perdido zanzando um tempão para achar a sala onde está o tal do quadro > fila para conseguir vencer a multidão e chegar perto do quadro > frustração ao perceber que o quadro fica bem distante e atrás de um vidro > frustração maior ainda porque nenhuma selfie vai ficar boa com o reflexo no vidro + o turista bobo fazendo V de vitória do seu lado.

atrações_turísticas_supervalorizadas

Mona manda beijinho no ombro pro recalque (das outras obras de arte) passar longe.

*Imagem Destacada: Lago Ness, Escócia. Crédito: Ad Meskens/Wikimedia Commons


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

98 comentários sobre o texto “As 10 atrações mais supervalorizadas do mundo

  1. Olá Luiza,

    Muuuita inveja de vc ter visto isso tudo já haha. Mas no ponto que me toca e eu visitei apenas o caminito, acho q valeu muito a visita. Acho q quem não está acostumado com lugares feitos para estrangeiros pode ser ruin, pelo preço e os exploradores q tem em todo lugar. Mas indico!

  2. Primeiramente quero dizer que adorei o post, mesmo que polêmico e com algumas dicordancias das pessoas, adoro esse tipo de artigo, é sempre bom ouvir a opinião das pessoas sobre o que não vale a pena conhecer. Estou acompanhando os comentários tbm, o que rendeu vários 😉
    Concordo com a calçada da fama, realmente me decepcionei com o lugar, demorei para achar as estrelinhas que estava procurando, e no final acabei desistindo, pois o tempo estava curto para perder tempo com estrelas da fama. Morei 1 ano em New York e só vi a estatua da liberdade de longe, como vc disse não tem graça e é bem pequena. Sobre o Cristo, sei que vc não gostou rs, mas eu fui durante o inverno, cheguei bem cedinho lá, não tinha ninguém quase, não peguei nenhuma fila e eu simplesmente amei a vista de lá de cima. Acho que se fosse em um dia que tivesse que pegar fila tbm iria odiar.

  3. Mona Lisa é furada mesmo rs. Além dela, o pessoal fica aglomerado em frente a Vênus de Milo. Enquanto isso, salas cheias de história e arte a serem exploradas. O Louvre é incrível, mas nem todos que o visitam conhecem seu potencial.
    Ótimo texto!

  4. Muito bom!
    Eu adorei a troca da guarda, talvez porque não fazia nenhuma questão mas fui com o free walking tour e recomendo pelas historias e interação. Quem tem sorte de ir em um dia que a guarda esta tocando algo mais divertido como o tema de Game of Thrones acho que fica mais legal ainda haha
    Também não fui ao relógio das flores de Genebra, não andei de gondola em Veneza nem visitei a Mona Lisa… não gostei do Caminito mas era perto da Bombonera. Acho diferente a Calçada da Fama, na minha opinião nada é tão Hollywood em Hollywood como estar ali perto do Chinese Theater. Alguns desses lugares são assim, a gente simplesmente precisa ir e vai depender do tamanho da nossa expectativa pra gostar ou não.
    Bom humor também é importante na hora de ver o tamanho do manneken pis hahaha
    Mas textos como o seu ja nos despertam alguns pontos de atenção na hora de escolher alguns passeios!!
    Beijos

  5. Olá! Eu concordo plenamente com o passeio do Cristo! É uma furada! É caro, tem fila pra caramba, uma aglomerado de pessoas e, além de tudo, nem sempre se consegue ver o próprio Cristo ou à vista lá de cima por causa das nuvens! Da pra ver o Cristo de tudo que é lado da cidade de graça e sem aglomerações ou esperas infinitas!

  6. Vc esqueceu de citar a Lombard Street em São Francisco…. Pior ainda se vc estiver de carro, não tem onde parar, é muito menos como observar o pouco que a rua te oferece sem correr o risco de sair arrastando o para choque do carro nos canteiros, mas fora isso, São Francisco é incrível.

  7. Ahhhh, eu TB gostei da estátua!!!! 🙂 Mas, ainda em NYC, o que me decepcionou foi o Strawberry Fields. Ver o Dakota Building foi MT mais impactante, já que o “monumento” é tão “simples” que VC literalmente passa por cima sem se dar conta 😉

  8. Não tem nada mais decepcionante do que o Manneken Pis em Bruxelas. Talvez a troca da guarda chegue perto (que, aliás, tentei duas vezes, mas não vi).

  9. Ola Luiza
    de acordo em quase tudo. O mercado flutuante é bem turístico mesmo, mas é legal demais. Recomendo a todos. E oq ue hoje em dia não é MAde in China?

    abs

    Eder

  10. hahaha!! O melhor post que vi nos últimos tempos. Tenho que concordar com você em quase todos! Só não fomos a Genebra dos listados acima. Mas eu preciso discordar do passeio de gôndola em Veneza. Nós amamos a cidade e depois de andar 2 dias por todo aquele labirinto quando entramos na gôndola tivemos uma outra visão da cidade. Foi muito legal ver tudo pela gôndola. Teve gondoleiro cantando e tudo mais mas o nosso ponto alto foi mesmo a visão da cidade. Fomos em janeiro então pagamos 50 euros para três, menos mal! Hehehe!! E Pukeh na Taulandia nós evitamos pela fama que tem, ficamos em Krabi e adoramos!

  11. Concordo com algumas atrações, mas discordo totalmente em relação a Valparaíso.
    Eu e um amigo fomos sem muita expectativa e AMAMOS a cidade. Eu fiquei encantado com a quantidade de arte de rua (grafitti, colagens, afrescos) que está espalalhada em toda a cidade. Já vi muita arte de Rua or aí, mas nunca de uma forma tão viva e orgânica como em Valpo. Os museus, principalmente a casa de Neruda são ótimas atrações, mas a minha parte preferida foi somente caminhar e subir os cerros pra ter visões doferentes da cidade. Quanto à praia eu pulei Viña del Mar, mas um dia estava caminhando, caminhando até vi que estava bem longe do centro, e chegando a uma praia totalmente não turística, repleta de chilenos, foi uma ótima experiencia. Ficava perto do cemitério, que alias tem uma vista linda da costa.
    A cidade também tem seus downsides, como os ascensores quebrados, as partes mais sujas, e esperava melhores lugares para comer.
    Mas acho que tudo isso é muito relativo. Algumas pessoas não gostam, mas eu me encantei e quero muito voltar. Minha dica é ir sem expectativas e se surpreender.

  12. Quem já foi ao Havan pode riscar da lista a visita à estátua da liberdade. rsrs Eu me decepcionei mto com Maragogi e Buenos Aires. A cidade portena esta apinhada de brasileiros, vive uma crise econômica danada e possui armadilhas pra turista a cada esquina. Já as piscinas naturais estão detonadas com fluxo intenso de pessoas. Qdo fui, vi mais pernas do que peixe.

  13. Amei seu post, haha.
    É engraçado ver como temos percepções diferentes, mas como você mesma disse acima, muitas das nossas decepções são resultados das nossas expectativas.
    Tenho que discordar quando a estátua, rs. Paguei para visitá-la, e achei o máximo curtir um dia de inverno ensolarado na ilha, voltaria e acredito que valeu cada centavo.
    Discordo quanto a troca da guarda também, a muvuca é grande, concordo, mas como sou musicista, amei assistir a banda tocando.
    Concordo completamente quanto a Calçada da Fama, lugarzinho sem glamour algum.
    Concordo quanto a Valparaíso e inclui Viña del Mar, achei passeios totalmente sem graça.
    Mas mesmo achando que esses lugares são a maior furada, e não correspondem às expectativas que geram, acredito que todos devem ir, e tirem suas próprias conclusões.

    1. E uma dica quanto a Monalisa, alguns dias da semana o Louvre fica aberto até 21h45, indo após as 16h fora da temporada de verão, você não pega fila e consegue ver a Monalisa de pertinho e sem muvuca ;). E tenho que concordar que é supervalorizado, rs. Mas, esse não me decepcionei, porque fui sem expectativa alguma.
      E nas atrações supervalorizadas incluo Las Vegas e a Torre Eiffel.
      Beijos

  14. Adorei o post, Luiza! Dei muitas risadas ao me identificar com algumas furadas.
    Lembro da minha decepção ao ver a Estátua em NY, que depois apelidei de “Cotoco da Liberdade”, e também com Valparaíso.
    Quanto ao relógio de flores, também existe um em Poços de Caldas – MG, que eu achei meio besta já do alto dos meus 11 anos, em 1997.
    Phuket tem praias bonitas, todas bastante distantes de Patong, que é um lugar meio caído mesmo. Acho difícil generalizar por causa do tamanho da ilha, que é muito grande.

  15. A Estatua sem duvida eu saí de la xingando !!! Kkkkkkkk. E Phuket tb nao me super surpreendeu. Fico com Porto de Galinhas (antigamentr neh, pq ja conseguiram destruir Porto tb)

  16. Os que gostam que me desculpem,mas a Última Ceia em Milão também não me empolgou. Em relação ao post, eu gostei da troca de guarda, mas talvez pelo encanto que Londres me causou. Não conheço a Tailãndia e Indonésia. O bonequinho de Bruxelas realmente é uma furada!!Mas é aquela coisa, vai em NYC… e não foi ver a estátua? Vai ficar com aquela sensação de ” perdi “. Só não se empolgue muito!!!

  17. Eu achei Londres uma decepcao de forma geral. Alem de ser uma cidade cara, os principais pontos turisticos so servem pra tirar as mesmas fotos que vemos umas 700 vezes por ai. A n ser q a pessoa esteja disposta a quantia (££££) pra entrar nas atracoes.
    Fora que tem muitas cidades no interior da Inglaterra que sao muito mais bonitas e com precos mais honestos.

  18. Ahhh
    Também de Caminito

    Não tem erro em chegar lá. Peguei um city tour que para em todos os pontos da cidade (não precisa de taxi) e conheça o bairro. Pode-se almoçar, ver o pessoal dançando, fazer compras de lembrancinhas ou visitar o estádio do La Boca.

    Sem enrosco.

  19. Oi Luiza,

    vou ter que concordar e “disconcordar” com vc nesse post. hahaha
    Conheço algumas dessas atrações e pra começar faço uma correção: o relógio de flores não é o pior de Genebra. Genebra inteira é uma pegadinha. O que essa cidade tem? Um lago com um esguicho que muda de lugar. Oi? Pra não dizer que é 100% furada, amei a visita a ONU e ao museu da Cruz Vermelha, indico a cidade só por esse museu. Mt bom mesmo.

    A troca da guarda não achei tão fraquinha assim, vá… Tem bandinha tocando e tudo. Nem fiquei até o final, pq tava com pouco tempo. rs

    Vai ao Louvre? Esquece a Mona e mira na parte de Napoleão.

    Parabéns pelo post. 🙂

    1. hahaha, Bia, você é a primeira pessoa que eu conheço que não detestou a troca da guarda!

      Sobre Genebra, eu não conheço, a indicação foi do Rafa e da Naty, mas tenho curiosidade para conhecer a Suíça, em geral.

  20. Concordo que Phuket é bem caído mesmo, ilha grande, muito turismo sexual e gringo que vai atrás de turismo sexual. Agora, na minha opinião, existem muitas outras praias na Tailândia que dão um banho nas de Bali e Langkawi, viu?! Railay, Koh Lipe, Ko Tao, só pra sugerir algumas! Ok, sou suspeita pra falar porque adoro a Tailândia, heheheh. E confesso achar que Bali de forma geral tem um “que” de tourist trap…(nossa, agora me matam!)

  21. Nossa, agora me sinto mais aliviada por não ter gostado de Valparaíso. Na internet só encontro relatos maravilhosos a respeito da cidade, mas não me convencia. Antes de viajar para o Chile já tinha até tirado do roteiro, mas acabei sendo convencida por uma brasileira auto declarada apaixonada por Valpo, que conhecemos em Santiago, e disse que era imperdível! Enfim, encaixamos novamente no roteiro e viajamos de ônibus até lá. Que furada! De cara vimos que a cidade não correspondia às expectativas. Fomos pedir informação para um guarda na rodoviária e ele se pôs a dizer “Cuide de suas coisas!” apontando para nossa mochila. Trocamos olhares assustados e partimos para o ascensor do cerro Concepcion. Um ascensor muito velho, diga-se de passagem. Ao chegarmos lá em cima ficou um ar do tipo “é isso?” pairando entre nós. Parecia mais uma grande favela – que eu, na qualidade de carioca, já estou mais do que cansada de ver. A vista até que era bonita, mas não era de tirar o fôlego e simplesmente não valia a pena. Partimos para Viña del Mar, que acabou sendo uma grata surpresa.
    Agora, fico pensando se a brasileira que encontramos em Santiago não tava era querendo sacanear a gente… além de dizer que Valparaíso era O sonho, me garantiu que eu deveria ir com roupas de frio (calça comprida e casaco), pois lá era bem gelado! Estava fazendo calor em Santiago quando viajamos e eu levei um casaco na mochila, mas fui de calça, pois sinto bastante frio. Resultado: passeei por Viña à beira mar, de calça jeans, em pleno mês de janeiro. Digamos que enviei pensamos nem um pouco positivos para nossa “colaboradora”.

    Agora estou programando uma viagem para o Marrocos e estou pensando se realmente coloco os curtumes de Fès no roteiro. Me parece uma pegadinha para turistas: um lugar feio, fedido… mas todos os blogs falam tão bem, que estou na dúvida (pois também falavam maravilhas de Valpo). Talvez seja por conhecer a cultura, tradição… mas disso tudo o país está cheio. Alguém aí que já tenha ido ao Marrocos sabe me dizer se este é realmente um passeio imperdível?

    1. Ei Thayse,

      Realmente sua experiência lá foi bem ruim! Acho que as expectativas podem ter atrapalhado também, porque a tal colaboradora com certeza tem um gosto completamente diferente do seu.

      Eu nunca fui ao Marrocos, não sei te falar sobre os costumes. Acho que você deveria seguir sua intuição nesse caso.

    2. Oi Thayse, tudo bom? Todos falam que é bem fedido e não passa daquilo que a gente já consegue ver por foto, sabe? Talvez Essaouira ou um tour pelo interior do marrocos até chegar no Saara seja uma opção mais legal. Eu fiz esse tour pelo Saara e durou 3 dias. Dois dias de passeio e mais um pra voltar. É realmente pra turista, pelos locais mais afastados vc vai encontrar crianças ensaiando Espanhol e tem passeio em dromedário pelo deserto e dormida em tendas de nomades dentro do deserto. Eu amei! hahaha E foi muito barato. O cara do hostel organizou a van, com umas 12 pessoas, e foi menos de 50 euros por pessoa com tudo incluso, menos o almoço. Procura se informar com o hostel ou hotel.

      1. Olá, Lais. Poxa, muito obrigada por esclarecer minha dúvida! Vou incluir com certeza o passeio ao deserto do Saara, deve ser muito interessante. Acho que vou deixar os curtumes de fora, então, pois o meu marido não está muito animado em viajar para o Marrocos e acredito que o impacto seria grande demais para ele… hahaha.
        Super obrigada pelas dicas!!

        1. Olha, lembra que nesse passeio vcs vão andar de dromedário e dormir numa tenda no meio do deserto (sem banheiro). Vê se seu marido está disposto! Eu sou muito chata normalmente e cheia de nojinhos, mas achei que valeu muito a experiencia e eu faria de novo. =)

  22. Aii gente, o passeio de gôndola é realmente meio caro, mas já que se está em Veneza né, aproveita! Eu devo ter tido mta sorte então, pq não peguei engarrafamento e o gondoleiro era um simpático e cantou pra gente (sem cobrar mais por isso rsrs)!!! Foi ótimo!!

  23. De todos, só fui em Valparaíso. Não sei o quanto o valorizam do ponto de vista turístico, então não sei se é supervalorizado ou não.

    Mas no meu ponto de vista, Valparaíso pode não ser um destino cheio de atrações turísticas e lugares lindos, mas sem dúvida é um lugar muito interessante.

    A arquitetura é muito parecida com as favelas do Brasil. Barracos e casas amontoadas, pintadas com diferentes cores dão um colorido muito especial aos morros da cidade. Tem muitas vielas, escadarias e pequenos caminhos cortando os morros.

    Além disso a noite é muito legal. Tem muito barzinho com 2 ambientes, um pra sentar e tomar uma cerveja e o outro pra dançar. Tudo muito animado e barato.

    Fiquei na casa de moradores de Valpo, por sorte no alto do morro, em lugares que tem a plaquinha indicando que é uma zona segura de tsunami, e com uma vista sensacional.

    Outra coisa bacana é pegar ônibus e o metrô pra Viña del Mar, que é cidade vizinha de Valparaíso.

  24. Vou ter que discordar de você sobre phuket,tai… Fui em praias espetaculares por la.a ilha e muito grande e parte dos turistas escolhem por ficar no mesmo lugar(Patong beach).ou apenas ponte para Phiphi Island.

  25. Metade dos lugares eu não fui, mas, imagino que troca de guarda é sempre um saco, ou uma curiosidade, dependendo do lugar e do humor rsrsr, mas gostei tanto de Valparaíso justamente pelos motivos que você citou, e ainda pelos morros loucos da cidade e pela noite única com clima univesitário, foi meu ponto alto da viagem ao Chile, onde aliás confesso que tive uma grande decepção turística que foi a cidade de Viña del Mar, que esperava tanta coisa e sei lá foi super fuenn. A Estátua da Liberdade vi em um passeio de barco que me foi mais vantajoso do que subir a estátua em si, sobre a Mona concordo completamente, enfim, adoro o blog, keep writing!

  26. E o bonequinho mijão (esqueci o nome dele) em Bruxelas ?? Aquilo sim eu tive vontade de tirar o sapato e tacar nele !!

    Ok, Valparaíso e Phuket tb foram bem decepcionantes !! rsrs

    Mas enfim, esses pontos turísticos continuam á ser pontos famosos justamente porque todo mundo continua indo. E a graça está justamente aí, em ir, não curtir e poder falar pra todo mundo que é ruím, chato e tudo isso e muito mais (o velho e bom “falem mal mas falem que me visitara”).

    Afinal, somos todos seres humanos movidos pela curiosidade e tô pra ver nascer o cidadão que vá a NYC e não vá ver de perto aquela Estátua Anã (vulgo Estátua da Liberdade), é pra ir uma vez e não voltar nunca mais, mas não dá pra deixar de ir….kkkk.

    1. Cara…. o bonequinho mijão de Bruxelas é a coisa mais ridícula que eu já vi em todos os meus anos de viagem. E o pior é que a gente se perdeu pra chegar lá, já era fim do dia, aquela fome batendo… Quando demos de cara com aquela estátua ridícula, não acreditamos! Não vale um segundo da viagem, juro!

  27. Para mim o monumento mais frustante foi o Manneken Pis (estátua de um garoto urinando) em Bruxelas, na Bélgica.
    Antes de viajar vi algumas fotos na internet, mas eu nunca ia imaginar que a estátua era tãooooo pequena e até difícil de fotografar. Li também que colocam diferentes roupas na estátua, mas quando fui lá não tinha nada. Eu fiquei parada olhando e falando para o meu namorado: E isso mesmo tem certeza que não estamos no lugar errado.
    Concordo com você a respeito da monalisa, na verdade tinha um quadro grande em frente que eu achei mais interessante. Londres – morei lá durante anos, mas nunca fui ver a troca de guarda, nunca tive vontade e em Veneza tambem nao andei de gondola, mas pude ver a quantidade de gondolas que circulam e vi também que rola até briga entre gondoleiros.
    Parabéns pelo site é muito interessante.
    Bjs

  28. Ninguém vai falar da Lombard Street em Sao Francisco? E a Rodeo Drive em LA? Sou apaixonado pela Califórnia, conheço de ponta a ponta, de San Francisco até Los Cabos, no México… mas o que não falta eh armadilha pra turista…

    1. Oi Paulo,

      Não conheço São Francisco, já a Rodeo Drive eu nem fui, porque é uma rua de compras e eu não faço compras..ahaahah

      obrigada pelas dicas

  29. Bom, já que gosto é pessoal, só deixando minha opinião!
    Caminito tem aquela cara de coisa feita pra turista, mas ainda assim achei um lugar bem charmoso, num dia ensolarado ficou bem bonito, além de poder ver casais dançando tango na rua ou tirar aquelas fotos bem de turista dançando tango, mesmo que só pra dar risada depois!
    A Estátua da Liberdade estava fechada quando fui, só vi de longe e por isso me pareceu um pouco pequena. Mas não dá pra falar que uma estátua que tem mais que o dobro do tamanho do Cristo Redentor seja pequena!
    Se você achou furada a troca da guarda que viu, imagina eu que esperei pra ver dois guardas trocando de lugar, pois a rainha estava viajando e a troca era só isso! hahaha

    1. Oi Nathália,

      Valeu por comentar. O Caminito, apesar de ser supervalorizado, rende ótimas fotos, hehe
      Já a Estátua da Liberdade, pode até ser maior que o Cristo, mas como ele fica no alto do Corcovado, o impacto visual é bem maior.

      hahah, não sabia que a troca da guarda podia ser pior do que eu vi, hahaha

  30. Ok, o Caminito é artificial e parece montado exclusivamente para os turistas, mas sou menos crítico com ele. Acho que tem algum valor. É visualmente simpático e rolam umas boas apresentações de tango no meio da rua. Incluiria a Capela Sistina na lista das roubadas. Fiquei horas pra chegar até ela, empurrado por uma multidão. Chegando lá, um espaço minúsculo. Fiquei espremido na galera, com torcicolo olhando pro alto pra tentar ver as pinturas do Michelangelo.

    Bjs

  31. Acabei de voltar de Paris e fica a dica para quem quer ir ao Louvre: vá na quarta-feira à noite. Nas quartas o museu fica aberto até mais tarde (21:30) e é BEM MAIS vazio. Na sala da Monalisa, tinham apenas mais uns outros 10 turistas no máximo.

    Deu pra chegar bem perto e tirar foto. Ela continua sendo sem graça, mas o resto do museu é espetacular.

    1. Oi Nilson,

      Boa dica. Além da quarta, na sexta o museu também fica aberto até mais tarde. Foi quando eu visitei.
      De fato, a sala da Monalisa estava mais vazia, assim como o resto do museu, foi bem tranquilo de visitar tudo.

      abs

  32. Discordo em muita coisa…. A Monalisa é pequena sim, mas não tira dela a genialidade do artista, os detalhes…. é ruim pros turistas de facebook que só querem tirar fotos e marcar no mapinha. O passeio da estátua da liberdade, incluindo a Ellis Island, é fantástico pra quem gosta de história mas não tão interessante pra quem quer postar a foto na frente da estátua. O Caminito não vale a pena por si só, mas para quem gosta de futebol, pode ser muito interessante quando combinado com a visita à La Bombonera. Pra mim, furada de turista é a Octoberfest, “festa” suja, cheia e barulhenta onde você está cercada de bêbados chatos e inconvenientes. Mas você achou o máximo, né? É muito relativo….

    1. Oi Marta,

      Como eu disse no início do post “gosto é igual aquele buraco dos fundos, cada um tem o seu”. Eu concordo que é muito relativo, por isso fiz uma lista do que, no meu gosto, é supervalorizado. E ser supervalorizado não significa ser sem valor artístico ou histórico, muito pelo contrário, significa que ganha muita atenção sem oferecer tanto de volta.

      Como você mesma disse, o problema da Monalisa não é a obra, mas o auê que os turistas fazem em torno dela, sendo que o Louvre tem outros quadros tão ou mais importantes. A Estátua da Liberdade é sim pequena e eu esperava um monumento grande e imponente em Nova York – ou seja, quebrou minha expectativa. E eu acho o Caminito por si só um passeio ruim – e você também, pelo visto.

      abs

  33. Ótimo post!!
    Confesso que pesquiso MUITO antes das minhas viagens para evitar estes tourist-traps.
    O Caminito e a Estatua da Liberdade já nem entraram em meu roteiro!!!
    Abraços!

  34. A primeira que eu pensei foi a calçada da fama! haha Saí do hotel sem saber que estava muito perto, quando vi já estava andando por ela e me perguntei: É isso??? hahaha Gostaria que alguém me contasse se o museu de estátuas de cera das celebridades em LA tbm se encaixa nessa categoria, eu nem fui por presumir que sim…

    1. Oi Maíra,

      A calçada da fama é bem caidinha mesmo hahaha

      Eu só fui no museu de cera em Washington, mas como eles são muito parecidos em todas as cidades, acho que consigo te responder. Bom, não sei te dizer se é supervalorizado, mas é exatamente aquilo que vende, um museu com as estátuas dos artistas em poses meio esquisitas para você tirar fotos. Só vá se você achar isso divertido ou coisa do gênero, porque não tem nada além disso.

      bjs

      1. Obrigada por responder, Luiza! Quem sabe um dia desperte minha curiosidade, né? hehe Sou jornalista recém-formada e me identifiquei muuuito com esse blog e os integrantes! 😉

  35. Hahahahah, muito bom esse post, Luíza! Todo mundo que viaja elege suas furadas e as discussões que surgem disso são das melhores. Esse relógio da Suíça GRITA tourist trap, hahah! Nem bonito o dito-cujo parece ser.

    Das atrações que vi e estão nessa lista, sem dúvida a Estátua da Liberdade ganha disparado no quesito furada. Eu imaginava uma estátua enorme, imponente, e vi a coitada de tão longe que ela parecia maior dentro do meu snow globe, haha.

    Agora, quantos tacapes de programa de índio merece uma pessoa que assiste a troca da guarda em Québec City, no Canadá? E que ainda tinha um BODE (??) no meio do desfile, representando a rainha da Inglaterra (???) 😀

    1. Oi Mari,

      Eu não conheço o Canadá, mas qualquer pessoa que me fale troca da guarda eu já corro pro outro lado. Como assim um bode? meu deus hahahaahhaha

  36. Luiza, quando li o título do post, logo pensei no Cristo hahaha coisa sem graça…fico pensando na época que nao tinha escada rolante ou elevador..subir tudo aquilo de escada e quando chegar lá em cima disputar um quadradinho de espaço para apreciar a paisagem. Sem falar no monte de turista deitado no chao tentando enquadrar o Cristo em um melhor angulo ahuahuaa. Mas o Rio é lindoo!

    1. hahaha, Edvania, eu pensei a mesma coisa. Na verdade, eu nem acho o passeio ruim, só acho o Bondinho do Pão de Açucar mil vezes melhor, e com a vista do Cristo.

      Mas meus colegas de blog me censuraram nessa! hahaha

      1. Concordo com a censura! Ainda bem que você não falou do Cristo! Hahaha!
        Já fui algumas vezes e prometi que não volto mais (sei que um dia vou quebrar essa promessa), mas a primeira vez que fui, fiquei muito emocionada. Sei lá, algo de fé mesmo.

  37. Bom, sei que podem discordar, pois esse assunto virou polêmica por aqui, mas para mim o coliseu mereceria um lugar cativo nesta lista.

    Sério, o coliseu é incrível por fora, mas por dentro… decepção, não lembra nem de longe o que pode ter sido um dia, haja imaginação, sem falar que é triste ver tantos restos de colunas de mármore jogadas pelo chão que servem de banco.

    Como se já não bastasse a decepção, ainda fiquei, junto com muita gente, meia hora preso no elevador “panorâmico” do Coliseu, até que as boas almas dos bombeiros fossem nos tirar de lá. Besteira minha, né, pois um lugar tão antigo assim realmente não foi construído para ter elevador! hahahaha

    Entretanto o Foro e o Palatino certamente salvam a visita, são lugares incríveis!

    1. Ei Leonardo,

      Eu discordo sim, mas acho que é sua opinião e sua experiência, não tem como discutir isso.

      Alguns argentinos que conheci em Roma reclamaram que não curtiram o Foro e o Palatino justamente porque era só um monte de pedra quebrada! Vê se pode?

      Abraço

  38. Desses eu só conheci a Calçada da Fama e, realmente, uma tourist trap! Não sei porque falam tanto daquela rua que mais parece uma 25 de março com estrelas na calçada :/

  39. Fala Luiza, tudo bem?

    Destas atrações eu já tive oportunidade de conhecer o Louvre, Estátua da Liberdade e também El Caminito. Na verdade o El Caminito eu nem quis conhecer pois já achei que seria furada…

    A Estátua de Liberdade eu acho que vale a pena descer na ilha…só acho furada subir até a coroa (eu fui e não curti). O esquema da Mona Lisa é chegar no Louvre cedo e já ir direto para lá…depois vê o resto do museu !!!

    Abraços.
    Erick Stengrat

  40. Boaaaa Luiza!

    Da lista, os que eu conheci foram apenas a Estátua da Liberdade e o Caminito.

    Concordo plenamente com vc quanto ao Caminito, não recomendo o lugar pra ninguém heheheh mas a estátua, se tiver um dia bonito de sol, acho que é bem interessante descer na ilha e poder ter esse “contato” com um dos monumentos mais famosos do mundo. 🙂

    um beijo,
    Jonathan Padua

    1. Oi Jonathan,

      Eu achei o passeio da Estátua muito cara para o pouco que ela tinha para me oferecer. Preferi pegar a ferry gratuita para Staten Island, um passeio com uma vista boa não só da estátua, mas do skyline de Nova York.

      bjs

  41. Ótimo texto, Ana!
    Claro que essas listas sempre geram discussões intermináveis, mas até isso é bacana para que você risque determinada atração de vez dos roteiros ou dê mais uma chance. Eu por exemplo, adorei o passeio de gôndola com minha esposa, com as vielas escondidas e a imensidão do grande canal, mas não talvez faça de novo pelo preço. Quanto à Mona Lisa e o Caminito, já não tinha muitas expectativas por tudo que tinha lido e foi bem o que encontrei. Acho que a diferença entre o que imaginamos e encontramos é fundamental!

    1. Ei Denis,

      Acho que realmente a questão da expectativa conta muito para curtir ou não um lugar muito famoso. Mas no caso de Veneza, o principal problema para mim não é o passeio de gondola, mas o preço cobrado, que é muito abusivo.

      Obrigada por comentar!
      bjs

  42. Muito boa a lista! O que mais me decepcionou foi o tamanho da Monalisa e o tamanho da comoção para vê-la, sendo que no lado oposto da sala havia um quadro enoooorme que ocupava toda a extensão da parede e que deve ter levado eras pra ser pintado, mas que ninguém estava prestando atenção.
    Claro, não sou entendedora mor de arte, mas mesmo assim, achei a tia Mona beeem sem gracinha :~

  43. Eu curti o passeio de gôndola até pq era inverno, não tinha congestionamento e pagamos 50 euros… o caminito tammém me encantou… mas o que me decepcionou mesmo foi a torre eifel… mas tem a ver com o momento em que eu fui… tava 3 graus, ventando, nublado. imagina isso?! Meu romantismo se transformou em irritação. rsrsrs

    1. Ei Cristina,

      Nossa, Torre Eiffel no inverno deve ser insuportável mesmo. Entendo seu desânimo. Ser der, um dia experimente voltar num dia de sol e céu azul. A vista é muito bonita. Essa é minha opinião, tem gente que detesta, por conta das filas e tudo mais!

      bjs

  44. Eu não concordei com o Caminito! Eu acho a região interessante, dá para ir de ônibus, tem milhares atrás da praça de maio, e não precisa comer nos restaurantes ou comprar nada de souvernires. E tem a bombonera, que também é interessante!

    Mercado Flutuante em Bangkok concordo plenamente. Mas parece que existem outros pelo país que são mais autênticos, não sei quão fácil é para um turista chegar até eles.

    Beijo!

    1. Ei Ana Beatriz,

      Obrigada por comentar, acho legal que alguém tenha outro ponto de vista sobre El Caminito, hehe

      O mercado é bem pegadinha mesmo.

      bjs

  45. Dos lugares que conheci, aliás, minha “meta” como turista é primeiro conhecer o básico, o óbvio mesmo (rs), descobri que muitas destas atrações realmente são superestimadas, mas a maior decepção foi realmente a “calçada da fama” em Hollywood: muuuito mais interessante em fotos do que pessoalmente! Realmente sujinha, mal conservada até! Mas, de qualquer forma, não me arrependo de ter ido lá, só não está nos meus planos voltar! Hahaha

  46. Quando li o título do post a primeira coisa que eu pensei foi: “TROCA DA GUARDA REAL!!!”. Quando eu fui para Londres, eu resolvi assistir a troca na manhã do dia que eu tinha comprado ingressos pra visitar os estúdios Leavesden (onde filmaram Harry Potter e basicamente a visita mais esperada da viagem). Pra assistir a troca, cheguei cedo e fiquei perto daquele chafariz em frente ao palácio. A guarda demorou HORRORES, eu não podia sair daquele lugar (que é tipo uma rotatória e a polícia estava bloqueando) e estava um calor horrível. Eu quase perdi o horário da minha visita aos estúdios… Precisei sair literalmente correndo de lá e me enfiar na primeira estação de metrô que eu vi.
    Foi traumático, credo. E o pior é que achei a troca em si uma porcaria também (estudei em colégio militar e já vi demonstrações bem mais legais), haha.

    Sobre a Monalisa, também concordo. Não dá pra ver quase nada, haha! A vantagem é que a Monalisa é só uma das obras fantásticas do Louvre (que, na minha opinião, suuuuper vale a pena).

    Quanto à Estátua da Liberdade, discordo! Fiz um passeio bem legal e barato (tipo 11 dólares) que me levou até a ilha da Estátua. Fiz fotos super legais! E fiquei sinceramente emocionada ao ver a Estátua 😛

    Em Veneza não cai nesse papo dos gondoleiros… Morri de rir, inclusive, ao ver várias pessoas presas num congestionamento de gôndolas! HAHAHAH!

    1. Oi Yasmim,

      O passeio nos estúdios do Harry Potter também era um dos passeios que eu mais queria fazer em Londres, mas infelizmente, estava fechado quando eu fui =(

  47. Muito realista. Já fui em alguns e é realmente sem graça. Cara, falta a Torre Eiffel nessa lista tb! Horas de fila pra comprar um ingresso, bando de ladrões de carteira(o aviso repetido em 6 linguas de 5 em 5 min!!!, um tempão na fila do PRIMEIRO ELEVADOR, ventania, tire algumas fotos e respire, mais um tempo na FILA DO SEGUNDO ELEVADOR e FINALMENTE vc terá sua vista do alto de Paris. É pra subir um vez na vida e nunca mais na minha opinião.

    1. Oi Yasmim,

      Eu gostei muito da Torre Eiffel, quando fui estava um dia muito bonito e a vista foi incrível. Sem contar que a fila não demorou horas. Mas acho que se tivesse tido uma experiência como a sua, provavelmente concordaria com vc.

      bjs

  48. Eu acho que o Cristo poderia perfeitamente estar nessa lista haahahah
    O legal de lá é só a vista panorâmica do Rio (se você der sorte de ir num dia de céu aberto).
    Eu senti muito disso em várias atrações do Peru, principalmente em Machu Picchu. Lá é demais sim, sem dúvidas (antes que alguém me xingue!), mas achei tudo muito artificial, muito lotado… enfim, não tive e tal experiência espiritual que muita gente falava.
    Já um lugar que me surpreendeu positivamente foram as Cataratas de Foz.

    Ótima ideia de tema!
    Bjs

    1. Ei Vivian,

      Valeu por comentar.
      Não vou te xingar, hahaah, mas eu discordo sobre Machu Picchu. Foi um dos melhores lugares que eu já visitei, na mesma lista das Cataratas (que também amei, principalmente o passeio de barco).

      Mas enfim, essa lista é isso mesmo, um eterno concordar e discordar de acordo com as experiências e gostos.

      bjs

    1. Ei Flávia,

      Muita gente está discordando da Estátua. Acho que isso é um sinal para eu dar uma nova chance para ela, quando voltar a NY.

      bjs

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.