Como conseguir uma bolsa de estudos no exterior

Como conseguir uma bolsa de estudos no exterior

Atualizado em Março/2017

Nós falamos muito aqui no blog sobre como uma vivência internacional pode enriquecer seu currículo, melhorar suas experiências profissionais e mudar a sua vida. Estudar no exterior pode ser uma chance de conseguir isso e de quebra garantir um diploma em alguma das melhores instituições do mundo.

O processo pode até ser complicado, mas definitivamente não é impossível.  Existem vários programas nacionais e internacionais que oferecem bolsas de graduação e pós-graduação para brasileiros. A parte chata é a burocracia, as exigências e os calendários. Mas felizmente essa linda da internet facilita muito o processo. Lembre-se que é preciso se inscrever com muita antecedência. Por exemplo, quem que começar a estudar em setembro do próximo ano precisa começar a se preparar a partir de outubro do ano anterior.

Saiba mais: Passagens aéreas com desconto para estudantes

intercâmbio_mundo

As exigências mais comuns para conseguir estudar numa universidade estrangeira

1. Fluência em outra língua

Além de Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, vários países europeus e asiáticos oferecem cursos em inglês (principalmente na pós-graduação). A maioria dos programas exige nível avançado de inglês ou da língua local, como espanhol ou francês. Para comprovar sua fluência é necessário fazer um teste como o IELTS ou TOELF. Confira na página das exigências da bolsa ou da universidade para saber qual certificado eles aceitam.

O exame é caro, custa em torno de R$500 reais. Além disso, você tem que marcar com pelo menos dois meses de antecedência da data limite de inscrição – para maio, por exemplo, só restam duas datas disponíveis para fazer o IELTS em São Paulo, sem contar o tempo que leva para o certificado ficar pronto e chegar na sua casa. Ou seja, se você pretende ir ano que vem, vale a pena marcar seu exame de proficiência agora.

Caso você queria ir para Portugal, obviamente pule essa parte.

 2. Documentos oficiais

Outra parte do processo de inscrição envolve a tradução juramentada dos seus documentos oficiais. Com exceção de Portugal, que você só tem que validar o seu diploma (ou certificado) e histórico escolar num cartório que faça apostilamento, os outros países exigem que você envie também uma tradução oficial feita por um tradutor público, matriculado na junta comercial do seu estado – não adianta você ou um amigo traduzirem.  E então se prepare para a facada número 2, porque essa tradução é super cara e os preços são mais ou menos tabelados. Por exemplo, para traduzir meu diploma (uma folha frente e verso) e o histórico escolar (quatro folhas), o preço foi de R$ 439. Eu fiz o orçamento com várias empresas e tradutores e os valores chegaram até R$ 600.  Acabei escolhendo o Instituto Brasileiro de Tradução, em São Paulo, que me entregou tudo em dois dias.

Dicas sobre a tradução: se você enviar os documentos escaneados, lembre-se de conferir se mandou frente e verso, afinal, todos os carimbos e assinaturas também precisam ser traduzidos. Lembre-se de pedir para que o tradutor tenha a assinatura registrada em cartório.

 3. Cartas de recomendação e de motivação

Praticamente todos os processos de admissão que eu vi solicitam no mínimo duas cartas de recomendação, em geral de professores – alguns aceitam também cartas de chefes. Essas cartas devem mostrar que o professor ou profissional te conhece bem e te indica para aquela vaga. Evite copiar modelos da internet: quanto mais pessoal o tom, melhor. Em alguns casos, esse professor pede que você mesmo escreva a carta para que ele assine – pense com muito cuidado quais são seus pontos fortes e como é a sua relação com essa pessoa e tente expressar isso no documento.

Saiba mais: Como transferir dinheiro para o exterior sem IOF

Já a carta de motivação é o momento para você se apresentar para o coordenador do curso que deseja fazer ou para os recrutadores da bolsa de estudos. Essas cartas costumam ter o limite de 500 palavras (mais ou menos duas páginas). Escreva sobre quem é você, quais são suas experiências na área, como você pode acrescentar para aquela universidade e por que deveria ser escolhido, além de quais são suas perspectivas profissionais ou acadêmicas no futuro. Capriche muito nessa carta, que é sua maior chance de vender seu peixe.

4. Currículo e demais exigências

Em geral eles também pedem seu currículo, na maioria das vezes num formato específico indicado pela universidade. Ao fazer o currículo em outro idioma, tome cuidado extra para não passar nenhum erro e mantenha tudo no mesmo tempo verbal. Também é necessário preencher formulários específicos de cada instituição.

Cursos de mestrado ou pós-graduação podem exigir exames como GMAT ou o GRE, que testas as habilidades verbais, lógicas e analíticas dos candidatos, em especial nas universidades norte-americanas e europeias. Já quem tenta graduação nos Estados Unidos, pode ter que fazer o SAT ou ACT, que é uma espécie de Enem.

Dica extra muito importante

Em geral, todos esses processos são online. Por isso, você não precisa mais gastar litros de dinheiro com postagem internacional. Antes de mandar, confira tudo com muito cuidado, veja direitinho como a instituição recomenda que os arquivos estejam nomeados e em qual formato devem estar. Siga à risca todas as recomendações da universidade. Faça um check list com o que precisa ser feito. Um simples errinho ou descuido que deixar a sua application fora do padrão fará com que ela seja desconsiderada pelos recrutadores.

Também fique muito atento às datas limites para enviar os documentos. Lembre-se que além da data também tem a questão do fuso horário, ou seja, se você deixar tudo para última hora e atrasar cinco minutos pode perder todo o trabalho (e só vai poder se inscrever de novo no ano seguinte). Por isso, não deixe para a última hora.

Turismo em Boston

Boston, Estados Unidos

Como achar uma bolsa de estudos no exterior

Muitos dos programas de bolsas de estudo exigem que você primeiro seja admitido numa faculdade estrangeira para depois pedir a bolsa. Outros tem um processo seletivo conjunto, ou seja, você já faz o pedido da vaga no curso e da bolsa ao mesmo tempo. Abaixo, listei os links mais interessantes para você pesquisar sobre bolsas de estudos oferecidas para brasileiros. Minha sugestão é que você salve os que te interessarem nos seus favoritos e se inscreva nas newsletters, para não perder nenhuma informação.

Além disso, confira no site da universidade quais programas de Scholarship são oferecidos.

Instituições Brasileiras

Divisão de Temas Educacionais – Ministério das Relações Exteriores (Página do governo que divulga todas as bolsas e parcerias internacionais)

Capes

CNPq

Fundação Estudar

Fundação Lemann

Instituto Ling

O Portal Universia também divulga várias bolsas para brasileiros que rolam ao longo do ano.

Instituições Estrangeiras

Confira todos os programas de bolsas oferecidos por governos e embaixadas estrangeiras no mundo inteiro. Clique aqui. 

Erasmus Mundus (Europa)

OAS (América)

Fundação Beca (Diversos países)

Programa Santander Universidades (Diversos países)

Chevening (Grã-Bretanha)

Comissão Fulbright (Estados Unidos)

Orange Tulip (Holanda)

Fundação Carolina (Espanha)

Você tem alguma dúvida ou dica extra? Sabe de algum programa de bolsas que eu deixei de fora da lista? Por favor, indique nos comentários!

*Crédito Imagem Destacada: Biblioteca da Graz University, Austria – Dr. Marcus Gossler/Wikimedia Commons

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

123 comentários em Como conseguir uma bolsa de estudos no exterior

  1. Olá, Luiza!
    Estou me inscrevendo para uma bolsa de graduação em Portugal, e tenho a opção de escolher entre a Universidade do Porto e de Coimbra, sou estudante de Jornalismo.
    Queria saber qual das duas é mais conceituada nessa área e qual você indicaria.
    Obrigada!

  2. Olá luiza, gostaria de saber os valores exatos dos mestrados na UC, onde posso encontrá-los? Você pode me passar um link se possível?
    Outra dúvida, para ser aprovado na UC existe alguma fase de prova? (Como se fosse um vestibular), inglês fluente é exigido? Muito obrigada aguardo minha resposta.

    • Oi Stefany,

      Há valores diferentes para diferentes cursos, você precisa entrar na página do curso que quer para ver o valor da propina.

      Não há nenhuma prova.

      O inglês fluente não é exigido, porém, convém ter algum conhecimento da língua por conta das leituras e possibilidade de aulas ou palestras em inglês.

  3. Oi Luiza, tudo bem?

    Muito bom os seus posts, estão me ajudando bastante a tirar dúvidas.

    Queria uma opinião tua, quero fazer um curso de pós graduação em Portugal, e quero tentar o financiamento. Tenho cidadania italiana, e entao estou na dúvida se faço o processo para conseguir o financiamento como estudante brasileira ou como estudante italiana? Visto que tenho pretensão de tentar um trabalho lá e ficar.
    Acha que posso entrar em contato direto com as universidades que me interessei e explicar a situação?

    Muito obrigada!!!

    • Oi Luiza,

      Só conheço o processo como brasileira, que são as informações e links desse post.
      Porém, como italiana você paga uma mensalidade bem mais baixa em Portugal, além de não ter os custos com o visto e a renovação.

      Logo, se o seu plano é ficar por aqui, o melhor é tentar como italiana. Mas aí para tentar uma bolsa precisa buscar na internet oportunidades de bolsas para Europeus.

  4. Oiiii amando o blog! Muito enriquecedor… Enfim, gostaria de saber o que preciso para conseguir ingressar no mestrado na Argentina ou Uruguai? Preciso comprovar fluência em espanhol através do exame DELE? Existem bolsas pra estes países ou seria necessário pagar? Se você puder me ajudar com qualquer tipo de informação sobre países da A.do Sul te agradeceria muito. Beijooos

    • Oi Keila,

      Desculpe, não tenho essas informações, mas certamente no site das universidade que você tem interesse isso estará discriminado certinho.

      Sobre as bolsas, você pode verificar nos links indicados no post.

  5. Luiza sobre a documentação parece que o processo para Portugal mudou, vc tem que ir nos cartórios autorizados para apostilamento, não mais no consulado.
    Bjus

  6. Olá, Luiza,

    Não sei se essa pergunta já foi respondida, até porque são muitas, mas… Também tenho interesse em me candidatar a um programa de mestrado em Portugal, em Direito. Vi em outro post do blog que você conseguiu uma bolsa de estudos para a Universidade de Coimbra. Foi concedida diretamente pela UC? Ou você se inscreveu em algum programa? Se sim, Poderia me indicar qual?

    Muito obrigada!

    • Oi Mariani,

      Acho que você se confundiu, eu não tenho nem nunca tive nenhuma bolsa. Eu fui para Coimbra por conta própria.
      Sei que existem algumas bolsas que são concedidas para o ano final do mestrado, ou a Capes no Brasil.

      Mas todos os programas que eu conheço estão nesse post mesmo.

      Abraço

  7. Olá Luíza,
    O seu post foi bastante importante e creio que vai ajudar-me a concretizar os meus sonhos de estudar fora do meu país(Moçambique).
    Mas tenho uma dúvida: eu sou licenciado em Filosofia, e posso fazer o mestrado em jornalismo? E atendendo que Moçambique tem como lingua oficial(portugues), o que devo fazer ou quias os procedimentos para testes de IETS a TOELF?
    Aguardo atenciosamente a sua resposta.

    • Olá Tesoura,

      Não vejo problema em você fazer mestrado fora da sua área de graduação (eu mesma fiz isso), mas é bom que você tenha alguma experiência, seja acadêmica ou profissional com o tema do mestrado.

      Para o IELS ou TOELF você precisa procurar as entidades internacionais que aplicam esse exame no mundo. No site dos testes você encontra essa informação.

      Mas, caso seu intercâmbio seja em Portugal ou no Brasil, isso não costuma ser necessário.

      • Obrigado Luíza,
        Mas tem algo que ainda preciso insistir: me faz perceber que eu formado em Filosofia tenho que possuir experiencias na área de jornalismo para garantir a minha aceitação á bolsa?

        • Oi Tesoura,

          Não a bolsa, mas ao mestrado. Mestrado pressupõe uma estudo avançado da área. É complicado você conseguir entrar num programa de mestrado em jornalismo se não tiver qualquer relação com a área. Nesse caso, vale mais a pena fazer a graduação ou uma pós-graduação mais curta.

  8. Olá Luíza, não sei se este é o melhor post para fazer essa pergunta, mas estou “navegando” bastante pelo blog de vocês e ainda não encontrei nada a respeito de estudantes que vão com filhos pequenos.
    Eu e meu esposo vamos com nosso filho de 02 anos, fazer mestrado em Coimbra ou em Porto. Se tiver alguém ou algum lugar que eu possa entrar em contato para tirar minhas dúvida, ficaria muito agradecida!
    Parabéns pelo blog! Está sendo muito esclarecedor e principalmente motivacional!
    Obrigada!

    • Oi Nat,

      Não tenho nenhuma informação específica sobre isso, mas tive uma colega que veio fazer mestrado e trouxe os três filhos. Eu sugiro que você converse no consulado português sobre qual é a documentação e procure no SEF como funciona para talvez colocar seu filho numa creche, se precisar.

      Abraço

  9. Olá Luiza, adorei seu blog.
    Tenho muito vontade de iniciar minha pós-graduação na UC após conclusão da graduação.
    Seus post tem sido muito esclarecedor. Obrigada pelo blog.
    Beijos!

  10. Oi, gostariamos de ter uma bolsa de estudos eu e a minha esposa, fiz Nivel medio e quatro anos de Teologia e sou pastor a 7anos e no ano passado ingressei na faculdade a frequentar Comunicacao e extensao rural e por razoes do servico to transferido para uma outra provincia que dista 798km e agora nao estudo e a minha esposa fez o nivel medio. Oramos que Deus abra as portas para nos.
    Que Deus te Abencoa

  11. Olá Luiza, bom dia.

    Parabéns pelo site, muuito esclarecedor e bem escrito!

    Gostaria de tirar uma dúvida se possível.
    Minha mulher está para tirar visto de estudante.
    Eu como Cônjuge pelo que vi consigo um visto para poder morar em Portugual.

    Sabes me dizer algo mais sobre esse tipo de visto para familiar?
    E o mais importante, eu com visto de cônjuge posso trabalhar/estudar?

    Tenha um bom dia

  12. Luiza bom dia

    Estou me inscrevendo para o mestrado de finanças na universidade de Coimbra. Você sabe me informar se é permitido trabalhar durante o mestrado ? Voce sabe se é possível trabalhar na área, tipo em bancos ?

    Obrigado

    • Oi Magno,

      Você pode trabalhar se conseguir uma autorização do SEF (eles dão, caso você esteja com o contrato assinado). Porém, não tem emprego assim disponível. Portugal está em crise há anos. Não tem emprego nem na área, nem subemprego está fácil de conseguir.

      abraço

  13. olà irei começa minha faculdade de biomedicina em 2017, eu quero conseguir um bolsa de estudos na Inglaterra, gostaria de saber como faço. Desde já obrigada.

  14. Olá, Luíza!
    Quero estudar em Portugal com a minha namorada, mas não sei como funcionam os programas das universidades aí. Você poderia me dizer como é a situação financeira pros brasileiros que estudam e trabalham aí?

    • Oi Douglas,

      De todos os brasileiros que conheço em Coimbra, só dois conseguiram emprego e trabalham em Portugal. É permitido trabalhar (é só conseguir autorização do SEF), mas não é fácil, porque o país está a muitos anos na crise.

      Logo, a maioria das pessoas que vem ou faz freelancer para o Brasil ou vive com uma renda que juntou antes de vir.

      Abraço

    • Eu sou um mocambicano Liceciado em Psico pedagogia , com grau de mestre em administracao publia estou muito interessado em estudar fora do meu pais. faser Dotoramento em direito ou ciencias de educacao e nao sei como ter possibilidade em concretisar este meu sonho.

  15. ola eu sou mocambicano terminei a licenciatura e nao gostaria de parar por aqui e pensei em fazer o mestrado fora do pais e queria saber qual seria a possibilidade de conseguir uma bolsa de estudos para fazer mestrado no canada ou nos EUA?? ou em qualquer pais que tenha intercambio com mocambique.

    • Oi Augusto,

      Você pode verificar na sua universidade se eles tem algum acordo de bolsa com esses países.
      Ao mesmo tempo, você pode entrar em contato com as universidades que tiver interesse nesses países e se informar sobre as scholarships e como você pode se aplicar.

  16. Olá, me chamo Ana Priscilla.
    Gostaria de saber se há possibilidades para que eu consiga bolsa na universidade de Lisboa. Vi seus posts e acredito que você possa me ajudar.
    Acredito que eu tenha algumas vantagens para conseguir essa bola, mas preciso de alguns conselhos. Você pode disponibilizar algum meio de contato?

    P.S.: Se alguém tiver algum conhecimento na área, estou aceitando.

    Desde já, agradeço.

    Atenciosamente, Ana Priscilla.

  17. Olá, Luiza,
    Eu tô com uma dúvida, eu tenho minha faculdade trancada no RJ, estava cursando Direito,já tenho uma graduação concluída,vi que algumas faculdades de Portugal aceitam transferências, bem, como conseguiria isto?? Só consigo por bolsa? Não posso simplismente chegar e pagar? Não moro no Brasil, moro na Polônia,pretendo morar em Portugal meu marido vai tirar sua cidadania em breve!!
    Obs: Sou formada em informática mas quero concluir ou fazer a graduação de Direito.
    Att,
    Livia

    • Oi Livia,

      Você pode pagar a faculdade sim, não precisa ter bolsa para estudar.

      Entre no site das universidades em Portugal que você tem interesse e dá uma olhada em como é o processo de transferência nelas.

  18. Oi, gostaria muito de estudar em Portugal, mais precisamente em Coimbra. Tu sabes me dizer como eu poderia conseguir uma bolsa integral? Que é o que me impede de ir pra lá, a questão financeira. Obrigada e ótimas dicas 🙂

    • Oi Denize,

      Não há muitas bolsas assim disponíveis para Portugal. Na verdade, cada vez há menos e é mais difícil de conseguir. Sugiro que você tente essas opções aí que sugerimos no post e também procure na internet outras bolsas que se adequem a seu perfil!

      Abraço

  19. Gostaria de saber se e possivel para fazer o Mestrado em Administracao e Gestao a menores custos visto que a idade que tenho nao vai dar para pedir bolsas de estudos por causa das responsabilidades sociais.

    • Oi Igildo,

      Nós não somos um programa de bolsas, só disponibilizamos aqui as informações gerais sobre bolsas que existem no mundo. Para conseguir uma, você deve buscar informações diretamente com cada programa.

      Abraço

  20. Olá Luiza. Primeiro gostaria de parabeniza-lá pelo blog é bastante útil e vc escreve com muita clareza e objetividade.
    Bem a minha dúvida é se há possibilidade de minha filha ,q ingressou na UC Arquitetura Integrada em set./15 pelo Enem , de conseguir pagar as propinas no valor q pagam os Portugueses e não os 7000€ anuais. Ouvi dizer q ela poderia conseguir cidadania pelo consulado em Porto. Isso é possível? Agradeço a atenção. Abraço.

  21. Olá Luiza,
    Adorei suas postagens sobre estudo no exterior!
    Já enviei minha candidatura para um programa de bolsas de estudo no exterior uma vez mas não consegui, e agora, pretendo tentar de novo. O maior problema no meu currículo é falta de experiência na área acadêmica e, infelizmente, isto pesa muito na hora da seleção dos candidatos. Por este motivo, tento caprichar sempre na carta de apresentação mas acho que não tem sido suficiente. Você teria mais algumas dicas sobre o que escrever e como escrever esta carta?
    Obrigada,
    Nathália

    • Oi Nathália,

      Infelizmente, só a carta não faz milagres. Não sou nenhuma especialista no assunto, mas é importante você deixar bem explicado ali não só porque você quer essa bolsa, mas também porque você é uma boa escolha para eles, entende? Tipo, porque uma fundação tal devia te escolher?

    • Oi Carol,

      Conheço sim. Um dos meninos que morou comigo na primeira casa estava no Mestrado do Direito e alguns amigos de amigas também. Porque?

      • Então, ja dei uma pesquisada sobre o mestrado que quero fazer, mas tenho algumas dúvidas relacionadas aos professores, bolsas, as próprias repúblicas, aí gostaria de perguntar essas coisas mais específicas de direito (professores, matérias, a própria área de trabalho em Portugal) para alguém que já tenha feito mestrado em direito, entende? Se você puder perguntar a ele se ele poderia tirar essas dúvidas, te agradeço!

        • Oi Carol,

          Infelizmente, esse menino não tinha Facebook, então eu perdi o contato com ele depois que me mudei e ele também.
          Te sugiro procurar os grupos de Facebook dos mestrandos do Direito e também de brasileiros em Coimbra.

          Eu consigo te responder coisas mais gerais da Universidade e da cidade, se precisar!

          • Entendi Luiza! Pois é, estou nesses grupos das universidades, mas parecem que as dúvidas não param de surgir, Jesus! Você tem um perfil no facebook? Claro, se quiser passar, se não, fique a vontade para dizer e vou perguntando por aqui, obrigada, mais uma vez!

          • Oi Carol,

            Olha, melhor ir perguntando por aqui. Eu não uso muito o Facebook e aquilo lá acaba virando um pesadelo com o tanto de coisa que recebo.

          • ola! sou estudante de direito e pretendo ir para Portugal estudar, gostaria de saber se a possibilidade de transferencia ou como fazer para entrar na faculdade se exige prova como é o procedimento?

          • Oi Kélita,

            Você precisa entrar em contato diretamente com a universidade portuguesa que deseja fazer a transferência, tendo em vista que cada uma vai ter uma regra diferente!

            Abraço

  22. Olá Luiza!

    Vivo na ilha da Madeira (Portugal) e gostaria de saber se me consegue dar alguns conselhos acerca de como conseguir uma bolsa completa para estudar no estrangeiro. Sair de onde vivo e aventurar-me pelo mundo é o meu sonho e, esse é o principal motivo de os estudos no estrangeiro cativarem-me imenso. Gostaria imenso de ir para uma universidade no estrangeiro(ainda estou no secundário, 11ºano) mas infelizmente é me impossível financiar esse sonho, pode me aconselhar acerca de como conseguir uma bolsa de estudos completa para ir para a universidade no estrangeiro? (pode ser de qualquer programa)

    Obrigada, beijinhos!

    • Oi Catarina,

      Olha, tudo o que eu sei sobre bolsas está nesse post. Como você é Europeia, pode tentar encontrar outros tipos de bolsas que são oferecidas pela UE ou mesmo por universidades estrangeiras que tenha interesse. Além disso, mesmo que não seja possível encontrar uma bolsa completa, você pode participar do programa Erasmus e fazer um semestre ou um ano em outra universidade no continente!

      Bjinhos

  23. Boa Tarde,Luiza.
    Sou academica no curso de analise de desenvolvimento de sistemas, por uma instituição particular a distancia, termino no primeiro semestre de 2016. Gostaria de saber se tem algum problema em concorrer para uma bolsa de mestrado por ter estudado a distancia? Se é necessario aprensentar algum projeto especifico?
    Aguardo resposta.
    Desde ja, grata.

    Att,lane!

    • Oi Lane,

      Não necessariamente. As bolsas em geral são dadas pelo seu mérito acadêmico ou profissional. Então, você precisará comprovar boas notas, publicações, ou coisas do tipo. Sobre apresentação de projeto, isso depende do programa de bolsas que estiver concorrendo. Cada um tem exigências diferentes!

      Abraço

      • Chamo me Lurdes lopes correia sou cabo verdiana tenho 30 anos sou trabalho em Ministerio de agricultura e pecuária en santa catarina da santiago sou tecnica professional na pecuária queru informaçao sobre estudos na area de pecuária em portugal luisa queru fazer viterinaria

  24. ola li,faço facul particular no Ceará,estou mt interessada em fazer algum curso de graduação,ou seja ganhar uma bolsa,não importa o lugar… Tipo faço fisioterapia aqui no Brasil… O Q vc sugere,devo fazer na área da saúde,tenho Firs,possoe complicar..help!bjs

  25. Olá Luiza ,
    Moro no Brasil e possuo dupla nacionalidade pois já morei e estudei em Portugal na minha infância , terminei o 3º Colegial no Brasil e queria retornar a Portugal para estudar medicina , qual documentação será necessária e qual a forma de selecção para candidatos estrangeiros ?
    Desde já agradeço.
    Atenciosamente Natália .

  26. A informação que obtive é que com visto de estudante vc pode trabalhar com contrato se o SEF autorizar e se não interferir nas suas atividades de estudante.
    Alguém sabe informar algo sobre isso?

  27. Ola,Luiza!

    Sou brasileira, vivo aqui em Lisboa, e estou a terminar um mestrado na minha área. Sou psicóloga.
    Tenho uma grande deficiência que é falar pouco ou quase nada do inglês. Tendo isso em conta, gostaria de saber se há algum site de referencia para bolsas ou estágios profissionais apenas destinados a países de língua portuguesa ou espanhola?

    Muito obrigada 🙂

    suzane

  28. Olá Luiza,tenho lido muito sobre como estudar no exterior
    Estou procurando Bolsas para graduação nos Estados Unidos em Artes Cênicas (acting programs),você tem alguma informação de algum programa destinado para esta área?
    Desde já agradeço.

    • Oi Brandon,

      Não conheço nenhuma bolsa específica nessa área. Mas dá uma olhada nos links que eu coloquei no post, você deve achar alguma coisa.

      Abraço

  29. Oi xará? Tudo bem? Gostaria que você respondesse algumas duvidas que me perturbam. Há aulas de teatro em Coimbra? Eu gostaria de cursar Jornalismo, porém eu também quero trabalhar, isso é possível com o tempo integral? O tempo é de quantas horas? Todos os alunos são obrigados a usar o traje? Você já morou nos EUA?

    Desculpe tantas duvidas, aguardando sua reposta. Obrigado!

  30. Olá,

    Uma duvida. Caso eu tenha conseguido fazer todo o processo e conseguir estudar na UC, eu poderia fazer intercâmbio a partir dela, por exemplo pra LA, EUA?

    Aguardando, Obrigado.

    • Oi Karine,

      Olha, não precisa trocar o nome para escrever suas dúvidas não, ok? Aqui é um espaço aberto.
      Acabei de ver que você comentou usando nomes diferente.

      Como estudante da universidade de Coimbra você tem acesso a todos os programas de intercâmbio e parcerias internacionais oferecidas. A questão é que você vai precisar checar se existe uma parceria para o local que deseja fazer intercâmbio nos eua. Nesse link você tem acesso a todos os acordos bilaterais da UC: http://www.uc.pt/driic/Acordos/

      abraço

  31. Oi luiza tudo bem? Gostaria de saber se existe uma possibilidade de ganhar uma bolsa de estudo para fazer Mestrado no Canada, apartir de Mocambique? E quais sao os requisitos? Passe bem. Bjs

    • Oi Revelino,

      Não sei nada específico sobre bolsas para Moçambicanos, mas dá uma olhada diretamente na Embaixada do Canadá no seu país que você deve encontrar mais informações

      abraço

  32. Oi Luiza, tudo bem?
    Eu sou estudante de Letras – Tradução e Interpretação e pretendo realizar algum curso ou pós no exterior. A minha dúvida sempre é quais elementos eles analisam pro candidato ganhar a bolsa, por exemplo, eu creio que o fato de eu ser aluna de universidade particular, mesmo que seja bolsista pelo Prouni, atrapalhe no processo, pois as públicas têm maior prestigio no Brasil. Eu já trabalho na área como tradutora autônoma, já fui professora de inglês e espanhol e já fiz trabalho voluntário e uma apresentação em uma mostra na faculdade sobre tradução para dublagem, porém nunca fiz estágio nem realizei trabalhos acadêmicos/apresentações em congressos como dizem que é muito importante. Você sabe que as privadas não focam em pesquisa, então nunca tive oportunidade de fazer isto. Você sabe o que eles analisam e o que posso fazer para melhorar meu currículo para aumentar minhas chances de ser aceita?

    • Oi Letícia,

      A Fundação Estudar costuma fazer alguns hangouts tirando dúvidas desse tipo. Uma coisa que sei que conta muito é a sua motivação, mas sinceramente, não sei te falar o que você pode fazer para melhorar seu currículo, porque esses critérios de seleção variam muito e são bem extensos.

      O que eu te aconselho, entra em contato diretamente com os responsáveis por dar as bolsas que você tem interesse, explica suas motivações e vontades e pede dicas para eles sobre o processo de seleção. Esse pode ser um bom meio tanto para tirar dúvidas, quanto para se aproximar mais dos avaliadores!

      bjs

  33. Oi Luiza, tudo bem? A minha dúvida aos critérios de escolha de um candidato. Baseiam-se apenas no nosso desempenho acadêmico e cartas de recomendação/motivação? Existem “diferenciar” que chamam a atenção de Universidades Estrangeiras? Obrigada!

    • Oi Giovana,

      Nas universidades, eu tive a impressão que a sua carta de motivação conta muito, assim como o desempenho acadêmico prévio. Já para as Bolsas, acho que contam também diferenciais na sua trajetória de vida (sejam profissionais, acadêmicos ou pessoais).

      O mais importante, acho, é ler com muito cuidado o que eles exigem!

      Abraço

  34. Moro em Fortaleza, termino minha faculdade no final de 2015. Quando ter meu curso pretendo fazer mestrado na Alemanha. Como consigo até la uma bolsa de estudo. Alguém pode responder.

    • Oi Rafael,

      Desculpa não ter respondido antes, seu comentário se perdeu na minha caixa.

      Para você ir estudar na Alemanha em 2016 deve começar o processo de inscrição a partir do segundo semestre de 2015.

    • Oi Carlos,

      Não somos uma agência. Para buscar uma bolsa você deve clicar nos links informados nesse post e buscar mais informações sobre a sua área.

      Abraço

  35. oi, eu sou Callisto Magamete, nacionalidade Moçambicana e morando em Moçambique.
    Fiz ensino médio no ano passado com 17 anos. Gostaria tanto de continuar meus estudos mas nao tenho condiçoes.
    Se possível, ajudam me em uma bolsa de estudo no exterior, de preferencia no Brasil.
    Meu numero é +258861754737
    Meu email é ([email protected])
    Eu agradeço de toda a maneira. Obrigado

  36. Luiza,

    Muito legal trocar idéias com você que já viajou esse mundo a fora, sou formada em Ciências Contábeis, e gostaria de fazer essa graduação no exterior, de preferência em Boston, sabe me dizer, onde eu poderia encontrar uma bolsa de estudo e se eu pofrtis aproveitar alguma disciplina do meu currículo de minha formação.

    Se puder me dar uma dica, eu agradeço.

    • Ei Katia,

      Desculpe a demora para responder, estava viajando.

      Sobre a bolsa, acho que você pode dar uma olhada nos links que eu postei, principalmente os das fundações brasileiras. Além disso, veja no site das universidades que você tiver interesse quais as opções que eles tem de financiamento para estrangeiros.

      Já sobre o aproveitamento de disciplinas, realmente não sei te falar, já que é um assunto muito específico e depende de cada universidade.

      Abraço

  37. bom dia luiza amo muito viajar, mais fica dificil as vezes pela parte financeira que vc sugere um estagio voluntario pela america do sul(colombia ou Chile) e Europa qualquer país, é possivel conseguir bolsa de estudo de idiomas na Europa. Ou devo tentar um intercâmbio voluntario

    • Oi Valdirene,

      Nunca vi essa opção de bolsa de estudos para estudar idiomas, mas você pode procurar fundações ou programas de governo que talvez existam.

      O intercâmbio ou estágio voluntários também são uma possibilidade interessante de viagem!

  38. Olá, Luiza! Tudo bem? Achei interessante vc disponibilizar essas informações de maneira bem sucinta e a priori, são as mais importantes.
    Eu sou professor de inglês autônomo e tenho a intenção de residir no Canadá (para solidificar minha experiência no uso do idioma) e aproveitar para fazer um curso de 2 anos de especialização em uma área de Humanas (Relações Internacionais ou Administração Pública, etc). Vc sabe se há bolsas para essa modalidade de curso? São cursos de tempo integral ou é possível trabalhar também?
    No aguardo. Abraço!

    • Oi Eclésio,

      Eu não sei te informar sobre cursos ou bolsas específicos. Sugiro que você pesquise nos links sugeridos no post e no site da embaixada canadense no Brasil.

      Abraço

  39. Olaa!!!

    Uma coisa muito importante que descobri semana passada no meu curso preparatório para o IELTS é que a União Europeia a partir de junho/14 só aceita IELTS. E como a procura vai aumentar por isso, as provas podem dificultar um pouquinho… Mas mais que se preocupar com isso, é importante MESMO marcar a prova com uma certa antecedencia, porque a cada dia será mais dificil conseguir vaga em cima da hora!
    Uma coisa legal que está no regulamento da prova que também descobri que não é “verdade” é que você tem que esperar 3 meses para fazer uma nova prova, caso não atinja o seu objetivo. Pode fazer uma atras da outra, se quiser! Rs

    Beijos beijos

    • Oi Isabel,

      É uma ótima dica mesmo. Além de marcar com antecedência por conta das vagas que se esgotam, também é importante lembrar que o resultado demora um pouco para sair e ainda depende do Correio para entregar. Eu tive um problema sério em uma das minhas applications por conta disso.

      bjs

  40. Vale lembrar também que muitas das universidades europeias tem programas de bolsas especiais para alunos Latino Americanos, fui aceito em uma universidade britânica no início do ano passado e me inscrevi pra esse tipo programa, como não consegui, estou tentando novamente este ano, tendo em vista que a minha aceitação na universidade ainda é válida.

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: