Tags:

17 coisas que só quem morou na Europa já sentiu

Temos novidades no blog. Lembram que eu contei para vocês os passos para estudar no exterior? Bem, não sou mais uma candidata, passei e estou matriculada em um mestrado em Coimbra, Portugal! Aeeeee #dancinhadecomemoração! Ou seja, vem aí muitas emoções e muito conteúdo novo para o blog no segundo semestre.

Para comemorar as novidades, uma listinha especial com as emoções que provavelmente todo mundo que teve a oportunidade de estudar/morar na Europa sentiu.

1. A maioria dos países da Europa são do tamanho ou menores do que o seu estado – dá para chegar em outro país com 4 horas de viagem de carro

giphy-5

2. Ver que o preço da passagem para Paris é 30 euros

giphy-4

3. Imaginar que todo final de semana é uma chance para descobrir um lugar novo e maravilhoso

vTUZ5

4. Ver a cotação do euro e ter palpitações

tumblr_n3od5oWW4K1rdutw3o1_400

5. Planejar uma viagem pelo leste europeu, em países que não adotaram o euro

tumblr_inline_n52uq69NRg1r88va8

6. Imaginar o mundo de comidas maravilhosas para experimentar

yum

7. E depois sofrer na volta com os quilos adquiridos

tumblr_inline_mq5x8fgzjb1qz4rgp

8. Quase infartar com o custo de vida nas cidades mais turísticas

giphy

9. A alegria de pagar os preços de estudante nas entradas e refeições

1501820617115234

10. Pagar mais barato por uma garrafa de vinho que pela água

giphy-2

11. A felicidade de poder ir ao Oktoberfest. E de novo

tumblr_n407mfOrI91r2bzz4o1_250

tumblr_n407mfOrI91r2bzz4o2_250

12. H&M – amor eterno, amor verdadeiro

giphy-3

13. Sofrer com a burocracria para conseguir o visto e organizar toda a documentação

tumblr_m8tpfrzsHH1rujzqr

14. Imeditamente receber requisições de todos os seus amigos para couchsurfing durante as férias

tumblr_n3o7xhZU9d1s02vreo1_400

15. Inverno Europeu. Expectativa:

Let-it-go-frozen

Realidade: 

tumblr_inline_mnk8b350aM1qz4rgp

16. Surtar porque as passagens da Europa para Estados Unidos, Ásia e África são muito mais baratas do que saindo do Brasil.

tumblr_ms73weyqJ91sbx8xco1_500

(600 reais ida e volta para Nova York, 1000 para Bangkok, 400 para Marrakesh)

17. Descobrir que provavelmente tem quase mais brasileiros morando na Europa que europeus

Rachel-Gifs-glee-16366314-253-252

 


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

21 comentários sobre o texto “17 coisas que só quem morou na Europa já sentiu

    1. p.s: tem sim muitos brasileiros..mas estao todos concentrados nos mesmos lugares por isso da a impressao q eles estao dominando..mas onde eu morei tinha muito mais indianos e africanos do que brasileiros sem duvida 😉

      1. Oi DK, era só brincadeira esse último, porque realmente tem muitos brasileiro por aqui, assim como várias outras nacionalidades, incluindo os próprios europeus, hehe

  1. Oi, Luiza.

    Parabéns pelo intercâmbio!

    Coincidentemente, eu to indo pra Portugal pelo mesmo motivo e tenho uma dúvida que talvez você possa me tirar.
    Não tem exatamente a ver com o tema do post, mas cacei um monte por um que se adequasse melhor e não encontrei.

    Considerando o tempo de um ano morando na Europa, o fato de eu ser estudante universitária bancada pela família haha e o aumento do IOF, qual a melhor opção, hoje, para levar dinheiro para o exterior?

    Cartão de crédito não é uma opção por conta do limite ridículo das contas do tipo universitárias.
    Nesse caso, vale mais a pena o VTM ou abrir uma conta em Portugal?

    Falo isso porque abrir conta parece ser uma burocracia sem precedentes quando se é estrangeiro e não tenho certeza se as taxas de transferência/remessa internacionais fazem esse tipo de coisa valer a pena.
    Além do mais, os 6,38% representariam um pouco mais de R$60,00 a cada R$1.000,00 – o que parece pouco, mas dá uma dorzinha no coração quando a gente pensa que não vão ser só R$1.000,00 por mês, além de serem 12 meses…

    Enfim, ainda estou em perdida nesse sentido, qualquer dica que você puder dar é válida.

    Abraço.

    1. Oi por acaso li tua pergunta.. Quando o dinheiro não sei mas em relação a abrir contas em Portugal é mto fácil ( moro 12 anos em Portugal) é só levar passaporte, 250€ e comprovativo de morada 😉

  2. A EUROPA É A MINHA CASA , ADORA PORTUGAL, SEU POVO E SEUS COSTUMES, MAIS TAMBÉM ADORO A MINHA CIDADE SANTOS/SP, LITORAL PAULISTA, SANTOS CIDADE LINDA, ENCANTADORA E ACONCHEGANTE QUE NÃO CONHECE SANTOS/SP – BRASIL – VENHA VAI SE SURPREENDER COM A CIDADE DE SANTOS/SP VAI QUERER MORAR.

  3. Olá! Antes de mais parabéns pelo blog!sou portuguesa,vivi por ca ate a uns anos atrás! Coimbra e incrível e tem um espírito académico incrível! Vais adorar! Tem as melhores escolas de letras do país! Quanto ao viajar, tens tantos sítios em Portugal que quase nem precisas de sair po resto da europa! Boa sorte!:)

  4. Olá Luiza,

    Moro em Portugal há 2 anos e me identifiquei muito com o que disse, haha.
    E olha, põe sofrimento na hora de conseguir o visto, é uma chatice, eu tive de voltar ao Sef 3 vezes até conseguir me legalizar e estava tudo correto, mas olha, faz parte.

    E sim “Descobrir que provavelmente tem quase mais brasileiros morando na Europa que europeus”, tem brasileiro demaaaais, eu fico impressionado.
    E olha, o que vai encontrar de Mineiro por aqui não é brinquedo, inclusive eu, hahaha.

    Abraços!!

  5. Coimbra é tudo de bom!

    E sim, você vai descobrir que provavelmente tem quase mais brasileiros morando na Europa que europeus! hahaha

    Parabéns 🙂

    1. Oi Mariane,

      Tem algumas burocracias chatinhas sim, mas nada muito difícil ou impeditivo. Se você tem esse sonho, não desista. Depois dos documentos prontos, não tem mais drama =)

  6. kkkkk muito legal o post rsrs

    Espero passar por essas emoções em breve (planejando mudar para Londres)!!!

    Parabéns pela conquista!!

  7. Parabéns Luiza!!! Eu fiz um intercâmbio na Universidade de Coimbra, foi o melhor ano da minha vida! Se vc tiver dúvidas ou precisar de dicas, estou a disposição!

    Beijos!

      1. Luiza,

        Restaurante: Zé Manoel dos Ossos, Giuseppe e Joaquim. TOP.

        Bar: Cabido, na Sé Velha. O melhor.

        Claro que tem muito mais pra conhecer. Lá é pequeno, mas cade o mundo. Morei em Coimbra também, sou apaixonada pela cidade, pela tradição académica e por Portugal inteiro! Se quiser dicas estou igualmente à disposição.

        Boa sorte e parabéns!

  8. Parabéns Luiza! “Menos a Luíza que tá no Canadá” agora vai mudar pra “Menos a Luíza que ta em Portugal” rs, felicidades no novo projeto e já estamos ansiosos com todas as dicas e histórias da sua temporada na Europa!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.