26 coisas que só quem é de BH entende

Ahhh, Belo Horizonte. Confesso que eu demorei algumas décadas para entender os motivos que levaram você a ter esse nome. Metrópole, moradia de milhões e, ao mesmo tempo, com jeitão de cidade do interior. Essa é BH, cidade que não é muito visitada por turistas, é verdade, mas que costuma conquistar quem resolver visitá-la.

Separamos 26 coisas que só os habitantes de Belo Horizonte entendem sobre a cidade. Acha que a lista poderia ser maior? Deixe sua sugestão nos comentários!

1 – Fato: BH é um ovo.

coisas de Belo Horizonte

2 – Isso explica como você sempre encontra um conhecido numa parte aleatória da cidade.

coisas de BH

3 – Segundo aquela teoria, todas as pessoas do mundo estão ligadas por seis graus de relacionamento. Em BH essa conta cai para uma única pessoa.

coisas de Belo Horizonte

4 – O belo-horizontino vai ao boteco. O resto do Brasil tenta.

coisas de BH

Temos um post sobre os bares de BH

5 – Quem mora no litoral do Brasil vai à praia. O belo-horizontino surta ao pisar numa.

coisas de BH

6 – Para todos os efeitos, Guarapari, no Espírito Santo, é parte de Belo Horizonte. Pelo menos no verão.

coisas de BH

7 – Sim, nós falamos outro idioma. E, quer saber? Temos orgulho disso.

coisas de Belo Horizonte

8 – Qual o nome desse veículo? 

coisas de Belo Horizonte

“Cêssá Sêsse ons pasnassavas?”

9 – Em BH, trem pode ser qualquer coisa. Mas raramente é parte do metrô, que quase não existe.

coisas de Belo Horizonte

10 – Por falar no metrô, você está tão acostumado com a ineficiência dele que de vez em quando nem se lembra que ele existe.

coisas de Belo Horizonte

11 – Não temos mar, mas em janeiro Belo Horizonte é o lugar ideal para praticar esportes aquáticos, tipo rafting.

Coisas de BH

12 – Ou essa parada aqui, seja lá o que for.

coisas de BH

13- O centro de BH se divide entre índios e estados brasileiros. Nem por isso é fácil aprender a andar por lá.

coisas de Belo Horizonte

14 – A Avenida Antônio Carlos é uma espécie de Fenix: está sempre em processo de reconstrução.

coisas de BH

15 – Não há hippies na feira hippie.

coisas de Belo Horizonte

16 – Essa é sua reação quando um amigo, que não é de BH, diz que a comida mineira é fantástica.

coisas de BH

“Uai, claro que é”

17 – Na dúvida, sua noite termina na Savassi. Mas muitas vezes você se arrepende da falta de criatividade em achar novos lugares.

coisas de Belo Horizonte

18 – Confins é um daqueles lugares que realmente merecem o nome que têm: a viagem para lá costuma ser mais longa do que o voo que você vai pegar. 

coisas de Belo Horizonte

19 – Inhotim? Pode ser que você já tenha ido lá 137 vezes, acompanhando amigos de outros estados. Ou então vive deixando a visita para amanhã. 

Coisas de Belo Horizonte

20 – Você já achou que a Rua do Amendoim era uma fraude. Até perceber que aquilo é pura mágica.

coisas de BH

21- Você sabe que a maior parte de BH se divide entre atleticanos e cruzeirenses. E tem ainda os americanos, tipo eu, que juram que não cabem numa kombi.

coisas de Belo Horizonte

Viu que precisamos de pelo menos umas 17 kombis?

22- Tropeiro e jogo de futebol combinam? Claro!

coisas de Belo Horizonte

23 – Você já gastou preciosas horas da sua vida preso no 4111, no 2004 ou (insira aqui um ônibus que dá voltas absurdas pela cidade).

coisas de Belo Horizonte

24 – Você já se divertiu no Parque Guanabara.  E morreu de medo do homem cagão do trem fantasma. 

coisas de BH

25 – De discos voadores a religiosos, a Praça 7 concentra a maior quantidade de coisas bizarras do planeta.

Coisas de Belo Horizonte

26 – Belo Horizonte é, de fato, uma cidade linda. Mas pode ser que você tenha demorado alguns anos para notar isso. 

coisas de Belo Horizonte

 Veja também: 12 bares, baladas e lugares para conhecer em Belo Horizonte

Passeio legal em BH: Visita à fábrica da cervejaria Wälls, em BH 

Lendas de Beagá: Roteiro por lugares assombrados de BH


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

167 comentários sobre o texto “26 coisas que só quem é de BH entende

  1. Sou idosa para esse blog, mas quero me manifestar. Vim para BH em 1970. Fiz o primeiro vestibular único do país que foi no Mineirão . A partir disso, considero BH A MINHA TERRA NATAL, Criei os meus filhos que estão em outro continente, eu poderia viver lá também, mas eu não me vejo longe de BH. TENHO UM OLHAR MUITO CARINHOSO PELA CIDADE. Vejo olho e descubro aspectos muito favoráveis para me sentir em casa. Se temos problemas???? Mas é claro que sim. Seria muita ingenuidade dizer que não. Mas eu adoro a cidade, o seu aspecto cultural, que melhora a olhos vistos. Não sou de bar e nem de MAR, mas adoro as montanhas que nos protegem, Adorei conhecer a sua hist´ria, RAFAEL. UM ABRAÇO

    1. Muito obrigado pelo comentário, Teresinha. Sim, temos problemas. Mas qual cidade não tem?

      Adorei conhecer sua história também.

      Grande abraço!

  2. Oi…
    Sou carioca, mas em 2017 estarei indo morar em BH por escolha pessoal… Já conheci muitas cidades e morei em floripa, achei todas melhores que minha cidade… BH é melhor para minha profissão técnica, tem um povo bacana e menos estressado, já namorei mineira e as considero mais carinhosas e educadas… Tenho 42 anos, despojado, gosto de animais, pizza, chopp, pode parecer estranho mas me interesso por ufologia e estrelas, arte marcial, músicas 70/80 tipo Beto Guedes e Tavito, cinema, passear…
    Não conheço ninguém em BH, se houver alguma moça com as afinidades parecidas e quiser iniciar contato, meu zap é 21980369459 , pois não tenho nem curto facebook mas respeito quem gosta…
    No máximo até maio/junho chegarei em BH e, sinceramente, espero que seja pro resto da vida e que eu seja muito feliz… melhor fazer na vida uma Trilha, do que o trilho de um só caminho…

  3. Você esqueceu de mencionar que a FEIRA HIPPIE, “que de HIPPIE não tem nada”, que antigamente era na Praça da Liberdade, e que era o ponto de encontro de milhares de pessoas e de muitas tribos, sinto muita falta, quem sabe em outro post, você ponha fotos da antiga Feira Hippie, Parabéns!

  4. Ooi, Rafael. Eu sou de Manaus, mas pretendo me mudar pra BH pra estudar na ufmg pelo ensino pq o curso que eu quero, infelizmente,na ufam não é tão bom assim…Enfim, se não for incomodo, eu gostaria de saber como é o custo de vida em Belo Horizonte, como moradia, alimentação e o dia a dia na cidade

    1. Oi Milena. Bom, eu pago 1200 de aluguel num apartamento de dois quartos na área central. Essa é a faixa de preço da região (900 / 1200). É possível comer com 10/20 reais, mas também há restaurantes bem mais caros.

      Não é uma cidade cara, pelo menos não se comparada com Rio e São Paulo.

      Abraço.

  5. Acabei de completar 2 anos morando em BH e gente… que cidade!
    Adorei o post e ri muito porque apesar de morar a pouco tempo, consegui me identificar quase tudo! hahahahaha
    Adoro o blog de vocês, sou leitora assídua!

  6. Honestamente, não é para encher o saco mesmo, mas para que deu volta ao Mundo, precisa de mais um tanto no cérebro, pois este post é fraquíssimo. Falar de BH, até eu que não sou daqui, conheço muito mais, mas muito mais mesmo, coisas originais e bacanas. Acredito que seja apenas um exercício comercial sem muito empenho cerebral

    1. Oi, Allaoua.

      O que leva uma pessoa a entrar no blog de alguém e fazer um comentário mal-educado e com a única intenção de ofender o autor?

      Não gostou do texto? Ok, diga isso. Mas você pode dizer de forma educada, sabia? Não precisa falar que eu “preciso de mais um tanto de cérebro”. Pode dizer que não gostou, mas mantendo a educação e o respeito, coisas que qualquer criança sabe fazer. É inacreditável que um adulto perca tempo para fazer comentários desse nível.

      Este blog tem uma política de comentários. Leia antes de falar qualquer outra coisa aqui, ok? E reflita um pouco sobre os conceitos de educação e respeito ao próximo. Acho que ninguém te ensinou isso, mas talvez não seja muito tarde para você aprender. Talvez.

      Abraço.

  7. Sobre o ônibus, 9250 é o campeão de voltas e mais voltas inúteis pela cidade.

    A noite de BH é muito mais que a Savassi.

    A vista do Mirante do Mangabeiras define bem o nome da cidade.

    Domingo na Pampulha é simplesmente imperdível.

    Não temos mar, mas temos inúmeras cachoeiras muito próximas.

  8. Adorei sua postagem, ri demais! A dois anos me mudei de Bh para Salvador. Além de família e amigos, morro de saudade do clima da cidade, de como você consegue resolver tudo a pé, Bh se cruza em vários pontos! Fantástica!

  9. Gente,e o ali do mineiro, quando você pede uma informação e a pessoa fala como se fosse perto mas você anda e nunca chega.Conheco quase todo o Brasil mas sempre quero voltar para BH. O Rio no verão está um calor insuportável de 50 graus. Vejo da minha janela uma cidade aconchegante e de lindo pôr do sol. Adoro Bh.

  10. Hauauauaha viagem longa de busao na verdade é pegar o antigo 1204, que virou 5845 e agora é uma linha do move que nem lembro mais o número!! Ir da cidade industrial ate o Lagoinha é uma baita de uma viagem !! Ou então o 1207, Betânia santa monica, é mais fácil e rápido chegar em marte ! Mas só quem é de BH sabe a magia desse lugar !! Sempre que viajo já fico doido pra voltar ! Hauauauaha

    1. Allan, a Maior viagem de um ônibus, sem sair do município era do 1207A (Santa Mônica – Betânia), saindo do Município, era do 1204. Eu utilizei muito tempo dos dois… #TERROR! Mas continuo amando minha cidade e rindo muito do que alguns escreveram sobre a minha pessoa a partir de comentários que fiz aqui… como tem gente sem noção nestes espaços virtuais…

      1. Sdds 1207 agora é uma bagunça nem sei oque é oque mais ! 2034 2035 2033 ! Ate hoje nao sei qual é o A o B ou o C SAHUSAHUSAHUSAHUSA ! 7 Anos da minha vida pegando 1207 😀

    2. Verdade!O 1204 eu pegava no meio do caminho, no bairro São Francisco, para ir trabalhar em Contagem.
      Hoje é realmente uma linha do MOVE, o número é 511R.

    3. A 10 anos moro fora do pais, me lembro quando pegava o 1207 ja no meio do caminho e andava horrores… as vezes tentava imaginar pq tanta gente desmaiava dentro do onibus.

  11. Nasci em BH e gosto muito da minha cidade. Tem defeitos sim, mas é realmente muito bom de se viver. Já visitei outras cidades, adoro passear, mas o meu coração se enche de alegria quando chego em BH. como diz a música,” …é aqui que eu amo, é aqui que eu quero ficar, pois não há á á lugar melhor que BH…”.

  12. Morava em BH e hoje moro em Brasilia, lamento tanto ter saído dai….aqui sim, é sujo (principalmente na politica), feio e cheia de mendigos com todo respeito
    Saudades da minha vida ai……A pior linha de ônibus em BH é a 9250

    1. Glicério, escrevi neste post há muito tempo, e faço questão de acompanhar todos os comentários. Nasci em BH, morei 10 anos em Brasília e ratifico seu comentário. É PIOR do que você descreve. AMO Belo Horizonte com todos os defeitos que alguém puder escrever aqui.

  13. Sou de Divinópolis, moro no Rio de Janeiro, mas sou apaixonado “com” Belo Horizonte! Mesmo nunca tendo morado aí, me identifiquei com muitas as coisas!

    E demorei pouquinho pra perceber quão linda a cidade mais linda do Brasil é! Quem é Rio perto de BH?

  14. BH,, não da p trocar,,, esqueceu de falar quantos anos passamos no carro ou ônibus na Cristiano Machado,,,agora volta mesmo eh no SCO1A kkkkkkk queee isso,,, ainda assim não saio daqui por nada.

  15. vivo ou seja moro aqui há 28 anos acho uma cidade patética quando conheço uma nova cidade sempre imagino no que BH poderia ter se tornado mas parou no tempo é um lugar sujo feia mal cuidada moradores de rua pra todo lado assaltos tudo de última.

    1. Que outras cidades você conheceu para dizer que Bh é suja e cheia de mendigos? É mesmo, mas se comparando com outras capitais, BH é limpíssima e quase não tem mendigos (exageeeeero). Acho que foi você quem parou no tempo e não soube reconhecer os encantos de sua cidade. Quanto mais eu conheço outros lugares, mais eu reconheço Belo Horizonte

    2. Caro Raimundo, lamento que você pense assim. Não acho que BH seja suja ou cheia de mendigos. Pelo menos não mais do que qualquer grande cidade brasileira ou que muitas cidades europeias.

      E isso para não falar das cidades de outros países em desenvolvimento.

      Enfim, fiquei curioso pra saber quais cidades você visitou que são tão limpas assim.

      Abraço.

    3. Deixa eu entender, vc mora em uma cidade patética, suja e com mendigos a 28 anos???? Huuum então ou vc é quem esta estagnado ou e pq aprecia a cidade,,,as portas de BH nunca foram fechadas a quem quer sair,,, **GrazaDeus** #Podimborasiquisé

    4. Isso porque você não viu Paris, Lyon nem Strasbourg, cidades francesas nas quais morei. Aliás, aqui na França é lotado de mendigos, pedintes, árabes e africanos sem respeito que tentam te roubar e cantam toda mulher que passa por eles, skinheads que ficam caçando briga nas boates, etc. Sem contar que os franceses são frios, cínicos e não se importam com ninguém a não ser com eles mesmos!!!

      Sinto falta de BH!!!!!

  16. Pra mim o melhor é o parque, realmente, quando crianças era a sensação. E Guarapari né, quem nunca viu um colega de escola lá na mesma época…kkk e ah.. sempre caio no Bolão quando não há aonde ir. Muito boa sua lista

  17. Pior disso tudo, é morar em Ibirité, ser chamado de “pé vermelho” e ainda assim saber, e ter vivenciado quase tudo dessa lista acima kkk. Muito bom o texto.

        1. Com Sabará tb rola disso… Cidade dormitório… Tirando a parte do ônibus, éa vivi tudo isso… E além da savassi a noite pode acabar no bolão!

        1. Haha sou de BH mas moro em Justinópolis (Ribeirão das Trevas) já vivenciei tudo isso aí em cima. BH é tudo de bão, e Deus me livre de NEVEeeeeeeeeeeeees .

    1. Também moro em Ibiritéxas…
      E sim, só venho pra dormir. Amo BH, se não fosse tão caro morar numa região mãos central, me mudaria pra lá ontem *___*

          1. Eu também trabalho no centro, devemos até pegar o mesmo ônibus 301c rs. Com este terminal ficou uma maravilha né? rs.

  18. Oi Rafa! Delicia de post, delicia de texto, boas lembranças! Sou deItabira, morei em BH 25 anos e atualmente moro em Santos/Sp. Ainda surto no mar, falo “ons”, “uai”, “arreda”,”xó te conta um trem”….

  19. 8207… Sai lá do MARIA GORETTI e vai parar no ESTRELA DALVA, pega a Cristiano Agarrado e sobe a Raja todinha… Já dormi muito nesse “ons”!!!

  20. Já devo ter passado no mínimo 20 dias dentro de cada uma dessas linhas (4111 e 2004). O 4111 pelo menos passa com uma frequência maior. Já o 2004 só passa duas vezes por dia: uma quando você esta quase chegando no ponto e ele vai embora, e outra, duas horas depois =/

  21. Definitivamente o melhor tópico é o do homem cagao no parque guanabara!!!! Kkkkk afinal quem teve uma infância decente certamente passou muitos apertos naquele trem fantasma!!!

  22. Realmente, nasci, cresci e moro em Belo Horizonte, e concordo, BH não é só um ovo, os moradores de BH tem um ímã natural para encontrar outro morador de BH. Já encontrei com conhecidos em lugares aleatórios tipo Recife, num show em SP e no meio do Rock in Rio. Sinceramente, entre 100.000 pessoas você ser abordado por mais de 6 conhecidos num mesmo dia só pode ser um ímã mesmo.
    Excelente post,parabéns pelo trabalho 🙂

    1. De fato, Giovanni, isso já aconteceu comigo algumas vezes também. Com vizinho de rua, que mora a 100 metros da minha casa, mas nunca nos encontrávamos. Até sair de Minas encontrá-lo num lugar aleatório.

      Obrigado pelo elogio e pelo comentário! Abraço.

  23. Alguns fatos desconhecidos sobre BH:
    -BH tem o maior edifício palíndromo do mundo (Acaiaca)
    -Ironicamente, no bairro Funcionários só tem milionários e no bairro Milionários só tem funcionários.
    -BH tem a maior feira Hippie dominical do mundo
    -Em BH está lagoa da Pampulha, segundo maior lago artificial construído por JK no mundo
    -BH tem a maior corrida de atletismo de longa distância às margens de uma lagoa artificial do mundo, a Volta Internacional da Pampulha
    -A Maior concentração de praças que não são praças do mundo é em BH, devido ao conceito belo-hotizontino de que qualquer cruzamento entre duas avenidas é uma praça, como a praça da savassi, Praça ABC, Praça Tiradentes, Praça sete, dentre outras.
    -BH tem o maior estádio artificial do mundo às margens de uma lagoa artificial do mundo: O Mineirão

    1. Essa coisa das Praças merecia estar mesmo na lista. Em BH, qualquer encontro de duas ruas pode ser uma praça. A Praça Sete só existe no mundo imaginário mesmo. =p

      Abraço!

  24. E nessa grande cidade do interior, a maioria dos bares fecham meia noite… aaaaah BH!

    Falando em ons, passei grande parte da minha vida no 20!

  25. Que delícia Belzonte sendo descrita, me bateu uma sordade dessa cidade boa! Senti até um friozinho mesmo estando aqui no Maranhão, frio de só de sordade, porque aqui o sol é quente demais.

    1. Belzonte é um termo pejorativo para ofender os belohorizontinos como roceiros e caipiras…mas eles acham que isso ofendi ledo engano ,BH está acima de qualquer deboche ou preconceito.

  26. BH é tão ovo que até rede social nos mostra isso. Vi esse link no face de uma amiga ( fui ler na maior inocência) e descobri que foi escrito pelo amigo de uma outra amiga… Adorei o post muita realidade. Deveria ter citado o 8001. O maior trajeto de BH

    1. haha! Quem é nossa amiga em comum, Camila?

      Já peguei o 8001 algumas vezes, mas não sabia que ele tinha um trajeto tão grande assim.

      Abraço.

  27. A lista ficou sim muito bacana! Parabéns! Quanta saudade da minha BH! E aqui onde moro (região dos Lagos – RJ), eu falo “ONS” e ninguém me entende!

  28. Rafael, você tem razão. Fui conferir no face e temos três amigos em comum.
    Sou amazonense de nascimento, então não tenho esse tesão todo com praia… Prefiro rio, neblina e montanha. Ou seja, morando no interior agora estou literalmente no céu.
    Sobre ônibus: quando morava aí, minha vida estava entre as voltas do 3150, do 3029 e a gente feia do 9104.
    Também sou americana! \o/ Viu como não somos tão raros assim?
    Não tem um que não conte a história do cagão do parque Guanabara! ^^
    É uma cidade linda, mas horrendamente suja. Infelizmente.
    Grande abraço!

    1. Olha a prova, Glaucia. Conferi aqui: é verdade. Trabalhei com dois deles e foi aluno de outra. BH é um ovo mesmo.

      E o coelhão vai ganhar a Série B. =)

      Abraço!

  29. Poxa cara, fico triste ao ver gente dizer “BH é um ovo”, “Todo mundo se conhece”…. Obviamente não é uma super metrópole, mas talvez os limites dela estejam muito mais na cabeça dos moradores do que nas fronteiras em si…eu moro em BH não te conheço e não conheço mais um monte de gente. E acho também que parar na Savassi, a não ser por um combinado prévio é falta de criatividade mesmo.

    1. Pode ser que os limites estejam dentro da cabeça das pessoas mesmo, Luiz Guilherme. Sobre a Savassi, a cidade tem 12 mil bares. Sair daquele eixo centro-sul normalmente revela ótimos lugares. =)

      Abraço.

    2. Eu sou a prova do contrário. Não sou exatamente uma pessoa popular mas só na minha sala da faculdade (que te 50 pessoas) ao menos 15 conheciam alguém com quem já tive algum contato. Pra mim ela é um ovo sim, e de codorna.

    1. Oliveira, na boa? Calma, cara.

      Este post é uma brincadeira. Você tem todo o direito de dizer que não gostou, que ficou ruim, que faria melhor…

      Mas precisa desse tom na resposta? Relaxa.

      1. Rafael, como você depreende, pelo que escrevi, o “tom” do comentário? Eu não disse que EU faria melhor… Posso até tentar… agora, se você “lê” em cada comentário que não de agrada, uma coisa ruim… #TENSO !!! Relaxa… a vida não é feita de comentários de redes sociais, embora sirvam para evoluir… rsrs

        1. Eu estou tranquilão, Evandro. Vou até abrir uma cerveja agora. =)

          Você que pareceu meio estressado em seus primeiros comentários. Pelo visto relaxou. Melhor assim.

          De qualquer forma, considere-se bem-vindo aqui.

  30. INCRÍVEL!!!! Já linkei no Facebook porque exatamente HOJE uma amiga que ficou enlouquecida na Rua do Amendoim comentou que queria ir de novo… dediquei o número 20 pra ela. HAHAHA!!!! Quanto aos balai… o 5401 também é cabuloso!!! Já peguei muito!!! Deus é mais!!! Adorei o post, Rafael! Me representa! Hahahaha! (PS: nunca imaginei que a Contorno tivesse só 12km!!!! COMO É POSSÍVEL????????)

  31. Adorei a lista! Meu maior choque foi depois que me dei ao trabalho de medir a Avenida do Contorno e constatei que ela mede exatos 12km. Eu sempre achei que, pelo tempo que o circular 01 demorava da Amazonas pra Savassi, ela medisse uns 500km.

    1. Sério que é só isso? Nunca ia adivinhar! hahaha

      Já peguei muito o circular também. Minha mãe morava na Contorno, inclusive. =)

      Abraço.

      1. Qualquer ciclista com um cateye mede uma avenida. Seus comentários acima, juntando com esse, mostram que vc pode ter muito potencial para ser crítico. Nenhum, porém, para ser agradável.

        Ótimo post, Rafael.

        1. Jeferson, comentários em blogs e afins são para ser agradáveis? Só patetas que querem agradar as pessoas é que se dão ao trabalho de avaliar se esta ou aquela pessoas é agradável… Deixa de ser paga pau…

          1. hahahah que paia Evandro…
            Acho que você está acostumado como clima de posts de futebol, e ta confundindo as coisas.. Deixa de ser um pouquinho cruzeirense e fique mais racional. Pois com essa chatura, acho que nem sua família te aguenta.

          2. Everton, eu sou cruzeirense e n tem nada haver a resposta dele com o fato de torcer para o Cruzeiro, só isso. Agora Evandro, tudo bem q não e todo mundo q gosta das coisas mais ninguém precisa falar desse jeito, tenha educação para falar ou digitar no caso. Aposto q sua mãe te ensinou isso.

    1. hahaha!

      Eu já vi cada coisa no 2004 que você nem imagina. Durante anos, fazia viagens diárias de um ponto final ao outro. Com sorte, duas horas no busão.

      1. Rafael,
        toda vez que leio teu sobrenome lembro do carrasco da Milton Campos… o prof. Sette Camara.. hahahahh
        Em dezembro to em Bh e a gente marca um barzim pra toma um chopim…hahahah
        Gente!!! to passada… contorno com 12km… eu tbm achava muito mais!
        abs

          1. Sempre me perguntei se vc era parente do Sérgio, aquele infeliz que fez várias vítimas, na MC, hahahahahhh… e sim, BH é um ovo de codorna, e sim, precisa de muita criatividade pra, no fim da noite, ir parar em outro lugar que não seja no meio da Savassi. No meu caso, mais precisamente, no Tudão. Quando ainda existia um mínimo de capacidade de criação o destino era o Rei do Pastel e quando a fome era gritante um Paracone da vida… foi preciso a vida me levar pra morar nesse fim de mundo dessa Austrália pra ter certeza que “‘e aí que eu amo, é aí que eu quero ficar”. Amo BH radicalmente! E adoro o blog faz tempo.

  32. Não sou de BH mas entendo várias coisas da lista rs. Entre meus 15 e 20 anos, sempre ia pra BH, haja paciência pra aguentar viagem de busão Campinas-BH pq naquela época nem cia aérea barata tinha!

    1. Então você é praticamente de BH, Fê. Mais uma prova de que BH é um ovo: encontramos uma belo-horizontina disfarçada em Campinas. hehehe

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.