Conheça o Mercado del Puerto, em Montevidéu

Conheça o Mercado del Puerto, em Montevidéu

Foi amor a primeira imagem. Assim que vi uma foto do famoso Mercado del Puerto, em Montevidéu, percebi que aquele era um lugar que eu queria visitar. Tanto por causa do relógio inglês de mais de 100 anos, que fica no meio de mercado, como porque eu gosto de lugares assim – não importa a cidade, sempre tento visitar os mercados locais e ver o que há de bom em cada um deles.

Estivemos no Mercado del Puerto num domingo, logo depois de passarmos algumas horas percorrendo as ruas da Feira Tristán Narvajo, a mais famosa da cidade. O mercado não fica exatamente no centro, mas é possível ir a pé, basta percorrer toda a Cidade Velha e seguir em direção ao porto, numa caminhada de uns 20 minutos. Por falar nele, não é só a localização que justifica o nome do mercado: toda a história do local tem ligação com a chegada e saída de navios no movimentado porto uruguaio. Uma história que começou no meio do século 19.

Veja também: Onde ficar em Montevidéu

Mercado del Puerto, Montevidéu

Breve história do Mercado del Puerto

As histórias mais divertidas têm o jeitão das lendas: há quem diga que a estrutura metálica do mercado chegou ao Uruguai por acaso. E não seria sem razão que o local teria cara de estação de trem. Segundo essa versão, um navio transportava as peças de uma estação de trem para a Bolívia, mas o governo desse país sustou o cheque e declarou o calote. Para não ficar no prejuízo, a empresa dona da estrutura resolveu vender a estação em Montevidéu mesmo, por um preço camarada. Empresários de Montevidéu viram na oferta uma boa oportunidade, compraram a estrutura e montaram atrás do porto, mas como mercado.

Outra teoria, ainda mais interessante, diz que um navio transportava a estrutura pela costa do Uruguai. Até que veio o naufrágio. Sabe-se lá como (a história não dá esses detalhes) as peças teriam sido resgatadas e vendidas como sucata em Montevidéu, dando origem ao Mercado.

E a verdade, qual é? Parece que nenhuma das duas versões, embora eu prefira essas do que a oficial. Um grupo de empresários percebeu que seria um bom negócio erguer um mercado nos arredores do porto, tanto para abastecer os muitos navios que paravam por lá como também para atender a demanda das classes mais ricas da cidade, que moravam não muito longe dali. Com isso em mente, eles compraram o terreno e encomendaram o projeto do prédio da Inglaterra, que foi feito seguindo a moda da época, com estruturas de metal.

Mercado del Puerto, Uruguai

Em 1868 a estrutura chegou ao porto de Montevidéu, foi transportada para o terreno e montada, como um quebra cabeças. Pronto, nascia assim o mais tradicional e conhecido mercado do país, para espanto geral. Espanto mesmo: a população de Montevidéu ficou tão impressionada com o prédio que logo começaram a surgir os boatos e lendas citados acima.

Durante décadas o Mercado foi o melhor local para comprar frutas, legumes e carnes, mas com o tempo esses estabelecimentos foram substituídos. Hoje o lugar é dominado por restaurantes, principalmente churrascarias.

E hoje? Como é o Mercado?

Um dos grandes pontos turísticos da cidade e parada tradicional de quem quer mergulhar na culinária uruguaia. Os vários restaurantes oferecem pratos de todos os tipos, a começar pela famosa parrillada, uma chapa com várias carnes. O preço da parrillada para dois fica em torno de 1000 pesos uruguaios (95 reais), acima do praticado em outros lugares da cidade. Nada de anormal, afinal o Mercado del Puerto tem preços turísticos, para o bem ou para o mal.

Mercado del Puerto, Uruguai

Acostumados com a presença de brasileiros, muitos restaurantes oferecem a Parrillada versão turista, que não inclui os miúdos, normais no prato tradicional. Se você preferir o prato com os miúdos, espere pagar um pouco menos, em torno de 800 pesos (75 reais). Vale repassar o alerta de uma das garçonetes: a parrillada para dois é muita comida para duas pessoas, a não ser que você seja o tipo que não brinca em serviço e encara muita carne sem problemas.

Assim que entramos, diversos garçons nos convidaram para conhecer o restaurante deles, sempre de forma insistente, o que foi um pouco chato. Por outro lado, nos ofereceram uma tacinha de medio y medio, uma mistura típica de espumante com vinho branco, e não deixaram de ser simpáticos.

Muitos restaurantes têm as churrasqueiras a vista de todos. Quem quiser pode ficar no balcão e de frente para a churrasqueira, curtindo o visual e a fumaça. Se você prefere não se sentir um frango no bafo, procure uma mesa mais afastada do cozinheiro – são muitas.

Mercado del Puerto, Uruguai

É vegetariano ou prefere não encarar tanta carne? Dá para comer massas, principalmente nos restaurantes do lado de fora do Mercado, e há versões da parrilada sem carne. Nós não provamos, mas me pareceu uma opção interessante, além de ser um pouco mais barata.

E, na hora de pagar a conta, não se esqueça: pode sair mais barato pagar com cartão de crédito, tudo por conta de uma lei que dá desconto de 18% para o turista que paga contas de restaurante com cartão de crédito internacional. Em caso de dúvidas, converse com o garçom sobre esse desconto.

Mercado del Puerto, Uruguai

Informações úteis

O Mercado del Puerto fica na Rambla 25 de Agosto, esquina com a rua Perez Castellano e colado com a Cidade Velha. Se preferir não ir caminhado, um táxi até lá não deve sair muito caro. Mais informações no site oficial.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook

 Siga o @360meridianos no Twitter

Veja nossas fotos no Instagram

Receba novos posts por email

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

6 comentários em Conheça o Mercado del Puerto, em Montevidéu

  1. Olá pessoal,
    Gostei bastante do blog, acho que com posts não muito longos é possível dizer bastante coisa! Achei as dicas de Montevidéu bem úteis!

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: