Roteiro de 10 ou 15 dias no Leste Europeu

Roteiro de 10 ou 15 dias no Leste Europeu

República Tcheca, Áustria e Hungria são países muito próximos. Suas histórias e culturas também. Apesar das várias diferenças, há relações notáveis. Os três eram parte do Império Austro-Húngaro, que era dividido em duas unidades administrativas: a Áustria e a Hungria. A região que hoje é a República Tcheca estava sob o domínio da administração austríaca e era chamada de Reino da Boêmia. Anos depois, nos tempos da Guerra Fria, Hungria e República Tcheca (na época, Checoslováquia) faziam parte da área de influência da URSS e eram signatários do Pacto de Varsóvia.

Este post é parte de uma série de roteiros especiais pelo Leste Europeu. Não deixe de ler todos os outros.

Mochilão de 30 dias pelo Leste Europeu

Roteiro de 20 dias pelos Bálticos

Mochilão de 10 dias pelo Leste Europeu

Praga – Viena – Budapeste

Dicas de Viagem para o Leste Europeu Praga

Ponte Charles Bridge – Praga

Comece a viagem por Praga e fique lá por quatro dias. A cidade não é uma megalópole, então, se você se hospedar na região central, chamada de Praga 1, conseguirá visitar quase tudo caminhando. Com esse tempo, é possível ir em todos os principais pontos turísticos da capital tcheca e ainda sair à noite.

Leia também: Onde ficar em Praga

O que visitar na República Tcheca além de Praga

A partir daí, siga viagem para a capital da Áustria, Viena. Acredito que o ônibus seja a melhor opção nos quesitos tempo, custo e conforto. A empresa Eurolines Tcheca faz o trecho, com saídas diárias às 8h da manhã e a preços amigáveis. A viagem dura em torno de 4 horas. As rodoviárias em ambas cidades são conectadas ao transporte público através de estações de metrô – Erdberg, em Viena, e Florenc em Praga. Atente-se ao fato de que, em alguns países, é necessário fazer check in no guichê da companhia entre 30 a 60 minutos antes do horário de saída.

Viena Áustria

Viena, Áustria

Fique dois ou três dias em Viena. Queria descansar um pouco da vida de hostel e fiquei em um hotel de que gostei bastante, chamado Donauwalzer. O café da manhã deles é mara, o quarto muito confortável e a diária bem razoável. Quanto a localização, para quase tudo tive que pegar bondinho ou metrô, o que era bem rápido. Já um amigo meu, com quem viajei, ficou em hostel e disse que gostou do muito do lugar, o Hostel Ruthensteiner.

Leia também: Miniguia dos museus de Viena

Não deixe de visitar a região central de museus, a Museumsplatz,  e os jardins a sua volta – como o Volksgarten. O edifício do Parlamento Austríaco, a Igreja Votive, a parte mais antiga da cidade e suas ruas só para pedestres, a Catedral de Santo Estevão (Stephansdom), o Palácio de Belvedere e seu jardim e o edifício Rathaus – sede do município e estado de Viena. Parece muita coisa para pouco tempo, mas grande parte de tais lugares são um ao lado do outro.

budapeste-hungria

Budapeste, Hungria

Depois, vá para Budapeste, também de ônibus, usando a Eurolines Húngara. A viagem dura três horas e há saídas diárias às 11h, 13h, 15h, 17h e 19h30. Se a passagem for comprada com muita antecedência pela internet, é possível achá-la pela bagatela de 30 reais. Há também a opção de trem, mas demora mais ou sairá mais caro. Para se ter noção, o trem de alta velocidade que faz o trecho demora em torno de 2 horas e 50 minutos e custa a partir de 45 euros.

A rodoviária de Budapeste tem estação de metrô de mesmo nome – Népliget. Não jogue fora seu bilhete de metrô até que saia da estação, pois existem vários fiscais. Caso você não tenha o ticket (VALIDADO!), é bem provável que receba uma multa salgada (e desnecessária). A dica, na verdade, vale para qualquer cidade europeia.

Leia também: O que fazer em Budapeste

Nas duas vezes que fui a Budapeste, tive muita sorte em relação a hostels e os indico para todo mundo. O Lavender Circus é um dos albergues mais fofos que já fiquei na vida e ideal para quem quer um pouco mais de conforto. Possui somente quartos privativos. Já para aqueles que desejam gastar bem menos e não se importam de dormir em dormitórios, indico o Goat Hostel. Esse recentemente mudou de endereço e agora está localizado no distrito judeu perto dos ruin pubs (yey!).

Para a nossa felicidade, o país tem custo de vida bem mais baixo se comparado ao Brasil e a países europeus ocidentais, ou até mesmo a alguns da região. A moeda deles tem muito mais zeros do que estamos habituados, então tome muito cuidado ao pagar e, principalmente, ao receber troco. Temos alguns posts sobre a cidade, você pode conferir aqui.

Mochilão de 15 dias pelo Leste Europeu

Praga, Viena, Budapeste e Cracóvia

Cracóvia Polônia

Se tiver um pouco mais de tempo, fique um dia a mais em uma das três cidades do roteiro anterior – eu escolheria Budapeste – e vá de ônibus para a Cracóvia. Utilize a Eurolines Húgara. Além da passagem ser barata, o trecho dura apenas sete horas. Lembrando: quanto maior a antecedência da compra, mais barato sai.

Fique atento aos horários disponíveis em cada época do ano, pois nos meses de baixa temporada, como janeiro e fevereiro, não há ônibus todos os dias da semana. A rodoviária, na Cracóvia, fica ao lado da estação de trem, que por sua vez fica ao lado de um shopping chamado Galeria Krokowska. Lembre-se de tais pontos de referência, pois a sinalização na rodoviária é péssima.

Existe uma rede de hostels muito boa na cidade chamada Greg & Tom com opções de hospedagem para diferentes perfis. No meu caso, como queria dormir também, fiquei no Home Hostel deles que, por sinal, está localizado bem próximo à rodoviária, na mesma rua da Galeria Krokowska, a rua Pawia. Duas coisas lindas desse hostel, que nunca vi em outro, são o café da manhã e janta de surpreendente qualidade inclusos na diária.

Auschwitz

Dos quatro dias na Cracóvia, tire um para visitar Auschwitz, o que durará uma manhã ou tarde inteira. Como o campo de concentração fica fora da área da cidade e nele há mais de uma unidade, a forma mais prática de visitá-lo é comprando o tour com ingresso e transporte inclusos, no próprio hostel ou em uma agência de viagem. Leia mais sobre a visita aqui. Outro passeio que pode ser interessante é o da mina de sal de Wieliczka, cidade próxima da Cracóvia.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício

Analista internacional mais interessada em experienciar outras culturas que em analisá-las. Escreve também no blog Dupla Trip.

124 comentários em Roteiro de 10 ou 15 dias no Leste Europeu

  1. Adorei suas informações, estamos planejando viajar em junho para o leste europeu, nao temos um roteiro definido, estamos querendo ir de SP ate Berlim e de la de trem para o leste europeu. O que vc sugere ? Obrigada

  2. Olá, Muito bom o blog, eu e minha esposa adoramos as dicas. Estamos querendo fazer um tour em Janeiro nessa região do Leste Europeu, mais precisamente em: Praga, Bratislava e Budapeste, isso em uns 10 dias, tu acha que é tempo suficiente? Será que da pra esticar por algumas cidades da região, tipo um full day?

    • Bom na verdade não temos um roteiro definido nem as cidades, pois essa viagem está programada para Janeiro de 2019, pois janeiro agora de 2018 vamos pra Patagônia. Então queria ver contigo se pode nos dar algumas dicas de roteiro de uns 10 a 15 dias no leste da Europa. A princípio essas 3 cidades que comentei acima temos muito desejo de conhecer, mas da pra mudar ou acrescentar com esse tempo que podemos ficar por lá. Obrigadão desde já!

  3. Olá, muito legal a página!

    Vou iniciar minha viagem por Praga dia 03 de janeiro, depois de romper ano em Berlim. E terminar dia 11 em Budapeste. Nesse período (3/01 a 11/01) gostaria de visitar Praga, Viena e Budapeste.
    A única certeza que tenho é que quero ficar de 8 a 11 de janeiro em Budapeste. A dúvida é onde vale a pena passar mais dias, Praga ou Viena? O que você acha?

    Obrigada =D

    • Oi Danyelle,

      Depende do seu orçamento e do que você gosta.

      De cara, recomendo ficar pelo menos 3 dias em Praga e 3 dias em Budapeste.

      Viena é incrível, tem museus maravilhosos, ruas lindas, mas é bem mais cara do que as outras.

  4. Olá!!!

    Estou montando meu roteiro de viagem para a Europa por 10 dias em maio, da seguinte forma:
    Amsterdã 3
    Praga 2
    Budapeste 4
    Porém estou pensando em incluir Viena, ajustando os outros lugares. Vocês acham cabível ou fica muito corrido?

    Abs,
    Barbara

    • Oi Barbara,

      Acho bem corrido, sim. Dar até dá, fazendo Amsterdam 2 dias, Praga 2 dias, Budapeste 2 dias e Viena 2 dias. Mas eu, pessoalmente, não acredito que você vai conseguir aproveitar nada direito em nenhuma das cidades.

  5. Excelentes dicas, Gabriela! Pretendo passar uns vinte dias livres no Leste Europeu, entre final de março e final de maio. Qual o período seria melhor, considerando a temperatura e custo? E qual roteiro você me sugeriria? Grata!

  6. Por favor, gostaria de opiniões. Irei fazer roteiro chegando em Buda (3 noites)- Viena (3 noites)- Praga (3 noites) e Berlim (5 noites) e retornando ao Brasil. Desejaria conhecer também Brastislava e Hallstatt. Pelas pesquisas, Hallstatt é muito distante para bate volta. Dúvida é se eu tiraria uma noite em Berlim e faria Bate volta Viena- Bratislava e Viena- Salzburgo ou escolheria apenas uma delas e manteria 5 noites em Berlim. Muito Obrigado!.

  7. Boa tarde Luiza!! Estou adorando o blog, muitas informações uteis!! Meu marido e eu pretendemos mochilar pelo leste europeu em março/2018, nosso itinerário será:

    03/03: Brasil: Saída
    04/03: Budapeste
    05/03: Budapeste
    06/03: Budapeste
    07/03 *** Budapeste -> Viena – de trem/onibus
    08/03 Viena
    09/03 Viena
    10/03 Viena
    10/03 *** Viena -> Praga – de trem/onibus
    11/03 Praga
    12/03 Praga
    13/03 *** Praga -> Berlim – de trem/onibus
    14/03 Berlim
    15/03 Berlim
    16/03 Berlim -> Amsterdam – de trem/onibus
    17/03 Amsterdam
    18/03 Amsterdam
    19/03 Amsterdam
    Pensamos em viajar a noite de trem para os deslocamentos e pensamos em talvez acrescentar Bratislava ou Bruxelas ou Dresden ou Cesky Krumlov, e estender a viagem até dia 22/03, o que acham, qual dessas cidades valem mais a pena? Com o período de 3 dias em cada cidade consigo aproveitá-las?
    Grata

    Talita

    • Oi Talita,

      Seu roteiro está muito bom.

      Cuidado com esses deslocamentos noturnos, porque alguns desses trajetos são bem curtos, de menos de 4 horas. Além disso, se você comprar as passagens com antecedência, saem mais baratas.

      Eu gosto de todas as cidades que vocês pensaram em acrescentar. Bratistlava, Dresden e Cesky Krumlov dão para fazer num bate-volta. Bruxelas vale a pena dormir lá.

    • Oi talita.. eu vou fz exatamente esse roteiro só que ao contrario.. comecar por amsterdam.. estou em busca de dicas se souber de algo legal, me conta 😉

  8. Ola Gabriela, tudo bem?

    Achei muito legal voce responder a todos, então como estou muuuuito na duvida, resolvi perguntar hahaha … Farei uma viagem para a Croacia, que termina em Zagreb. Continuo para Budapeste, Viena e Praga, e depois sigo para londres. Estou na duvida sobre os meus dias nessas 3 cidades. O que acha?

    17/07 -> Zabreg – Budapeste (trem/ ônibus)
    18/07 -> Budapeste
    19/07 -> Budapeste
    20/07 -> Budapeste – Viena (trem/ ônibus)
    21/07 -> Viena
    22/07 -> Viena
    23/07 -> Viena – Praga (trem/ ônibus)
    24/07 -> Praga
    25/07 -> Praga
    26/07 -> Praga
    27/07 -> Praga – Londres (avião)

    Acho que esta um pouco corrido (e ainda desisti da Cracovia). Voce faria de outra forma neste tempo que tenho?

    MUITO obrigada desde ja!

    bjs,

    ana

  9. Olá Gabriela,

    Tudo bem?

    Estou com uma dúvida no roteiro. Não sei se faço 3 dias em Viena ou apenas 2 e deixo 1 para conhecer a Bratislava. Além disso, terei 5 dias em Berlim, 4 em Praga e 4 em Budapeste. O que você acha?

    Obrigada e parabéns pelo blog que é sempre uma mão na roda!

    Beijos

  10. Gostariamos de um roteiro romantico pela europa, Viajaremos em janeiro, temos 13 dias. Estavamos pensando em praga, amsterdam e paris. O que acham?

  11. Olá Gabriela,
    estamos(casal de meia idade) começando a pesquisar roteiros,para nossa viagem de cerca de 3 semanas,no máximo, a partir de meados de ago/17.
    A intenção é visitar : PRAGA/BRATISLAVA/BUDAPESTE/VARSÓVIA E CRACÓVIA/ e SÓFIA OU BUCARESTE.
    Gostaria da sua ajuda para :
    1) É viável ou excessivo tal roteiro?
    2) Quanto tempo ficar em cada cidade?
    3) Qual a sequência ideal?
    4) Avião/Trem ou ônibus? Em que trechos?
    5) Sófia ou Bucareste? Ou nenhuma?rs
    6) Melhor ponto de chegada e partida da Europa?(considerando o item 3 acima?)

    Certamente terei muito mais perguntas/dúvidas, a partir das respostas, mas por enquanto é só.!!!!rs

    Grato desde já/José Carlos

  12. Olá Gabriela! Irei fazer um mochilao com meu namorado em janeiro de 2018.. estamos de passagem comprada de ida Fortaleza-Praga , volta por Paris-Fortaleza. Queremos conhecer os países que vc sugeriu no roteiro de 15 dias. Te peço uma sugestão de dias e roteiro no nosso caso. Como faríamos o trecho Cracóvia-Paris? E de Budapeste para Cracóvia? Procurei na euroLines húngara não faz mais esse trecho né? E na flixbus ainda n está vendendo.
    Pensei da seguinte forma:
    2 dias – Praga
    2 dias – Viena
    2 dias – Budapeste
    3 dias – Cracóvia
    3 dias -Paris

    Espero sua resposta! Bjoo

    • Olá Debora!

      Sugiro que veja em um site de buscar voos (como o Kayak, o Google Flights ou o Kiwi) as opções para o trecho Cravóvia-Paris. De qualquer forma, acredito que há voos diretos da Ryanair para o trecho.

      De Budapeste para Cracóvia, em uma breve busca na internet, achei 3 empresas de ônibus que fazem o trecho: Orange Ways, Lux Express e Polski Bus. Mas como a sua viagem ainda está relativamente distante, é provável que ainda não seja possível comprar as passagens…

      Sobre a divisão de dias, ficaria mais tempo em cada cidade como sugerido no post e, caso não seja possível aumentar o tempo de viagem, cortaria alguma (ou algumas). Por exemplo, ir somente para Praga e Budapeste (além de Paris), e deixar Viena e Cracóvia para outra viagem.

      Espero que tenha ajudado!

  13. Olá. Estou querendo fazer esse roteiro:
    Viena 3 dias
    Praga 3 dias
    Cracóvia/Varsóvia 4 dias
    *A partir disso estou em dúvida entre ir para Eslováquia e Hungria pra passar 4 ou 5 dias, ou ir para Lituânia, Letônia e Estônia pra passar 5 ou 6 dias.

    O que me sugere?

    • Olá Ryan, tudo bem?

      Desculpe a demora em responder! Espero que ainda não tenha embarcado.

      Caso nunca tenha ido a Hungria, faria (nesta ordem) Praga-Viena-Budapeste-Cracóvia, e deixaria os países bálticos para outra viagem. Não por não serem interessantes, mas sim por uma questão logística mesmo, vc já estaria ali no miolo da Europa central/oriental.

      Espero que tenha ajudado!

  14. Olá Gabriela!

    Gostaria de saber se você pode me ajudar com uma questão,

    Irei viajar para Krakow pela segunda vez em abril de 2017 e irei aproveitar para conhecer outras cidades do leste europeu como Praga e Budapeste. De Budapeste para Praga irei de ônibus, bagatela de R$ 35 reais pela Eurolines ck. Para Praga – Krakow achei na internet uma empresa chamada LEO express ( já conhecia a empresa de ônibus mas não sabia que eles possuíam trens) que realiza o setor por 15 euros dividindo a viagem entre trem e ônibus. Assim sendo, gostaria de saber se você já ouviu falar deste trajeto realizado desta forma, procurei na internet mas achei pouquíssimos relatos..

    Agradeço desde já,

    • Olá, tudo bem?
      Eu fui para Praga e Budapeste e utilizei este trecho que você irá fazer.. comprei pela mesma empresa (Eurolines ck) e foi BEM tranquilo! Super recomendo!
      Beijos

  15. Eu amo a europa e tenho sonhado em conhecer o leste já há algum tempo, como tbm adoro frio, estou com mta vontade de ir pra lá no inverno, vcs já estivem lá nessa época? É possível montar o roteiro contando com os trechos de ônibus mesmo se o inverno for rigoroso, com neve?
    Obrigada desde já!

    • Oi Mariana! Tudo bem?

      Já viajei bastante no Leste durante o outono/inverno, inclusive este ano. Em algumas, peguei temperaturas super baixas (como -35º Celsius) e nevasca… Como sou uma pessoa que adora frio e neve, não me atrapalhou a fazer turismo e tals. Já em relação a questões mais de logísticas mesmo, não tive voo ou bus cancelado por esse tipo de motivo, mas reparei que em vários lugares os horários e opções de ônibus diminuem já que é a baixa temporada. Mas se forem lugares com estação de esqui, pode ser que o contrário aconteça, isto é, que tenha mais opções de transporte e horários.

      Como são países onde neva todo ano, eles estão – pelo meno minimamente – preparados e acostumados ao dia-a-dia na neve, então a viagem tende a seguir como tal, mas é claro que imprevistos podem acontecer.

  16. Olá, boa tarde. Gostaria de uma indicação. Vou para a Europa em Abril de 2017 e gostaria de visitar Praga, Viena, Budapeste,Paris, Bruxelas e Amsterdã. Vou sair do Rio de Janeiro. Acha que eu deveria chegar por Praga e voltar por Paris? Estou em dúvida qual o melhor roteiro que economize mais tempo. Obrigada

    • Oi Érica,

      Só a voos diretos do Brasil para Paris e Amsterdam.
      De qualquer forma, para economizar tempo, você terá que pegar um voo para ir visitar o centro/leste europeu.

  17. Gabriela, muito legal seu blog…muitas infos interessantes e importantes.

    Vou fazer uma eurotrip no final de fevereiro e início de março…gostaria da sua opinião quando ao roteiro e dias:
    26/02: Brasil: Saída
    27/02: Berlim:
    28/02: Berlim
    01/03: Berlim
    02/03 *** Berlim -> Praga
    03/03 Praga
    04/03 Praga
    05/03 Praga
    06/03 *** Praga -> Viena
    07/03 Viena
    08/03 Viena
    09/03 *** Viena -> Budapeste
    10/03 Budapeste
    11/03 Budapeste
    12/03 Budapeste -> Brasil

    grande abs

    • Olá Guilherme. Se eu fosse voce trocaria apenas um dos trajetos. Ao invés de Praga-Viena eu deixaria Viena por último, pois se voce já vai estar vindo do leste europeu (Praga) é melhor ir de Praga para Budapeste e depois de Budapeste para Viena.
      É apenas minha sugestao.
      Boa viagem.

      Rosangela Scheithauer – Guia de turismo em Viena

      • Só sugerí isso pensando que seu voo de retorno provavelmente será de Berlim, entao achei que talvez fosse melhor o último trajeto ser Budapeste-Viena se vc for faze-lo de trem. Mas de qualquer forma o trajeto está bom. Desejo-lhe uma boa viagem!

      • Boa tarde Rosangela. Pretendo fazer esse roteiro indicado pelo Guilherme, só que seguindo a sua sugestão de primeiro BUdapeste e depois VIena, Minha grande dúvida e receio é: pretendo ir em agosto de 2017, eu e meu marido, só que falamos o básico básico de inglês. Estávamos pensando em irmos de excursão, comprada já aqui no Brasil, mas vejo tanta gente falar mal desses passeios, alegando que esses roteiros preparados por essas empresas quase nem dá p conhecer os lugares direito, que é tudo muito corrido e que os hoteis cadastrados são muito distantes dos centros turísticos. GOstaria de saber se você conhece alguma empresa que possa indicar que faça esse tipo de acompanhamento nesse trajeto com guia em português, mas que não deixe a desejar..rs

    • Olá Guilherme!

      Tudo bem?

      Faria nessa ordem que você organizou, já que Viena está entre Praga e Budapeste. O roteiro está ótimo! Talvez, tiraria uma cidade para ter mais tempo para ver as outras com mais calma, mas isso é de cada um mesmo.

      Espero que tenha ajudado e boa viagem!

      • É…pensei nessa ordem por causa disso, Viena estar entre as duas cidades que irei…mas com o comentário da Rosangela eu fui verificar a passagem de volta para o Brasil e Viena e ela sai pela metade do que Budapeste – Brasil, sendo assim acho q irei alterar essa rota, somente por redução de custo e viajaria a noite de trem (9h) de Praga para Budapeste.

  18. Oi Gabriela,
    Você poderia me tirar uma dúvida?
    Estou vendo esse onibus Vienna/Budapeste pelo link da companhia que vc colocou no post, e o preço normal, mesmo com a máxima antecedência que o site permite, está 45£… e £15 o promocional.
    vc sabe se aumentou mesmo de um ano pra outro, ou como faço pra conseguir pelo menos pagar o promocional??

    sou mochileira de primeira viagem, to quebrando a cabeça hehe
    bjs!! e brigada por tanto conteudo bom!!!

    • Prezada Louise,

      Ao fazer uma rápida simulação no site da Eurolines Húngara (http://www.eurolines.hu/en) para entender esse preço, descobri que o trecho Vienna-Budapest não é mais operado pela empresa, mas sim pela cia alemã chamada Flixbus. Mesmo assim, os valores que encontrei não condizem com aqueles que vc encontrou… Estão variando de 19-22 euros, o que é um preço razoável. Para conseguir comprar a passagem nesses valores que informei, basta entrar no site da Flixbus e adquirí-la. Espero que consiga!

  19. Olá Gabriela!
    Esse blog tá me ajudando muito na preparação da viagem que faremos em 2017! Muito útil e explicativo mesmo!
    Nós gostaríamos de conhecer Praga, Viena e Budapeste, Munique e seguir até região da Floresta Negra. Teremos 20 dias de viagem, acha que seria muitos lugares p/ conhecer?
    Outra dúvida seria qual o melhor país p/ começar a viagem considerando custo x benefício das passagens. A LH parou de operar os voos diretos SP / Munique em final de outubro…
    Muito obrigada!

    • Olá Patrícia!

      Que bom que o post lhe foi útil! Acredito que seria tranquilo fazer todos esses lugares em 20 dias 🙂

      Sobre as passagens, isso depende muito dos preços de cada cia aérea (o que pode variar bastante). Sugiro que faça simulações para ver o que lhe atenderia melhor!

  20. OLÁ BOM DIA, PRIMEIRO PARABENS PELO POST, NAO ESTOU CONSEGUINDO COMPRAR AS PASSAGNES DE PRAGA PARA VIENA ONLINE PELO EUROLINES, VC COMPROU LA OU ONLINE?

    • Olá Bruno!

      Obrigada pelo elogio 🙂 Comprei online sim! Tem algumas companhias que não permitem comprar a passagem com muita antecedência, talvez seja isso. Vc viaja quando?

      Fiz uma simulação aqui no site da Eurolines Tcheca para março e tah funcionando.

    • alguns sites só aceitam cartão verified by visa. nao consegui comprar o trecho budapeste cracovia. tive que ir à estacao e comprar in loco durante minha viagem.

  21. Oi Gabriela, tudo bem?! Seu blog é dos mais explicativos sobre o tema, parabéns!

    Eu e minha namorada estamos pensando em mochilar por 12 dias, entre natal e ano novo, passando por Berlim, Praga, Viena e Budapeste. Você acha que é possível fazer gastando 4500 reais por cabeça (contando com passagem de 2000) e um cartão de crédito para emergências?! Estamos sujeitos a hostel e airbnb, comer o necessário, deslocamentos de ônibus, etc.

    Muito obrigado!

  22. Boa Noite Gabriela, parabéns pela página.

    Estou indo pro leste europeu (praga, cracóvia, Budapeste) em janeiro pra ficar uns 20 dias.
    Gostaria de tirar algumas duvidas se puder, pra ser sincero quero ir pro leste europeu pra conhecer novas culturas mas principalmente pra curtir a vida noturna rsrs, em relação a essas cidades que eu citei qual delas merece um tempo ou atenção a mais.
    Se você perceber que vale a pena ir em alguma cidade na qual eu não citei, sugestões são super bem vidas assim como outras dicas em geral.

    • Olá Renzo!

      Sou meio (completamente) suspeita para falar das 3 cidades porque gostei muito delas quando as visitei. Como você tem 20 dias, talvez valha a pena passar pela Áustria ou pela Eslováquia, já que estão na mesma região em que irá viajar. Se gosta de cerveja, ficaria um tempinho mais na República Checa para ir a cervejarias no interior do país. Quanto à vida noturna, gostei (e muito) de sair nas três, então escolheria a quantidade de dias para ficar em cada um de acordo com que quer fazer lá durante o dia 🙂

      Espero que tenha ajudado!

    • gostei muito do szimpla kert em budapeste. bem alternativo e roqueiro. nao cobra entrada.tome cuidado com os taxistas, fui enrolado por dois na mesma noite. cobraram bem mais caro que o devido. cracovia possui um passeio pelos bares, nao cheguei a fazer, mas meu amigo achou q e vale muito a pena, ja que em cada bar voce pode tomar um drink

  23. opa blz?? vou fazer um bate volta de Viena ate Bratislavia, e gostaria de saber se tem como fazer um bate e volta de Viena ate hallstatt? andei pesquisando é não encontro nada, se souber de alguma coisa me ajude obrigado…

    • Olá Jansser! Tudo bem e vc?

      Em uma breve pesquisa no site Thetrainline-europe, descobri que esse trecho Viena-Hallstatt demoraria (de trem) em torno de 3 horas (com duas mudanças de linha) e de carro o tempo seria mais ou menos o mesmo. Talvez, valha a pena fazer uma daytrip para alguma cidade mais perto de Viena, ou então, passar uma noite em Hallstat.

  24. Ola Gabriela,

    Pretendo viajar para a Europa agora em Outubro, havia pensado em Munique,Praga e agora tambem Budapeste. Voce acha que em 10 dias conseguiria???
    De Munique – Praga e Praga – Budapeste consigo fazer tudo de onibus??

    Obrigada!!!

    • Olá Carolina. Também estarei no leste em outubro. Mochilão.
      Me manda Zap: 81 985085027.
      Ou procura no face: bruno victor f. s.

      Quem sabe a gente monta um grupo legal pra viagem ficar mais interessante.

      Abraço!

  25. Oi, boa noite! Estou organizando um roteiro de 15 dias, incluindo Berlin, Praga, Viena, Budapeste e Cracovia (não neste ordem). Mas estava pensando também em ir a Munique. Você acha que ficaria muito corrido? O que você deixaria de lado? Obrigada

  26. Oi Gabriela, adorei seu blog! 😉
    Ele me ajudou muito no ano passado,quando viajei pela primeira vez pra Europa.
    Esse ano vou fazer Berlim, Hvar na Croácia( pela segunda vez rs),Praga, Áustria e Budapeste.

    Gostaria da sua opinião em relação a Viena…não sei pq mas criei um certo preconceito . Rsrs Estou super empolgada com Budapeste e Praga…mas estou achando q Viena parece ser meio entediante. Rssrrs Separei dois dias pra Viena,um pra Salzburgo e um pra Hallstat( quero mto ir na mina de sal).

    Outra coisa: reservei 5 dias pra Praga e 6 pra Budapeste! Vc acha demais? Eu e meu namorado gostamos de fazer as coisas sem pressa curtir os lugares. E tb estou pensando em fazer uns passeios em outras cidadezinhas charmosas que tem nos arredores.

    Última coisa: vou fazer Viena-Budapeste e Praga -Viena de ônibus! Vi umas tarifas promocionais no site…vc acha q na hora o preço pode mudar muito?

    Muitoooo obrigada
    😘😘

    • Oi Monique!

      Não sou muito fã de Viena, mas só fiquei dois dias lá descansando em um hotel bem fofo, então não ahco que eu seja um bom parâmetro para falar de lá. Sem contar que gostar ou não de um lugar é muito relativo. Tenho, por exemplo, amigos que adoraram a cidade!

      Quando fui a Praga e Budapeste em 2014 fiquei 5 noites em cada uma e foi o tempo ideal de fazer o que queria sem correria, então acredito que a divisão de dias que você fez está ótima! 🙂

      Quando fui em 2014, fiz esses trechos de ônibus e comprei as passagens com essas tarifas promocionais, o que acabou saindo bem barato. Já meu amigo que deixou para comprar em cima da hora pagou mais que o dobro (o que não foi caro, mas há diferença).

      Espero que tenha ajudado!

  27. Tenho de 10 a 12 dias para fazer o leste europeu e gostaria da opinião de vocês quanto as opções que visualizei:

    1)
    Praga e Cesky Krumlov
    Viena
    Budapeste

    2)
    Praga e Cesky Krumlov
    munique – opcional
    Viena
    interior da Áustria – iria para Salzburg e de lá optaria por Werfen, Hallstatt e/ou Innsbruck

    O que acham mais interessante de visitar? Budapeste ou interior da Áustria? Qual seria melhor no quesito logística e custo?

    Obrigada
    Vyrgínia

    • Olá Vyrginia!

      Escolheria a primeira opção, mas por gostar muito de Budapeste e Praga. Já sobre a questão de custo, acredito que Budapeste sairia mais barato.

      A logística de transporte entre essas cidades nas duas opções de roteiros é bem tranquila, pois são bem próximas e há opções de transporte.

      Espero que tenha ajudado!

      • Ahhh me explica pq vc é encantada por Budapeste! Eu fico preocupada de estar com a impressão errada, mas me parece que ela é a versão menos requintada de Praga rsrs.

        Será que para o passeio pela Austria seria interessante ir de carro? Considerando que vou com meu marido, será que seria mais barato ou mais caro que viajar de trem?

  28. Olá!! Ofereco meus servicos de Guia em Viena (Áustria) e arredores a precos acessíveis.
    Terei muito prazer em acompanhar seus clientes por minha “cidade adotiva” onde já vivo há mais de 26 anos.
    Faco passeios que se adaptam aos gostos e interesses do cliente.
    Possuo carro próprio.
    Agradeco a atencao e preferencia.

  29. Olá meninas! Adorei os roteiros! Estou interessada no de 15 dias. No caso, como vcs sugeririam a volta para o Brasil já que o últim destino será Cracóvia. Obrigada

    • Olá Lívia! Obrigada pelo elogio!

      Acredito que essa escolha dependerá de qual a sua cidade no Brasil, qual companhia aérea estará mais em conta quando comprar a passagem Brasil-Europa, como também quais são os trechos possíveis dentro da Europa. Para olhar este último de avião gosto de usar esse site aqui: https://www.kiwi.com/pt/

      Espero que tenha ajudado!

  30. Acabei de voltar da Polônia e Leste Europeu- 17 dias. Vale a pena visitar Cesky Krumlov, cidade medieval.Gostei muito de Cracóvia, uma cidade universitária, bem alegre e com muita vida. Não tive coragem de viajar sem guia porque na Polônia é complicado até para quem é fluente no inglês ( não é o meu caso). Então fui pela Tumlare. Amei a viagem e o roteiro, uma viagem inesquecível.

      • Olá Claudine,

        Não sou a Lucélia, mas vou deixar uma dica, conhecer a cidade de Zakopane na Polónia! Estive lá em 2011, é uma cidade distante apenas algumas horas de Cracóvia e é encantadora! Como é uma cidade nas montanhas, pessoal vai lá principalmente pelas estações de Ski, mas vale a pena mesmo sem neve, dá uma olhada no Google e vê se você se encanta também 🙂

    • Olá Lucelia. Vi na sua postagem que você viajou por intermedio de uma empresa de turismo. Você gostou dos serviços? Pretendo ir em agosto 2017 a este roteiro, mas como não sou fluente em inglês tenho receio de enfrentar muitos obstáculos para me locomover. POderia me passar o contato de quem fez o roteiro pra você?

  31. Olá, gostei muito das dicas. tenho 60 anos e vou viajar com meu filho para o Leste Europeu:Budapeste, Praga, Viena e pretendo conhecer Amsterdã. É possível viajar de ônibus entre essas cidades? pode comprar passagens no dia da viagem?
    Na minha idade é possível hospedar-se em hostel? Obrigada

    • oi Marlene,

      Sim, é perfeitamente possível viajar de ônibus entre essas cidades e você também pode comprar o ônibus no dia da viagem. Porém, é melhor comprar online com antecedência porque consegue bons descontos!

      Tem hostels que aceitam pessoas mais velhas e tem hostels que delimitam a idade dos hóspedes. É possível encontrar sempre os dois tipos com facilidade.

  32. Olá flor,
    Olha, to querendo fazer esse ano alguns países que não conheci. Serão 30 dias de viagem, e pensei em ir, como tá tudo por perto…. Veneza, Milão, zinque Munique Berlim dresdem praga Viena Budapeste Cracóvia

    O que vc acha? Da pra eu fazer com meu marido gastando pouco? Fiz ano passo o mesmo tipo de viagem com meu marido e gastamos 15000 os dois. Comemos na rua, dormimos em hostel e andamos muito a pé. Vc tem alguns conselhos? Vamos em setembro.
    Agradeço ajuda de todos

    • Oi Ludmila, tudo bem?

      Nunca fui a algumas das cidades que vc mencionou, mas acredito ser super possível fazer esse roteiro em um mês. Já a parte de gastar pouco, como vc mesma já disse, depende do tipo de viagem que fizerem. Ou seja, se fizer novamente nesse esquema de hostel, comida mais barata e afins é super possível! Uma coisa que vale a pena fazer, inclusive, é comparar os preços de hostel com outras opções (como airbnb) pq às vezes sai até mais em conta. Isso já aconteceu comigo várias vezes 🙂

    • Olá, tb vou visitar parte das cidades q vc visitará agora em Setembro(Berlim, Praga, Viena, Budapeste e Hvar na Croacia)! Como a Gabriela disse abaixo, airbnb é uma ótima opção, eu vou ficar em apts individuais em todos esse lugares por preços iguais ou menores que hostel! 😉

  33. Olá, Gabriela!
    Pretendo viajar em junho e já estava com roteiro definido, Turquia e Israel, mas devido aos acontecimentos, estou ficando com medo, então lendo o seu blog, me animei de fazer o leste. Gostei muito do roteiro finlandia, polônio, estonia…. Vou com uma amiga que não tem habito de viajar e gostaria de incluir tudo no pacote: cultura, gastronomia e balada..rsrs. Você acha que nesses países daria pra fazer tudo isso ou seria melhor fazer o leste: Bulgária, Romênia, Sérvia, Eslovênia e Polônia. Algumas cidades já conheço, como Budapeste, Praga, Zagreb, São. Petesburgo
    Estou na dúvida do que seria mais divertido para minha amiga, as expectativas dela são maiores , mas gostaria de saber o que sai mais barato também.
    Obrigada!

    • Olá Tina, tudo bem? Acredito que você e sua amiga já tenham viajado, mas de qualquer forma, é possível sim fazer tudo isso nesses países. Já no quesito custo, com certeza fazer somente o Leste sairia mais barato, já que a Finlândia pesa bastante nessa balança.

      O quer seria mais divertido já depende do gosto da sua amiga mesmo, mas no meu caso, por exemplo, preferiria a sua primeira opção.

      Se já tiver viajado, espero que tenha sido ótimo!

  34. Oi Gabriela, tudo bem. Penso em passar 20 ou 30 dias na Europa, entre Setembro e Outubro. privilegiando o leste europeu. Tenho amigos em Amsterdam e em Genebra, essas seriam boas cidades para começar e terminar uma viagem tendo a Áustria, Hungria, Polônia e República Tcheca como foco principal?
    Se não, por qual cidade você recomenda entrar e sair da Europa, tendo como destino o Leste. Estou partindo e voltando para o Rio de Janeiro.

    • Olá Carolina, tudo ótimo e vc?

      Se tiver prefência de voos diretos saindo do Galeão, há voos diretos Rio-Amsterdã e Rio-Zurich. Mas caso a preferência seja o menor preço, aconselho que faça simulações na internet para ver o que sairia mais em conta independentemente da cidade ou tipo de voo.

  35. Olá,
    Sei que minha pergunta é um assunto bem particular, mas percebi que comentou no seu post Viena reservar uns 2 a 3 dias, Praga 4 dias e Budapeste entre as 3 cidades a que vale a pena mais tempo.
    Tenho apenas 7 dias inteiros (sem contar 1 dia de deslocamento para cada cidade) e a minha dúvida é qual das 3 cidades devo reservar os 3 dias inteiros? As outras 2 cidades ficarão obrigatoriamente com 2 dias inteiros/ 3 noites.
    Praga me parece pequena e acho que com 2 dias/3 noites pode ser que dê, mas pelo que pesquisei sobre Viena a cidade parece grande e com atrações meio demoradas de ver como palácios, opera e etc.
    Budapeste parece que é uma cidade menor (em atração turística) se comparada a Viena. É isso mesmo?
    Saberia me dar alguma informação? Sei que Viena é uma cidade mais cara, mas minha questão no momento é ficar na cidade que tem mais atrações sem me importar com o quesito preço.
    Poderia me ajudar? Me dar uma opinião? Qual das 3 cidades merece 3 dias inteiros em sua opinião?

    • Olá Francieli, tudo bem?

      Essa escolha depende muito do tipo de turismo que você gosta de fazer. Como tem somente 7 dias de viagem, escolheria duas das três cidades de forma a ter tempo para fazer seus principas passeios. Das três cidades, gostei mais sem dúvida alguma de Praga e Budapeste, mas acredito que seja uma escolha muito pessoal. Já a questão de que Praga e Budapeste serem cidades pequenas com poucas atrações não confere com minhas experiências nas duas cidades… As duas são as capitais e centros culturais de seus respectivos países, e têm muito a oferecer a nós turistas. Mesmo tendo visitado cada uma por 4\5 dias em mais de uma viagem, ainda tem muita coisa que quero fazer em cada uma delas 🙂 Em Praga, inclusive, vale a pena reservar um ou dois dias para fazer daytrips a cidades próximas.

      Espero que tenha ajudado.

  36. Boa tarde, Gabriela! Eu e minha amiga/irmã estamos planejando uma viagem para o leste europeu em abril ( CAPITAIS IMPERIAIS VISITANDO: BUDAPESTE • BRATISLAVA • VIENA • CESKY KRUMLOV • PRAGA • WADOWICE • CRACÓVIA • AUSCHWITZ • CZESTOCHOWA • VARSÓVIA • BERLIM ). Tem uma empresa que faz excursão,mas ficou muito caro, aproximadamente 10 mil reais em em apartamento standard em hotéis categoria primeira e primeira superior, INCLUSO café da manhã BUFFET.Sei que se fizermos nosso roteiro sairá bem mais em conta. Falo um pouco de espanhol e ela inglês ( básico), isso nos deixa inseguras. Também tem o fato que montar o roteiro e não encontrarmos passagens de ônibus para outras cidades. Com sua experiência, podemos viajar sozinhas no mês de abril sem nos preocuparmos com o deslocamento entre cidades? Moramos em Brasília, qual o melhor lugar para chegar e partir? Muito grata e parabéns pela iniciativa. Um dia pretendo ajudar outras pessoas também, sei das dificuldades e passar por elas sempre será um grande desafio.
    Lucélia Maria

    • Olá Luciléia,

      Não fui em algumas dessas cidades, mas acredito que o transporte entre uma e outra seja bem tranquilo (já que estão no caminho ou próximas a cidades que já fui). Vocês conseguem conferir o trasnsporte entre elas em sites de companhias aéreas lowcosts, de ônibus (como a eurolines) e sites de busca de trem (como o thetrainline-europe).

      Quanto a questão da língua, conheço pessoas que não são fluentes em inglês e viajam para fora do Brasil sem maiores problemas, inclusive tem um post aqui no Blog sobre isso chamado “Como viajar para o exterior sem falar inglês?”, é muito mais ujma questão de planejamento anterior a viagem, esperteza e desenvoltura para se comunicar de outras formas com as pessoas para conseguir as informações que se precisa 🙂

      Sobre o voo de saída do Brasil, pelo que encontrei em uma rápida busca na internet, o único voo direto para a Europa saindo de Brasília é o da TAP a Lisboa, cidade cujo aeroporto não tem muitos voos baratos para o leste europeu. Por isso, talvez seja uma boa ideia pegar um voo o tipo Brasília-Guarulhos e de lá para outra cidade que tenhas melhores opções de voos para as cidades que queira visitar, tal como Frankfurt ou Paris.

      Espero que tenha esclarecido suas dúvidas e que resolva fazer a viagem! 🙂

      • Já retornei da viagem, acabei fazendo um pacote porque tive medo. Tem um detalhe que acho super importante: Em Berlim fui abordada pelo fiscal do ticket de ônibus/metrô. Fiquei sabendo naquele momento que o day ticket não vale as 24hs, e sim uma hora a menos. No meu caso comprei as 16hs e ele venceu as 15hs. A multa 60 euros!!

  37. Bom dia,

    Gostaria de saber, se for fazer o roteiro de 10 dias, começando em praga e terminando em Budapeste, se para voltar para o Brasil, é melhor sair de Praga ou de Budapeste mesmo?

    Obrigado.

    Att.

    • Olá Oliver, tudo bem?

      Isso irá depender de onde sai o seu voo de volta ao Brasil e quais as possibilidades de passagem de avião, bus ou trem de Praga\Budapest para tal cidade.

  38. Boa tarde e feliz ano novo hahaha bom, eu estou alucinada para visitar Budapeste, e escolhi o roteiro de 10 dias (talvez eu adapte para o de 15), mas o problema é que ninguém têm dinheiro para ir comigo, você acha muito tedioso ir sozinha? apesar de ter feito intercâmbio sozinha, dessa vez é diferente… ou então, penso em encontrar alguém, um desconhecido, para me acompanhar.

    • Oi Luana! Feliz ano novo para vc também!

      Essa questão de viajar sozinha ser ou não legal depende muito da pessoa. Eu, por exemplo, adoro, mas muitas pessoas preferem ter companhia para passear e fazer turismo, o que tb é divertido (se a cia for boa, claro, haha). Por isso que couchsurf ou hostel são ótimas opções para aqueles que gostam de ter cia para fazer determinadas atividades em viagem, mas viajaram sozinhos 🙂 Uma dica é encontrar hostels que criem ambiente favorável para socialização entre seus hóspedes. Geralmente, é possível perceber isso pela descrição do hostel e pelos comentários\avaliações daquelas que já se hospedaram no lugar.

      Quando vc se abre para conversar com as pessoas onde quer que esteja (hostel, metro, café, bar, restaurante), dificilmente se sentirá só\entediada e provavelmente criará oportunidades de aproveitar a viagem de uma forma diferente 🙂 Adoro quando tenho a chance de conversar com locais, ouvir a perspectiva deles sobre onde moram e pegar dicas do que fazer, onde ir, o que comer…

  39. Ei Gabriela tudo bem? Sei Que é meio indelicada minha pergunta, mas eu queria saber quanto você gastou nesse roteiro de 10 dias. Eu tava planejando uma viagem em janeiro, mas preciso ver se os roteiros q eu tenho em mente entram no budget 😡 obrigada!

    • Oi Marina!

      Não é indelicado perguntar qnt se gastou em uma viagem, na verdade, é super normal 🙂 Então, em minhas viagens pelo leste gastei em média 40 euros por dia com tudo (comida, acomodação e afins), mesmo indo em bares todos os dias. Mas para Viena preveria um gasto de pelo menos 50 euros por dia, devido ao fato de ser uma cidade mais cara e eles usam euros.

  40. Boa tarde,Gabriela!
    Parabéns pelo site, com seus relatos e dicas de viagens. Estou indo para o Leste Europeu e suas dicas têm me ajudado muito, porém gostaria de perguntar algumas coisas. Comprei passagens de ida e volta para Praga (chegando dia 14/11 e retornando ao Brasil 01/12) e montei o seguinte roteiro:

    15 – Praga (chegada 16h20)
    16 – Praga
    17 – Praga
    18 – Praga
    19 – Český Krumlov – Viena
    20 – Viena
    21 -Viena
    22 – Viena
    23 – Bratslávia – Budapeste
    24 – Budapeste
    25 – Budapeste
    26 – Budapeste
    27 – Budapeste – Cracóvia
    28 – Cracóvia
    29 – Cracóvia
    30 – Cracóvia
    1 – Praga (voo as 17h10 ) – Brasil

    Pretendo fazer todos trechos de ônibus (ja pesquisei no Eurolines), exceto Budapeste/Cracóvia o qual farei de avião.

    Ao invés de fazer bate-volta em Český Krumlov (como a maioria dos sites recomenda), pensei em sair de Praga pela manhã, passar o dia lá, mas seguir de onibus para Viena no mesmo dia. O mesmo eu pensei em relaçao à Bratslávia, seguindo para Budapeste, em vez de retornar para Viena.

    Então gostaria de saber se você acha viável esse roteiro, passando apenas o dia em Český Krumlov e Bratslávia e seguindo, no mesmo dia, respectivamente para Viena e Budapeste. Ou acha melhor pernoitar nestas cidades?
    De modo geral, acha que o numero de dias em cada cidade está bom?

    O que vc recomenda? Adoraria receber algumas sugestões

    Desde já, agradeço a vocês e peço desculpas pela extensão do texto.

    Atte
    Jan Ruschel Wierzchowski

      • Olá Jan, eu também estou pensando em fazer uma viagem semelhante e a minha principal dúvida é sobre o clima. Vou no meio de outubro, dia 12/10 e retorno em 1 de novembro. Como foi o clima em novembro, muito frio? Se der para responder para o meu e-mail, agradeço.

        • Oi Carolina, eu vou pro leste dia 01 de outubro e volto dia 10. Assim que chegar lá posso te dizer como tá o tempo. Deixa teu e-mail que eu entro em contato.

  41. Boa Noite Gabriela! Tudo bem ?
    Primeiramente parabéns pela página.
    Queria saber se você poderia me tirar umas dúvidas de quem tá indo pela primeira vez a Europa Oriental (na verdade seria a primeira viagem ao exterior mesmo rs)
    Tô no receio de não dar tempo de providenciar tudo o que for necessário até lá, uma vez que o recomendado é fazer o planejamento bem mais cedo – com no mínimo seis meses de antecedência :/
    Suponho que não seja necessário visto no passaporte, certo ? Minhas férias devem ser de 30 dias, provavelmente a partir da segunda quinzena de outubro. Pretendo ficar até no máximo 20 dias. As dúvidas são várias, mas espero lembrar das principais aqui no momento rs
    Me disseram que lá o custo é bem menor que na Europa Ocidental (faz sentido…), procede ? Como é feita a troca de moedas? Casa de câmbio ?
    Eu pretendo ir por Couchsurfing, suponho que você já deve ter ouvido falar. E por isso uma necessidade maior de saber quando irei e poder me programar de ficar um determinado período em cada local. Isso se eu for aceito, claro… hahaha
    Sendo assim, você tem sugestão de por onde começar? O vôo não seria aqui do Rio diretamente pra uma das cidades. Faria escala em alguma cidade, não é isso ? Se tiver dica de alguma agência que costuma vender passagens mais em conta, agradeço mais ainda, afinal quanto mais eu economizar melhor. Não tô indo nem mesmo com objetivo de gastar muito e sim como mochileiro mesmo – conhecer lugares e povos 
    Com certeza tenho mais dúvidas. Se eu lembrar te pergunto.
    Muito obrigado, Gabriela !

  42. Eu vou em novembro, e dia 29/10 desembarco em Munich. É possível realizar o roteiro começando por aí? Queria ir próximo `a Munich no Castelo de Neuschweintein (acho que é assim ou quase assim que se escreve)…

    Estou numa dificuldade tremenda de fechar logo o roteiro para tentar o CS.

    • Olá Camila!

      É possível sim começar por Munique, basta fazer ajustes no roteiro 🙂 Como por exemplo mudar a ordem das cidades em função do transporte\distâncias em relação à cidade inicial.

      O que é CS?

  43. Olá pessoal,
    Como nossa passagem é direto pra Genebra, queria ver com vcs o que acham de mudarmos um pouco a ordem das cidades, ficando: Genebra – budapeste – cracovia – praga – viena – Genebra. Ainda é viavel no ponto de vista de vcs? Obrigada, Tatiane

    • Oi Tatiana,

      Acho que é viável sim! O negócio é achar um transporte aceitável para sair e voltar a Genebra, mas o resto é tranquilo. Depois dá uma olhada No item 5 do post
      12 dicas de viagem para o Leste Europeu 🙂

      • Obrigada pelo retorno! 🙂
        Montamos o roteiro da seguinte forma:
        05/11 – 5ª f. – Voo de Genebra pra Praga
        06/11 – 6ª f. – Praga
        07/11 – Sab. – Praga
        08/11 – Dom. – Onibus/trem pra Viena
        09/11 – 2ª f. – Viena
        10/11 – 3ª f. – Onibus/ trem pra Budapeste
        11/11 – 4ª f. – Budapeste
        12/11 – 5ª f. – Onibus/ trem pra Cracovia
        13/11 – 6ª f. – Cracovia
        14/11 – Sab. – Cracovia
        15/11 – Dom. – Voo de Cracovia pra Zurique
        16/11 – 2ª f. – Onibus/ trem pra Genebra

        O que tu achas? Tu mudaria algo?
        Obrigada!

        • Olá Tatiane!

          Desculpa a demora para responder!!

          Acredito que para o meu ritmo ficaria um pouco corrido, principalmente nas cidades com mais coisas a se fazer. Mas aí depende do ritmo de cada um. Tiraria uma cidade para aproveitar um pouco mais outra, ou outras duas.

    • Oi Isabela,

      Tem companhia de ônibus que cobra sim, mas acredito que não são muitas. Até hoje só vi uma na Croácia que cobrava para por a mala naquele compartimento só de mala do bus. Vale a pena ler as regras da passagem antes de comprá-la para saber sobre limites e taxas das malas.

      Quanto ao limite da bagagem geralmente é uma de mão e uma maior, mas depende da companhia também. E pelo menos até hoje nunca pesaram minha mala na rodoviária…

      Espero que tenha sido útil 🙂

    • Oi Isabela, eu e mais alguns amigos iremos pro leste europeu no mes de abril. Tecnicamente, estamos cada um em um estado diferente do Brasil e nos encontraremos por la. Se quiser ingressar no grupo, só dar um oi.

      😉

    • Olá Daiane!

      Isso depende muito de quais cidades você incluirá no roteiro, forma de transporte entre elas e que tipo de visita quer fazer. Você já sabe quais países na região visitará?

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: