Real Alcázar de Sevilha: dicas e informações para a visita

Real Alcázar de Sevilha: dicas e informações para a visita

Visitar o Real Alcázar de Sevilha é caminhar dentro de uma obra de arte. Não dá para falar menos desse palácio tão ricamente decorado com mosaicos e murais, um mais bonito que o outro, jardins labirínticos e pátios internos que mais parecem jardins. Uma das principais atrações da Andaluzia e um dos mais preciosos legados árabes na região, o Real Acázar só perde em valor turístico para a Alhambra de Granada, se você quer saber a minha humilde opinião.

Interior do Real Alcázar de Sevilha

Interior do Real Alcázar de Sevilha

Construído sobre as ruínas de um palácio Almóada – uma dinastia que dominou a região até o século 13 -, o Real Alcázar de Sevilha é um dos palácios ainda em uso mais antigos do mundo. Isso quer dizer que, por seus corredores, não circulam apenas visitantes, mas a própria família real espanhola. Isso, é claro, só quando o rei visita a cidade e não ao mesmo tempo que os pobres plebeus.

O Palácio tem até um quarto real destinado para o monarca, que pode ser visitado com o pagamento de uma taxa de 4,50 euros além do valor da entrada. Se você planejar visitar a habitação vip, precisa se programar: as visitas começam a cada meia hora e só vão até às 14h. Pense nisso na hora de planejar seu passeio.

Interior do Real Alcázar de Sevilha

São tantos quartos, pátios e jardins distribuídos pelos dois andares do Real Alcázar que uma visita completa, com atenção aos detalhes, leva em torno de três horas. No percurso, você vai notar que o conjunto é a soma de construções desenvolvidas em diferentes estilos de arquitetura. Isso porque o Alcázar levou anos até ser concluído e passou por diversas reformas, o que permitiu que ele agregasse elementos dos períodos árabe, gótico, renascentista e barroco. O estilo dominante, no entanto, é o mudéjar, muito comum em toda a região da Andaluzia, e se refere à arte cristã que incorpora elementos estéticos islâmicos.

E se para você o Alcázar já parece familiar, isso é porque ele foi cenário de diversos filmes, como 1492 – A Conquista do Paraíso, Lawrence da Arábia e Reino dos Céus. Foi também nesse palácio que Isabel I de la Castela felicitou Cristóvão Colombo em sua volta ao velho mundo depois de sair por aí descobrindo as Américas.

Interior do Real Alcázar de Sevilha

O lugar é enorme, mas, além do quarto real, há outros espaços que se destacam. O primeiro deles é Pátio das Donzelas, um jardim de inverno retangular cercado por arcos colunas de mármore.

Interior do Real Alcázar de Sevilha

Interior do Real Alcázar de Sevilha

O Salão dos Embaixadores impressiona por seus belos mosaicos em tons pastéis. É ali que se realizavam as principais cerimônias do palácio.

Interior do Real Alcázar de Sevilha

E claro, os imensos jardins repletos de laranjeiras.

Interior do Real Alcázar de Sevilha

Interior do Real Alcázar de Sevilha

Durante o verão, o Real Alcázar abre suas portas para o público com um série de concertos.

Real Alcázar de Sevilha – Serviço

Interior do Real Alcázar de Sevilha

Horários de visitação

De outubro a março: de segunda a domingo, de 09:30 às 17:00. Vistas ao quarto real começam a cada meia hora, até às 14h.

De abril a setembro: de segunda a domingo, de 09:30 às 19:00. Vistas ao quarto real começam a cada meia hora, até às 14h.

Fechado nos dias 1º e 6 de janeiro, Sexta-Feira Santa e 25 de dezembro.

Preços

Geral: 9,50 € (inclui áudio-guia)

Aposentados e estudantes de 17 a 25 anos: 2 € (é necessário apresentar documento que comprove o direito à tarifa diferenciada)

Pessoas com deficiência, menores de 16 anos e residentes em Sevilha capital não pagam. O acesso principal ao Real Alcázar é pela Porta do Leão. Ali também está a bilheteria para compra dos ingressos, mas pode haver fila em alta temporada. Se você preferir, pode comprar as entradas antecipadamente pela internet.

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma. Siga @natybecattini no Instagram

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: