Tags:

Como alugar apartamento no AirBnB

Se você usa a internet para planejar suas viagens, certamente já ouviu falar do AirBnB. Nos últimos anos, essa plataforma de aluguel para temporada se tornou a queridinha dos viajantes que gostam de trocar hostels e hotéis por apartamentos privativos de vez em quando. Com uma interface bonita e intuitiva e um sistema confiável, o site é mais uma opção na hora de encontrar sua hospedagem. Veja agora como alugar apartamento no AirBnB.

Airbnb? É de comer ou passar no cabelo?

AirBnB é uma mistura de site de aluguel para temporadas com rede social. Funciona assim: quem tem um quarto ou apartamento vazio e quer fazer uma graninha extra, cria um perfil no AirBnB e anuncia o espaço. Quem quer procurar um lugar para ficar na próxima viagem também cria um perfil e começa a fazer as buscas de acordo com o tipo de apê que deseja alugar. Quando dois perfis se encontram, a mágica acontece: o visitante paga o valor da hospedagem no site do AirBnB e o host deixa tudo pronto para receber o inquilino.

A maior parte das pessoas que oferecem apartamento no AirBnB é gente que viu no site uma oportunidade de complementar a renda. Muitos deles até moram nos apês que alugam, desocumpando-os quando chega um hóspede. Outros rentabilizam um espaço que estava sem uso. No entanto, muitas pousadas e hostels enxergaram o potencial da plataforma e usam o AirBnB para anunciar seus quartos. Fique atento a isso na hora de escolher seu canto.

Quando vale a pena alugar apartamento no Airbnb?

Nem sempre alugar um apartamento é a melhor opção. Vale a pena se você não encontrar um hotel bacana que caiba no orçamento ou quando você pretende cozinhar durante a viagem, por exemplo. Viagens em grupos grandes ou quando você vai ficar longos períodos no local também costumam ter no aluguel de apartamentos a melhor opção. Em geral, essa é a escolha de quem procura um ambiente mais pessoal e íntimo, flexibilidade e não se importa de abrir mão das facilidades de uma hospedagem tradicional.

Já quem quer mordomia e vai comer em restaurantes todos os dias pode achar mais confortável ficar em um um hotel. O mesmo vale para quem pretende conhecer outros viajantes. Nesse caso, procure pelos hostels.

Passo a passo de como alugar apartamento no AirBnB

Criando uma conta no AirBnB

Em primeiro lugar, você precisa criar um perfil no AirBnB. É possível conectar sua conta do Facebook, o que agiliza o processo. Com o perfil criado, coloque uma foto bem garbosa e preencha algumas informações pessoais. Tente preencher tudo em inglês para que todo mundo consiga te entender. A regra a aqui é a mesma do Couchsurfing: quanto mais você mostrar que é uma pessoa real, e não um fake zuando com a galera, maiores as chances de alguém querer interagir com você.

Aluguel de Apartamentos AirBnB

Comece a procurar o que você precisa com a busca. Informe a cidade, as datas da viagem e o número de pessoas que vão se hospedar no apartamento. Na página seguinte, você poderá refinar ainda mais seus critérios, escolhendo entre apartamentos inteiros, quartos privados ou quartos compartilhados. Lembrando mais uma vez que hoje existem muitas pousadas e hostels que anunciam seus quartos no AirBnB, por isso, leia atentamente às descrições e perfis para ter certeza do que você está alugando.

Busca de apartamentos no AirBnB

O site é bem intuitivo e de fácil navegação. Encontrou alguma coisa que  te interessa? Clica no link e dá uma olhada. Procure também a localização do apê no Google Maps, para não correr o risco de ficar em um lugar muito fora de mão.

Como saber se o anfitrião é sério e se o apartamento corresponde ao que está descrito?

Como eu disse lá em cima, o AirBnB é também uma espécie de rede social. Toda vez que alguém aluga um apartamento por ali, é convidado a dar sua opinião sobre o lugar e sobre o anfitrião. Da mesma forma, os inquilinos são avaliados pelos hosts. Anfitriões bem classificados, com vários reviews positivos e recomendações são, provavelmente, confiáveis. Uma forma de ficar seguro é evitar alugar com quem ainda é muito novo na rede e não tem reviews. Prefira também aqueles que possuem uma taxa alta e rápida de respostas às mensagens. Isso tudo você pode conferir no perfil de cada usuário. Na minha última visita a Paris, eu fiquei no apartamento desse cara aí embaixo. Reparem que tem uma taxa de resposta de 100% e costuma responder aos contatos em cerca de um dia.

Você pode mandar mensagens para o anunciante com perguntas relativas ao apartamento ou ao processo de aluguel. Essa é mais uma forma de saber se você está lidando com uma pessoa séria.

Perfil Anfitrião AirBnB

Fotos também são grandes aliadas na hora de escolher seu espaço. Eu evito ficar em lugares com poucas imagens no perfil. O AirBnB sabe da importância desse recurso para os clientes e, por isso, disponibiliza uma equipe de fotógrafos profissionais nos maiores centros para que o site seja repleto de imagens bonitas e convidativas.

Aluguel de apartamentos no AirBnB

Essa é a ficha do apartamento que eu aluguei. Veja como ela está completa e possui uma descrição detalhada. Esse tipo de coisa ajuda a gente a ter uma ideia melhor do lugar onde vai ficar, mesmo sem nunca ter pisado nele. Além disso, dá para perceber que o dono realmente se empenhou em fazer um anúncio bacana.

Descrição apartamento AirBnB

Outro ponto muito importante são as resenhas de quem já se hospedou por lá. Fique atento principalmente às reclamações. É verdade que tem gente que resmunga pelos cotovelos e essas pessoas não devem ser levadas em consideração, mas pode ter alguma crítica decisiva ali. Na dúvida, é sempre melhor pesquisar mais – isso vale para fechar qualquer compra pela internet.

Resenhas AirBnB

Resenhas apartamento AirBnB

Fechando a reserva

Está decidido? Então é hora de confirmar sua reserva. Isso você faz na própria página do apartamento, clicando no botão “Instant Book” ou “Reservar Agora”. O AirBnB vai informar ao anfitrião sobre a seu pedido e, assim que ele confirmar a estadia, o valor integral da reserva será cobrado no seu cartão de crédito. O AirBnB retém o dinheiro e só passa para o anfitrião 24 horas após o seu check-in. Caso você cancele a reserva ou tenha uma reclamação muito grave, o valor é devolvido.

Reserva AirBnB

Após a conclusão da reserva, você pode continuar trocando mensagens com o anfitrião para combinar outros detalhes da estadia, como a entrega e devolução das chaves.

E se der problema?

Assim como ocorre com os hotéis, cada anfitrião tem sua própria política de cancelamento. Alguns não cobram nada, outros cobram uma diária inteira, outros uma porcentagem do valor. É importante se informar sobre isso tudo antes de confirmar a reserva. Aqui você encontra uma descrição com todos os tipos de políticas de cancelamento que podem ser utilizadas pelos anfitriões do AirBnB. Nesses casos, a taxa do AirBnB não é devolvida.

Se por algum motivo o anfitrião precisar cancelar a sua reserva, você pode escolher entre receber o dinheiro de volta (incluindo as taxas do AirBnB) ou utilizar o crédito em outra locação.

Se ao chegar no lugar você tiver algum problema (o apartamento não for como descrito, estiver faltando algum item combinado ou se você não conseguir pegar as chaves, por exemplo), o AirBnB recomenda que você tente resolver tudo de forma amigável com o próprio anfitrião. Por isso, tenha os contatos dele sempre com você. Caso não haja acordo, você pode fazer uma reclamação formal no AirBnB, que vai analisar seu caso.  Dependendo da gravidade do problema, você pode ter seu dinheiro de volta.

Para entrar em contato com o AirBnB utilize essa página. Eles também contam com uma linha de telefone local em diversos países. No Brasil, o número é o (21) 3958-5800, mas o atendimento é em inglês. Caso você não fale o idioma, pode ser difícil fazer a reclamação. Os números dos atendimentos em outros países podem ser consultados no também link acima.

Experiências do 360 com o AirBnB

Eu já me hospedei duas vezes com o AirBnB. A primeira foi nesse apartamento fofinho em Paris. O lugar era muito agradável e bem localizado, pertinho do Montmartre, um dois meus bairros favoritos da Cidade Luz. Estávamos em um grupo de cinco e, por isso, alugar um apartamento significou uma economia considerável.

A segunda vez foi em Milão. Também foi uma forma de fugir dos preços dos hotéis. As duas estadias foram ótimas e eu adorei ter um lugar tranquilo para trabalhar e preparar minha própria comida.

Já a Luíza teve problemas quando alugou um apartamento no Rio. Após confirmar a reserva, o anfitrião nunca mais respondeu as mensagens. Ela já tinha se conformado e reservado um hotel quando o garoto reapareceu e ofereceu um apartamento maior, pelo mesmo valor. Só que, no dia do check in, ao chegar no apartamento, ela descobriu que a energia elétrica do lugar havia sido cortada por falta de pagamento.

Ela tentou ligar várias vezes para o anfitrião, que não retornava. No fim, teve que fazer uma reclamação formal por escrito e ligou para o contato do AirBnB no Brasil. O atendente pediu que ela registrasse o problema por foto ou video e enviasse por email. Como era um grupo grande, eles decidiram ficar no apartamento alugado mesmo sem luz. A energia só retornou no final da tarde. No dia seguinte, o AirBnb enviou um email informando que o valor da hospedagem tinha sido estornado no cartão de crédito, uma solução relativamente rápida para o problema.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

20 comentários sobre o texto “Como alugar apartamento no AirBnB

  1. Oi Natália boa noite!
    Poderia me ajuda a fazer meu cadastro no BNB? Quero muito alugar uma casa na praia e não sei muito bem o passo a passo ..
    Aguardo muito obrigada

    1. Olá Cintia, para se cadastrar basta entrar no site e clicar no link cadastre-se, você poderá se cadastrar com seu perfil no Facebook e depois disso é só seguir as instruções do próprio site, que é bastante intuitivo.

      Abraços!

  2. Natália, me cadastrei para alugar minha casa por temporada, ainda não aluguei, e ainda estou com dúvida sobre como é repassado esse dinheiro, seria depósito em conta??

    1. Tatiane, nunca aluguel minha casa, então não sei como é feito, provavelmente no próprio painel do AirBnB você consegue essa informação.

      Abraços

    1. Carla,

      Todas, ABSOLUTAMENTE todas as publicidades inseridas nesse blog são sinalizadas. Eu acho engraçado que me criamos o blog nos propondo a dividir dicas de viagem e quando fazemos justamente isso somos acusados de más intenções. Por favor, pense muito bem antes de sair fazendo esse tipo de insinuação desagradável sobre a integridade do trabalho das pessoas. É chato.

  3. Tive problemas com um apartamento em Salvador. Fiz a reserva colocando 4 hóspedes e deu um valor x Depois o anfitrião depois veio me dizer que o valor era para cada um dos 4 hóspedes…

    1. Ei Mônica, normalmente, quando há cobrança por hospedes extras ou quando o valor é por pessoa, isso está escrito na página de anúncio do apartamento. Se não estiver,você pode pedir o reembolso.

      abraços!

  4. Uma ótima opção, principalmente pelo fato do site intermediar a negociação e ter essa proteção caso seja uma roubada. Ótimo post, valeu pela dica, nas próximas viagens com certeza usarei. Abraços!!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.