Seguro de viagem internacional: 6 dicas para escolher o seu


Contratar um bom seguro de viagem internacional é essencial em qualquer viagem e quesito obrigatório na hora de passar na imigração de inúmeros países. Afinal, ninguém quer ficar na mão se as coisas derem errado longe de casa. Em alguns países, os custos com saúde podem ser bastante elevados. Ficar doente em lugares como Londres e Nova York significa não apenas atrapalhar as férias, mas também um rombo no orçamento, algo que você pode demorar meses para pagar.

Em alguns casos, o sistema de saúde pública local pode até ser fantástico, mas só pode ser acessado por residentes. Isso, claro, se você não estiver em lugares como os Estados Unidos, onde até procedimentos hospitalares simples custam uma pequena fortuna.

Em outros textos nós já contamos como funcionam diversos tipos de seguros de viagem e demos a dica de um seguro que é recomendado para mochileiros. Neste, vamos começar do básico: o que você precisa saber ao contratar um seguro de viagem internacional?

Antes de mais nada, tenha em mente uma coisa: um bom seguro cobre seus gastos médicos e cuida da sua saúde, mas vai muito além disso, cobrindo também outros imprevistos, como cancelamento da viagem e extravio de bagagem. Infelizmente, muitos viajantes não sabem o que o seguro contratado cobre e, por isso, podem acabar não usando um serviço que é direito deles. Um serviço que foi pago.

Como funciona um seguro de viagem internacional

Quando a maioria das pessoas pensa em seguro de viagem, a saúde é a principal preocupação. E se você fica doente a ponto de ter que ir ao hospital? Ou, bate na madeira, sofre um acidente? O problema é que essas coisas acontecem, por mais que a gente faça de tudo para evitá-las.

Na Índia, por exemplo, a equipe do 360meridianos precisou dar um pulinho no hospital algumas vezes, tanto por causa de doenças como por conta de acidentes – a Luíza quebrou um dente durante o Réveillon, culpa da rolha de uma garrafa de espumante.

Varanasi, Índia

Rio Ganges, Índia  – tome banho ali e você pode precisar de um médico

Alguns seguros possuem convênio com hospitais. Nesse caso, você precisa ligar para eles para saber onde pode ser atendido. Outros permitem que você escolha o médico ou hospital de sua preferência, você paga a conta e eles te reembolsam depois.

Outros costumam ter uma franquia, tipo a de um seguro de automóvel: você paga um valor mínimo para cada vez que utilizar o serviço, mas eles completam o restante da conta. Esse modelo é muito comum entre as seguradoras de viagem que não são brasileiras. Bons seguros também arcam com o valor de medicamentos que sejam receitados pelo médico (não para doenças pré-existentes, claro).

E se a coisa apertar mesmo, é preciso ter um seguro de viagem para te mandar de volta para casa, cuidando de toda a infraestrutura necessária, ou mandar um familiar seu te acompanhar, onde quer que você esteja.

Por que um seguro de saúde internacional é essencial em qualquer viagem?

Imagine, por exemplo, que sua viagem seja cancelada por algum motivo que não tenha a ver exatamente com você – tipo uma emergência com um familiar no Brasil. É importante que o seguro cubra esse retorno emergencial por completo, inclusive passagens aéreas. Caso contrário você pode não ter condições de voltar. Ou vai acabar fazendo uma dívida enorme para conseguir cancelar a viagem. Alguns seguros cobrem até os prejuízos que você possa ter caso a viagem seja cancelada antes de você sair de casa.

Questões menores, mas também importantes durante uma viagem, podem estar cobertas, por exemplo, atraso ou extravio de bagagem, roubo de equipamentos eletrônicos, roubo ou perda de passaporte, perda ou cancelamento de voo e contratação de auxílio jurídico no exterior.

mala extraviada

Como escolher seu Seguro de viagem internacional?

O primeiro passo é verificar o que o seguro que você está pensando em contratar oferece. Também verifique se o valor máximo coberto pela empresa está de acordo com a realidade do país. Na Europa, por exemplo, você precisa ter um seguro de viagem com cobertura de 30 mil euros. Isso é exigência de imigração: sem o seguro você pode até ser mandado de volta para o Brasil. Por outro lado, em partes da Ásia, onde as coisas são bem mais baratas, você não precisa de um seguro com cobertura tão grande.

Veja aqui como ficou a cobertura dos seguros de viagem durante a pandemia de COVID-19

Leia atentamente as cláusulas do seguro e veja o que faz com que a cobertura perca a validade. Exemplo: seu seguro pode cobrir suas despesas caso você quebre o braço enquanto paseia por Paris, mas será que fará isso se o braço for quebrado enquanto você esquia na Suíça? Esportes radicais (e nem tão radicais assim) muitas vezes não estão cobertos por seguros de viagem. Por isso, se você pretende fazer algo do tipo, tenha certeza de que o plano que está contratando contempla esse tipo de atividade.

Seguro de viagem internacional

Seguros também podem perder a validade em caso de instabilidade política no país que você está visitando. Por exemplo, o recente golpe de estado na Tailândia. Quase todos os seguros continuam cobrindo problemas normais, tipo se você ficar doente ou algo que não tenha nada a ver com o momento político do país, mas não cobrem situações causadas pelo golpe. Se você vai para um país pouco estável, verifique isso também.

Como encontrar a melhor cobertura para a sua viagem?

O 360meridianos fez parceria com a Seguros Promo, um comparador de preços de seguro de viagens do Brasil – com a parceria também conseguimos um cupom de descontos exclusivo para leitores do blog. O funcionamento é simples. E com ele você consegue orçar, ao mesmo tempo, os preços nas principais empresas de seguros  – e garantir o melhor valor e a melhor cobertura. Veja o passo a passo:

  1. Entre no site da Seguros Promo
  2. Informe seu destino e as datas de viagem.
  3. Forneça seu nome, telefone e e-mail. A SegurosPromo não te enviará spams! Isso é apenas para que a melhor proposta para essa viagem específica possa chegar até você. Clique em comparar.
  4. A Seguros Promo vai comparar os preços nas maiores seguradoras do país! Basta escolher a melhor opção para você (a mais barata ou a de melhor custo/benefício). Você pode dividir o valor em até doze vezes sem juros ou pagar com desconto no boleto.
  5. Antes de pagar não deixe de acrescentar o nosso cupom de desconto exclusivo para leitores: 360MERIDIANOS05 e garanta 5% de desconto. Esse desconto por chegar a 10% se você pagar com o boleto. 
  6. O comprovante e a apólice serão enviado por e-mail. Simples e eficiente.

Fiz a cotação, mas não sei qual seguro comprar

Tem duas opções que usamos bastante aqui no 360:

  • O GTA 55 EUROMAX é um dos melhores seguros do mercado e atende muito bem aos viajantes que vão aos Estados Unidos, onde os gastos com saúde são mais altos. Também é uma ótima alternativa para quem vai para a Europa, já que o limite de cobertura é bem acima do exigido pela imigração. Esse seguro oferece cobertura hospitalar de até 55 mil euros, incluindo para doenças pré-existentes, tem uma boa cobertura para gestantes, assistência odontológica, fisioterapia, cobertura para a prática de esportes, gastos por atraso de voo e até cancelamento de viagem. Um seguro desse nível custa, para uma viagem de 15 dias, pouco mais de R$ 200.
  • Outra opção muito boa, mas um pouco mais barata, é o Affinity 60, que cobre 60 mil dólares, cancelamento da viagem e problemas com bagagem.

Seguro Viagem:

*O 360meridianos faz parte do programa de afiliados da Seguros Promo

Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

13 comentários sobre o texto “Seguro de viagem internacional: 6 dicas para escolher o seu

  1. Olá Rafael,
    Vou para Europa com conexão nos USA onde pretendo sair do aeroporto por algumas horas.
    A cobertura do seguro viagem com destino Europa tem validade nos USA?

    1. Em geral você tem que avisar para a seguradora o seu destino, mas é possível sim ter um seguro só para as duas viagens (que na prática são uma só). Eu mesmo já fiz um único seguro para viajar por vários países.

      Faz o seguinte: na hora que fizer o orçamento, peça para te contatarem pelo telefone (eles fazem isso na mesma hora) e explique a situação. É a forma mais segura de conseguir o seguro correto.

      Abraço.

  2. Olá pessoal do 360Meridianos,
    Já adquiri o seu ebook mas restaram algumas dúvidas. Poderiam me responder?
    Bem, faço uso de vários remédios de uso contínuo e outros SOS. Irei com Laudo e receita médica de todos eles, e com firma reconhecida da assinatura do médico. A maioria deles é comprimidos e sei que devem estar nas próprias caixas. Como passarei cerca de 70 dias na Europa o volume dessas caixas ficará grande. Já me orientaram a levar tudo isso na bagaem de mão. O que gostaria de saber é:
    – posso diminuir a quantidade de caixas e colocar as cartelas dentro de apenas uma caixa do mesmo remédio?
    – já que são comprimidos e estão na caixa original só posso levar fora do saco com zíper e eles ficarão acondicionados na minha maleta de mão. Terei problemas levando assim?

    1. Oi, Roberto. Dúvida complicada. Em tese acho que não daria problema reduzir a quantidade de caixas, mas é aquela coisa né: o seguro morreu de velho. Tenho quase certeza que não vão te perguntar nada sobre isso. Você vai passar sem problemas e sem ter que mostrar receita nenhuma, mas é só uma precaução mesmo.

      Sobre levar na maleta de mão, sem problemas.

      Abraço.

  3. Olá, Vou para a Índia dentro de 15 dias.
    Estou bem preocupada com a questão do seguro viagem. Vocês sabem me dizer que o seguro viagem para a Índia tem alguma exigência minim como o seguro viagem para a Europa?

    Obrigada! 🙂

  4. Boa tarde,

    Estou querendo comprar um seguro saúde para 67 dias na Europa. Consigo um desconto de 15% com Mondial pelo 360 meridianos. Foi a melhor opção que consegui.

    Mas tenho uma dúvida. Meu esposo comprou um seguro para ciências sem fronteiras. Ele recebeu uns cartões para malas, um monte de papelada.
    Eu comprando com a Mondial que vocês indicam, como recebeu isso? Ou não recebo? Sou nova nisso, vai ser minha primeira viagem para Europa. O maridão já vai estar na Europa, mas vou sozinha em dezembro.

    1. Oi, Elizangela.

      Você recebe a documentação toda por e-mail. É só imprimir. Além disso, anote o número de telefone do seguro e leve sempre com você. Saiba como ligar para o seguro em caso de urgência.

      De forma geral, todos esses seguros funcionam assim. Não tem muita papelada não – o caso do seu marido que é diferente.

      Abraço.

  5. Boa tarde,estou orçando seguro de viagem (saúde) para a volta a mundo.
    Vejo que com o cupom da meridianos consigo 20% de desconto na contratação do plano IAC. Na compra online, como consigo inserir o cumpom para aplicar o desconto?

    1. Oi Anna,

      Sim, você consegue usar o cupom de desconto na compra online! O sistema da IAC pede seus dados pessoais antes de fazer a compra efetivamente.

      Abs

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.