Tags:

Serra da Capivara com o 360 – e Petrolina e Juazeiro também!


O sertão do Piauí guarda o maior conjunto de sítios arqueológicos das Américas – é a Serra da Capivara, que foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Apesar de ser um Parque Nacional dos mais estruturados que você vai encontrar por aí, a Serra da Capivara ainda recebe poucos visitantes por ano – são entre 20 e 25 mil (apenas para comparar, Foz do Iguaçu, no Paraná, recebe quase um milhão e setecentos mil turistas anualmente).

Com paisagens deslumbrantes, um número absurdo de pinturas rupestres e dois museus de primeira grandeza, a Serra da Capivara até já está no imaginário do turista brasileiro. A questão é concretizar a viagem, que vai sendo adiada pela logística, que não é das mais simples. É que o parque está entre os municípios de São Raimundo Nonato e Coronel José Dias, que ficam a 500 quilômetros da capital do estado, Teresina. A porta de entrada mais prática é em Pernambuco: Petrolina fica a 300 km dali, numa viagem que dura entre cinco e seis horas.

O 360 esteve na Serra da Capivara para o Origens BR. Patrocinado pela Seguros Promo e pela Passagens Promo, o Origens BR é uma busca jornalística ao passado pré-histórico e pré-colonial do Brasil. Conheça a história da Serra da Capivara aqui e assista ao vídeo abaixo, que produzimos durante a viagem.

Expedição360: Vamos para a Serra da Capivara?

Criado há oito anos, o 360meridianos ganhou um projeto-irmão em 2019: é a Expedição360, que leva nossos leitores para aventuras mundo afora. É como explicamos no site da Expedição:

“A Expedição360 se apropria dos valores de aprendizado e encantamento que regem o conteúdo do 360meridianos. E cria, a partir deles, roteiros e experiências imersivas que mostram que as viagens podem ser, sim, uma forma de nos aproximar de culturas e modos de vida completamente diferentes dos nossos”.

A primeira viagem da Expedição360 foi em maio deste ano, quando levamos um grupo para Portugal, um dos destinos mais frequentes nos textos do 360meridianos – e que dominamos muito bem. Já temos três viagens organizadas para 2020 e a Serra da Capivara é a nossa estreia em terras verde e amarelas. Anote as datas: de 23 a 30 de março de 2020.

E não poderia ter destino melhor: vamos unir a Expedição360 com o Origens BR, projeto jornalístico em que buscamos mostrar que o Brasil não começou com Cabral. Muito pelo contrário, antes da chegada dos conquistadores, o território brasileiro era densamente povoado, casa para incontáveis povos que falavam as mais diversas línguas.

O Brasil pode até não ter cidades de Pedra, tipo Machu Picchu ou Teotihuacan, mas não faltam lugares incríveis onde é possível ter contato com as origens dessa terra. Além das muitas belezas, a Serra da Capivara tem uma importância histórica gigante: segundo pesquisadores, como a Dra Niède Guidon, o local já era habitado há dezenas de milhares de anos, teoria que, se for verdadeira, joga muito para trás a data de ocupação das Américas pelo homem.

Veados Serra da Capivara

Boqueirão da Pedra Furada (Foto, Fellipe Abreu)

Por que viajar com a Expedição360?

Além de simplificar ao máximo a logística, que fica toda por nossa conta, a Expedição360 pela Serra da Capivara vai ser uma viagem 3 em 1: ficaremos cinco dias entre sítios arqueológicos no sertão do Piauí, mas também aproveitaremos o dia de chegada e o dia de saída para conhecermos mais dois estados, Bahia e Pernambuco. É que a pernambucana Petrolina está às margens do Rio São Francisco – basta cruzar uma ponte e você chega em Juazeiro, na Bahia.

Petrolina e Juazeiro vistas do alto, com o rio São Francisco no meio

Petrolina e Juazeiro, separadas pelo São Francisco (Foto: Fellipe Abreu)

Nossa viagem inclui comidas típicas e artesanato nos três estados, banho de rio no São Francisco e visita a vinícolas no meio do sertão – você sabia que 15% dos vinhos finos produzidos no Brasil saem de Petrolina e arredores?

Veja também: Enoturismo e vinícolas no Vale do São Francisco

Em seguida pegaremos a estrada rumo São Raimundo Nonato, no coração da Serra da Capivara. Lá, visitaremos os principais sítios arqueológicos da região – e alguns segredinhos também. Seremos acompanhados, durante todo o tempo, por uma guia que é dali e trabalha há anos levando grupos pelo parque nacional. E é nessa etapa que a Expedição 360 se diferencia ainda mais de todos outros grupos guiados para a Serra da Capivara.

Diversas comunidades existiam há décadas na área que foi transformada em parque nacional. Foram essas pessoas, inclusive, que apresentaram as pinturas rupestres para o mundo, ao guiarem arqueólogos e outros pesquisadores aos sítios. “O parque tá ali, você passa na frente da comunidade. E passa despercebido, porque o visitante termina muito focado só na questão turística mesmo, dos sítios arqueológicos, e esquece que tem toda uma comunidade com um potencial que poderia ser agregada nessas visitas”, explica a guia Eliete de Souza Silva.

Vista aérea da Serra da Capivara

Serra da Capivara, no Piauí

Os cinco dias que a Expedição 360 passará na Serra da Capivara serão intensos: além de visitarmos sítios e museus, participaremos de uma roda de conversa com moradores da comunidade Novo Zabelê, que teve que se mudar de endereço para a criação do parque. Comeremos comidas típicas do sertão – e em locais autênticos. Visitaremos várias comunidades e conheceremos profundamente a Serra da Capivara. “O turismo de base comunitária não tem como objetivo fazer turismo na comunidade, e sim que a comunidade seja envolvida e que o turista conheça esse modo de viver deles”, explica Eliete.

Veja também: História e luta dos maniçobeiros no Piauí

Roteiro e Preço: Serra da Capivara

Resolveu viajar com a gente? Então dá uma olhada no roteiro! E não perca seu tempo, porque o grupo é pequeno, até para manter a viagem da forma mais agradável possível – serão apenas sete viajantes + o líder 360.

esqueleto encontrado na Serra da Capivara

Esqueleto no Museu do Homem Americano, Serra da Capivara (Foto: Fellipe Abreu)
23 de março de 2020 – Petrolina (PE)

Chegada à noite e transfer para o hotel.

24 de março de 2020 – Petrolina (PE)

Esse é o começo da nossa programação. Nosso passeio começará pela vinícola Terra Nova, onde faremos um tour guiado. Na sequência seguiremos para uma fazenda de frutas do Vale do São Francisco. Depois? Praia! E de rio. Pegaremos uma balsa para a Ilha do Rodeadouro. Almoçaremos por ali e quem quiser pode tomar um banho no Velho Chico. O jantar vai ser no Bodódromo, complexo gastronômico de Petrolina.

25 de março de 2020 – Partiu, Serra da Capivara

Vamos sair cedo, logo depois do café da manhã, para a Serra da Capivara. Almoçaremos num restaurante local, na comunidade Coronel José Dias. À tarde, visitaremos uma oficina de cerâmica e o Circuito do Boqueirão do Pedro Rodrigues, com vista panorâmica. Também a Toca do Boqueirão do Pedro Rodrigues e Toca do Sítio do Meio.

26 de março de 2020 – Serra da Capivara

Após o café da manhã, saída para a Serra Branca. Visita de sítios arqueológicos pré-históricos e a Trilha Caminho dos Maniçobeiros, onde podemos observar os sítios históricos de ocupação dos maniçobeiros, durante o Ciclo da Borracha. O almoço será na Comunidade Novo Zabelê, onde participaremos de uma roda de conversa com o pessoal do restaurante, gente que vivia dentro da área que virou o Parque Nacional Serra da Capivara. Visita ao Museu do Novo Zabelê, que conta a história da comunidade, e ao Baixão das Andorinhas.

27 de março de 2020 – Serra da Capivara

É hora de fazer o Circuito do Desfiladeiro da Capivara. Diversos sítios arqueológicos, vista panorâmica e pinturas rupestres poderão ser observados ao longo do caminho. O almoço será na comunidade Sítio do Mocó. À tarde visitaremos o Museu do Homem Americano.

28 de março de 2020 – Serra da Capivara

Vamos para o Circuito do Baixão da Pedra Furada, onde há uma vista panorâmica, e depois visitaremos a Toca do Boqueirão da Pedra Furada, o sítio mais importante do parque. A Pedra Furada, monumento geológico mais conhecido do estado do Piauí, também está ali. O almoço será no Museu da Natureza, que visitaremos em seguida. À noite faremos a visita noturna ao Boqueirão da Pedra Furada. E tem forró pé de serra para terminar o dia!

29 de março de 2020 – Serra da Capivara – Petrolina

Visitaremos sítios pela Serra da Capivara na parte da manhã. Vista panorâmica do Pilão e Toca de Cima dos Pilão. Saída depois do almoço para Petrolina. Chegada entre 18h e 19h. Jantar na orla de Juazeiro, na Bahia. O terceiro estado dessa aventura!

30 de março de 2020 – Petrolina e Juazeiro, Juazeiro e Petrolina

Visitaremos a Oficina do artesão Mestre Quincas, o melhor lugar para comprar artesanato. Depois, passeio pelo centro de Petrolina. À tarde, passeio pela orla de Juazeiro. Jantaremos em Petrolina e depois seguiremos para o aeroporto.
cena do beijo, Serra da Capivara

Quanto custa e o que está incluído?

A viagem sai por R$ 3799 por pessoa, sem incluir o aéreo. Hotéis, todos com café da manhã, já estão inclusos, assim como todos os passeios, guias e transporte. Várias refeições (almoço e jantar) também já estão inclusas nesse valor, sem bebidas. Outras serão pagas na hora, pelo próprio viajante. Veja o detalhamento no site da expedição.

É possível parcelar e tem desconto para quem pagar à vista! E pode conferir no Google: não tem pacote para a Serra da Capivara com custo/benefício melhor, não. Ainda mais com esse roteiro.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Serra da Capivara com o 360 – e Petrolina e Juazeiro também!

  1. Bom dia Rafael, tudo bem? Quero muito ir para a Serra da Capivara. Até quando posso dar uma resposta definitiva? Se não for em março/2020, quando será outra expedição?

    1. Oi, Rosangela! Vamos com a gente!

      A data limite depende do número de vagas acabar, que são sete no total.

      Ainda não temos data para outra expedição pela Serra da Capivara. 🙂

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.