fbpx
Tags:

Tudo de legal que junho nos trouxe

A não ser por uma viagem para São Paulo, para um evento de lançamento do e-book Como Viajar pelo Mundo por um Ano, em parceria com o Papo de Homem, eu e o Rafa não saímos de Minas Gerais este mês. Para falar a verdade, quase não saímos da região metropolitana de Belo Horizonte, já que a outra viagem que fizemos foi para Ouro Preto.

Mas tanta paradeza tem um motivo. Estou preparando minha volta a Buenos Aires, onde vou estudar espanhol por quatro meses. A razão desse retorno é mais legal ainda: fui aprovada em um mestrado de Jornalismo de Viagens na Universidade Autônoma de Barcelona e, a partir de fevereiro, vou me juntar à Luíza na parte europeia da equipe do 360.

Por falar nisso, enquanto eu e o Rafa montávamos base em BH, a Luíza começou uma viagem incrível, e que está matando todo mundo de inveja, pela Europa. Ela já passou pela Grécia, Bulgária e Romênia e ainda tem muito mais por vir. Por enquanto, dá para acompanhar tudo pelo Instagram. E, em breve, as dicas vão começar a aparecer aqui no blog.

Alguns destaques de junho

Lançamento do e-book Como Viajar pelo Mundo por um Ano – Demorou um bocado, deu um trabalho do cão, mas conseguimos lançar o nosso terceiro e-book no início do mês. Nós estávamos bem ansiosos, mas o lançamento excedeu nossas expectavas. Você ainda não sabia sobre o nosso e-book? Então clique aqui.

Palestra em São Paulo – Paralelamente ao lançamento digital do e-book, nós fomos até São Paulo para dar uma palestra sobre viagens longas e ano sabático. Não sei nem se palestra é o nome certo. Acho que está mais para uma conversa. Vinte leitores foram convidados para falar com a gente sobre seus medos, obstáculos e planos para uma volta ao mundo e viagens do tipo. O encontro rolou lá no QG do Papo de Homem, um antigo parceiro do blog que deu a maior força nesse lançamento. A iniciativa deu tão certo que estamos pensando em repetir a dose futuramente.

Palestra no Papo de Homem

Publicação do nosso manifesto – Por que isso é tão especial? Porque nele nós contamos, para nós mesmos e para os nossos leitores, os motivos pelos quais a gente escolheu essa profissão e estilo vida. É uma espécie de tratado com os nossos valores, que deixa claro o tipo de abordagem que vocês podem esperar dos nossos artigos. Isso é importante não apenas para tornar públicos os ideais que são a base de todo nosso trabalho, mas também para nos orientar na hora de tomar decisões importantes. Ainda não leu? Então corre lá!

Redescobrir Ouro Preto – Há anos eu não visitava a cidade histórica. Acho que a última vez foi em 2010, antes mesmo de eu fazer minha primeira viagem internacional. Voltar lá depois de tanto tempo e com outra base de comparação foi incrível. Antes, eu via a cidade apenas como um lugar legal perto de BH. Hoje, reconheço como um destino turístico de alto nível, que não deixa nada a desejar para cidades históricas na Europa, por exemplo. E tudo isso a uma hora e meia de casa.

Visitar a Grécia Meteora

Meteora – Quem não se encantaria com as formações rochosas peculiares de Meteora e com os mosteiros construídos no topo delas? A Luíza certamente se encantou, a ponto de eleger a cidade grega como um dos pontos altos da viagem até agora. Mal posso esperar pelos posts, e vocês?

Ópera em Plovdiv – Anfiteatros romanos já são legais de qualquer jeito. Agora imagina assistir a um espetáculo de dentro de um deles? E se esse espetáculo fosse “Carmem”, uma das mais famosas óperas de todos os tempos? Não é sem razão que a Luíza elegeu esse como outro destaque da viagem dela. Invejinha.

Posts mais lidos do mês

1. 26 Carimbos mais legais para ter no seu passaporte

Carimbos de Passaporte

Quem não curte um carimbo? Viajante que é viajante está sempre procurando um motivo para visitar um lugar. Talvez por isso essa lista tenha feito tanto sucesso. Não viu ainda? Clique aqui.

2. Os 10 melhores países para mochilar

Melhores países para mochilar

Duas coisas que você precisa saber sobre listas: 1. Elas são polêmicas. 2. Todo mundo adora. E é por isso que essa lista dos melhores países para mochilar alcançou o segundo lugar no nosso ranking do mês. Ficou curioso? Entra lá no post e deixe sua opinião.

3. Casais sem filhos: uma opção cada vez mais comum

casais sem filhos

A Maíra Castro, do blog Casais Sem Filhos, contou pra gente um pouco sobre o estilo de vida que ela adotou com o marido: DINK (Double income, no kids) ou DINKY (Double income, no kids yet). É cada vez mais comum os casais que optam por não ter filhos (ou não os ter por agora) para ter mais liberdade (e grana) para viagens, restaurantes e outras experiências. E você, o que acha disso? Leia o post aqui.

4. Quem disse que não pode mochilar depois dos 40?

viajante-mundo

Muita gente gostou do post que mostra que mochilão não é coisa só de gente jovem que não tem lenço nem documento. É isso ai, mochileiros seniors, vocês não estão sozinhos nesse mundo! Leia aqui.

5. O que há depois dos sonhos realizados?

Sonhos realizados

A Luíza fez uma reflexão sobre atingir uma meta de vida e o que vem depois delas. Quais são os planos daqui pra frente? Descubra aqui.

O que andamos lendo

Americanah, Chimamanda Adichie – Eu já amava essa escritora por causa daquela palestra no TED. Agora que eu finalmente li um livro dela, sou ainda mais fã. Americanah conta a história de Ifemelu, uma menina que cresceu na Nigéria e, por uma reviravolta da vida, acabou fazendo faculdade nos Estados Unidos. Lá, ela teve que aprender uma cultura nova e a lidar com as dificuldades de ser imigrante, negra e mulher. Anos mais tarde, na hora de voltar para casa, ela descobre uma Nigéria muito diferente da que ela deixou para trás e tem que reaprender a viver em seu país.

Eleanor & Park, Rainbow Rowell – Um livro para aquecer o coração da adolescente que ainda vive em mim. A história trata do romance agridoce entre um menino e uma menina que, por um motivo ou por outro, não conseguem se encaixar. As páginas são repletas das inseguranças e intensidades comuns a essa idade. Para ler em uma sentada e derramar algumas lágrimas depois.

Grande Sertão: Veredas, Guimarães Rosa – Eu acho que Grande Sertão é um livro obrigatório para qualquer brasileiro. E, para mim, foi obrigatório mesmo (li para o vestibular). Agora, o Rafa está riscando esse item da lista dele. O clássico gira em torno das memórias de Riobaldo, um cangaceiro que roda pelo sertão de Minas Gerais com seu grupo. As reflexões que ele levanta, as ambiguidades e a falta de linearidade da narrativa, além da linguagem usada em todo livro – que é inspirada na fala do sertanejo – são o que fazem desse livro uma grande obra.

Guia Lonely Planet – Leste Europeu – O maior companheiro de viagem da Luíza nesse momento. Ideal para quem também vai planejar uma viagem por lá.

Foto mais popular no Instagram

Catedral de Sofia, na bulgaria

Essa foto da Catedral de Sofia, na Bulgária, foi a campeã de likes do mês. Quando eu digo que essa viagem está de arrasar, não estou brincando. Para ver mais, acompanha a gente lá no Insta!

E pra julho tem o quê?

Tem cupom de desconto novo para o seguro da Mondial! Anota aí: TODEFERIAS

O cupom vale até o dia 31 de julho e dá 15% de desconto nas compras nesse link aqui.

Avalie este post

Autor


Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 comentários sobre o texto “Tudo de legal que junho nos trouxe

  1. Esse mês me matriculei no curso de inglês! Sou apaixonada por Londres e tenho 16 anos, me matriculei no curso de inglês para tentar fazer um intercâmbio pra lá porque meu inglês era muito básico. Espero que eu consiga me sair melhor na próxima vez que me pedirem para fazer um teste como esse:
    http://www.culturainglesa.net/wps/portal/cursos_de_ingles/cursos_para_adultos/teste_nivel?nameBanner=0433&vwo=cultura&utm_source=Emailmkt&utm_medium=Leadpix&utm_campaign=Captacao20152

  2. Oi Natália!
    Adoro o blog de vocês e queria muito ter a oportunidade de ir em um encontro com vocês, mas moro atualmente no Rio, e daqui três meses por um tempo no mundo.
    Queria te pedir uma coisa: bem que você poderia fazer um post sobre como conseguiu o mestrado na Espanha. Se tem cidadania e um pouco dos trâmites, acho que seria super legal.
    Um abraço e continuem nos encantando com os textos de vocês!

    1. Olá Thiago, claro! Esse post vai sair sim, só não fiz ainda porque estou esperando concluir o processo, os trâmites, para que eu saiba direitinho todo o procedimento.

      Abraços

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.