Quadrinhos em Bruxelas: encontre Tintim, Smurfs e outros pelas ruas

Quadrinhos em Bruxelas: encontre Tintim, Smurfs e outros pelas ruas

Cartuns, quadrinhos, banda desenhada. Bruxelas é uma cidade que leva esse tipo de arte muito a sério. Eu não sabia antes de chegar lá sobre o amor que a cidade tem pelos quadrinhos, a ponto de ter um museu só sobre o tema e uma série de murais dedicados ao que eles chamam de Nona Arte.

A história dos quadrinhos com Bruxelas começou em 1929, com um artista chamado Georges Remi, ou seu apelido mais famoso: Hergé. Foi num suplemento jovem do jornal Le Vingtième Siècle, chamado Le Petit Vingtième, que Hergé deu vida a Tintim e um estilo de arte gráfica único para a época. As aventuras do repórter e seu cachorrinho Milu foram ganhando muita popularidade.

Le_Petit_Vingtieme quadrinhos em bruxelas

Tintin-herge-quadrinhos-em-bruxelas

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois da Segunda Guerra Mundial, a popularidade das ilustrações e textos em balões foi tanta que havia duas revistas diferentes para divulgar os trabalhos dos cartunistas em língua francesa. Hergé, além de Tintim, também desenhava Quim e Filipe. Outros grandes artistas do século 20 eram: Peyo (Os Smurfs), Walthéry (Natacha), Franquin (Marsupilami, Gaston Lagaffe), Edgar P. Jacobs (Blake e Mortimer), Jean Roba (Billy e Buddy), e Jijé (Blondin e Cirage). Também havia artistas de língua holandesa, menos conhecidos, mas muito populares dentro do país.

Muitos desses personagens dos quadrinhos acabaram se tornando também personagens de filmes e desenhos animados, consagrando ainda mais os artistas belgas. O título de capital dos quadrinhos faz com que Bruxelas dedique muito espaço para essa tal de nona arte.

Passeios sobre quadrinhos em Bruxelas

A Comic Strip Trail (ou trilha dos Quadrinhos). Trata-se de uma série de murais, pintados pela cidade, nas ruas, onde você encontra o Tintin, Astérix, Blake & Mortimer, Bob & Bobette entre outros. No total, são 50 muros pintados, uma espécie de mapa do tesouro para explorar Bruxelas com outros olhos.

o que fazer em bruxelas comic strip

o que fazer em bruxelas distrito europeu

Nesse link você encontra uma lista com fotos e endereços de todos os murais.

Além disso, o Comics Art Museum reúne exposições permanentes e temporárias de ilustrações e objetos únicos sobre a história dos quadrinhos e os artistas de Bruxelas. Aberto diariamente, das 10h às 18h, a entrada custa 10€. Endereço: Rue des Sables 20. Mais informações sobre entrada e visita no site oficial.

Já o Museum of Original Figurines (MOOF) trás uma coleção de figurinhas dos principais personagens do mundo dos quadrinhos, assim como estátuas em tamanho real e objetos exclusivos. O MOOF fica na Rue du Marché-aux-Herbes 116. Aberto das 10h às 18h, de terça a domingo. Entrada 10 euros. Mais informações no site oficial. Nesse museu também fica a Smurfs Boutique, uma loja dedicada exclusivamente aos famosos personagens azuis.

Todo ano, desde 2010, também é realizado o Comic Strip Festival, que reúne quase 100 mil pessoas em atividades diversas sobre o universo dos quadrinhos. Em 2016, o evento será de 2 a 4 de setembro, no Brussels Park. O site com toda a programação é: visit.brussels/en/sites/comicsfestival

A Bruxelas de Tintim

Na cidade onde Hergé nasceu, cresceu e criou seu principal personagem, há muitos lugares dedicados ao intrépido repórter, cujas aventuras já foram traduzidas para 77 idiomas e histórias adaptadas para o cinema até mesmo por Steven Spielberg.

Perto da estação de trem Gare du Midi fica o Le Lombard, também conhecido como “Prédio do Tintim”, que era a sede da empresa que publicava os quadrinhos de Hergé, a Les Éditions du Lombard. De 1946 a 1988 a editora publicou a revista Tintin. No alto do prédio há uma placa tradicional de Tintim e o Milou. Endereço: Avenue Paul-Henri Spaak, 7. 

le lombard quadrinhos em bruxelas

Crédito: Belamp – CC BY-SA 3.0

O Museu Hergé não fica em Bruxelas, mas numa cidade nos arredores: Louvain-la-Neuve. No local, ficam fotos e objetos que aprofundam no trabalho do ilustrador. O endereço é  Rue du Labrador, 26, 1348 Louvain-la-Neuve. Para chegar lá, é preciso pegar um trem das estações de Bruxelas. O trajeto dura uma hora. O museu abre de terça a domingo, as 10h às 17h30 e custa €9,50.

Musée_Hergé bélgica louven

Crédito: Peripatetic – CC BY-SA 3.0

Por fim, bem no centro da cidade, numa das ruas que leva à Grand Place, fica a La Boutique Tintin. No espaço, figurinhas, chaveiros, lápis, cadernos, quadrinhos, roupas e muitas coisas dedicadas ao personagem. Eu não resisti e comprei um postal (era a única coisa barata da loja, rs). Fica na Rue de la Colline, 13.

postal tintim bruxelas quadrinhos

*Crédito Imagem Destacada: Visit Flanders (CC BY-NC-SA 2.0)

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

4 comentários em Quadrinhos em Bruxelas: encontre Tintim, Smurfs e outros pelas ruas

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: