Tags:
Atlas: Buenos Aires, Argentina

Aeroporto em Buenos Aires: dicas para viajar pelo Ezeiza ou Aeroparque

Na hora de planejar a viagem bate aquela dúvida: qual o melhor aeroporto em Buenos Aires? A principal porta de entrada para viajantes na Argentina é sem dúvidas o aeroporto de Ezeiza, o maior da cidade, mas que fica um pouco afastado, a 45 minutos do centro.

Mas caso você for explorar outras partes do país, como Bariloche, Mendoza ou a Patagônia, é bem provável que você precisa passar pelo Aeroparque, que recebe apenas voos domésticos no país, mas tem a grande vantagem de estar a apenas cerca de 10 minutos de distância do centro. Quer saber como chegar, como sair e quanto vai custar a corrida para cada um deles? Vem comigo!

Seguro de viagem para a Argentina

Contratar um seguro de viagem é essencial, ainda que seja para países tão próximos quanto a Argentina e o Uruguai. Por mais que seja perto de casa, o melhor é viajar protegido para não sofrer com os imprevistos.

A boa notícia é que é possível contratar um bom seguro de viagem gastando cerca de 10 reais por dia. Para isso, recomendamos utilizar um buscador como o do Seguros Promo, que compara as principais seguradoras e garante que você encontre o melhor custo-benefício, de acordo com suas necessidade.

Além disso, leitores do blog tem direito a um cupom de desconto exclusivo: 360MERIDIANOS05. Veja algumas das ofertas abaixo e escolha o seu:

Seguro Viagem: América do Sul
Affinity 15 + Telemedicina Affinity 15 + Telemedicina Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (SUPLEMENTAR) R$ 14/dia*
AC 35 MUNDO (Exceto EUA) + TELEMEDICINA AC 35 MUNDO (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 15/dia*
Intermac 15 Turístico Internacional Intermac 15 Turístico Internacional Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 350 (SUPLEMENTAR) R$ 16/dia*

Quais são os aeroportos de Buenos Aires?

O Ezeiza (EZE), também conhecido como Aeroporto Internacional Ministro Pistarini, fica a cerca de 30 km do centro de Buenos Aires. É por ali que passa o maior volume de voos internacionais da cidade. Descem lá as companhias aéreas Aerolíneas Argentinas, Avianca, British Airways, Gol, LAN, Qatar, TAM e Turkish Airlines com voos diretos saindo do Brasil. O Ezeiza tem um Free Shop gigantesco e cheio de opções pra gastar aquela graninha que sobra (ou não) no fim da viagem.

Já o Aeroparque (AEP) tem como nome completo Aeroporto Jorge Newberry e fica no bairro Palermo, a 8 quilômetros do centro. Esse aeroporto também recebe voos internacionais dos países vizinhos, mas desde 2018, a quantidade de voos internacionais caiu bastante e em abril de 2019 desapareceram por completo, o que é uma pena, porque do ponto de vista da localização, é melhor descer no Aeroparque, que está dentro da cidade e pertinho de tudo. Você ainda vai usar esse aeroporto em viagens internas na argentina.

Como ir do aeroporto ao centro de Buenos Aires?

Chegando pelo aeroporto de Ezeiza

Ao chegar no Ezeiza você tem cinco opções de transporte até seu hotel. As mesmas opções valem para voltar ao aeroporto.

1. Uber ou Cabify: os famosos aplicativos de transporte também funcionam em Buenos Aires. A corrida fica entre 1700 e 2000 pesos (R$140). Lembrando que as tarifas serão cobradas no seu cartão de crédito brasileiro, então a esse valor soma-se o IOF de 6,38%.

2. Táxi. O melhor custo benefício se você estiver em grupo, chegar tarde e/ou quiser ir logo para seu hotel. Ignore todos os urubus que vão ficar te oferecendo transporte quando desembarcar. Você pode sair da área de desembarque e, do lado de fora do aeroporto, procure pelo guichê do Táxi Ezeiza, a opção mais segura, eleita por 100% dos blogs de viagem que eu conheço. Outra opção é usar um dos aplicativos de táxi que existem por aí. A brasileira Easy Taxi é regulamentada em Buenos Aires. Outra opção é a portenha BATáxi. Atualmente (dezembro de 2019) está custando por volta de 2000 pesos, mas o preço varia. Se pagar no dinheiro, fica mais barato. No cartão é mais difícil conseguir negociar.

3. Remis. Esses são carros alugados com chofer, uma opção mais “arrumada” do que o táxi, com carros melhores e motoristas de terno e gravata. A empresa mais famosa que oferece esse tipo de serviço é a Tienda León e cobra 1990 pesos para ir até o centro. Você pode verificar se seu hotel oferece traslado até o aeroporto, porque pode sair mais barato que o Remis.

4. Ônibus executivo. Essa opção é mais barata, mas só vale a pena se você estiver sozinha(o). Custa 490 pesos. O ponto final (ou inicial) é o Terminal Madero (Av. Madero, 1299). O ônibus faz o trajeto em mais ou menos 45 min. De 6h às 21h ele sai a cada 30 minutos. Durante a madrugada, roda a cada uma hora. A empresa também é a Tienda León.

5. Ônibus Comum. Essa opção só está disponível durante o dia e o trajeto leva duas horas até o centro. Porém, é muito barata, custa apenas alguns pesos (o valor varia de acordo com o ponto que você vai descer, mas a tarifa começa em 16), mas deve ser paga com o cartão Sube, o bilhete único de Buenos Aires. Os ônibus partem do Terminal B. A principal linha é a 8, que tem parada na Plaza de Mayo, mas também da para pegar outras linhas: 51, 518, 394. Confira os trajetos no site oficial.

Veja aqui como utilizar o transporte público em Buenos Aires

Sobre o Aeroporto de Ezeiza

Esse é sem dúvida o aeroporto em Buenos Aires que conta com a melhor infraestrutura. Há uma praça de alimentação com algumas cadeias internacionais, como McDonnald’s, e outros restaurantes que servem comida com preço de aeroporto como em todo lugar do mudo.

A filial do Banco de La Nación troca pesos 24 horas por dia e tem câmbio a preços convidativos, o que torna uma boa opção para quem está chegando ao país. Considere trocar pelo menos o suficiente para o primeiro dia. Veja aqui como funciona o câmbio paralelo na Argentina.

Chegando pelo Aeroparque

Como o Aeroparque é dentro da cidade, os trajetos saem bem mais baratos:

1. Uber, Cabify ou outros aplicativos: você pode usar os aplicativos de transporte, lembrando que o aeroporto tem wifi gratuito. Mas cuidado para marcar um lugar exato com o motorista, visto que precisa ser “fora” do aeroporto.

2. Táxi. Você pode sair do aeroporto e pegar um dos táxis da fila, mas, segundo o pessoal do blog Aires Buenos, essa não é uma boa opção, com golpes e táximetros adulterados. Prefira os aplicativos ou remis do Tienda León.

3. Remis. Se você quer o transporte com firulas, pompa e conforto, custa  620 pesos num dos carros com chofer da Tienda León até o centro.

4. Ônibus Executivo. O executivo da Tienda Léon até o Terminal Madero custa 230 pesos e saem do Terminal Madero.

5. Ônibus Comum. Custa 2 pesos e tem quatro linhas: 45, 37, 33, 160. Veja os trajetos no site oficial.

Sobre o Aeroparque

O aeroporto é menor e tem poucas opções de restaurante e lojas, leve isso em consideração na hora de planejar sua ida para lá. Há uma filial do Banco de La Nación para trocar dinheiro, porém no Aeroparque ela fecha às 00h.

Onde ficar em Buenos Aires

Os principais bairros para se hospedar em Buenos Aires são:

  • Centro
  • San Telmo
  • Recoleta
  • Palermo

Os dois primeiros são para quem quer economizar, ficar perto de tudo e não se incomoda com bagunça. Já Recoleta e Palermo tem hospedagens mais caras, mas são bairros mais nobres e bonitos. Você pode saber mais sobre as regiões no nosso post Onde ficar em Buenos Aires.

Acomodações recomendadas em Buenos Aires:

Encontre hotéis em Buenos Aires

*Crédito imagem destacada:  Phillip Capper (CC BY 2.0)


Compartilhe!







Quer nosso kit de Planejamento de Viagens?
Contém um Ebook, tabelas de orçamento,
roteiro e check-list (DE GRAÇA!)




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

17 comentários sobre o texto “Aeroporto em Buenos Aires: dicas para viajar pelo Ezeiza ou Aeroparque

  1. Gostei das dicas , mas vou chegar no aeroporto Eze de madrugada , gostaria de sabe aonde encontro táxi mais em conta, se alguém tem Zap de alguns taxista de confiança que posso fazer a reserva

  2. Oi pessoal,

    sempre que vou a Buenos Aires, desembarco em Ezeiza e fico em Palermo. Uso sempre o mesmo taxista que, com hora marcada, ele vai te buscar no aeroporto com uma plaquinha com seu nome. No meu caso, ele dispensa a plaquinha.
    O nome de “meu” motorista é Nico que também trabalha com seu pai, acho que é o sr. Juan Carlos – eu não o conheço, mas meu filho fez o traslado com ele e o elogiou muito.
    Faço contato com o Nico via email ([email protected]). Não se arrependerão.

    Boa viagem!!!

  3. boa Tarde Luiza,

    fiquei na dúvida, o melhor então é o Aeroparque? pq fica próximo ao centro correto? ficarei em um hotel perto do Obelisco…

    Obrigada por todas as dicas!!!

    1. Oi Karen,

      O Aeroparque fica mais perto do centro, mas não necessariamente é o melhor! Depende muito mais de onde você vai encontrar voos mais baratos.

      Dos dois aeroportos você consegue chegar no Obelisco!

  4. Eu estou indo para Buenos Aires em setembro, e vou descer no Aeroporto de Ezeiza de madrugada. Eu estava super preocupada pensando em como eu iria fazer para chegar no hotel que eu vou me hospedar, localizado no centro da cidade. Agora já sei quais são as minhas opções.

    Juliana Tavares

    1. desculpe me meter, mas estou pesquisando viagens para Bs.As. e além desses serviços, existem empresas e mesmo peqs. empresários que também fazem serviços de transfer e passeios privados. Os valores variam pouco, mas é possivel ver relatos de experiências variadas com guias ‘improvisados’ ou ‘personal guides’… rs… Esse tipo de serviço custa em torno de U$40 entre ezeiza e o centro (ou o contrário)e pode ser contratado pela internet. é uma alternativa aos sistemas ‘oficiais’, mas tem gerado bons comentários, por que, esse pessoal ajuda muito com cambio, enfim, facilitam a viagem.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.