Tags:
Atlas: Besalú, Espanha

Besalú, uma vila medieval na Catalunha

Num continente chamado orgulhosamente de velho e repleto de vilas medievais, poucas delas são mais impressionantes que Besalú, na Espanha. O espanto causado durante séculos em viajantes, gente que cruzava a ponte de pedra erguida sobre o rio Fluvià e entrava na cidade já de queixo caído, hoje é causado em turistas que passam por essa parte da Catalunha, a 133 quilômetros de Barcelona.

Não que Besalú seja uma grande cidade, um ponto conhecido no mapa turístico da Europa. Longe disso. Essa vila de 2400 habitantes tem ruas vazias, casas de pedra, igrejas seculares e clima calmo, que de forma alguma lembra as multidões de turistas que sempre marcam presença na também medieval Barcelona.

A beleza de Besalú é sua pequenez. Um turista apressado percorrerá a cidade inteira em cerca de duas horas. Eu, que na realidade tinha mesmo pressa, fiquei pouco mais que isso por ali. O ideal, no entanto, é ficar mais: percorrer as ruas com calma, observar cada fachada, cada esquina e pedra de Besalú.

Besalú, na Espanha

Besalú que engana e já foi grande, pelo menos para os padrões da época. No início da Idade Média, essa cidade feudal era o centro de um governo que ultrapassou os Pirineus e alcançou o que hoje é o sul da França. Entre 1020 e 1111, Besalú produziu três moedas próprias e ajudou a criar a base do que mais tarde seria a Catalunha.

Por falar em Catalunha, Barcelona só superou Besalú por casamento e herança, quando o senhor feudal de Besalú morreu sem deixar herdeiros e o poder acabou sendo passado para os governantes de Barna. Para completar a história, Besalú foi um importante centro para a comunidade judaica, que também deixou suas marcas por lá.

Besalú, Espanha

Besalú, Espanha: como é a visita

Pense num filme que se passa numa vila da Idade Média. O que não pode faltar? Eu diria que uma ponte usada para passar por cima de um rio, um castelo no alto de uma colina, algumas torres de defesa, portões bem resistentes e uma baita muralha de pedra.

Exceto pela tal muralha, que até existiu, mas hoje está bem reduzida, Besalú ainda conserva essas características. No meio da Ponte Vieja, erguida no século 11, há o primeiro portão. Além dele, a ponte de formato sinuoso tem sete arcos e outro portão, já na entrada da cidade.

Besalu, Espanha

Se na Idade Média não era qualquer um que tinha autorização para passar por esses portões, hoje quem chega ao final da ponte da de cara com ruas labirintíticas e o Bairro Judeu. Por falar nisso, vale visitar os antigos banhos judeus de Besalú.

Como toda cidade espanhola que se preze, Besalú tem uma Plaça Major, em bom catalão. Esse era o centro da cidade medieval. E como a vila pouco mudou, o lugar não perdeu importância nos dias de hoje. Ali ficavam prédios religiosos e governamentais, como a cúria e o prédio do governo.

Igrejas não faltam. A Sant Vicenç foi erguida no século 11, em estilo românico, o primeiro estilo após a queda do Império Romano e que mais tarde foi sucedido pelo gótico. E tem ainda o Sant Pere, um mosteiro beneditino fundado em 977. Completa a lista de prédios notáveis o Sant Julià, uma igreja e antigo hospital da vila.

Besalú, Espanha

Mas não ligue para os nomes das construções. Percorra as ruas, relaxe na praça, procure um bom restaurante e peça um vinho: é isso que Besalú tem para te oferecer. Fala a verdade, não poderia ser melhor, né? Como você provavelmente não vai passar mais que um dia (ou a metade de um) por lá, o ideal é combinar Besalú com Girona, cidade a 32 km de distância.

Veja também: Girona, bate-volta a partir de Barcelona 

Besalú, Espanha

Esse percurso pode ser feito de ônibus, com a Teisa, numa viagem de 45 minutos. A empresa também faz o trecho a partir de Barcelona. Não é necessário dormir em Besalú, mas, caso você queira ter a experiência de passar uma noite numa legítima vila medieval, o Booking lista algumas opções de hotéis.

Outra opção é combinar Besalú com Figueres, terra de Salvador Dalí e onde fica o Theatro Museu do pintor catalão.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.

*O 360meridianos viajou a convite da TAM e da Agência de Turismo da Catalunha. 


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Besalú, uma vila medieval na Catalunha

  1. Ótima matéria. Fiz exatamente isso. Passei um dia entre Girona e Besalu ano passado, quando estava de férias em Barcelona. Achei um bate e volta perfeito! Imperdível pra quem curte cidades históricas e medievais.

    Fui de trem de Barcelona a Girona, cedinho, super rápido e confortável. Passei a manhã toda em Girona, que é pequena mas bem maior que Besalu. Passei pelo no rio Oñar com suas casinhas coloridas, no bairro judeu, percorrendo o centro histórico, cruzei a muralha e pra terminar andei pela Rambla de la Libertad e almocei na Plaça de la Independencia.

    De lá peguei um ônibus para Besalú, que leva pouco mais de meia hora. Amei Besalú, bem pequenina mas linda! Me impressionou até mais que Girona, a parte medieval é super preservada, uma autêntica vilinha da Idade Média!

    Na volta, ônibus até Girona e trem até Barcelona de novo.

    Imaginei cenas de GOT nas duas. Depois fiquei sabendo que eles gravariam em Girona. Mas acredito que Besalú também cairia super bem, principalmente aquela ponte linda.

    1. Pois é, Fernanda. Esses dias reconheci Girona, aquela igreja com uma escadaria enorme na frente, em GoT. Você viu?

      Deu saudade. haha

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.