Tags:
Atlas: Bodrum, Turquia

Bodrum: um guia de viagem completo para o paraíso na Turquia

Bodrum é um cantinho especial na Turquia. A cidade banhada pelo Mar Egeu é famosa pelas águas cristalinas que rivalizam com as praias gregas, as casinhas pintadas de branco, a comida turca deliciosa e também por sua importância na história antiga. Este post é um guia de viagem completo para quem quer visitar Bodrum. Conto o que fazer, como chegar, onde comer, quais passeios, quanto custa e muito mais.

Guia de Viagem para Bodrum:

bodrum turquia mar verde bandeira

Clique nos links acima para chegar na parte do post que te interessa

A história de Bodrum, na Turquia: a antiga Halicarnasso

Bodrum, séculos e séculos atrás, era Halicarnassus, uma cidade da Grécia antiga. Foi ali que nasceu Herodoto, grego considerado o “pai da história”, e onde governou o rei Mausolus, para quem sua esposa (e irmã), Artemisia II de Caria, construiu o mausoléu de Halicarnasso, uma das 7 Maravilhas do Mundo antigo.

A cidade esteve, ao longo dos séculos, sob domínio dos gregos, persas, romanos, cavaleiros cruzados e, finalmente, os otomanos. Alexandre, o Grande, participou de um cerco para capturar a cidade, em 334 a.C. Uma de suas governantes mais famosas foi Artemisia I, que lutou batalhas decisivas a favor do persa Xerxes contra a Grécia, em 480 a.C.

historia de bodrum halicarnasso

O mausoléu, cujo nome deriva de Mausolus, enorme e ricamente decorado, foi destruído num terremoto. Em 1402, quando os cavaleiros cruzados chegaram na cidade, usaram parte das ruínas para construir o Petronium, ou Castelo de São Pedro, hoje o Castelo de Bodrum. Em 1522, o império Otomano dominou a cidade e assim ela permanece, até hoje, turca.

Fontes: Brittanica, Bodrum.org

 

Quantos dias ficar em Bodrum

Isso depende muito do que você pretende. O mínimo para conhecer as atrações históricas e aproveitar a cidade e suas praias são 3 dias. Mas dá para ficar mais caso você queira uma experiência mais relaxada ou pretenda fazer mais passeios pelos arredores. Eu fiquei 5 dias.

baia de bodrum na turquia

Quanto custa viajar para Bodrum

A lira turca está bastante desvalorizada. No momento que estou escrevendo este post, €1 = 7TL e R$1 = 1,50 TL.

A minha viagem foi estilo econômica/confortável. Ficando num quarto privativo de um hostel descolado com piscina, comendo todos os dias em restaurante, fazendo o passeio de barco e circulando pela península, gastei cerca de 45 euros por dia.

É possível gastar menos ficando num dormitório e preparando sua própria comida. Ou, obviamente, gastar mais, ficando num hotel ou resort e fazendo mais passeios.

Onde ficar em Bodrum

Bodrum é o nome de uma cidade e também de toda uma península na Turquia. Isso pode confundir um pouco quem está em busca de hospedagem. O ideal é ficar na cidade de Bodrum mesmo, na região próxima à praia, chamada Kumbahce.

Veja aqui todas as opções de hospedagem no centro da cidade

Se você não encontrar nada por ali, a baía ao lado, Gumbet, também tem algumas boas opções de acomodação.

castelo de bodrum por do sol

Agora, caso você esteja com a intenção de ficar num resort, então pode valer a pena explorar as outras vilas da península. Veja aqui todas as opções de acomodação na Península.

Onde eu fiquei em Bodrum e dicas de hotéis

Eu fiquei no Eskici Hostel. O lugar tem decoração moderninha, piscina, um bar no terraço e o café da manhã é uma delicia. O quarto privativo também tem banheiro privativo e ar-condicionado. Porém, é um hostel de festa. Tem barulho e movimento o tempo inteiro. É ótimo para quem quer fazer amigos e ter gente para sair, não tão bom para quem quer sossego.

Outras ideias legais para quem quer hospedagem econômica, mas com boa qualidade, de até 50 euros a diária, são o Costa Bodrum City, o Duru Butik Otel, o Asmin Hotel Bodrum e o Agan Pension.

Já para quem prefere mais conforto, procure pelo White and Blue Bodrum, pelo Eskiceshme Bodrum Marina, pelo Ena Boutique Hotel ou o Artunc Hotel Bodrum.  Opções 4 estrelas: Manastir Hotel & SuitesMarina Vista Hotel,

Por fim, quem quer aproveitar o valor baixo da lira turca para se hospedar com luxo pode buscar um resort ou hotel 5 estrelas, como o Mandarin Oriental BodrumThe Marmara BodrumSamara Hotel Bodrum All Inclusive e o Caresse a Luxury Collection Resort & Spa.

Como chegar em Bodrum

De barco

Para quem está na Grécia, a forma mais fácil de chegar em Bodrum é de ferry, partindo de Kos ou Rhodes. Durante o verão, há barcos diários que fazem o trajeto. As ferrys expressas fazem em 20 minutos e as comuns em uma hora.

Porém, tenha em mente que normalmente essas viagens entre Grécia e Turquia são para bate-voltas. Tive um pouco de dificuldade para conseguir comprar o trajeto para ir num dia e voltar cinco dias depois. A minha dica é: pesquise entre várias agências e também pergunte para os barcos diretamente no porto. Eu paguei 36 euros, ida e volta, incluindo o imposto do porto, saindo de Kos. Os trajetos de bate-volta custavam em torno de 25 euros.

De avião

Bodrum tem um aeroporto, o Bodrum-Milas, que fica a 35 km do centro. Além disso, os aeroportos de Dalaman e Izmir não ficam longe da península: são cerca de três horas de distância. Muitos dos voos que chegam ali são de Istambul, mas cidades europeias como Berlim e Amsterdam também tem voos para Bodrum durante o verão.

Do aeroporto para o centro há ônibus que custam 17 liras turcas, que tem o horário casado com as chegadas e partidas dos voos. Além disso, existe a opção de pegar um táxi ou uber.

De ônibus

Várias empresas de ônibus ligam Bodrum a outros destinos da Turquia, como Istambul (13 horas de viagem), Ankara (10 horas de viagem), Izmir (3 horas de viagem) ou Antalya (7 horas). Para regiões mais distantes, como a Capadócia, não existem ônibus diretos e será preciso trocar para um micro-ônibus.

A rodoviária de Bodrum fica bem próxima ao centro e de lá é possível caminhar para a região dos hotéis e praia.

Como se locomover em Bodrum

Apesar de ser uma cidade relativamente grande, a região da praia, a marina e os pontos turísticos e históricos são bem próximos – é possível fazer tudo caminhando. Para visitar as demais praias da península de Bodrum é possível pegar excelentes micro-ônibus, chamados dolmuş. A viagem custa entre 6 a 10TL, partindo da rodoviária de Bodrum. Outra forma de se deslocar são os passeios de barco, como explico no tópico a seguir.

O que fazer em Bodrum, na Turquia

Atrações históricas e turísticas

  • Castelo de St. Peter (Bodrum Kalesi): construído em 1402 pelos cavaleiros cruzados, é um dos pontos turísticos mais importantes da cidade. Hoje, lá dentro, além das ruínas, funciona o Museu de Arqueologia Submersa, que tem diversas peças obtidas com escavações na costa turca, incluindo um navio naufragado. Abre de terça a domingo, de 9h às 16h30. Custa 25 tL – Infelizmente, no momento o museu e o castelo estão passando por um processo de restauração e fechados para o público.

castelo de bodrum

  • Bodrum Amphitheatre: o anfiteatro é uma estrutura atribuída ao Rei Mausolos, mas que foi finalizado no período de dominação romana. É a parte da antiga cidade de Halicarnassus que está mais bem preservada. No mês de agosto, são feitos shows de música popular turca no anfiteatro e a estrutura moderna atrapalha a visita. Porém, também é uma chance de ver música ao vivo.

anfiteatro de bodrum

  • Mausoleum de Halicarnassus: local onde ficava uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo. Hoje, dá para visitar as ruínas e um pequeno museu que mostra a história do mausoléu. Parte das ruínas foram utilizadas na construção do Castelo e outra parte está no British Museum, em Londres. Abre de terça a domingo, das 10h as 17h. Custa 8TL.

mausoleu de halicarnasso em bodrum

  • Portão de Myndos: Um dos antigos portões da cidade, do tempo do Rei Mausolus. Esse portão foi cenário de uma das batalhas durante o cerco de Alexandre, O Grande.

 

  • Bodrum Bazar: o mercado de Bodrum fica próximo à rodoviária: numa estrutura coberta funciona um mercado de tecidos na terça-feira e um mercado de comida na sexta-feira. Além disso, ao longo da semana barraquinhas de frutas e restaurantes ficam abertos (veja abaixo uma dica de restaurante por lá).

 

  • Palmarina: A marina de Bodrum foi renovada recentemente, com palmeiras e um pier cheio de restaurantes e lojas. É um bom lugar para passear durante o dia e à noite.

 

  • Moinhos de vento: Os antigos moinhos, pintados de branco, eram usados do século 18 até os anos de 1970. Há sete deles no topo do monte entre Bodrum e Gumbet.

calcadao praia de bodrum turquia

  • Centrinho de Bodrum: O centro de Bodrum é daqueles típicos centros antigos turcos, ruas estreitas, muitas lojas vendendo produtos de todos os tipos: tradicionais, autênticos e falsificações. A regra ali é andar sem rumo, tanto pela avenida que segue à beira-mar, quanto pelas ruelas que a cortam. À noite, os bares e restaurantes se enchem de pessoas e música alta.

ruas do centro de bodrum

Passeios e tours

O tour clássico em Bodrum, para quem quer conhecer as praias mais bonitas, é o passeio de barco de um dia, que sai umas 10h e volta às 17h, passando por 3 a 5 baías.

bodrum turquia mar egeu bodrum turquia mar egeu 1

Mas vale a pena escolher bem o tipo de experiencia que você quer ter. Muitos barcos fazem os trajetos iguais, o que deixa cada parada lotada de gente. Dicas: escolha um barco que não leve muitas pessoas. No máximo 50. Há barcos menores, com até 20 pessoas, que são mais caros, mas também permitem uma experiência mais agradável.

A outra questão a se considerar são as comodidades. Eu e meu namorado, por exemplo, decidimos por um barco no esquema “all-inclusive”, ou seja, tinha cerveja e vinho liberados, além do almoço – custou €20, pela agência.

Recomendo dar uma olhada online, mas também conversar diretamente na orla de onde saem os barcos. Algumas das agências e empresas que operam em Bodrum são: Ozzlife Boat, My Way Boat Trip, Bayside and Tora, Bodrum Tour (a agência em que comprei o meu passeio).

bodrum turquia mar azul

Outra opção, para quem não tiver restrições de orçamentos, é alugar um gulet, que são barcos tradicionais de madeira. É possível só fazer o passeio de um dia ou ficar de 3 a 7 dias navegando com a equipe profissional. Custa a partir de 1000 TL.

Outros tours são oferecidos pelas agências de Bodrum, como visitar as ruínas e templos da cidade antiga de Ephesus ou o conjunto espetacular de piscinas termais de Pamukkale, por a partir de 30 euros. Também é possível fazer bate-volta, de barco, para a ilha de Kós, na Grécia.

Também há passeios de mergulho, jipe, cavalo e outras atividades de aventura. Basta consultar as agências locais e lembrar de negociar o preço se contratar mais de um passeio.

Quais praias visitar na península de Bodrum

Para quem quer ver um mar de cor azul-elétrico e praias realmente bonitas, é necessário fazer os passeios de barco. Eu infelizmente só descobri isso no último dia, se não teria feito mais de um passeio.

praia bodrum ao entardecer

A praia de Bodrum mesmo e a vizinha, Gumbet, são aterradas. Em agosto, o mês mais lotado, mal dá para ver a pequena faixa de areia e a água não fica cristalina. À noite, a areia é tomada pelas mesas e cadeiras dos restaurantes da orla. O mesmo acontece na vila de Gumusluk. É um excelente local para curtir um restaurante à beira-mar, mas meia-boca para quem está em busca de belas praias.

praia de gumuslek peninsula de bodrum

Me indicaram a Kamel Beach e a Yalıkavak, que têm faixas de areia maiores. Mas fique atento: é necessário competir com o espaço com resorts e beach clubs que exigem consumação para utilizar a estrutura.

Para chegar às outras praias da península, dá para pegar um dolmuş, uber ou circular de carro alugado.

Onde comer e beber em Bodrum: dicas de restaurantes

Nada me surpreendeu tanto quanto a deliciosa comida turca. Além de ter preços bastante justos, os temperos e variedades de sabores são impressionantes. Comi em tantos lugares bons – e baratos! – que não poderia deixar de compartilhar com vocês.

Hanende Mey: tem um menu bem enxuto de comida fresca. Comi peixe assado na churrasqueira, com uma salada deliciosa.

Piknik Ev Yemeklery: fica fora da região mais turística. É um restaurante frequentado por moradores locais, vende diversos tipos de kebab e carne de cordeiro. Tão maravilhoso que voltamos na noite seguinte. experimentamos as Koftes (almôndegas) com queijo gratinado, o Adana kebab (fotos abaixo).

onde comer em bodrum gratinado

Kircicegi: é uma rede de comida turca. Fica na região da marina, tem preços muito bons e os garçons nem falam inglês. O Manisa kebab, servido com molho de tomate e iogurte, é imperdível (foto da esquerda).

Kofteci Nazmi Usta: esse restaurante familiar fica ao lado do mercado turco e também só é frequentado por gente dali. O menu tem basicamente três opções de carnes, além de saladas e dois tipos de doce. Pedimos o kofte (almôndega) e o çopsis (espetinho), acompanhados de pão, pimenta e salada. Extremamente barato e delicioso (foto da direita)

onde comer em bodrum kebabonde comer em bodrum kofte

Mesut: onde comemos aquele kebab tradicional, donner, que fica girando no espeto. Esse restaurante/lanchonete fica na beira da praia, recebe muitas famílias turcas. Os garçons não falam inglês, mas se esforçam para atender bem.

Yunuslar Karadeniz: uma cafeteria muito fofa, também fora das ruas turísticas. Vale a pena provar as diferentes versões da Batlava ali. Esse é um doce turco tradicional, com massa folheada, creme e pistache.

onde comer em bodrum duram onde comer em bodrum doces

Vida noturna

A vida noturna em Bodrum é muito animada, com diversos bares abertos dia e noite, boas promoções de happy hour na beira da praia – do tipo beba uma e ganhe a outra – e algumas boates de música eletrônica – incluindo uma com festa dentro de um barco.

bodrum vida noturna

O pessoal do nosso hostel indicou a boate Eva Klein, que fica depois da marina. Eu não curto eletrônico, então não fui, mas elogiaram bastante. Dentre os bares, meu favorito foi o Kule Rock City Bar. Fica na rua principal do centro, tem uma decoração bem legal, toca rock e servem pipoca junto com o seu drink.


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários sobre o texto “Bodrum: um guia de viagem completo para o paraíso na Turquia

  1. Olá, tudo bem? Adorei suas experiências.
    Gostaria de uma informação, no meu roteiro só posso incluir um lugar Bodrum ou Marmaris, qual vc indicaria? Após vou para Rhodes. Obrigada.

  2. Boa noite. Tudo bem?
    Minha esposa e eu faremos uma viagem a Turquia e passaremos por alguns lugares. Será que vocês poderiam dar algumas dicas?
    Então, li agora o artigo de Bodrum, achei excelente, mas me deixou com dúvidas de hospedagem.
    No caso, já fiz reserva no Asmin Bodrum Hotel que vocês recomendam, mas também gostei muito do Akkan Beach Hotel, mas estou em dúvidas em relação a localização; Qual dos dois vocês me indicariam ficar tendo em vista que vocês conhecem a região por terem estado por lá…
    Desde já, muito obrigado.

    1. Oi Augusto,

      Desculpe a demora para responder.

      Olha, os dois tem boa localização!

      Se você preferir ficar bem na beirinha da praia, acredito que o Akkan Beach Hotel é melhor ( https://www.booking.com/hotel/tr/akkan-beach.pt-br.html?aid=367502 )

      Se você preferir ficar mais no centrinho da cidade, onde estão mais restaurantes e comércio, escolha o Asmin (https://www.booking.com/hotel/tr/asmin-bodrum.pt-br.html?aid=367502)

      De qualquer forma, são boas escolhas.

  3. Suas dicas são ótimas! Como disse lá no outro comentário, meu intuito é visitar o país no verão de 2021 do hemisfério norte… É torcer para que as coisas estejam melhores por lá! No meu roteiro, está incluso istambul 9 dias e 5 em dobrum, passando um dia na ilha Kos (espero que a situação de tensão entre Turquia e Grécia seja arrefecida até lá), enfim, são muitas incertezas, prefiro ser otimista e acreditar que as coisas melhorem. Em todo o caso, você acredita que o mercado do turismo internacional irá se reaquecer em 2021?
    Obrigado!

    1. Acredito que sim Armando. Acho que estão todos ansiosos por uma retomada, mas obviamente para voltar tudo como era antes ainda vai demorar um pouco. Mas pelo menos na Europa, esse verão teve turismo interno bem próximo do “normal”.

  4. Olá Luiza!
    Estou aqui em Bodrum e com uma dúvida, como estou numa viagem econômica, não curto muito pegar esses passeios furadas rs, se é que me entende.
    Mas está um mega calor e iremos fazer o passeio com os barcos para as ilhas.
    Vi e dei uma pesquisada nós que você recomendou e fez, mas vi que aqui é ala bolivia, fecha com um, e no final todos vão com todos kkk.
    Estou na dúvida de pegar o passeio $10 euros ou all incluse $20 euros, somos brasileiros e ? sempre bem vinda.
    Valeu a pena o all incluse? Ou é furada daqueles cerveja quente e regulada? ?
    Pq aí já economizo $10, mas se for ok, pago pois consumir a parte cada uma sai por $3 euros.
    Obrigada!

    1. Oi Camila,

      A comida era bem ruim. A cerveja e o vinho eram assim, razoáveis. Teria saído mais caro se eu fosse pagar a parte, então acho que acabou valendo a pena. Mas não é nada espetacular.

      1. Obrigada pela resposta sincera e pelo retorno rápido.
        Adoro o conteúdo 360 meridianos é como se fossem o guru de viagens rsrs.
        Continuem sempre assim.
        Bjos

  5. Ola!!
    Eu gostaría saber se e permitidi ir de Bodrum a Kos e ficar mais dias
    Vc comentou q foi dificil.
    Que empressa de Ferry vc pegou??
    Eu iria de Bodrum a Kos e gostaría ficar uns 3 dias em kos
    Obg

    1. Oi Fanny,

      É permitido sim, mas você terá que pesquisar entre as empresas para ver qual não vai querer te cobrar muito mais caro para fazer isso. Não lembro exatamente qual foi a empresa que eu fiz, mas de qualquer forma, eu fiz o caminho oposto e comprei a Ferry na Grécia, não na Turquia.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.