fbpx
Tags:
Atlas: Inglaterra, Londres, Reino Unido

Como é a imigração em Londres

Vai passar pela imigração em Londres? Neste post, exploraremos informações essenciais para viajantes que planejam visitar Londres, focando nos aspectos relacionados à imigração e às exigências dos agentes.

Entender bem os procedimentos e as perguntas comuns na imigração pode ajudá-lo a se preparar adequadamente e garantir uma entrada tranquila no Reino Unido.

Além disso, abordaremos a importância de obter um seguro de viagem e forneceremos dicas úteis para quem enfrenta a barreira do inglês. Ao se familiarizar com esses aspectos, você estará mais bem preparado para aproveitar uma viagem inesquecível a Londres.

Como é a imigração em Londres

A primeira coisa que eu quero dizer neste post é bem básica: brasileiro NÃO precisa de visto para entrar em Londres. Dito isso, é importante lembrar que o Reino Unido não faz parte do Acordo de Schengen, que estabelece livre circulação de pessoas na Europa.

Ou seja, mesmo que você já tenha passado por alguma imigração em Madrid, Paris, Lisboa ou outra cidade europeia, vai ter que passar pela imigração em Londres novamente. E vice-versa. Se passou na imigração em Londres quando chegou, tem mais um controle de passaportes te esperando se quiser ir dali para outros do continente.

Saiba mais: Onde vai ser sua imigração na Europa

Informações básicas dadas, vamos ao que interessa: como é a imigração em Londres? Eu já passei pelo controle de passaportes da capital da Inglaterra diversas vezes, em aeroportos diferentes. O processo em geral é o mesmo, eles fazem algumas perguntas sobre a sua estadia e carimbam seu passaporte.

Uma vez, me pediram para ver o voo de volta. Em outra, me perguntaram sobre os pontos turísticos que eu visitaria durante a viagem e em qual local ficaria hospedada.

Veja também: Onde ficar em Londres, os melhores bairros e Roteiro de 5 dias em Londres

Londres tem cinco aeroportos, Heathrow, Stansted, Gatwik, Luton e London City. Além disso, tem uma estação de trens internacionais, a St. Pancreas.

Se você chegar por qualquer um desses lugares, vindo de fora do Reino Unido, pode ser que a imigração não te pergunte nada, como foi da minha primeira vez, mas pode ser que te questione um monte de coisas, peça documentos, etc.

A verdade é que você tem que estar preparado para a segunda opção. Como? Só saber direitinho todos os documentos exigidos pela Imigração do Reino Unido.

Imigração em Londres: quais documentos são necessários

Não há uma lista oficial de documentos obrigatórios para entrar no Reino Unido. No entanto, o governo britânico dá indicações do que pode ser útil na hora da imigração e o que eles querem saber de você:

1. Passaporte válido

2. Comprovação de vínculo com o Brasil: Com isso, eles querem ter certeza que você está realmente só passeando. Carta do seu empregador em papel timbrado comprovando sua contração na empresa, contra-cheque, declaração de imposto de renda, certificado de matrícula na Universidade, contrato social da sua empresa própria, etc. Se você for uma pessoa sem esse tipo de vínculo, como eu costumava ser, tente comprovar a sua situação como freelancer ou tenha um termo de responsabilidade assinado por algum familiar.

3. Comprovação financeira: eles querem saber se você tem como se sustentar como turista no período que pretende ficar no Reino Unido. O extrato da sua conta mais movimentada nos últimos seis meses, contra-cheque, declaração de imposto de renda, termo de responsabilidade dos pais (e todos os documentos que comprovem a renda deles), cartão de crédito internacional (com o comprovante do limite), além de dinheiro vivo.

4. Comprovação da viagem: passagem de volta, reserva de hotéis ou carta-convite do anfitrião que vai te receber lá, recibos das reservas em passeios feitas pela internet, trocas de emails falando de passeios e outras atividades que pretende fazer na Inglaterra.

Veja também: Modelo de carta-convite para viagem

Tenha todos esses documentos guardados numa pasta e leve com você na mala de mão. Você só encontra com a sua mala despachada depois que passa pela imigração.

Desde março de 2022, não é preciso apresentar teste ou comprovante de vacinação contra COVID-19 na chegada ao Reino Unido. Também não é preciso preencher o formulário de localização de passageiro, nem fazer isolamento após chegar no país.

Se não souber falar inglês, solicite um intérprete e explique que só está lá de férias. Na hora de responder as perguntas, fique calma(o) e não minta em hipótese alguma! No mais, é só esperar o carimbo e aproveitar a viagem.

ETAS – Formulário de Autorização de viagem para o Reino Unido

Em breve, todos os viajantes com destino ao Reino Unido deverão solicitar uma permissão para entrar no país. A Autorização Eletrônica de Viagem (ETA, sigla em inglês) tem previsão de implantação até o final de 2024, abrangendo visitantes brasileiros e europeus.

O planejamento da exigência do ETA teve início após a saída do Reino Unido da União Europeia. Na prática, essa autorização consiste em um formulário que o turista deve preencher online antes de sua viagem. Com base nisso, será concedida ou negada a permissão para entrar no Reino Unido.

E, se você está se perguntando: sim, será algo semelhante ao ETIAS, da Europa.

Seguro de viagem para o Reino Unido

Não, o seguro viagem para o Reino Unido não é obrigatório. Os países do Reino Unido não fazem parte do Tratado de Schengen, que regula a circulação de pessoas na maior parte da Europa.

Embora não seja obrigatório, a aquisição de um seguro de viagem é altamente recomendada. Embora o Reino Unido tenha um sistema de saúde pública chamado Serviço Nacional de Saúde (NHS), os visitantes estrangeiros geralmente não têm acesso gratuito a tratamento médico, exceto em casos de emergência.

Nós nunca queremos pensar no pior. Só que caso algo aconteça e você precise de um médico, hospital, o melhor é estar coberto. Já pensou ter que pagar uma internação hospitalar em libras? É o típico caso do barato que pode sair muito caro.

Para encontrar o melhor custo benefício, sugerimos o uso de um comparador de seguros, como a Seguros Promo.

Não se esqueça de colocar o cupom de desconto do 360meridianos, para ajudar ainda mais na economia: 360meridianos05, que garante 5% off.

Se você pagar com boleto, são mais 5% de desconto! Ainda, a Seguros Promo oferece cupons extras de até 20% OFF em datas especiais. Confira a disponibilidade! 

Seguro Viagem:
Europa
Intermac I60 Inter (exceto EUA) +Covid-19 Intermac I60 Inter (exceto EUA) +Covid-19
Assistência médica USD 60.000
Bagagem extraviada USD 750 (SUPLEMENTAR)
*Valor referente a 7 dias de viagem.
AC 35 EUROPA (Exceto EUA) COVID-19 AC 35 EUROPA (Exceto EUA) COVID-19
Assistência médica EUR 35.000
Bagagem extraviada EUR 1.200
*Valor referente a 7 dias de viagem.
UA 40 EUROPA (exceto EUA) COVID-19 UA 40 EUROPA (exceto EUA) COVID-19
Assistência médica USD 40.000
Bagagem extraviada USD 200 (SUPLEMENTAR)
*Valor referente a 7 dias de viagem.

Como não ser barrado na imigração de Londres?

Para reduzir as chances de ser barrado na imigração de Londres ou em qualquer outro país, siga as dicas abaixo:

  1. Tenha todos os documentos em mãos. Veja ali em cima a lista com os documentos obrigatórios.
  2. Seja honesto e objetivo na hora de responder as perguntas do oficial de imigração. Fale com clareza e confiança. Eles podem perguntar sobre o propósito da sua visita, quanto tempo você planeja ficar e o que você fará durante a sua estadia.
  3. Esteja preparado para mostrar evidências de vínculos com o seu país de origem, como trabalho, estudos, família e propriedades. Isso ajuda a convencer o oficial de imigração de que você não pretende permanecer ilegalmente no país.
  4. Demonstre conhecimento sobre as regras e regulamentações do país que você está visitando, e mostre respeito pelas leis locais.
  5. Evite levar itens proibidos ou restritos na bagagem. Familiarize-se com as regras de alfândega e itens permitidos antes de viajar.
  6. Mantenha a calma e seja educado durante todo o processo. A cooperação e a cortesia podem ajudá-lo a causar uma boa impressão nos oficiais de imigração.

Lembre-se de que a decisão final de permitir ou negar a entrada no país está a critério dos oficiais de imigração. No entanto, seguir essas dicas pode ajudar a aumentar suas chances de passar pela imigração sem problemas.

Quais perguntas podem ser feitas na imigração de Londres?

Durante a imigração em Londres, ou em qualquer outro país, os oficiais de imigração podem fazer uma série de perguntas para determinar se você cumpre os requisitos para entrar no país. Algumas das perguntas comuns incluem:

  1. Qual é o propósito da sua visita?
  2. Quanto tempo você pretende ficar no Reino Unido?
  3. Onde você ficará hospedado durante a sua estadia?
  4. Você tem amigos ou familiares no Reino Unido?
  5. Você já visitou o Reino Unido antes? Se sim, quando e por que motivo?
  6. Qual é a sua ocupação e onde você trabalha atualmente?
  7. Como você financiará sua estadia no Reino Unido? Você tem fundos suficientes para cobrir suas despesas?
  8. Você possui seguro de viagem?
  9. Qual é o seu itinerário de viagem? Quais lugares você planeja visitar?
  10. Você tem uma passagem de volta ou de saída do país?
  11. Quais são seus planos após retornar ao seu país de origem?
  12. Você tem vínculos fortes com seu país de origem, como emprego, família e propriedades?

Essas perguntas podem variar, e o oficial de imigração pode fazer perguntas adicionais, dependendo das circunstâncias específicas.

É importante responder a todas as perguntas com sinceridade e fornecer informações claras e precisas.

Se você estiver bem preparado e tiver todos os documentos necessários em mãos, isso pode ajudar a facilitar o processo de imigração.

Quanto de dinheiro é necessário para entrar em Londres?

Não há um valor fixo de dinheiro que você precisa ter para entrar em Londres ou no Reino Unido, mas é necessário comprovar que você possui recursos financeiros suficientes para cobrir as despesas de sua estadia sem recorrer ao trabalho ilegal ou assistência pública.

O valor necessário dependerá da duração da sua estadia e do custo de vida estimado.

Algumas dicas gerais para determinar quanto dinheiro você deve ter incluem:

  1. Acomodação: Considere o custo da sua acomodação, seja ela um hotel, albergue, casa de família ou amigo. Verifique as tarifas diárias e multiplique pelo número de dias da sua estadia.
  2. Alimentação: Estime o custo das refeições diárias. Londres pode ser uma cidade cara, portanto, considere um orçamento de £10 a £20 por refeição em estabelecimentos de médio porte. É possível encontrar opções mais baratas, mas é sempre bom ter uma margem.
  3. Transporte: Inclua o custo do transporte público, como o metrô (Underground) e ônibus, ou o uso de táxis e aplicativos de transporte, dependendo das suas preferências. Considere adquirir um cartão Oyster ou Travelcard para economizar no transporte público.
  4. Atrações turísticas e atividades: Faça uma lista das atrações que você deseja visitar e verifique os preços de ingressos e taxas de entrada. Algumas atrações em Londres são gratuitas, mas outras podem ter custos significativos.
  5. Despesas extras: Reserve uma quantia para despesas imprevistas, como compras, emergências médicas ou outros incidentes.

É importante ter extratos bancários recentes, cartas do seu banco ou outros documentos que comprovem seus recursos financeiros durante o processo de imigração.

É importante levar algum dinheiro em espécie. Os oficiais podem pedir para ver o dinheiro e os cartões.

Dicas para a imigração em Londres para quem não fala inglês

Se você não fala inglês ou tem habilidades limitadas no idioma, pode ficar um pouco ansioso ao passar pela imigração.

No entanto, você não precisa se preocupar. Lembre-se de que centenas de pessoas passam por ali todos os dias e os oficiais estão acostumados com quem não domina o idioma. Caso eles precisem te questionar sobre alguma coisa, podem chamar um intérprete para ajudar.

Aproveite para seguir estas dicas pode ajudar a tornar o processo mais tranquilo:

  1. Aprenda algumas frases básicas em inglês: Mesmo que você não seja fluente, aprender algumas frases-chave em inglês, como cumprimentos, pedir ajuda e agradecer, pode ser útil durante o processo de imigração e a estadia no Reino Unido.
  2. Tenha todos os seus documentos organizados: Organize seus documentos importantes, como passaporte, visto, passagens de ida e volta, comprovante de acomodação e recursos financeiros, em uma pasta ou bolsa fácil de acessar. Isso facilitará a comunicação com o oficial de imigração, mesmo que você não fale inglês com fluência.
  3. Use um aplicativo de tradução: Instale um aplicativo de tradução, como o Google Tradutor, em seu smartphone. Isso pode ajudá-lo a entender e responder a perguntas em inglês durante o processo de imigração.
  4. Peça ajuda: Se você estiver com dificuldades para entender ou responder a uma pergunta, não hesite em pedir ajuda ou solicitar um intérprete.
  5. Mantenha a calma e seja paciente: Você não precisa temer nada se os motivos da sua viagem forrem legítimos e você tiver preparado bem todos os documentos para a imigração.

Conexão em Londres: vou passar pela imigração?

Se você tem uma conexão em Londres e não planeja sair da área do aeroporto, não precisará passar pela imigração. Você deverá permanecer na área internacional até o seu próximo voo.

Se você tem uma conexão longa e quer aproveitar para conhecer a cidade, aí sim precisará passar pro todo o procedimento de imigração. Na volta, precisará se submeter a todo o procedimento de segurança do aeroporto também. Dessa forma, certifique-se de que o seu tempo é realmente suficiente para tudo isso.

Inscreva-se na nossa newsletter

5/5 - (1 vote)

Compartilhe!







Eu quero

Clique e saiba como.

 




Luiza Antunes

Sou Jornalista e Escritora, já escrevi mais de 800 artigos e reportagens sobre Viagem e Turismo. Atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e já visitei mais de 50 países pelo mundo afora. Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

527 comentários sobre o texto “Como é a imigração em Londres

  1. Boa noite!
    Fiquei por 150 dias na Inglaterra, preciso retornar aquele país, posso utilizar os 30 dias que faltam para completar meu tempo total de 180 dias de permanência como turista?

  2. Olá Luísa, tudo bem? Obrigado pelo texto e esclarecimentos. Uma dúvida: Eu e minha namorada moramos em Portugal, há mais de um ano, e estamos em processo de legalização aqui. Teríamos problemas na imigração para sair de Portugal ou para chegar na Inglaterra, por ter passado os 3 meses de turismo do espaço Schengen ou a Inglaterra não leva isso em consideração por não fazer parte? Levaremos também algo em torno de 3500 libras (tanto em dinheiro quanto em conta internacional) que supostamente já mais do que o necessário pelo valor/dia que eles pedem, mas com esse valor dispensa requisições por exemplo de contrato de trabalho ou património o Brasil, tendo em vista que esses pedidos são para confirmar que o turista tem meios de se bancar ou não? Nós teríamos no caso: passaporte, seguro viagem, dinheiro extra, documentos já feitos em Portugal mostrando que residimos aqui, fora lista de turismo, passagens de ida e volta, acomodações pagas e etc. Muito obrigado pela atenção!!!

  3. Olá, os documentos (como extratos bancários, declaração do imposto de renda, termo de responsabilidade, etc) precisam estar traduzidos?

  4. Bom, próximo mês vamos a Londres e entramos por Amsterdam, KLM. Quanto tempo tá demorando na imigração? Eu já teria um compromisso 18h30 em Regent street e o voo tá previsto p chegar 16h15. Já comprei o ticket pro padington express. Ser que 17h30 conseguiríamos estar já no trem? 😬

  5. Olá boa tarde sou de portugal irei visita londres por 3 dias minha prima só vai manda as documentação dela por foto caso eles pedi para ver será que corro o risco deles não deixa passa por não ter a carta convite e sim só as fotos do documentos dela!

    1. Oi Daiane,

      Se você é de Portugal não precisa preocupar tanto. A imigração é eletrônica, dificilmente alguém vai te perguntar alguma coisa.

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.