Como planejar sua viagem para Ouro Preto, MG

Uma viagem fácil, que cabe no bolso e passa por uma das cidades mais interessantes do Brasil. Ouro Preto está a apenas duas horas de Belo Horizonte, tem uma boa rede de hotéis e pousadas e oferece quartos por preços interessantes. A alimentação não é cara e, embora existam muitas atrações pagas, o melhor da cidade é caminhar pelas ruelas centenárias e ver a vida passar. E isso é de graça. Este texto traz o passo a passo para planejar sua viagem para Ouro Preto. É só seguir as dicas e fazer as malas.

O que fazer em Ouro Preto

Como chegar em Ouro Preto

O primeiro passo é chegar em Belo Horizonte. Uma vez no aeroporto da capital mineira, você pode alugar um carro e seguir diretamente para Ouro Preto (nesse texto aqui explicamos como reservar o veículo com o melhor custo/benefício). Para isso, pegue a BR 040, sentido Rio de Janeiro. Siga na rodovia até o trevo do Alphaville, a cerca de 20 km de Belo Horizonte. Neste ponto, entre sentido Ouro Preto, seguindo pela BR 356. Cerca de 100 km separam o centro de BH de Ouro Preto.

Não está de carro? A Viação Pássaro Verde faz o trajeto BH – Ouro Preto. A viagem dura duas horas e custa R$ 34. Os ônibus saem de hora em hora, do Terminal Rodoviário de Belo Horizonte, no centro da cidade. Detalhes aqui.

O que fazer em Ouro Preto

Quando ir a Ouro Preto

Não existe época desaconselhável – apenas esteja atento ao calendário de festas, afinal a cidade junta religiosidade forte com inúmeras repúblicas de estudantes da UFOP, uma mistura que produz eventos interessantes ao longo do ano. O carnaval de Ouro Preto é um dos mais agitados de Minas.

Veja também: 7 roteiros pelas cidades históricas mineiras da Estrada Real
13 cidades históricas de Minas que você precisa conhecer

Já a Semana Santa tem toda a fé da antiga capital de Minas, com muitas procissões e os tradicionais tapetes de serragem.  E em Julho ocorre o Festival de Inverno de Ouro Preto. Por fim, resta falar da Festa do 12, em Outubro, a principal festa universitária. E há também várias festas religiosas. Aqui você encontra um calendário completo dos eventos na cidade.

como planejar uma viagem para ouro preto

Quantos dias ficar em Ouro Preto?

Eu ficaria pelo menos duas noites. Assim você terá tempo para conhecer as principais atrações, poderá dar um pulinho até Mariana e conseguirá aproveitar os bares e restaurantes de Ouro Preto. Tem mais tempo? Não precisa hesitar: fique. Com três ou quatro noites você poderá conhecer a região ao redor, incluindo a simpática Lavras Novas.

Ter pouco tempo também não é um problema. Embora eu ache que o melhor é dormir em Ouro Preto, já fui algumas vezes para lá no esquema bate-volta, a partir de BH. Funciona, não importa se você está de carro ou de ônibus.

ouro-preto-mg

Quanto vou gastar?

Isso depende do estilo da viagem, mas posso detalhar o orçamento da minha última passagem por lá, em julho de 2018. A diária numa pousada simples, mas confortável, custa em torno R$ 180 no quarto de casal (fiquei na Pousada Casa dos Contos). Os valores sobem nos meses de julho e janeiro e em alguns feriados, mas podem ficar mais baratos em outras datas, principalmente durante a semana.

Sobre transporte, eu prefiro ir de ônibus, já que o carro, útil para chegar até lá, vira um problema assim que você alcançar as ladeiras da cidade histórica. Ou seja, coloque mais R$ 70 de transporte na conta, caso vá de ônibus. A coisa muda de figura para quem viaja em grupo – aí compensa alugar um carro, mesmo que seu único destino seja Ouro Preto.

ouro-preto-2

É possível comer bem em Ouro Preto com R$ 20, mas um jantar ou almoço mais legal fica na casa dos R$ 50/60 por pessoa, incluindo bebidas. Fora isso, há as entradas das igrejas e museus da cidade, que custam entre R$ 5 e R$ 10. As duas atrações mais caras são o trem que liga Ouro Preto e Mariana (R$ 70, ida e volta) e a Mina da Passagem, em Mariana, que há três anos custava R$ 28, mas que nesse período sofreu um aumento surreal: hoje o passeio sai por R$ 88 por pessoa. Por esse valor, por mais interessante que seja, é melhor procurar outro programa.

Por falar em Mariana, é possível se deslocar entre as duas cidades de transporte público, que custa em torno de R$ 4. No mais, tudo depende do tanto que você vai beber e onde escolherá comer.

ouro-preto

Onde ficar em Ouro Preto

Não tem erro: fique no centro histórico. A região que você procura é ao redor da Praça Tiradentes. E não adianta tentar fugir de ladeiras. Isso é impossível em Ouro Preto. Há vários hotéis na cidade, mas meu tipo de hospedagem favorito é mais informal – procure uma das muitas pousadas administradas por moradores de Ouro Preto e que funcionam em casarões seculares. Das que já me hospedei, recomendo a Pousada Colonial, que fica a poucos metros da Praça Tiradentes e da Rua Direita e tem quartos com TV a cabo e frigobar, além de preços razoáveis, ou a Pousada Casa dos Contos. Veja também nossa lista com sugestões de pousadas e hotéis em Ouro Preto.

Ouro Preto

Ouro Preto combina com…

Quem vai em Ouro Preto normalmente passa também por Mariana, cidade que fica pertinho e foi a primeira capital de Minas. Além disso, a charmosa Lavras Novas, distrito de Ouro Preto, é outra opção interessante. Também é possível combinar várias cidades históricas num mesmo roteiro – inclusive Tiradentes, Congonhas e São João del-Rey.

E, claro, Ouro Preto combina com Belo Horizonte. Não deixe de ler o texto em que listamos as principais atrações da capital mineira.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

16 comentários sobre o texto “Como planejar sua viagem para Ouro Preto, MG

  1. Oi Rafael, estou adorando o blog. Irei para Ouro Preto em janeiro e ficarei por 3 dias. Minha dúvida é quanto a ir de ônibus ou alugar um carro (eu moro em BH). Você acha que um carro traz mais comodidade para ir as cidades de Lavras Novas e Marian ou para algum passeio mais específico que seja mais distante do centro?

    1. Oi, Francine.

      Pra Lavras Novas sim, já que é um pouco distante e não são tantos ônibus diários assim. Dentro de Ouro Preto mesmo o carro só ajuda quem tem capacidade de locomoção reduzida. Tirando essas pessoas, acho que o carro lá não faz falta nenhuma. E o carro também não é necessário para ir para Mariana, já que dá pra ir facilmente de ônibus.

      Enfim, se você for em grupo, aí pode compensar até pelo preço.

      Abraço.

  2. Ola, achei o blog incrível, sabe acho que viajar pelo mundo é o senho secreto de muitas pessoas inclusive o meu, eu e minha amiga temos um blog juntas e resolvemos fazer um mochilão por Minas ela é mineira mora em Uberlândia, vamos para BH e de lá queremos pegar o trem para Ouro Preto e Mariana, nossos planos é ficar 15 dias, vocês sugerem outros roteiros próximos, porque na hora de planejar parece complicado escolher lugares.

    1. Que legal, Thais.

      Congonhas e Inhotim são perto de BH também. Tiradentes e São João del-Rei são outras opções ótimas, assim como Diamantina, Serra do Cipó, da Canastra e Furnas.

      Abraço.

  3. obrigada pelas dicas!

    Tenho uma dúvida, estarei em Caxambú por ocasião de um Congresso e ao final deste pretendo ficar uns dois dias em Ouro Preto.
    Qual seria o trajeto mais viável? voltar por Belo Horizonte ou ir direto de Caxambú para Ouro Preto? Darei prioridade a ônibus.

      1. Oi, Lara. Não sei, sinceramente. Até procurei e não achei ônibus diretos – não deve ter. Só não sei dizer se BH é a melhor escolha pra baldeação ou se há outra saída mais prática.

  4. Em fim um bom Blog com td conteúdo sobre Ouro Preto!!!!
    Parabéns!!! Estava até meio depressivo planejando minha viagem de meio de ano para lá!

    Obrigado!!!

  5. Ola Rafael, você pode enriquecer sua matéria falando da natureza de Ouro Preto! Há inúmeros lugares lindos e que são de graça, além de muitas cachoeiras dentro e fora da cidade! Quanto a hospedagem você pode acrescentar que as repúblicas também hospedam, e por um precinho bem mais em conta 🙂

  6. Conheci Ouro Preto em outubro passado,combinado com uma viagem para o Rio, fui de ônibus do Rio para Ouro Preto e de lá para Belo Horizonte. Fiquei quatro dias em Ouro Preto, hospedada em um hostel super simpático, que cidade incrível e de pessoas bacanas, todos se cumprimentam na rua, só faltam te convidar para entrar e tomar um café, algo que não costumamos ver por aí!!
    Recomendo muito conhecer esta cidade, assim que der quero voltar, além de linda -!parece cenário de filme – e cheia de lugarzinhos bacanas, as pessoas são uns amores, fiquei muito encantada!!! 😊

  7. Ouro Preto para mim é um dos lugares mais incríveis do Brasil, a estrutura da cidade para o turismo, o seu cuidado em preservar a história, os diversos passeios disponíveis, como o de entrar dentro de um mina de ouro, além dos belos museus que são incríveis. Não vejo a cidade perdendo ponto para nenhuma cidade histórica européia, não me canso de elogiar esta viagem, pena que moro longe e não posso fazer mais vezes.

    1. Seu comentário ficou sem resposta sem querer, Artur. Desculpa por isso!

      Concordo com você, não perde em nada para cidades históricas europeias. Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.