Tags:

Dicas de viagem para 2018: os 12 melhores lugares para conhecer no próximo ano

Do Lonely Planet ao New York Times, não faltam listas de lugares para conhecer em 2018. Então, não poderíamos deixar de considerar as nossas próprias experiências de viagem e conhecimento para sugerir cantinhos deste mundão sem porteira para vocês embarcarem no ano que vem. Dividimos a lista de dicas de viagem para 2018 do 360meridianos em três sugestões por categoria de país, região, cidade e também experiências no Brasil.

Melhores países para visitar em 2018

México

Zócalo, centro histórico Cidade do México

Zócalo, centro histórico Cidade do México

O México conquistou o coração do 360meridianos. Tanto o Rafa quanto a Naty estiveram no país e desde então é uma chuva de textos sobre os lugares incríveis, as comidas deliciosas e as pessoas simpáticas que encontraram por lá. Por mais que muitos brasileiros sigam o caminho direto para Cancún ou para outras praias do Caribe, nós garantimos: a Cidade do México é imperdível e você deveria passear por lá pelo menos quatro dias.

Leia também: Todos os nossos posts sobre o México

Nossa sugestão é: passe pelo menos 15 dias no México e aproveite para desfrutar as ruínas pré-colombianas, as cidades coloniais, uma das maiores metrópoles do planeta, praias paradisíacas e, claro, da comida e cultura de um dos países mais legais da América Latina.

Chichén itzá, México

Chichén itzá

Quanto custa? De cinco a seis mil reais por pessoa para uma viagem de duas semanas, incluindo passagens, hospedagens, passeios e comida.

Qual época para visitar? O México é enorme e, tal como o Brasil, não existe uma época específica em que é melhor visitá-lo – depende da região. Porém, se você quer ter uma experiência cultural diferente, uma boa é aproveitar o Dia de Los Muertos, um festival que ocorre de 31 de outubro a 2 de novembro. Para Cancún e adjacências, a melhor época é de novembro a maio

Bósnia Herzegovina

cachoeira kravice bosnia herzegovina

Cachoeiras de Kravice

Muita gente pensa nela como um lugar destruído pela guerra, feio e que poucos aventureiros se atreveriam a conhecer. Mas a Bósnia Herzegovina é um país lindo, com montanhas, rios, cachoeiras, de cidades históricas, comida boa e uma cultura riquíssima.

A Bósnia fica entre Croácia, Sérvia e Montenegro. Muita gente faz só um bate-volta até Mostar, quando está Dubrovnik ou Split, mas isso é uma pena. Mostar é uma cidade encantada, com a cênica e histórica ponte velha e suas ruelas de pedra. No mínimo, merece dois dias de sua atenção. Mas se quiser aproveitar mesmo, fique três dias para conhecer as cachoeiras de Kravice, o monastério e fontes d’água de Blagaj e a cidade otomana de Počitelj.

sarajevo panorama bosnia herzegovina

Vista do alto de Sarajevo

O caminho entre Mostar e a capital Sarajevo é daqueles que dá vontade de filmar o tempo inteiro, com a estrada passando ao lado do rio Neretva. Dedique pelo menos três dias para a capital da Bósnia, onde você encontra a ponte latina, estopim para o início de Primeira Guerra, belos prédios do período de dominação austríaco, as ruelas coloridas e movimentadas do centro velho turco, uma fortaleza no alto da montanha, o túnel onde as pessoas transportavam comida durante o cerco da guerra, a pista de Bobslead – que foi utilizada como trincheira pelos atiradores – e muito mais.

Há ainda paisagens naturais, como os parques nacionais Una e Sutjeska, ou Lukomir, uma vila nas montanhas.

Quanto custa? Boas notícias, a Bósnia Herzegovina é um dos países mais baratos da Europa. Espere gastar entre 40 e 50 euros por dia, para uma viagem confortável, com tudo incluído – viajantes econômicos conseguem baixar mais esse valor.

Qual época viajar? Dá para visitar em qualquer época, lembrando que as estações do ano são bem marcadas e neva em Sarajevo no inverno. Para aproveitar mais as cidades sem sofrer com frio, chuva ou calor, minha sugestão são os meses de maio e junho.

Egito

egito piramides giza

Conheci o Egito nos 45′ do segundo tempo de 2017 e posso dizer que foi a viagem que mais marcou o meu ano. Visitar o Egito é a realização de um sonho. Poucos países têm tanta importância histórica e nenhum outro tem ainda de pé uma das maravilhas do mundo antigo, como a Grande Pirâmide de Gizé.

Desde a Primavera Árabe, a revolução de 2011 e o surgimento do ISIS, o clima de tensão e a insegurança afastaram os turistas do Egito. Mas as coisas estão mudando e o país se esforça em ser seguro para os visitantes. Ameaça terrorista, infelizmente, existe hoje no mundo inteiro e o risco em certas cidades europeias é ainda maior que nas do Egito. Lá, você vai ver muita segurança, guardas armados e raio-x na entrada de todos os lugares.

por do sol no rio nilo

Também vai encontrar um povo simpático e disposto a receber bem e toda aquela maravilha de paisagens, monumentos e artefatos históricos, mercados coloridos e bons preços. Além disso, para o final de 2018 está programada a inauguração do novo museu do Cairo, o Grand Egyptian Museum, que contará com 50 mil peças em exposição, cinco mil delas na sala do Tutancâmon.

Um roteiro geral pelo país inclui a capital Cairo, as cidades do sul Aswan, Luxor, e Abul-Simbel, e os balneários Alexandria e Sharm al Sheik.

Quanto custa? Os valores variam, visto que muita gente prefere fazer essa viagem com o apoio de uma agência. Um viajante econômico e independente pode esperar gastar em torno de 30 a 50 dólares por dia. Já quem busca mais conforto deve calcular entre 70 a 90 dólares por dia. Além disso, uma passagem para o Egito custa, em média, entre três e quatro mil reais.

Qual época viajar? É melhor evitar o calorão e conhecer o Egito nos meses do “inverno” no país. Inverno entre aspas porque lá não faz frio de verdade. Ou seja, programe a sua viagem entre outubro e março.

Três regiões para conhecer em 2018

Arquipélago de Chiloé, Chile

Palafitos de Chiloé

Imagine casinhas coloridas como na foto acima, além de uma terra de lendas próprias e comida deliciosa. O arquipélago de Chiloé, no Chile, merece entrar no seu roteiro!  Leia todos os nossos posts sobre esse destino chileno

Alentejo, Portugal

alentejo castelo e vila de marvao

O vinho alentejano é muito famoso. Também não conheço um português que não recomendará a comida da região do Alentejo como uma das melhores do país. Isso sem mencionar os castelos, as praias, o céu estrelado… Veja todas as nossas dicas e sugestões de roteiro pelo Alentejo

Ko Chang, Tailândia

Koh Mak - Arquipélago Koh Chang -Tailândia

Dá para imaginar um cenário das praias paradisíacas tailandesas sem multidões de turistas ou festas loucas? Sim! Ko Chang é um parque natural com várias ilhas, ótima escolha para quem prefere sombra e água fresca. Saiba tudo sobre esse parque natural tailandês.

Três cidades imperdíveis para conhecer em 2018

Matera, Itália

matera italia sassi panorama praça

Em 2019, a cidade das cavernas no sul da Itália e um dos lugares mais incríveis que já visitamos será a Capital Europeia da Cultura. Ou seja, melhor visitar Matera em 2018, quando os preços ainda estão baixos. Leia o que já escrevemos sobre lá.

Bilbao, Espanha

Onde ficar em Bilbao

Em 2018, é tempo de conhecer o País Basco, esse cantinho separatista na fronteira de Espanha e França. Nada melhor que começar a visita com Bilbao, uma cidade moderna, controversa, revolucionária e artística. Veja nossos textos sobre a cidade.

Lima, Peru

Dentre as capitais latinas, Lima costuma ser esquecida pelas listas de destinos incríveis. Não aqui! A capital peruana é uma cidade linda, com atrações históricas que valem a viagem e uma culinária imperdível. Inclua no roteiro de 2018. Veja dicas sobre a cidade.

Três experiências brasileiras para ter em 2018

Círio de Nazaré, Belém do Pará

Romarias Círio de Nazaré

Uma das experiências religiosas mais impressionantes do nosso país: leia aqui.

Cânion do Xingó, Sergipe e Alagoas

passeio Xingó

O nordeste é muito mais do que praias e o Cânion do Xingó é uma daquelas provas irrefutáveis disso. Saiba mais

Inhotim, Minas Gerais

Inhotim, Minas

Já passou da hora de visitar o maior centro de arte a céu aberto da América Latina. Veja nossas dicas.


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 comentários sobre o texto “Dicas de viagem para 2018: os 12 melhores lugares para conhecer no próximo ano

  1. Menina, que decepção. Não consegui eliminar nenhum item dessa lista. Digamos que mal e mal já passei pelo Alentejo, mas conheceeeer, não conheço. Muito trabalho pela frente esse ano.

    Bilbao tá na mira. ?

    P.S.: Feliz 2018!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.