Tags:
Atlas: Buenos Aires, Argentina

Como visitar a Feira de San Telmo, em Buenos Aires

Em 1970, um grupo de pessoas interessadas em celebrar o amor dos habitantes pela sua cidade criou uma feira de antiguidades num dos bairros mais tradicionais de Buenos Aires. A feira, na praça Dorrego, em San Telmo, seria fiscalizada pelo Museu da Cidade. Só poderiam ser comercializados objetos com mais de 70 anos. No início eram só três expositores, mas o sucesso foi tanto que em três meses já eram 270. Hoje são 257, organizados milimetricamente pela praça. Essa é a Feira de San Telmo.

Seria pleonasmo dizer que Feira de San Telmo é um dos pontos turísticos mais tradicionais de Buenos Aires. Todos os domingos, de 10h às 17h, ela reúne o melhor do pitoresco que a cidade pode oferecer. E  não se trata apenas dos objetos vendidos – tem até feirante especializado em botões antigos. São também os personagens, como os dançarinos de tango velhinhos e as orquestras de rua que batem ponto por ali.

Veja também: Por que contratar um seguro de viagem para a Argentina e como garantir um com boa cobertura (e com desconto)

Buenos Aires Tango

Vale dizer que a Feira de San Pedro Telmo é só o que fica na praça Dorrego, na Defensa Y Humberto 1. O restante das barracas, que se estendem ao longo da rua Defensa até a Plaza de Mayo, teoricamente não fazem parte da “Feira de San Telmo”. Mas calma que já chego nessa parte. Antes, vale dizer que as 257 barracas que ficam na praça são praticamente dos mesmos donos desde 1970. Eles só perdem o posto se morrerem, abandonarem seu local de venda ou descumprirem o regulamento, que tem normas como o “próprio dono do estande é quem tem que vender os produtos” e ” durante a feira ele não pode ficar mais de duas horas fora”. Isso é fiscalizado pelo pessoal do Museu da Cidade. Diz o La Nácion que tem gente que espera anos e anos para conseguir um lugar.

Feira de San Telmo Buenos Aires

A Feira de San Telmo de verdade

Talvez por isso, aliado ao sucesso absoluto de vendas e público da Feira de San Telmo, é que novos feirantes foram se instalando ao longo rua Defensa. O São Google não conseguiu me ajudar na tarefa de descobrir se a feira além da Plaza Dorrego tem nome ou regras, como a outra. Aparentemente não. Até porque, para a maioria de nós, turistas desavisados, a Feira de San Telmo envolve todos os feirantes que vendem tranqueiras interessantes em San Telmo. Por favor, que nenhum porteno leia isso e venha puxar meu pé durante a noite.

Buenos aires Feira de San Telmo

Buenos aires Feira de San Telmo

Buenos aires Feira de San Telmo

Mas enfim, aparentemente a continuação hippie da feira de San Telmo – definição que acredito ser mais apropriada – não tem regras. Lá se vende de tudo, desde antiguidades, como na feira original, até bijuterias, artigos de couro, plaquinhas bonitinhas, imãs de geladeira, etc. Ou seja, vale a pena também dar uma caminhada por ali, afinal pode não ser a feira de San Telmo original, mas é interessante. Até porque, pelo caminho também tem artistas de rua, bandas de músicas típicas e várias lojas de antiguidades de todos os tipos – e que tornam o bairro famoso por isso. Lá também ficam bares, restaurantes, café e sorveterias.

Buenos aires Feira de San Telmo

Buenos aires Feira de San Telmo

Buenos aires Feira de San Telmo

É sua primeira viagem ao exterior? Conheça nosso e-book com dicas exclusivas

Se isso não bastou para te convencer a circular, eu deixo a tarefa para o Quino. Ou melhor, para a obra dele. Na esquina da Defensa com a Chile está uma estátua em homenagem à Mafalda. Ali, sentadinha num banco de praça, a personagem do cartunista está pertinho da casa onde foi criada. E qual é a graça de ir a Buenos Aires e não tirar essa foto?

Buenos Aires Mafalda

Serviço: Feira de San Telmo

Dia e hora: Domingos, de 10h às 17h (chegue cedo, fica a dica)

Feira de San Telmo (a original, de antiguidades): Plaza Dorrego, Defensa Y Humberto 1

Continuação hippie da Feira de San Telmo (definição minha): Rua Defensa, da Plaza Dorrego a Plaza de Mayo.

Monumento a Mafalda: Defensa Y Chile

Veja qual a melhor região da cidade para se hospedar. Temos também uma lista com várias opções de hotéis e albergues, bairro a bairro. Veja aqui


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

12 comentários sobre o texto “Como visitar a Feira de San Telmo, em Buenos Aires

    1. Feira de San telmo, um espetáculo ao ar livre, a originalidade das barracas, dos produtos expostos, vale a pena conhecer, ali sim, você conhece o verdadeiro “glamour” argentino. Os preços são muito bons, nota-se que não há exploração comercial mesmo diante de tantos visitantes. Valeu!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.