Tags:
Atlas: La Fortuna, Costa Rica

Guia de viagem para La Fortuna e a visita ao Vulcão Arenal, na Costa Rica

Uma pequena vila aos pés do vulcão mais famoso da Costa Rica, La Fortuna de San Carlos tem esse nome por causa da sua sorte: as terras férteis, nas quais plantando tudo dá, somadas à excelente localização para as mais diversas atividades turísticas, proporcionaram um alto desenvolvimento econômico. E sem perder a cara hippie que atrai mochileiros do mundo inteiro em busca de contato com a natureza e um pouquinho de aventura, entre águas termais, cachoeiras, cavernas e floresta tropical.

Tanta vocação para o turismo tem seu lado negativo. Quase tudo ali é explorado e os preços cobrados pelas agências não são dos mais convidativos. La Fortuna pode muito bem se mostrar uma grande pegadinha com pouca autenticidade, principalmente se você não souber exatamente o que foi fazer ali. Até dá para fazer as coisas por conta própria, mas você vai precisar de alugar um carro, já que o acesso às atrações por transporte público é bastante restrito.

Para chegar lá, é preciso encarar quatro horas de ônibus de San José, saindo do Terminal 7-10. Há três saídas diárias: às 5h, às 8h40 e às 11h, e a passagem custa cerca de 5 dólares. Dá para comprar na hora, mas se esse for o seu plano, recomenda-se chegar com alguma antecedência ao local. Assegure-se de que você tem um assento designado, já que na Costa Rica é possível vender tickets mesmo com o ônibus cheio, e quem comer mosca pode ter que viajar no corredor. A região é bastante montanhosa e a estrada vai em zigue-zague por um bom tempo. Lembre-se disso se você costuma ficar enjoado nesse tipo de situação.

Veja todos os nossos posts sobre a Costa Rica

Saiba como alugar um carro gastando pouco

La Fortuna, Costa Rica

Parque Nacional do Vulcão Arenal

Em dias claros, o Arenal rouba a cena em La Fortuna. Lá está ele, no fim da avenida, compondo o cartão-postal junto com a simpática igrejinha principal. O Arenal ainda é considerado um vulcão ativo e teve a última erupção em 2010. É, sem dúvidas, o principal objetivo de quem inclui La Fortuna no roteiro e o principal passeio oferecido pelas agências locais.

Para chegar lá por conta própria, a melhor forma é de carro. Dizem que há um único ônibus diário que faz o trajeto entre a estação de ônibus da cidade e o Parque Nacional do Vulcão Arenal e que sai todos os dias às 7h, com destino a Tilaran. É preciso descer em frente a um posto de polícia e caminhar até o parque (peça ajuda ao motorista).

O problema é que nem na internet, nem na cidade, encontrei informações consistentes sobre essa linha. O trajeto em táxi sai em torno de 20 dólares e é uma boa alternativa se você quer fugir dos tours de agência e, principalmente, se tem com quem dividir a tarifa. O tour guiado inclui entradas, transporte, almoço e lanchinhos por 50 dólares, além de outras atrações durante o dia.

Vulcão Arenal, Costa Rica

O parque abre das 08:00 às 18:00 e a entrada custa 15 dólares. A trilha que leva ao vulcão, de onde também é possível apreciar a vista do Lago Arenal, dura duas horas. Recomenda-se usar sapatos adequados para caminhada e que você não se importe de sujar de lama (as meninas de all star branco quase tiveram um treco), além de água e uma jaqueta, já que o tempo ali pode mudar de repente. Não é uma caminhada especialmente difícil, mas o clima úmido e a subida pedem fôlego. O lugar é ótimo para observar a fauna nativa, em especial as várias espécies de pássaro que habitam a região. Se você for sozinho, evite sair dos caminhos demarcados, já que o parque também abriga diversas espécies de cobras venenosas.

Dentro do parque, vale a pena conferir o Cerro Chato, um vulcão extinto há mais de 3000 mil anos e que hoje é uma pequena serra. Há trilhas que levam ao topo, mas essa caminhada exige um maior preparo físico. E quem quiser se refrescar pode dar um mergulho na Cachoeira do Rio Fortuna, uma queda de 70 metros sobre rocha vulcânica.

Vulcão Arenal, La Fortuna

Outras atrações em La Fortuna

Águas termais públicas

A água quente do Rio Cholin é perfeita para quem quer aproveitar a atividade termal da região sem pagar o preço dos vários spas distribuídos pelas redondezas. Para chegar lá por conta própria, só de carro ou de táxi, indo para a entrada das termas do Tabacon Resort (é diferente da entrada do hotel). Há um estacionamento público ali. Do outro lado da estrada, siga por uma pequena trilha de concreto entre a mata para chegar à parte pública do rio, que tem até pequenas piscinas naturais para relaxar. Evite levar pertences com você, já que furtos na área são bastante comuns e não há um lugar seguro para deixar suas coisas por ali, assim como qualquer tipo de estrutura turística. É apenas um trecho de um rio que corre paralelo a uma estrada. Tome bastante cuidado, pois as pedras podem ser escorregadias. A não ser que você esteja com uma excursão guiada, evite visitar o local durante à noite.

Spas de águas termais

Atividade preferida de quem visita La Fortuna em lua de mel ou viagem romântica, os arredores da cidade estão repletos de spas e resorts. Quem não quiser se hospedar em um deles pode comprar o passe diário e aproveitar as piscinas de águas termais, massagem e atividades terapêuticas. Veja aqui alguns dos melhores spas e resorts da região.

Rio Celeste

Rio Celeste, Costa Rica

Foto: Martijn Smeets, Shutterstock

O azul-piscina do Rio Celeste parece de mentirinha, mas é resultado do encontro das águas limpas de dois rios e de um tipo de mineral revestido de silicone, oxigênio e alumínio. Para ver essa maravilha da natureza é preciso fazer uma trilha no Parque Nacional do Vulcão Tenório, que está, na verdade, fora de La Fortuna, em um município chamado Bijagua de Upala. Essa é outra atração na qual se chega mais facilmente de carro ou com tour contratado (que custa 60 dólares). A viagem dura 1h30. Não há transporte público direto e essa dificuldade acabou me fazendo desistir do passeio, apesar das fotos. Você também pode contratar um serviço de shutter ou táxi (entre 30 e 40 dólares, com a vantagem de que no táxi dá para dividir esse valor com mais pessoas).

Como há um limite de 1200 visitantes por dia no parque, e apenas 400 por vez, o recomendado é chegar cedo. Há duas trilhas de dificuldade baixa, uma de 6 km e outra de 1,5 km. Ambas podem estar bem lamacentas. É proibido nadar lá dentro.

Onde ficar em La Fortuna

La Fortuna está repleta de opções de hospedagem. São mais de 150 estabelecimentos, que vão desde resorts cinco estrelas a pousadinhas familiares e hostels para mochileiros. Eu me hospedei no La Choza Inn, um hostel confortável que tem quartos coletivos por 9 dólares e privativos por 30, com café da manhã incluído e vista para as montanhas. Quem preferir pode buscar aqui entre as outras hospedagens em La Fortuna e escolher a melhor para cada estilo de viagem.

E não se esqueça de contratar um seguro de viagem para a Costa Rica. Clique aqui para encontrar o melhor custo/benefício entre as principais seguradoras do país (e com um cupom de desconto para leitores do blog).

O 360meridianos é parceiro do Booking e da Seguros Promo. Ao fazer suas reservas nos links citados neste post você ajuda o blog a se manter como um veículo independente e a continuar trazendo informação de qualidade sobre o universo das viagens, sem pagar nada a mais por isso.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.