Mini mundo Gramado: miniaturas das suas viagens

Cinco mil quilômetros. Essa é a distância anual percorrida pelo trem do Mini Mundo, que corta a ferrovia do parque de miniaturas mais famoso do Brasil. O Mini Mundo Gramado é apontado por muita gente, inclusive pelo insuspeito Tripadvisor, como a melhor atração da cidade gaúcha.

Eu não chegaria a tanto: a melhor atração de Gramado é a própria cidade, com suas ruas, casas e arquitetura charmosas. No entanto, tenho que concordar que o Mini Mundo, quando avaliado dentro daquela seleção de atrações pagas, é uma das melhores coisas que você pode fazer em Gramado. Principalmente se você for criança, estiver viajando com filhos ou, como eu, for um viajante com coração, digamos, jovem.

Veja também: Onde ficar em Gramado

Mini Mundo Gramado

São dezenas de lugares históricos em tamanho miniatura, a maioria deles 24 vezes menores do que o tamanho normal. E quando eu digo lugares históricos, entenda que estamos falando de cartões-postais clássicos, lugares conhecidos por inúmeros viajantes.

Por exemplo, que tal conhecer uma réplica do  Castelo de Neuschwanstein, na Alemanha? O do Mini Mundo pode até ser 24 vezes menor, mas também recebe inúmeros visitantes. E o Neuschwanstein gaúcho foi construído com matéria prima semelhante à usada no castelo alemão.

mini mundo gramado

Mini Mundo Gramado: um pouco de história

Um avô e um pai que resolveram criar brinquedos para as crianças da família. Assim nasceu o Mini Mundo, no jardim em frente ao hotel da família, o Ritta Höppner.

As duas primeiras miniaturas foram uma casinha de bonecas e um trenzinho, que percorria uma ferrovia cercada por castelos. Mas logo a brincadeira virou coisa séria, e o jardim do hotel passou a receber outras miniaturas, que um dia deixaram de ser a diversão das crianças da família e viraram a principal atração paga de Gramado.

Como a origem da família do Mini Mundo é alemã, é lógico que muitas das miniaturas são de lugares famosos do país. Mas recentemente o parque temático passou a ter também miniaturas de lugares importantes fora da Europa. Por exemplo, a Igreja de São Francisco, em Ouro Preto, que tem até fiéis na porta, esperando a hora da missa (ou seriam turistas de passagem pela cidade mineira?).

Veja também: Como chegar em Gramado a partir de Porto Alegre

Mini Mundo Gramado

Mais tarde, ganharam lugar por ali o Gasômetro, em Porto Alegre, o Aeroporto Internacional de Bariloche, na Argentina, e o Capitão San Diego, maior navio-museu do mundo. O San Diego foi construído na década de 1960 e fez o trajeto entre Europa e América do Sul por anos, até virar um importante museu de Hamburgo, na Alemanha. A réplica do Mini Mundo foi inaugurada em 2011, num evento que contou com a participação de um dirigente da empresa que construiu o navio original.

Outro destaque é o Museu Paulista, também conhecido como Museu do Ipiranga. Se o prédio de São Paulo está fechado para reforma, a réplica é uma das principais atrações do Mini Mundo. E a miniatura tem 171 janelas e 84 portas, exatamente a mesma quantidade do prédio original.

mini mundo gramado

Os Beatles cruzando a Abbey Road, um incêndio e lugares importantes de todo o mundo formam essa mini cidade, que em 2008 teve até eleição para a Prefeitura. Por falar nisso, todos os eventos do Mini Mundo são cobertos pelo jornal de local, na versão impressa ou na TV, que você pode assistir ao passar pela cafeteria do parque. Um lojinha que vende souvenires completa a lista de atrações.

Mini Mundo Gramado

O Mini Mundo é um parque ao ar livre. Isso significa que as miniaturas ficam sujeitas ao tempo: a temperatura pode variar dos -10ºC aos +47ºC. E, não menos importante, que pode chover quando você estiver lá, por isso verifique a previsão do tempo e, se for o caso, leve um guarda-chuva (em 1994 o parque teve que ser fechado por causa de uma nevasca, das maiores que já atingiram Gramado).

mino mundo gramado

O Mini Mundo funciona todos os dias, das 9h15 às 17h. O ingresso custa 24 reais (adultos), 15 reais (crianças entre 2 e 12 anos) e 12 reais (idosos). Crianças menores de dois anos não pagam ingresso. A compra pode ser feita no site ou na bilheteria, com dinheiro ou cartão.

Anote o endereço: O Mini Mundo fica na Rua Horácio Cardoso, 29, em Gramado. Por falar nisso, se você resolver alugar um carro em Porto Alegre – eu fiz isso em uma ocasião – nesse texto aqui explicamos como garantir a diária do veículo com o melhor custo/benefício.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Mini mundo Gramado: miniaturas das suas viagens

  1. Somos dois, ainda não entendo como as pessoas não consideram comida como atração hahaha.

    Sim, era bem legal, até onde eu me lembro ao menos. Eles não mudaram em nada a estrutura, eu acho, mas eu lembro que dentro da ”casa” cada quarto representava um conto diferente, então quando tu entrava em um determinado quarto tinha lá um pequeno ”cenário” do conto de fadas em questão e sempre tinha alguém pra contar a história, é claro. hehe
    E os cenários eram muito bem feitos e até bastante realistas pra época. Até hoje não entendo por que fechou =/

    P.s: Uma das piadas recorrentes no repertório das ”piadinhas sem graça que as pessoas desprivilegiadas de altura têm que ouvir” aqui no Sul envolve o Mini mundo. Sério, todo baixinho por aqui já ouviu algo do tipo ”Ah, mas tu deve ter nascido no Mini mundo” ou ”Tua mãe deve ter te achado lá pelo Mini mundo de Gramado, não?” haha

  2. ”A melhor atração de Gramado é a própria cidade”
    Tá certíssimo. Concordo em gênero e número, mas né, acho que a comida da cidade também pode ser considerada uma atração, especialmente no inverno HAHAHAH. Mas das atrações pagas que existem na cidade, acho que o Mini Mundo é a melhor mesmo, pelo menos atualmente.
    Mas quando eu era criança (ou seja, na época do guaraná com rolha haha) tinha um lugar tri legal, era tipo um mini parque inspirado em contos de fadas; eu não lembro direito o nome (também, isso deve fazer quase vinte anos hahah) mas sei que fecharam pra construir a casa da mamãe noel, o que resultou em uma geração de crianças que fizeram papel de trouxa muito cedo e pais frustrados tendo que explicar por quê a mamãe noel não mora na aldeia do papai noel com ele. HUE

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.