Tags:
Atlas: Viena, Áustria

O Café Central em Viena e a cultura vienense dos cafés

Talvez o mundo não fosse o que é hoje, não fossem os cafés em Viena. Esses espaços eram muito mais que belas casas onde se servia café e tortas. Eram lugares onde intelectuais se encontravam para conversar e de onde boas ideias (ou até más ideias) surgiam, eram discutidas e, bem, eram capazes de mudar o mundo.

Desde 2011 a “Wiener Kaffeehauskultur” ou Cultura Vienense das Casas de Café, é considerada Patrimônio de Cultura Intangível pela UNESCO. Sua posição nessa lista é descrita como “lugar onde o tempo e o espaço são consumidos, mas somente o café vai para a conta”.

Cafe central viena austria

O porque disso é que no final do século 19 e início do século 20, Viena, capital do Império Austro Húngaro, era uma mistura cultural, com dois milhões de residentes, dos quais mais da metade vinham de países vizinhos. Mais de 12 idiomas eram falados na capital. Foi nesse contexto que a cultura do café, as noções de debate e discussão se tornaram para sempre uma parte da vida em Viena.

Leia também: Onde ficar em Viena – melhores bairros

O Vienna Pass vale a pena?

A comunidade intelectual era bem conhecida entre si e todo mundo que era alguém, ou queria ser alguém, frequentava os espaços. E quem eram essas pessoas? Bem, em 1913, o hoje tradicional Café Central era frequentado por figuras como Adolf Hitler, Leon Trotsky, Joseph Tito, Joseph Stalin e Sigmund Freud (apesar de o lugar favorito do psicanalista ser o Cafe Landtmann).

O Café Central em Viena

Cafe central viena austria

O Café Central abriu em Viena em 1876 e seu elegante salão deve ser um lugar interessantíssimo para se visitar numa viagem ao tempo. Imagine as discussões que rolavam por lá? Lembrando que todos esses homens que eu citei ali acima ainda não eram conhecidos pela história. Estavam ali conversando e provavelmente discutindo ou ouvindo as discussões de fragmentos de ideias que mudaram o curso do século 20. Afinal, um ano depois, em 1914, estourou a Primeira Guerra Mundial e em 1917 a Revolução Russa. Essa matéria da BBC (em inglês), conta um pouco mais dessa história.  

Cafe central viena austria trotzki

No final da Segunda Guerra, o Café Central foi fechado, mas nos anos 1970, o edifício onde fica localizado, o Palais Ferstel, foi renovado e o espaço foi reaberto, mas em uma parte diferente do prédio. Ou seja, mesmo quem frequenta o lugar hoje, não estará exatamente na mesma mesa que os pensadores do passado. O endereço do Café Central é Herrengasse, 14.

Cafe central viena austria tortas

Cafe central viena austria garcons

E vale a pena ir até lá? Oh, se vale! Os cafés em Viena continuam sendo um lugar para longas conversas, escrever, pensar ou ler um jornal tranquilamente. Mesmo no movimentando e cheio de turistas Café Central, isso não é mal visto. Além disso, as tortas doces do local são simplesmente deliciosas e o salão encantador. Só não fique triste se o garçom for meio rude com vocês. Assim como os cafés, eles são uma instituição tradicional em Viena.

Se você quer conhecer outros cafés tradicionais em Viena, dá uma olhada nessa listinha da Wikipedia

Kaffee Alt Wien, Bäckerstraße 9

Café Bräunerhof, Stallburggasse 2

Café Central, Herrengasse 14

Café Griensteidl, Michaelerplatz 2

Café Demel, Kohlmarkt 14

Café Hawelka, Dorotheergasse 6

Café Landtmann, Universitätsring 4

Café Sacher, Philharmonikerstraße 4

Café Schwarzenberg, Kärntner Ring 17

Café Sperl, Gumpendorferstraße 11

Café Museum, Operngasse 7

Cafe central viena austria luminarias

Uma lista ainda mais completa, de todos os cafés no Centro Histórico da cidade, está no site oficial do Turismo de Viena.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.