Tags:
Atlas: Cuenca, Equador

O que fazer em Cuenca, a bela cidade colonial do Equador

As fachadas coloridas dos imponentes casarões coloniais e as ruas de paralelepípedos fazem de Cuenca um dos destinos mais cobiçados do Equador. O centro histórico, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco desde 1999, é um dos mais bem preservados da América do Sul e conquista também pela atmosfera jovem e acolhedora. Mas há muito mais o que fazer em Cuenca: a cidade está no meio das montanhas da Cordilheira dos Andes, tem parques, igrejas belíssimas, museus, é uma das principais produtoras dos tradicionais chapéus de palha toquilha e uma comida de primeira. Veja agora um guia com tudo o que fazer em Cuenca, no Equador.

Leia também: O que fazer em Quito: roteiro pela capital do Equador

O que fazer em Cuenca - Centro Histórico

Vai viajar? O Seguro de Viagem passou a ser obrigatório para entrar no Equador e pode ser exigido na imigração, além de ser indispensável em qualquer viagem. Veja aqui como conseguir o melhor custo-benefício (e com cupom de desconto).

O que fazer em Cuenca, Equador

  • Passear pelo centro histórico
  • Conhecer a história do Chapéu Panamá no Museu do Chapéus de Palha Toquilha (Spoilers: o chapéu é, na verdade, original do Equador)
  • Ver a cidade do alto do Mirador de Turi
  • Entrar em contato com a natureza no Parque Nacional Cajas

Para aproveitar bem a cidade, o ideal é ficar pelo menos três dias, reservando um deles para visitar o Parque Nacional Cajas. O melhor lugar para se hospedar é no centro histórico, e a boa notícia é que, assim como no restante do país, os preços por ali estão entre os mais baixos da América do Sul. Se você ainda tiver dúvidas, não deixe de conferir o nosso guia de onde ficar em Cuenca.

Encontre hotéis em Cuenca

O que fazer no Centro Histórico de Cuenca – roteiro a pé

Passear pelas charmosas ruas do centro histórico é sem dúvidas uma das melhores coisas para se fazer em Cuenca. Mas mais que se perder pelas ruelas e esquinas, o lugar tem alguns edifícios de destaque que merecem sua atenção. Um bom local para começar seu passeio é no Parque Abdón Calderón, uma praça ampla e muito bem arborizada, na qual estão localizadas duas das principais igrejas da cidade, a Catedral de la Inmaculada Concepción, também conhecida como Catedral Nova, e a Iglesia del Sagrario, a Catedral Vieja, que já não funciona como templo, mas sim como um museu de arte sacra.

O que fazer em Cueca - Catedral

A Catedral Nova impressiona por sua arquitetura e riqueza de detalhes no interior. Mesmo que você não curta o turismo religioso, vale a pena gastar uns minutinhos no templo. Além dessas, Cuenca soma outras 50 igrejas. “Uma para cada domingo do ano”, afirma o guia do passeio que sai do Parque Abdón, todos os dias.

Perto das catedrais fica a Praça das Flores, orgulho da cidade por ser um dos mercados de flores a céu aberto mais famosos do mundo. Também na praça fica o Monasterio del Carmen de la Asunción,fundado em 1679 e ainda em funcionamento. Não deixe de comprar um dos doces ou vinhos preparados pelas freiras que residem no Monastério ou tomar a água que, acredita-se, tem propriedades medicinais.

O que fazer em Cuenca - Praça das Flores O que fazer em Cuenca - Praça das Flores

Para quem não perde a oportunidade de visitar um mercado local, o 10 de agosto (Calle Larga com General Torres) é parada obrigatória. Além de vender frutas e produtos regionais, esse também é um bom lugar para provar os pratos típicos da gastronomia de Cuenca nos restaurantes que estão no segundo andar do edifício. Outros prédios dignos de nota são a Clínica Bolívar, o Palácio da Justiça, e a Prefeitura de Cuenca.

Alguns dos principais museus da cidade também estão localizados no Centro Histórico de Cuenca, como o Museo del Banco Central, o Museo de las Culturas Aborígenes, que conta a história dos povos originários do Equador, e o Museu de Palha Toquilha. Aproveite que está por ali para caminhar ou fazer um piquenique às margens do Rio Tomebamba.

Museu do Chapéu de Palha Toquilha

Chapéu Panamá - Cuenca Equador

Sabe aquele charmoso chapéu Panamá? Pois é, ele é, na verdade, do Equador. É no país que nasce a palha toquilha, matéria-prima que garante a qualidade, durabilidade e flexibilidade indispensáveis para essa peça que pode chegar a custar centenas de dólares.

A gente já contou a história do Chapéu Panamá por aqui, mas se você quiser conhecer de perto o processo de fabricação desse acessório e, quem sabe, levar um para casa, vale a pena visitar o Museu do Chapéu de Palha Toquila (Calle Larga 10-41 com Padre Aguirre). O museu oferece visitas guiadas gratuitas e há um agradável café com vista para o rio no segundo andar.

Mirador de Turi

O que fazer em Cuenca - Mirador Turi

Com uma ótima vista de Cuenca, o Mirador Turi é também uma opção de entretenimento para os moradores locais. O lugar tem restaurantes, uma igreja e um parque de aventuras para crianças. Prefira visitar ao por do sol e não deixe de tomar alguma coisa no café com paredes de vidro que fica lá no topo. Dizem que, em dezembro, a cidade se enche de luzes e a vista fica ainda mais deslumbrante depois do anoitecer. Para chegar, pegue um táxi saindo do centro histórico (cerca de $5) ou um dos ônibus que passam pela Avenida Solano.

Parque Nacional Cajas

Localizado a 40 quilômetros de Cuenca, o Parque Nacional Cajas soma 178 lagos e está no meio das montanhas andinas. Há trilhas curtas, que podem ser concluídas em duas ou quatro horas, e trilhas mais avançadas. A entrada é gratuita e há ônibus que saem do Terminal de Cuenca e deixam na entrada do Parque às 8h30 e às 10h20. Leve agasalhos e vá com sapatos apropriados.

Como chegar em Cuenca

Há ônibus rodoviários para Cuenca saindo de Quito e Guayaquil. Da capital, a viagem dura cerca de 9 horas e as estradas são seguras. De Guayaquil, o trajeto é um pouco mais curto, cerca de 5 horas. A vantagem do ônibus é o preço. Eu paguei 12,50 pelo trajeto entre Quito e Cuenca. Há também a possibilidade de fazer o percurso de avião. O voo saindo de Quito dura apenas 50 minutos, mas os preços são consideravelmente mais altos (cerca de $100).


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

4 comentários sobre o texto “O que fazer em Cuenca, a bela cidade colonial do Equador

  1. Ótimas dicas para se conhecer CUENCA NO EQUADOR .VOCÊ NARRANDO PARECIA QUE EU ESTAVA LÁ. MUITO BOM A DESCRIÇÃO DESSA CIDADE MARAVILHOSA.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.