Onde ficar em Belgrado, Sérvia: dicas de hotéis

Belgrado é uma das maiores cidades dos Bálcãs e era a capital da antiga Iugoslávia. Mas se você está esperando encontrar uma cidade cinza, feia ou desanimada, os adjetivos para Belgrado são exatamente o oposto disso. Com uma vida noturna e cultural dinâmica, várias ruas fofas fechadas para carro, muitos parques, praças e belos prédios, nossa sugestão é que você reserve três dias para a capital da Sérvia. E como a cidade é bem grande, deixamos aqui também as nossas sugestões de onde ficar em Belgrado.

Leia também:
O que fazer em Belgrado, Servia: roteiro completo
5 coisas para fazer de graça em Belgrado
Mochilão no Leste Europeu: antiga Iugoslávia
Cem mil túmulos e as histórias da guerra da Bósnia

Onde ficar em Belgrado:

  • Centro da cidade – Stari Grad

Como é comum na maioria das cidades europeias, o centro histórico é o local onde tudo acontece e ao ficar hospedado por ali você não só economiza no transporte público e nas pernas, como terá muita facilidade para acessar tudo o que a cidade tem de melhor: pontos turísticos, bares, restaurantes e cafés.

onde ficar em belgrado centro histórico

O legal de Belgrado é que é possível achar excelentes hotéis, hostels ou apartamentos nessa região por um preço muito justo. Entre as opções boas e baratas, o hostel Mosaic Rooms Belgrade e o Stella Di Notte ficam bem no miolo e tem dormitórios por cerca de 9 euros e quartos privativos a partir de €15.

É possível também alugar apartamentos com nota 9,4 por a partir de 40 euros, como os Apartments LegacyMetropoliten Rooms. Para quem prefere hotéis, os 4 estrelas Maccani Luxury Suites ou o Dominic Smart & Luxury Suites tem quartos duplos a partir de 50 euros a diária.

Veja todas as opções de hospedagem em Stari Grad, Belgrado

  • O distrito boêmio: Savamala

É importante dizer que a região de Savamala divide-se em dois perfis: ao mesmo tempo em que é o distrito boêmio da cidade, concentrando vários bares e restaurantes antigos e novos, também é uma área tomada pela construção de prédios novos e chiques a beira do rio. É uma região excelente para quem vai a Belgrado com o plano de aproveitar bem a noite da cidade.

onde ficar em belgrado savamala

Outra característica dessa região, pelo formato que abrange é a proximidade com a estação de trem. Ao mesmo tempo em que é uma mão na roda para quem vai estar em trânsito, eu recomendaria evitar os arredores da estação por não ter uma aparência muito convidativa. Foque nas opções de hospedagem que ficam mais próximas ao rio.

Veja todas as opções de hospedagem na região de Savamala

Tem muitas, mas muitas, opções de apartamentos para aluguel por ali. O Apartments Savamala é considerado 4 estrelas, tem nota 9,5 e diárias a partir de 27 euros. Uma pechincha! Já o Savamala Centar Apartments tem nota 9,8 e diárias a partir de 40 euros.

Encontrei poucas opções de hostels. Uma boa é o Pop Art Hostel, que tem uma decoração diferentona, fica bem perto da rodoviária e tem dormitórios a partir de 20 euros e quartos privados por €26.

Para quem prefere hotéis tradicionais, o quatro estrelas Jump INN Hotel Belgrade tem nota 9,3 e diárias a partir de 70 euros. Já o Radisson Blu Old Mill Belgrade fica um pouquinho mais distante da área de badalação, mas tem como ponto positivo ter sido construído numa antigo moinho, mas é super moderno e tem nota 9,3. As diárias saem por a partir de 125 euros o quarto duplo.

  • O distrito rico de Belgrado: Vracar

Vracar é outro bairro que fica do lado do centro histórico e é considerada a área mais rica da cidade. Porém não necessariamente é a mais cara para se hospedar, posso dizer isso, porque foi lá que eu fiquei, no City Break Hostel.

Vracar é uma região alta, é preciso subir um morro para chegar lá. Não é nada impossível, eu fiz todos os trajetos a pé e tem opção de transporte público. Mas se você for um pouco mais preguiçoso, é bom evitar. O lado positivo é que as ruas ali são lindas e tem cara de bairro em que as pessoas moram.

onde ficar em belgrado variar

Nessa região você encontra algumas atrações turísticas, como o Nicola Tesla Museum e a enorme igreja de São Sava (foto acima). Tem algumas opções boas de restaurantes e cafés, mas para quem quer sair a noite, vale mais a pena descer para o Centro Histórico ou Savamala.

Veja todas as opções de hospedagem em Vracar

O City Break Hostel, onde eu fiquei, era um apartamento duplex transformado em hostel. Fiquei num quarto duplo privativo por duas noites e saiu por 20 euros por noite (ou seja, 10 euros por pessoa). Além do preço bacana, o dono/cara da recepção é muito simpático e prestativo, o hostel é novinho e a localização é ótima. Os aspectos negativos são a falta de elevador. É preciso subir vários lances de escada já que o hostel fica no último andar. Também achamos que o lugar podia ser um tiquinho mais limpo.

Onde ficar em Belgrado: outras opções e ideias

onde ficar em belgrado melhores bairros

Fonte: Wikimedia Commons

A capital da Sérvia é muito maior do que três os bairros citados aqui. Por isso, deixamos também a dica de uma busca ampliada por todas as opções de onde ficar em Belgrado, segundo os visitantes da cidade. Tenha em mente que nos meses de verão, julho e agosto, os preços sobem um pouco porque é alta temporada e Belgrado recebe bastante turistas.

Os links indicados nesse post são do parceiro do blog, a Booking.com. Quando você clica nesses links e faz uma reserva, nós recebemos uma comissão e você não paga nada mais por isso. Assim, ajuda a gente a se manter e continuar produzindo conteúdo de viagens!


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.