Tags:
Atlas: Berlim, Alemanha

Onde ficar em Berlim: dicas de hotéis e bairros

Multicultural, urbana por natureza, rebelde, sexy. Berlim certamente tem muita história para contar, mas não vive só de museu. Monumentos, marcos e cenários de alguns dos principais eventos do século 20 dividem espaço com a noite agitada, moda transgressora, artistas de rua e movimentos de vanguarda. Não há dúvidas de que Berlim quer mais é olhar para frente, mas sem esquecer o passado. Para te ajudar a escolher sua hospedagem por lá, fizemos este guia com dicas de onde ficar em Berlim.

Planeje sua viagem para Berlim:
O que fazer em Berlim
Onde comer e beber barato em Berlim
A Ilha dos Museus em Berlim
Curiosidades sobre o muro de Berlim

Onde ficar em Berlim, bairro a bairro

Para viver todo esse clima, os melhores bairros ficam na parte Oriental, justamente a que era controlada pela União Soviética até 1989. É ali que está quase tudo o que você quer visitar, a vida noturna mais agitada, as vizinhanças mais diversas e o espírito jovem de uma cidade que, apesar dos mais de 700 anos nas costas, existe como conhecemos hoje há pouco mais de 20. Para entender melhor, consulte o mapa abaixo e as descrições de cada um dos bairros que valem a pena.

Veja também: Dica de seguro de viagem com desconto

Onde ficar em Berlim: Regiões de Berlim, Alemanha

Onde ficar em Berlim: Mitte

Portão de Brandeburgo, Berlim

Bairro da antiga parte oriental da cidade, Mitte é considerado por muitos turistas o melhor lugar para ficar em Berlim. O motivo é simples: está localizado bem no centro. É uma das partes mais antigas, cheia de prédios bonitos de se ver e rodeado por diversos pontos turísticos.

A Praça dos Museus, o Portão de Brandeburgo e a Catedral de Berlim são alguns exemplos de atrações na região do Mitte. Por ali também é possível encontrar vários restaurantes, lojas, bares agitados e cafés tranquilos. Além disso, chegar naqueles lugares que não estão por perto é muito fácil. É ali que fica a Alexanderplatz, a maior e mais importante estação de metrô de Berlim.

O bairro é gigante, mas existem alguns pontos mais interessantes que outros na hora de escolher seu hotel: bem pertinho da Alexanderplatz ou das atrações citadas, por exemplo. Outro lugar legal de ficar é perto das ruas Alte Schõnhauser e Neue Schõnhauser. São vias pequenas, bem no centro do bairro, mas que agregam várias lojas e brechós legais, vida noturna e o ar descolado que só Berlim tem. Mas aviso aos mochileiros: essa não é a região mais econômica da cidade, embora não seja preciso desembolsar centenas de euros para ficar por ali.

Encontre hospedagem em Berlim no Mitte

Onde ficar em Berlim: Tiergarten

Tiergarten: onde ficar em Berlim

O bairro leva o nome de um lindo e grandioso parque localizado ali. Vizinho ao Mitte, a região abriga ainda os centros do governo, parlamentar e diplomático da Alemanha. É um lugar para quem aprecia a tranquilidade de uma caminhada entre as árvores, quer fazer piqueniques, respirar ar fresco, pedalar ou simplesmente apreciar as obras de arte, memoriais e monumentos que tornam o parque um museu a céu aberto.

Ao mesmo tempo, você vai estar perto das principais atrações históricas da cidade e não vai precisar de muito transporte público para fazer um tour pelos cenários de eventos que mudaram a história da humanidade.

A melhor região do bairro para se hospedar é a Potsdamer Platz, que foi reconstruída após a queda do muro e se tornou um dos símbolos da nova Berlim. E o melhor: fica apenas a um quilômetro do Portão de Brandemburgo e do Reichtag, além de ser pertinho da entrada sudoeste do Tiergarten (o parque).

Os preços de hotéis em Tiergarten (o bairro) não são muito diferentes dos do Mitte.

Encontre hospedagem em Berlim no Tiergarten

Onde ficar em Berlim: Wedding

Wedding, onde ficar em Berlim

 Foto: Wikimedia Commons/Christian Watzke – CC-BY 2.0

Tudo o que existia em Wedding até a Segunda Guerra foi demolido e deu lugar à arquitetura soviética. Os prédios residenciais, que marcam o anos de domínio comunista na Berlim Oriental, são tombados como patrimônio histórico da Unesco. Andar pelas ruas desse distrito ajuda a entender como era a vida dentro do muro, com suas grandes construções industriais e a tradição de ser um distrito habitado pela classe trabalhadora desde muito antes do regime comunista.

O bairro representa a resistência dos moradores da Berlim Oriental contra o domínio soviético. Foi ali que surgiu o primeiro túnel que tentava levar os moradores para o outro lado da cidade. Como o muro foi construído em seus limites e muito próximo às construções, muitas pessoas tentavam pular das janelas dos prédios para o lado capitalista.

Hoje, ainda é considerado um distrito popular – e um dos mais pobres da cidade -, mas a crescente população de artistas adiciona cor aos antigos muros acinzentados. Oficialmente incorporado ao Mitte desde 2011, o Wedding é vizinho das principais atrações turísticas da cidade, com a vantagem de ser mais barato que os dois citados acima.

Encontre hospedagens em Berlim no Wedding

Onde ficar em Berlim: Friedrichshain

Friedrichshain, bairros onde ficar em Berlim

 Foto: Urbanartcore.eu/Creative Commons

Um bairro universitário repleto de jovens, bares, murais de grafite, parques, cinemas, galerias e lojas descoladas. Foi no “Fried” que nós ficamos durante nossa visita a Berlim. O lugar é para quem quer curtir o dia e a noite, frequentar bares e boates alternativos e ter contato com a arte urbana da cidade.

Por ser um distrito muito procurado por viajantes jovens, mochileiros ou estudantes, o local costuma ter muitos albergues e preços em conta. Para chegar nas atrações é preciso usar o transporte público, mas não se perde muito tempo dentro dele.

Encontre hospedagem em Berlim no Friedrichshain

Onde ficar em Berlim: Kreuzberg

Kreuzberg, onde ficar em Berlim

Foto: Chris H/Creative Commons

Outro bairro moderno, na moda e que mostra toda a face underground de Berlim, o Kreuzberg é o ponto de encontro de diversas tribos urbanas que habitam a cidade. Punks, boêmios, artistas e a comunidade LGBT fazem dos bares, cafés e boates dali sua casa. O bairro é colorido por diversos murais de grafite e pichações com teor político e questionador. Sua natureza multicultural fica evidente com a presença massiva de imigrantes, em especial os vindos da Turquia com suas lojas de kebab.

Os principais pontos turísticos da cidade estão a uma viagem de metrô de distância. Viajantes econômicos são bem vindos em Kreuzberg, assim como aqueles que querem entrar em contato com a Berlim rebelde e alternativa.

Encontre hospedagem em Berlim em Kreuzberg

Onde ficar em Berlim: Prenzlauer Berg

Mauerpark, região para se hospedar em BerlimFoto: Aapo Haapanen/Creative Commons

Outra opção para quem quer aproveitar o charme de Berlim e ainda mergulhar na história da cidade. É no Prenzlauer Berg que fica o Memorial do Muro de Berlim e o Mauerpark, um parque que foi construído onde antes era a Zona da Morte do muro (saiba mais aqui) e onde todo domingo acontece uma ótima feira de antiguidades. Apesar de ser longe para caminhar até os pontos turísticos do centro, você chega rapidinho com o metrô.

O local tem ainda bares, restaurantes, lojas e ruazinhas bonitinhas e charmosas que contrastam com a Berlim undergound do Friedrichshain.

Encontre hospedagem em Berlim no Prenzlauer Berg

Onde ficar em Berlim: Avenida Kurfürstendamm (Ku’damm) e arredores

Kurfürstendamm, onde ficar em Berlim

 Foto: Schrottie/Creative Commons

Eu sei que eu disse que a parte oriental de Berlim – aquela que ficou sobre o domínios da União Soviética – é o melhor lugar para ficar. Mas se por algum motivo você quiser ou tiver que se hospedar na parte ocidental, a região de Charlottenburg-Wilmersdorf, onde ficam o Zoológico de Berlim e a Avenida Kurfürstendamm, pode ser uma boa pedida. Essa avenida com nome feio é uma das mais importantes da cidade e um dos maiores centros de compras de Berlim. Por ali é possível encontrar desde lojas de grife até as mais populares, como C&A e Zara, além de cafés, restaurantes e tudo mais.

O bairro é bem servido de linhas de ônibus e metrô que te levam rapidamente para as principais atrações. Por ser menos turístico que os outros distritos citados, tende a ter hotéis mais baratos também. Se for ficar por ali, procure acomodações próximas à estação Zoologischer Garten.

Encontre hotéis próximos à Avenida Kurfürstendamm

Onde ficar em Berlim: Schöneberg

Schöneberg - opção de onde ficar em Berlim

 Foto: Assenmacher/Creative Commons

Schöneberg pode não ser o bairro mais próximo das atrações turísticas, mas ficando ali você certamente vai estar perto de opções variadas de atrações culturais, feiras de ruas e entretenimento. E, como você já deve ter percebido, com o excelente sistema de transporte público de Berlim é possível chegar nos lugares sem dificuldade.

Por esse motivo, ficar um pouco afastado do centro e da multidão de turistas pode ser interessante, especialmente se não é a sua primeira vez na cidade. Schöneberg é a escolha para intelectuais, artistas e pessoas que querem relaxar em um café, passear por galerias de arte e descobrir as belas ruas de uma vizinhança moderna. Bares e baladas LGBT da região estão cada vez mais populares.

Encontre hospedagem em Berlim: Shöneberg

Onde ficar em Berlim: versão mochileiros

Precisa realmente economizar? Friedrichshain, Kreuzberg e Wedding são as melhores opções. As duas primeira são as  Caso para você a região do hotel importe menos do que bolsos vazios, procure as opções de albergues mais em conta em Berlim. É fácil, basta clicar aqui.

Em agosto de 2016, fiquei no Check In Hostel, em Kreuzberg quase chegando no Checkpoint Charlie. O lugar estava bem localizado, próximo a alguns pontos turísticos importantes, porém um pouco longe da parte legal do bairro. Nada que não fosse possível fazer a pé. Os preços são o principal atrativo, embora o hostel não deixe a desejar na limpeza e conforto dos quartos. Os banheiros, como são compartidos entre todos no andar, podem não estar brilhantes de limpos se você não chegar cedo pela manhã. Há lockers grandes para cada pessoa no quarto, cozinha e uma área comum.

Ao fazer sua reserva a partir dos links listados aqui, o blog ganha uma pequena comissão. Essa é uma forma de ajudar o 360meridianos, mas você não paga nada a mais por isso. Para mais detalhes, veja as políticas do blog.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

21 comentários sobre o texto “Onde ficar em Berlim: dicas de hotéis e bairros

  1. Natália parabéns pelo blog vcs são maravilhosos parabéns. Natália vc poderia mim indicar como faço para comprar um chip para célula internacional.

    1. Olá Idalécio, você se refere àqueles chips de viagem. Diversas empresas vendem o serviço, mas não sei se funcionam muito bem ou qual seria a melhor empresa. Recomendo comprar um chip local ao chegar na Alemanha, além de ser mais barato, você usa sem roaming na Europa.

      Abraços

  2. olá
    estou indo em novembro, frio sei disso, com uma pessoa de idade. qual o melhor local que indica para melhor conhecer a capital e quem sabe bate volta para outras cidade

    1. Olá Luciana,

      Qualquer um dos bairros indicados no texto são bons para conhecer a capital e fazer bate-voltas. Berlim tem um sistema de transporte muito bom.

      Abraços

  3. Natalia, ola
    Parabens e grata pelo seu trabalho.
    Gostaria de saber se voce tem referencias sobre os bairros de Schoneberg e Moabit.
    Um abraço!!
    Fabi

    1. Olá Fabi, o que exatamente você quer saber? Sobre Schoneberg eu falei no post, Moabit não conheço, mas talvez alguém que more na cidade possa te ajudar…

      Abraços

  4. Adorei tuas dicas. Gostaria de saber como faco para ir de Berlin a Templin. Se de trem ou de onibus. Qualquer informacao sera bem vinda. Obrigada, Rosa

  5. Oi Natália, gostei muito de ler o seu artigo. Irei morar por 3 meses em Berlin com meu marido e meu bebezinho de 4 meses. Pelo o que eu li, seria o bairro Tiergarten melhor para morar com a familia?! Obrigada.

  6. Gostei muito mesmo do seu texto.

    Estou pensando em de berlim ir pra Praga, vale a pena uma parada em dresden ou vale a pena passar uns dias em dresden tb?

    vi muitos anuncios de estadia em Neukolln mas parece q dá pra ir pra Kreuzberg a pé
    Obrigado pelas dicas,
    ALlan

  7. Ola pessoal

    estou tentando entender um pouco melhor a cidade pra decidir onde ficar.

    Onde exatamente fica o CityCube? Tenho um curso de 4 dias mas vou estender minha estadia na cidade. Gostaria de saber se vale se hospedar perto do Cube ou se é melhor escolher outro bairro e pegar o metro ate lá..

    Obrigada!

  8. Olá,

    estou numa duvida tremenda, qual seria melhor para conhecer em 5 dias: Berlim ou Munique, vamos nem turma de 6 (faixa etaria 22 a 55 anos) em fevereiro/2015.

    Qual cidade envolve um custo/benefício melhor?

    Obrigada!!!!

  9. natália e quem vai na intenção de morar e constituir família. Qual o melhor lugar para morar? Não conheço Berlim Nem sei se tem isso lá, mas gostaria de morar em um prédio com área de lazer, localizado em um bairro arborizado e tranquilo.

    1. Ei Fabrine, nunca morei em Berlim, por isso fica difícil responder essa pergunta. Mas acredito que os bairros bons para turistas sejam bons para moradores também. No entanto, tem que pesquisar para ver se não existem bairros legais também fora do eixo turístico.

      abraços

  10. Além de dar os parabéns pelo site que é maravilhoso e explica muito bem sobre cada pedaço deste mundo, queria fazer uma pergunta.

    Um amigo e eu estamos planejando uma viagem de mais ou menos 10 dias para Berlim, vamos para a Final da Champions League 2015. Então por isso estamos planejando com um ano de antecedencia essa viagem.

    Estamos pensando em ficar em Hostels, pelo fato de o orçamento não ser tão alto para essa viagem, teria algum ou alguns em especial para pode nos indicar??

    Vamos para a diversão mesmo, futebol e cerveja, dica de bares e restaurantes tb são legais =D

    Obrigado desde já.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.