fbpx
Tags:
Atlas: Bolonha, Itália

Onde ficar em Bolonha, Itália: melhores regiões e hotéis

Onde ficar em Bolonha? Responder essa pergunta é tarefa relativamente simples, uma vez que os pontos turísticos se concentram todos em uma só região: o centro histórico – a área marcada em amarelo no mapa abaixo e a melhor para você se hospedar.

Além do centro histórico, há mais duas regiões dentro da cidade para se hospedar: existem também vários hotéis perto da Praça Universitária. E alguns ao redor da Estação Bolonha Centrale.

Falaremos dessas três regiões abaixo, com sugestões de hotéis em cada uma delas e dicas detalhadas de onde ficar em Bolonha.

Veja também: O que fazer em Bolonha – roteiro de dois dias na cidade
Roteiro de 7 dias na Toscana, de carro ou não
Chip de celular 4G na Itália – como ficar conectado na sua viagem

Onde ficar em Bolonha: as três regiões principais para se hospedar

  • Região Universitária
  • Centro Histórico (Piazza Maggiore)
  • Estação de trem Bolonha Centrale

mapa de onde ficar em bolonha 

Hotéis no Centro Histórico de Bolonha (Piazza Maggiore)

Na região ao redor da Piazza Maggiore ficam os principais pontos turísticos de Bolonha, como a Fonte de Netuno, a Basílica de São Petrônio e as Duas Torres.

Essa é a melhor região para se hospedar em Bolonha, mas como ali é o centro da área turística, maiores são as chances dos hotéis serem um pouco mais caros.

Mas vale a pena, porque você não vai ter que andar muito para visitar as atrações da cidade. Além disso, a parte ao norte da praça, na Via Farini, é uma região bem chique, com lojas de marca e praças bonitas.

  • Pousada em Bolonha: Albergo delle Drapperie – Hospedagem confortável e pertinho da praça. A localização é imbatível.
  • Apartamento para alugar em Bolonha: Palazzo Banchi Halldis – Vários apartamentos para alugar num prédio de 1412! Há opções de um, dois e três quartos – os maiores abrigam até nove pessoas.
  • Hotel bom e barato em Bolonha: Hotel Centrale – Também num prédio histórico e a poucos metros da Praça Maggiore. Muito elogiado pelos hóspedes.

Veja mais opções de hotel na região da Piazza Maggiore


Booking.com

Hotéis perto da Praça Universitária de Bolonha

Essa área, à direita da Via dell’Independienza, é onde fica a Università di Bologna e, consequentemente, os universitários.

Se hospedando por ali, você encontra algumas das ruas mais movimentadas no quesito bares e aperitivos – é uma região que tem movimento (e barulho), dia e noite. A Via Zamboni é rua a mais famosa, mas toda a área tem esse burburinho. Foi ali, num apartamento na Via Capo di Lucca, que ficamos hospedados.

Se você tiver problema com barulho, mas achar um hotel legal na região, a dica é ficar num quarto cuja janela dê para os fundos. Assim, o movimento da rua não será um incomodo.

Dali você consegue chegar a praticamente todos os pontos turísticos caminhando.

  • Pousada em Bolonha: Casa Bertagni – Menos de 700 metros das Duas Torres e perto de tudo. Uma pousada muito boa em Bolonha.
  • Hotel bom e barato em Bolonha: Albergo delle Drapperie – Bem localizado e perto das atrações turísticas.
  • Hotel bom e barato em Bolonha: Hotel Perla – Pequeno hotel a 500 metros da universidade de Bolonha.

Veja opções de hotel na região universitária de Bolonha

Hotéis perto da estação Bolonha Centrale

Se você está em Bolonha para fazer vários bate-voltas, pode ser interessante ficar hospedado próximo à estação de trem.

Como eu já disse, tudo no centro de Bolonha é relativamente perto. Por exemplo, a distância entre a estação de trem e a Piazza Maggiore é perfeitamente caminhavel, de no máximo 20 minutos.

Ainda assim, se você quiser ficar em frente à estação, tem um monte de opções de hotel, de vários preços. A região não é tão charmosa, mas é segura.

Se você não fizer questão de ficar assim tão perto, uma boa ideia é a região à esquerda da Via dell’Independienza, que fica do lado oposto ao bairro Universitário e tem vários restaurantes.

  • Hotel bom e barato em Bolonha: Mercure Bologna – Em frente à Bolonha Centrale, com o conforto tradicional da rede.
  • Hotel bom e barato em Bolonha: Unahotels Bologna Centro – Mesma localização e bom custo/benefício.
  • Pousada em Bolonha: Stazione Centrale – Como o nome indica, ao lado da estação.

Veja opções de hotel na área da Estação Central de Bolonha

onde ficar em bolonha, itália

Foto: Rita Michelon, Pixabay

Hostels e hospedagem barata em Bolonha

  • We Bologna – Hostel a 10 minutos de caminhada da Bolonha Centrale.
  • Hostel Il Nosadillo – Elogiado pela localização, próxima ao centro histórico.
  • Dopa Hostel – Talvez o melhor hostel da cidade. Está a 10 minutos da praça central.

Se você está procurando opções mais baratas, confira a lista de Hostels em Bolonha.

Onde ficar em Bolonha: que tal fazer agriturismo?

Quem tem interesse em fazer um tipo de turismo diferente, acompanhando como é a produção de vinhos e pratos típicos italianos, pode ficar hospedado num hotel fazenda nos arredores de Bolonha.

Esses hotéis ficam a cerca de 1h30 (de ônibus) do centro e estão numa região muito bonita.

Nós fizemos aula de culinária em um estabelecimento chamado Podere San Giuliano (veja o post) e recomendamos.

Confira no Booking outras opções de hospedagem na área rural de Bolonha. 

Quantos dias ficar em Bolonha?

Tem gente que passa por Bolonha no esquema bate-volta ou mesmo como parada estratégica num roteiro de trem entre Florença e Milão. Não é o ideal, mas dá para conhecer um pouco da cidade em alguns horas. Dito isso, o melhor mesmo é dormir em Bolonha.

Uma noite e dois dias inteiros já são suficientes para aproveitar a cidade, mas quem fica mais tempo encontra o que fazer, afinal a região é linda e a principal atração turística é aproveitar a gastronomia local.

Onde deixar o carro em Bolonha?

Assim como para conhecer outras cidades italianas de médio e grande porte, o carro é inútil em Bolonha. O melhor é ir para a cidade de trem e percorrê-la a pé ou de transporte público.

O carro alugado só tem sentido para quem faz uma road trip maior pela Itália. Se for o seu caso, procure hotéis fora do centro histórico, que é uma zona de trânsito limitado.

Se optar por se hospedar dentro da ZTL, não se esqueça de pedir para o hotel cadastrar a placa do seu veículo no site próprio para isso, evitando multas. 

Há hotéis com garagem e também estacionamentos particulares. Espere gastar entre 20 e 30 euros por dia para parar o veículo.

Em geral, estacionar gratuitamente na rua só é possível longe do centro – e em vagas específicas e sinalizadas. Se tiver dúvida, converse sobre isso com o hotel escolhido.

Sobre esse assunto, leia nosso guia sobre como alugar um veículo e dirigir na Itália.

Está montando um roteiro pela Itália? Então veja também:

O 360meridianos tem guias completíssimos e sempre atualizados para você decidir onde ficar em várias de cidades italianas. Tudo feito com base na experiência de mais de uma dezena de viagens pelo país:

Onde ficar em Veneza – melhor região nas ilhas e hotéis
Onde ficar em Florença – melhores bairros e hotéis
Onde ficar em Milão – todas as regiões
Onde ficar em Roma – hotéis econômicos nos melhores bairros 
Onde ficar em Nápoles – hotéis e bairros

Booking.com

Seguro viagem Itália – para viajantes e estudantes

O seguro viagem é obrigatório para a imigração italiana. Essa é uma exigência do Tratado de Schengen, que organiza a circulação de pessoas na maioria dos países europeus.

No caso específico de Bolonha, que é uma cidade universitária e não atrai apenas turistas, mas também intercambistas, há dois tipos de seguro diferentes. Falamos dois dois nos textos abaixo:

Este texto contém links de afiliados do Booking

Avalie este post

Autor

  • Luiza Antunes

    Sou jornalista, tenho 34 anos e atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e visitei mais de 45 países pelo mundo afora. Além de escrever, sempre invento um hobbie novo: aquarela, costura, yoga... Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.


Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 34 anos e atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e visitei mais de 45 países pelo mundo afora. Além de escrever, sempre invento um hobbie novo: aquarela, costura, yoga... Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

8 comentários sobre o texto “Onde ficar em Bolonha, Itália: melhores regiões e hotéis

  1. Boa noite Luiza.
    Meu nome é Luís Eduardo.
    Sou brasileiro, professor, assim como minha esposa e nossa filha Ingrid está indo para o intercâmbio de jornalismo em Bolonha.
    Gostaria de saber o que você me recomenda de hospedagem, qual é a melhor localização, relação custo-benefício, proximidade da Universidade de Bolonha. Enfim, eu e minha esposa estamos fazendo um grande sacrifício para realizar esse sonho da nossa filha e estou muito preocupado porque apesar de ter 21 anos, será a primeira vez que ela ficará tanto tempo longe da gente. Eu quero que dê tudo certo pra ela.
    Estamos pensando em alugar um apartamento individual para ela. Você tem alguma ideia para nos ajudar, por favor?

    1. Oi Luís, tudo bem?

      Em primeiro lugar, quero te tranquilizar. Essa experiência vai ser incrível para a sua filha, te garanto. Vai ajudar ela a crescer e amadurecer. E ter boas memórias para o resto da vida. No mais, Bolonha é uma cidade cheia de jovens e muito tranquila.

      Eu acho que faz parte do aprendizado e da socialização ela dividir apartamento com colegas, numa república ou apê coletivo. Então fica aí a minha sugestão. E também que vocês dêem um espaço para ela mesma procurar.

      Sobre a localização: qualquer lugar dentro do centro histórico (no mapa do post, em amarelo) é uma boa localização, próxima da universidade!

  2. Olá Luiza, estou me programando para um curso na cidade de Bolonha em 2017 que talvez dure 6 meses ou mais, você recomendaria para esse tempo alugar algo no centro mesmo, ou nas cidades ou bairro mais afastados eu encontraria algo mais barato para ficar?

  3. Gostei muito do seu jeito de descrever os lugares.Estamos indo em Maio de 2017 e desde agora viajando no planejamento. obrigado

  4. Ola Luiza, estarei em Veneza e pensei em alugar um carro ate Bolonha, estaremos em duas amigas, saio 11/6 e embarco de bolonha a PARIS, da para ficar fora do centro, ou podemos ficar no centro, a cidade tem estacionamento? e facil estacionar
    Aguardo seu retorno

    1. Oi Lucy,

      Não sei te dizer, me locomovi só de trem e transporte público na cidade. Não sei se recomendaria aluguel de carro por lá. O trânsito italiano é bem confuso, as ruas estreitas, a maioria das atrações são feitas a pé e o transporte entre as cidade é fácil de trem

    2. Oi Lucy! Morei em Bologna e te digo que não vale a pena alugar carro lá! Dá pra fazer tudo a pé sem problemas e o resto o ônibus cuida haha. Tem algumas ruas que não passam carros, é difícil estacionar (o estacionamento costuma ser pago no centro histórico) e é bem mais legal passear pelas ruas! É tudo bem pertinho mesmo 🙂

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.