fbpx
Tags:
Atlas: Chiang Mai, Tailândia

Onde ficar em Chiang Mai, Tailândia: melhores bairros e hotéis

Ao decidir sobre onde ficar em Chiang Mai, tenha em mente que esse também é o nome da província que engloba várias cidades ao redor, uma espécie de região metropolitana. Por isso, a primeira regra na hora de escolher seu hotel é saber se ele fica mesmo na cidade de Chiang Mai, não numa cidade próxima, dentro da província de Chiang Mai. Para não errar, procure o Centro Histórico.

Em tailandês, Chiang Mai significa “Cidade Nova”. Com 300 templos, número que garantiu o título de capital espiritual do país,  e 1,6 milhões de habitantes, essa é também a maior cidade do norte da Tailândia.

Veja também:
O que fazer em Chiang Mai: guia de atrações
Cinco mercados para visitar em Chiang Mai, na Tailândia
Quanto custa viajar para a Tailândia

Onde ficar em Chiang Mai: as melhores regiões para se hospedar

Essas são as melhores regiões onde ficar em Chiang Mai e as que possuem a melhor oferta hoteleira. Algumas delas são um pouco afastadas. Por isso, se você ainda não conhece a cidade, ficar dentro dos limites da muralha é a melhor pedida. A boa notícia é que os preços das hospedagens são bem baixos, seguindo o padrão do resto do país, e é possível conseguir boas acomodações por preços convidativos. Veja agora uma lista de onde ficar em Chiang Mai, com dias de hotéis bairro a bairro.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e importante em qualquer viagem. Na Tailândia, onde as coisas são bem diferentes em relação ao Brasil, ele é indispensável. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.

Seguro Viagem: Ásia
GTA 75 EUROMAX GTA 75 EUROMAX Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 28/dia*
AC 60 MUNDO (Exceto EUA) AC 60 MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 20/dia*
AC 35 MUNDO (Exceto EUA) AC 35 MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 16/dia*

 

Centro Histórico de Chiang Mai: Old Town

Tudo começou em 1296, quando a cidade foi fundada. Chiang Mai já nasceu poderosa: foi erguida para ser a nova capital do reino Lanna. Como toda capital de respeito, a cidade era cercada por muralhas, uma tentativa de manter os vizinhos birmanses longe da cidade. Ó:

Chiang Mai, Tailândia

Hoje, as muralhas de Chiang Mai guardam as riquezas do centro histórico. É nessa região que estão vários templos e monumentos importantes. Quer ficar no coração turístico da cidade? Então esse é o local certo para você. Foi nessa região que me hospedei e definitivamente não me arrependi.

Hotéis no Centro Histórico de Chiang Mai

Muitos dos hostels e opções de hospedagem econômica ficam no centro histórico, mas também é possível achar opções mais confortáveis e luxuosas. Dos albergues, destaque para o About a Bed Hostel, muito bem avaliado no Booking.com, e o @Box Hostel, que também é campeão nos reviews e tem diárias na casa dos R$ 20.

Buri Gallery House está pertinho do Wat Phra Singh, um templo, e tem bastante procura e boa avaliação dos hóspedes. A localização é o ponto mais elogiado! Outra boa alternativa é o Key Hotel.

Quem estiver à procura de um pouco de luxo e conforto pode conferir o 4 estrelas Phor Liang Meun Terracota Arts Hotel.

Encontre hotéis no Centro Histórico de Chiang Mai

 

Hospedagens próximas ao Mercado Noturno

Localizado dentro do centro histórico, o Night Market é uma das principais atrações de Chiang Mai. Precisa de lembrancinhas de viagem? Esse é um bom lugar para procurar, apenas tenha em mente que, exatamente por ser muito frequentado por turistas, alguns produtos podem estar com preços acima do normal.

Por ali também ficam vários bares e restaurantes. Essas características tornas essa área muito convidativa para quem quer ficar perto do burburinho e não gosta de perder o agito. Outro benefício de ficar na região do Mercado Noturno é estar perto do rio Ping.

Onde ficar em Chiang Mai, Tailândia

Mercado Noturno de Chiang Mai (Foto: Antoine Gady, Creative Commons)

Hotéis próximos ao Night Market de Chiang Mai

Compras de lado, a região do mercado noturno tem muitas opções de hotéis, sejam três estrelas ou até estabelecimentos mais luxuosos, como o Villa Thapae, o Anantara Chiang Mai Resort e o Le Meridien Chiang Mai, todos eles resorts 5 estrelas.

Quem estiver a procura de algo um pouco mais barato, mas sem abrir mão do conforto, tem os 3 estrelas Chiang Mai Night Bazar Boutique Hotel e o Nap In Chiang Mai.

Veja opções de hotéis no Night Market

 

Onde ficar em Chiang Mai: Riverside

Sim, Chiang Mai tem um rio. Foi esse posicionamento estratégico, que facilitava o escoamento de mercadorias, que ajudou a tornar Chiang Mai tão importante. Hoje, o Rio Ping continua sendo importante e não são raros os hotéis de luxo e resorts que oferecem vista para as águas.

 Foto do Anantara Chiang Mai Resort, com vista para o Rio Ping (Essa imagem é cortesia do site TripAdvisor)

Hotéis próximos a Riverside Chiang Mai

No Booking, algumas das opções muito bem avaliadas nessa região são o Rati Lanna Riverside Spa Resort e o The Empress Premier Chiang MaiRiverside Floral Inn. 

O Hongkhao Village oferece uma hospedagem pra lá de típica, em estilo Lanna de arquitetura, para quem quer uma experiência diferenciada. Outra opção nessa linha é o Kittawan Home&Gallery.

 

Nimmanhaemin Road: hospedagens econômicas e descoladas em Chiang Mai

O Booking.com lista dezenas de opções de hospedagem nessa área, que fica perto da Universidade de Chiang Mai. São opções para todos os bolsos, sejam hotéis, guest houses ou albergues.

Nimmanhaemin é o nome de uma das ruas mais importantes da cidade. Lá você vai achar bares, restaurantes e boa parte da vida noturna de Chiang Mai. Se você pretende se divertir muito depois do pôr do sol e quer um ambiente jovem e descolado, pode ser que essa seja a região que você procura. Só não espere encontrar muitos pontos turísticos por perto.

Hotéis próximos a Nimmanhaemin Road

Entre as opções mais jovens recomendadas dali estão o Bed Addict Hostel X Café, Alexa Hostel, o OYO Box Hostel n Café e o Sleepyoho.

Quem quer privacidade pode dar uma olhada nos apartamentos do Chill Chill Nimman, uma escolha perfeita para quem viaja de casal.

Encontre hotéis em Nimmanhaemin Road

 

Mae Rim

Ficar fora da cidade de Chiang Mai não é necessariamente uma ideia ruim. Pode valer a pena trocar a comodidade de se locomover a pé para as atrações, com certeza a maior vantagem de ficar no centro histórico, pela tranquilidade das áreas montanhosas da província.

Uma das alternativas é Mae Rim, região cheia de parques, uma reserva ambiental e até um jardim botânico. O Tiger Kingdom e o Elephant PooPooPaper Park, duas atrações muito conhecidas da província de Ching Mai, ficam em Mai Rim.

Hotéis próximos a Mae Rim

Essa região também é cheia de resorts, entre eles o Four Seasons Chiang Mai.

Mas o campeão de vendas na localidade é o Nata Chiangmai Chic Jungle, uma pousada com piscina em meio à selva tailandesa, para quem quer reclusão e sossego.

Mae Rim não deixa os mochileiros na mão, se você prefere ficar em albergues, vá conferir o Wanida Hostel, que conta com jardins e churrasqueira de uso compartilhado.

Veja opções de hospedagem em Mae Rim

Onde ficar em Chiang Mai: principais escolhas para hotéis

Se você for mochileiro, uma boa alternativa é procurar uma lista de albergues da cidade, disponível aqui. Também é possível fazer a busca de hospedagem direto no site do Booking, refinando a pesquisa pelo seu perfil de viajante: com piscina, com internet wi-fi, com café da manhã, spa (e o que você quiser). Quer procurar por conta própria? É fácil. Clique aqui. Em caso de dúvida, deixe um comentário.

Veja alguns dos hotéis mais recomendados em Chiang Mai:

Ao fazer sua reserva através dos links listados nesta página, o 360meridianos recebe um pequeno comissionamento. É uma forma de ajudar o blog a se manter como um veículo independente, que traz para você as melhores informações de viagem de forma gratuita, sem pagar nada a mais por isso.

Imagem destacada: Panupong Roopyai, Wikimedia Commons


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

7 comentários sobre o texto “Onde ficar em Chiang Mai, Tailândia: melhores bairros e hotéis

  1. Olá Rafael, sou sua conterrânea e adorei o blog. Parabéns aos três! Vou para Bangkok em julho e não terei tempo de visitar as praias e Chiang Mai. Daí a minha dúvida, ao que gostaria de ouvir a sua opinião. Qual dos dois lugares você escolheria: Chiang Mai ou Phi Phi Don.
    Desde já obrigada!
    Abs.,

    Carol

  2. entao ,, primeiramente parabens pelo o sucesso que este site tem preporcionando .. enfim , quere ir para chiang mai passar 3 dias la de bangkook , quais sao os lugares que posso visitar la ? obj

  3. Olá Rafael, parabéns pelo site, está me servindo de guia!
    Em novembro vou em lua de mel com minha (na ocasião) esposa e estou montando um roteiro partindo de São Paulo para Ko Phi Phi, Chiang Mai e Bangkok, porém estou em dúvida em relação à quantidade de dias em Chiang Mai, você tem alguma sugestão?
    A principio planejamos 5 dias em Phi Phi e 6 em Bangkok. Temos duas semanas de férias mas se contar o tempo da viagem e o “dia da chegada” nos sobra apenas 11 dias.

    1. Oi, Marcos.

      Depende do que você quiser fazer lá. Chiang Mai é uma cidade agradável, mas tem bem menos atrações que Bangkok. Nós ficamos 3 dias e foi o bastante. Acho que dá para fazer tudo em dois dias também.

      Mas é aquela coisa: vai do seu estilo e do que pretende fazer lá.

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.