Tags:
Atlas: Dublin, Irlanda

Onde ficar em Dublin: 5 regiões de hospedagem dentro e fora do centro

Em 2018, a Irlanda teve um recorde na entrada de turistas internacionais no país. Entre paisagens exuberantes e muita cerveja, os viajantes buscam desvendar a Ilha Esmeralda e quem sabe até encontrar um Leprechaun pelo caminho. Neste texto, vamos contar para vocês exatamente onde ficar em Dublin para evitar pegadinhas.

É que, na capital da Irlanda, a hospedagem não está entre os itens mais atrativos. O país tem sofrido bastante com a crise imobiliária, por conta do crescimento da população. Como em grande parte da capital é proibida a construção de prédios muito altos, as opções acabam sendo escassas. 

Pra você ter uma ideia, a diária na alta temporada, entre os meses de julho e setembro, não costuma sair por menos de 150 euros, em um hotel, e 30 euros, se você preferir hostel. Nos meses mais frios, entre novembro e fevereiro, esse número chega a cair consideravelmente, podendo ir a 12 euros em hostel e 50 em hotel.

Foi por isso que a gente separou algumas dicas de hospedagem em Dublin que ficam fora do centro. Vale lembrar que a cidade é pequena, tem pouco mais de 500 mil habitantes, e que estar fora da área central não quer dizer que você esteja fora dos pontos turísticos.

Vai para a Irlanda? Então leia também:
10 lugares para curtir a noite de Dublin
Como trabalhar na Irlanda durante um intercâmbio

STEPHENS GREEN onde ficar em dublin

Parque Stephens Green, no centro de Dublin, em D2. Crédito: Conor Phelan / Shutterstock

Onde ficar em Dublin: entenda o mapa da cidade

Dublin é dividida em regiões postais, são 24 no total. Elas são classificadas por números, de D1 a D24. Os números ímpares ficam do lado norte e os números pares, do lado sul, eles são divididos pelo Rio Liffey. Quanto maior o número, mais distante do centro da cidade. A única região da cidade que não é dividida por número é a área do porto, em Dún Laoghaire. Lá é um local bem mais afastado do centro, quase no fim de Dublin.

Veja o mapa:

Booking.com

Hospedagem em Dublin: os 5 melhores lugares

  • Centro de Dublin

Se você não sabe onde ficar, busque pela área mais central, onde estão os principais pubs, e por hotéis nas áreas de D1 e D2. Há algumas partes de D3, D7 e D4 que também ficam perto do centro. Na área central, o lugar que eu aconselharia a evitar é Summerhill, em D1. Lá é considerada a periferia da cidade e onde há a maior parte dos furtos.

Veja todas as opções de hospedagem no centro de Dublin

TEMPLE BAR onde ficar em dublin

Temple Bar, no centro de Dublin, em D2. Crédito: Rolf G Wackenberg / Shutterstock

Se a sua praia é economizar, o Generator é o hostel mais badalado de Dublin. Ele fica em D7, bem perto do centro. Com 10 minutos de caminhada você consegue chegar aos locais mais conhecidos, e é bem ao lado da destilaria da Jameson. A fábrica da Guinness também fica bem perto. Reserve aqui. 

O Jackson Court Hotel fica bem próximo do parque Stephens Green e a 15 minutos a pé do Temple Bar. Esse hotel ainda tem uma outra super vantagem: ele tem uma boate no primeiro piso, a Copper Face. Essa é uma das baladas mais famosas entre os irlandeses. E pra quem não manda muito bem no inglês, aí vai uma dica: boa parte da galera que trabalha por lá é brasileira. Confira.

  • Região do Aeroporto

Pra quem gosta de praticidade, o aeroporto está localizado a 45 minutos de ônibus do centro. Ele fica no limite de Dublin com a cidade de Swords. Há boas opções de hospedagem por lá, como o Clayton Hotel Crowne e o Maldron, que está bem em frente ao terminal.

Veja todas as opções de acomodação na região do aeroporto de Dublin

  • Malahide

MALAHIDE onde ficar em dublin

Malahide Castle em Dublin. Crédito: Rob Wilson / Shutterstock

Agora, se você é o tipo de viajante que quer sossego, não se importa em ficar longe do centro e ainda por cima quer ter uma experiência diferente, Malahide é uma ótima opção. O local não é um bairro de Dublin, é como se fosse um distrito da capital, estando 16 km ao norte. Lá tem praia, bons pubs e até um castelo pra visitar. Uma boa opção é o 4 estrelas Grand Hotel. 

Confira os hotéis em Malahide

  • Dún Laoghaire

A região do porto de Dublin, ao sul da cidade é uma das minhas áreas preferidas. A 1h15 de ônibus ou uns 40 minutos de trem, o clima de lá é apaixonante. Se você gosta de filmes, é lá que, em P.S Eu te amo, a personagem de Hilary Swank fica hospedada. O nome é em gaélico e a pronúncia é “Dun Liurry”. Caso opte por lá, não deixe de dar uma caminhada pelo píer e está liberado beber uma pint no pub, tendo o cais como fundo. Uma dica por ali é o Royal Marine Hotel

Veja todas as opções em Dún Laoghaire

  • Bray

BRAY onde ficar em dublin

Bray, Irlanda. Crédito: Artfootage / Shutterstock

É outro local que está fora dos domínios de Dublin, mas que faz parte da “região metropolitana”, localizado a 20km ao sul da capital, no condado de Wicklow. Quem se hospeda por lá vai muito em busca de visitar as montanhas e as praias. Para os mais animados, há uma trilha que liga Bray a Greystones, que dá pra fazer a pé, em pouco mais de 1h30 de caminhada. São 7km andando pela montanha, bem ao lado do mar. Se você for na primavera, se prepare para uma paisagem de tirar o fôlego. Nessa região foi gravada a maior parte de P.S Eu te amo.

Confira todos os hotéis em Bray

Uma boa opção por ali é o The Strand Hotel, que tem nota 9,1. O mais interessante: ali viveu o escritor Oscar Wilde!


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Fernanda Pádua

Tenho BH como meu ponto de partida e o meu porto seguro. Entrei pela primeira vez em um estádio de futebol aos 10 anos e ali descobri que queria ser jornalista. 20 anos depois, me tornei repórter esportiva e viajante nas horas vagas. Fiz intercâmbio na Irlanda em 2016/2017, pra estudar inglês. Tenho um objetivo de visitar todos os estados brasileiros e metade dos países do mundo e já percorri boa parte do trajeto, mas várias histórias e paisagens legais ainda estão por vir.

  • 360 nas redes
  • Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.