Tags:
Atlas: Madrid, Espanha

Onde ficar em Madrid: dicas de hotéis e melhores bairros

Os voos baratos e frequentes operados por várias companhias aéreas e partindo de várias cidades do Brasil fazem de Madrid a porta de entrada na Europa para muitos de nós. A cidade oferece uma vida noturna das melhores que eu já vi por esse mundão, povo simpático, charme latino, arquitetura estonteante e museus pra ninguém botar defeito. Tudo isso regado a sangria, cerveja barata e muitos tapas. Mas vamos ao que interessa. Está com viagem marcada, mas não sabe onde ficar em Madrid? Separamos algumas sugestões de bairros e regiões para se hospedar nessa encantadora cidade espanhola.

Vai viajar? O que fazer em Madrid, na Espanha
Imigração na Espanha: como é e como se preparar
Seguro de viagem para entrar na Europa é obrigatório! Compre com desconto.

Onde ficar em Madrid: os melhores bairros

  • Centro Histórico

Escolha ficar no Centro Histórico de Madrid se você quiser um lugar cheio de gente de tudo quanto é tipo, ter várias opções de restaurantes, hotéis baratos e ficar perto do agito. Se hospedando ali, você também vai estar a uma caminhada de distância dos principais pontos turísticos da cidade. E bem perto de bares que servem cerveja a menos de um euro no happy hour.

Procure hotéis nas proximidades da Puerta Del Sol, Gran Vía ou Plaza Mayor. Ficar no Centro Histórico foi nossa opção em todas as vezes que visitamos Madrid e sempre saímos muito satisfeitos. Só fique longe se, como o Tim Maia, o que você quer é sossego: a região é lotada de gente, comércio, baladas, mais gente e todas as desvantagens que o centro de uma cidade grande tem.

Clique aqui para encontrar hospedagem no Centro Histórico de Madrid

centro histórico de Madrid

  • Huertas e Atocha

Conhecido por ser o Bairro das Letras, Huertas é famoso por ter sido frequentado por escritores renomados. Com localização central, também está a uma distância curta dos principais pontos turísticos. É ali que fica a cada onde viveu Cervantes, a Plaza Santa Ana e o Teatro Espanhol. É um bairro descolado, onde ficam as baladas da moda e os bares que são considerados os melhores da cidade. Fique no Huertas se você quer trombar com a galerinha cool – tanto a que visita a cidade, quanto a que mora ali.

Atocha é um bairro vizinho à Huertas, onde ficam o Museu Reina Sofia, diversas galerias de arte, duas das principais estações de trem da cidade (Atocha e Chamartin) e um terminal de ônibus. Fique ali caso você esteja programando muitos deslocamentos e day trips na sua viagem.

Clique aqui para encontrar hospedagem em Huertas ou Atocha

  • Lavapiés

Distrito popular de localização central, o Lavapiés carrega a fama de ter preservado o tradicional espírito madrileno. Isso mesmo, é ali que você deve ir se quiser encontrar o espírito madrileno de raíz, aquele espírito moleque, espírito de várzea. Apesar disso, é ali onde vivem imigrantes de todo o mundo, adicionando um tempero indiano, árabe, latino ou africano a esse caldeirão espanhol. O bairro tem ótimos preços, tanto de hotéis quando de restaurantes – que oferecem comidas de todos os cantos do mundo. Busque por hospedagem no Lavapiés se você está com a grana curta mesmo para uma cidade barata como Madrid ou se você quer fugir dos pontos descolados da cidade e ter contato com uma autêntica vizinhança popular.

Clique aqui para encontrar  hospedagem em Lavapiés

  • Alonso Martínez

Museu do Prado - região é opção de onde ficar em Madrid

Foto: Wikimedia Commons/Brian Snelson

Essa região fica a um meio termo entre as atrações do Centro Histórico (20 minutos à pé) e o distrito comercial de Paseo de la Castellana. É, portanto, uma boa opção para quem vai a negócios, mas quer desfrutar um pouco do que Madrid tem a oferecer. Fica a uma caminhada de distância de atrações como o Paseo del Prado e o Museu do Prado. Possui muitas cervejarias e bares com música ao vivo, frequentados por pessoas finas e elegantes. Os preços por ali sobem um pouco se comparados aos da região central.

Clique aqui para encontrar hospedagem em Alonso Martinez

  • Chueca

O glamuroso bairro gay de Madrid é também famoso por receber muito bem pessoas de todos os tipos. Possui vários cafés charmosos, lojas legais, baladas e restaurantes descolados. No verão, a parada gay reúne centenas de milhares de pessoas de toda Europa e de diversas partes do mundo. Próximo à Gran Vía, fica a 15 minutos de caminhada da Puerta del Sol.

Clique aqui para encontrar hospedagem em Chueca

Onde ficar em Madrid

Foto: Gregg, Wikimedia Commons

Onde ficar em Madrid: nossas dicas de hotéis e hostels

A equipe do 360 já ficou duas vezes no Hostal Oliver, basicamente porque ele tem tudo o que procuramos numa estadia: É barato, limpo e bem localizado, possui internet wi-fi gratuita, ar-condicionado ou ventiladores, e, de quebra, ainda tem uma decoração bonitinha. Pagamos cerca de 13 euros por pessoa para um quarto compartilhado para quatro pessoas com banheiro no corredor, mas existem opções (um pouco mais caras) de quartos com banheiro privativo para duas ou três pessoas. O Hostal Oliver fica no quarto andar de um prédio, a 400 metros da Plaza Mayor e a 100 metros da estação de metrô Sol.

Onde ficar em Madrid: outras opções

Se nenhum desses bairros te agradou, não se preocupe! Madrid  oferece muitas outras opções de hospedagem não citadas aqui que atendem muito bem os viajantes. Basta ficar atento ao que você quer ver e fazer na cidade e às opções de deslocamento. Se quiser procurar mais opções,  clique aqui. Em caso de dúvida sobre onde ficar por lá, não deixe de perguntar nos comentários. 

Ao fazer sua reserva a partir dos links listados aqui, o blog ganha uma pequena comissão. Essa é uma forma de ajudar o 360meridianos, a se manter como um veículo independente e que oferece informações e dicas sobre turismo gratuitamente e com qualidade, mas você não paga nada a mais por isso. Para mais detalhes, veja as políticas do blog.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

16 comentários sobre o texto “Onde ficar em Madrid: dicas de hotéis e melhores bairros

      1. Oi Natália, o site está super rico de dicas ótimas. Obrigada!
        Vou semana que vem para Madri e ficarei um mês no bairro de Salamanca. Voceê conhece esse?
        Acho que é um pouco mais afastado do centro, mas parece ser também uma boa localização, Se tiver alguma dica por lá, vou adorar!

        Outra dica que queria era sobre como conhecer outros estrangeiros. Como vou viajar sozinha, queria fazer contato com outras pessoas.

        Obrigada e, mais uma vez, parabéns pelo site!

        Marina

        1. Não conheço, Marina, mas o bom é que com transporte público se chega fácil aos lugares, então não é tão importante ficar no centro. A melhor forma de conhecer estrangeiros é em hostel ou em atividades, como walking tours, etc.

          Abraços!

        2. Oi Marina!
          (recebi um mail sobre este comentário e decidi responder)
          O bairro de Salamanca é no centro de Madrid (o conceito de centro aqui é bem grande!) e dependendo da zona em que ficar, pode até ir caminhando para a Porta do Sol 🙂
          O bairro de Salamanca começa na Praça de Cibeles (onde está a entrada do parque do retiro) e sobe pelo Passeio da Castellana até à estação de metrô de Gregorio Marañón. Daí faz um “quadrado” até chegar à m-30, a circular que limita o centro de Madrid.
          Se estiver hospedada na zona perto da Praça de Cibeles, é numa boa caminhar por Madrid! 🙂

    1. Oi Ricardo!

      Berruguete fica no bairro de Tetuán, e é um bairro um pouco perigroso para quem não o conhece… Vivem por aí muitos membros das bandas latinas (Latin kings, trinitários, etc) e muitas vezes há assaltos e brigas nas ruas.
      Eu não recomendaria essa zona 🙂

      Abraço

  1. Olá Natália
    Estive em Madri em 10/2014 e aluguei por uma semana um apto no bairro de Lavapiés, gostei da localização ficava entre a estação Tirso de molina e Lavapiés, ou seja eu tinha duas opções de metro, fui ao Reina Sofia a pé e para deslocamento para Toledo ficava bem próximo da estação de trem Atocha. No mês que vem irei novamente ficarei 5 dias, dessa vez me hospedareiem um Hostal bem próximo a Puerta do Sol e passarei 1 mês na Espanha. Estou com uma dúvida em relação a compra de passagens de ônibus para outras cidades, pensei em comprar on-line o bilhete de Madri para Salamanca, você saberia me informar se funciona como no Brasil, se o site emite apenas um voucher e precisa ser trocado na estação rodoviária?
    Muito legal o blog de vcs estou gostando muito, parabéns!!

    1. Ana, acredito que isso deve mudar de empresa para empresa, mas quando eu comprei o de Barcelona, o bilhete que eu recebi por email já valia como passagem. Acredito que isso deverá ser informado na hora da compra ou no email de confirmação.

      Abraços e obrigada 🙂

    2. Ana, estive um mês em Salamanca, se vc não conhece ainda vai amar, é linda,limpa, charmosa, de um incalculável patrimônio histórico, suas construções, histórias são impressionantes e com arquiteturas de várias épocas.
      É a cidade Espanhola mais rica em monumentos desde a idade média. Fiquei 40 dias lá, foi pouco…. próximo ano voltarei!
      Comprei bilhete AVE de Madrid/Salamanca por 61,00 euros… primeira classe. 2 hs de duração. Viagem perfeita!
      Estou a disposição
      flor

      1. Obrigada pela informação, ainda estou na Espanha já passei por Salamanca que até o momento elegi juntamente com Granada como as duas mais aconchegantes e com muita opção de história. Fui de ônibus, como estou fazendo um passeio com vários deslocamentos foi a maneira mais econômica e nos dá a bela vista da Catedral na chegada. Adorei a cidade.

  2. Olá Natália,
    Meu marido e eu estamos indo para Madrid em agosto próximo e ficaremos hospedados na Avenida de La Reina Victoria. Gostaria de saber se é um endereço tranquilo no que diz respeito à segurança.
    Obrigada pela atenção

  3. Oi Natália!

    Pela minha experiência de viver em Madrid há pouco mais de um ano, e por experiência de viagens, creio que os melhores bairro de Madrid para procurar alojamento são mesmo Huertas e o Centro Histórico. O bairro de Lavapiés não é adequado a todas as pessoas, é mais sujo, mais “dark” mas tem os melhoooooores restaurantes indianos, isso sem dúvida!!

    Espero que tenha gostado de Madrid 🙂

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.