Tags:
Atlas: São Paulo, Brasil, São Paulo

Onde se hospedar em São Paulo: da Av. Paulista aos melhores bairros!

Em uma metrópole tão gigantesca, é fácil se perder na hora de escolher onde se hospedar em São Paulo. A resposta, porém, não é simples, muito por causa do tamanho da capital paulista. Ainda assim, para a equipe do 360meridianos – que já morou em São Paulo – seis opções se destacam.

Veja também:
O que fazer em São Paulo em um final de semana
Três mirantes para ver São Paulo do alto
O que fazer na Avenida Paulista, o corredor cultural de São Paulo

Nesse post, listaremos os melhores bairros para se hospedar na cidade a damos dicas de hotéis em São Paulo para todos os gostos e estilos de viagem.

Os melhores bairros para se hospedar em São Paulo

  •  Avenida Paulista
  • Jardins
  • Santa Cecília
  • Paraíso
  • Pinheiros / Vila Madalena
  • Vila Mariana
  • Berrini

Mas, antes de mais nada, decore o seguinte: faça o que fizer, fique perto de uma estação do metrô.

Hotéis na Paulista: dicas de onde se hospedar em São Paulo

Eu já morei em São Paulo e visito a capital paulista pelo menos uma vez por ano. Desde a primeira viagem, em 2006, a Avenida Paulista me conquistou. Perambular por ali, principalmente nos finais de semana, é uma das coisas mais legais que você pode fazer em São Paulo.

Junte as atrações da região com o metrô e a facilidade de deslocamento. Pronto, tá aí a explicação para tanta gente achar que a região da Avenida Paulista é a melhor área onde se hospedar em São Paulo.

A boa notícia é que quem escolhe se hospedar na Av. Paulista tem muitas opções de hotéis, pousadas e hostels para escolher:

  • Quem faz questão de conforto, por exemplo, pode dar uma olhada no Tivoli Mofarrej fica na Alameda Santos, rua paralela à Avenida Paulista e pertinho do MASP e do metrô. Esse hotel é muito elogiado pelos hóspedes.
  • Na mesma região, mas um pouco mais barato, é o L’Hotel PortoBay, outra opção confortável e bem localizada.
  • Nessa categoria e região, já me hospedei a trabalho no Renaissance, que também fica na Alameda Santos. Assim como em outros hotéis voltados para executivos, as diárias do Renaissance costumam ficar bem mais baratas aos finais de semana.

Há também opções mais econômicas para se hospedar na Avenida Paulista. Basta procurar por hotéis três e quatro estrelas que você encontrará diárias entre R$ 200 e R$ 400, também perto do MASP e do metrô.

Dicas de hotéis com bom custo benefício na Av. Paulista e arredores

Opções baratas de hospedagem na Avenida Paulista e arredores

Hotéis econômicos na Avenida Paulista:

  • Mercure São Paulo Alameda está a um quarteirão da Augusta e a um e meio da Avenida Paulista. Nas minhas pesquisas, achei diárias por R$ 280 no quarto duplo.
  • Já o Alameda Apart Hotel também fica entre a Augusta e a Paulista e tem diárias por R$ 320 no quarto duplo.
  • Quem já se hospedou no Bella Augusta garante: o lugar tem um precinho imbatível (R$ 180 o quarto duplo) e acomodações bem simples, mas limpas e eficientes. Ideal para quem vai ficar fora a maior parte do dia e só vai ao hotel para dormir. Fica a quatro quarteirões da Paulista, perto do metrô Consolação.

Hostels na Avenida Paulista:

  • O Hostel More tem uma localização fantástica, na Rua Pamplona, a um quarteirão da Paulista e do MASP.  
  • Outra opção é o Soul Hostel, que está a 200 metros da Paulista, do metrô e tem camas nos dormitórios por R$ 56. 

Onde ficar em São Paulo: Avenida Paulista

Avenida Paulista. Foto: Henrique Hanemann (CC) 

Dicas de hospedagem nos Jardins

Localizado próximo à Avenida Paulista e com fama de ser uma das regiões mais nobres da cidade, o Jardins é uma ótima opção de bairro onde ficar em São Paulo. Algumas das ruas mais famosas da região são a Rua da Consolação, Rebouças e da Oscar Freire, famosa por concentrar um grande número de lojas chiquetésimas.

Além disso, o bairro está próximo ao agito da Rua Augusta e a poucos minutos de carro da Vila Madalena, o que te deixa à um passo de desfrutar a ótima noite paulistana.

Opções de hospedagem nos Jardins: 

  •  O quatro estrelas Matiz Manhattan tem boa avaliação e diárias a partir de R$ 390.
  • Na mesma faixa de preço, o London Class Suits oferece apartamentos completos a dois quarteirões da Paulista.
  • Para quem quer gastar pouco, o Ibis Budget é uma opção confiável e econômica.
  • Na categoria hostels, destaca-se o Jardins Village.

Nessa área, uma opção de hospedagem econômica é o Okupe Jardins.

Veja mais opções de hospedagem no Jardins 

Dicas de hospedagem no Paraíso

Já me hospedei duas vezes no bairro Paraíso e gostei das duas experiências. Trata-se de um bairro residencial que, assim como o Jardins, fica ao redor da Avenida Paulista. É possível ir caminhando de lá. A estação de metrô de mesmo nome do bairro também atende bem.

Qual a vantagem de ficar ali? Estar perto de todas as atrações da Avenida Paulista e dos Jardins, mas com diárias beeem mais baratas.

Hotéis no Paraíso:

  • Com diárias econômicas (a partir de R$ 280), o Royal Ibirapuera Park é uma excelente opção para quem gosta do conforto de se hospedar em um apartamento.
  • Para uma estadia aconchegante, dê uma olhadinha na pousada Villa Paraíso (R$ 135)
  • Um pouco mais caro (a partir de R$ 420), mas com a experiência de um quatro estrelas, o TRYP by Wyndham é uma excelente opção no local.

Veja opções de hospedagem no Paraíso

Onde se hospedar em SP: Centro de São Paulo

Centro de São Paulo. Foto: Joao Tzanno (CC)

Hospedagem no Santa Cecília

Localizado no centro de São Paulo, o bairro Santa Cecília nunca teve das melhores famas, mas nos últimos anos recebeu inúmeros jovens hipsters, atraídos por sua localização privilegiada e preços mais convidativos que outras regiões da cidade. Isso logo fez com que a cara do bairro se transformasse completamente, com a abertura de bares, restaurantes e lojas diversas voltadas para esse público.

Apesar da gentrificação acelerada, o lugar ainda inspira cuidados ao caminhar pelas ruas. O centro de São Paulo, em especial na região do Arouche, infelizmente registra um alto número de assaltos e roubos, em especial de celulares.

Ainda assim, essa é uma região que vale a pena ficar: é perto de tudo e você estará a apenas alguns passos dos bares e baladas mais descolados da cidade. Eu morei por dois meses ali perto e considero um de meus bairros favoritos da cidade.

Hotéis no Santa Cecília: 

  • Localizado em uma bela casa colonial, o Red Monkey Hostel é uma opção econômica e confortável na região.
  • Quem busca apartamentos, o Nomah tem diversas opções por pouco mais que R$ 200 a diária.

Onde ficar em São Paulo: Pinheiros e Vila Madalena

Onde ficar em São Paulo: Pinheiros

Beco do Batman. Foto: ckturistando (CC)

Considerados alguns dos bairros mais badalados do São Paulo, os vizinhos Pinheiros e Vila Madelena ficam a poucos minutos de caminhada um do outro e estão entre as opções favoritas de muita gente na hora de escolher onde se hospedar em São Paulo.

Se resolver se ficar por ali, terá a vantagem de estar perto de alguns de bares e restaurantes mais famosos de Sampa, tanto os da Vila Madalena quanto os da Rua dos Pinheiros.

O Instituto Tomie Ohtake, com programas culturais interessantes,  também fica na região, assim como a Praça Benedito Calixto e o famoso Beco do Batman, o lugar para ver arte urbana em São Paulo.

Verifique se o hotel está perto do metrô. A área é atendida pelos metrôs Faria Lima, Vila Madalena, Pinheiros e Oscar Freire.

  • Já nos hospedamos no Comfort Suítes Oscar Freire, que fica entre Pinheiros e a região da Paulista, na altura da rua Oscar Freire – e que tem uma piscina incrível no terraço e bom custo/benefício.
  • Outra opção é o Cawy Pinheiros, que oferece diversos apartamentos e estúdios por um preço bem camarada, perto do metrô Faria Lima e na principal rua de Pinheiros.

Se sua procura for por hostels, nessa região você vai achar vários. Aqui os nosso favoritos:

  • Lamparina Hostel, em Pinheiros, que tem diárias a partir de R$ 60 e uma avaliação quase nota 10 pelos hóspedes.
  • Ô de Casa, na Vila Madalena, perto dos bares e com ambiente super animado.

Onde se hospedar em São Paulo: Vila Mariana

A Vila Mariana é um reduto da classe média alta paulistana. Se optar ficar por lá, procure hospedagem perto da estações Ana Rosa e Vila Mariana – assim será bem fácil se deslocar por São Paulo.

O grande atrativo de Vila Mariana é um vizinho, o Parque do Ibirapuera. Assim como a Vila Madalena, em Vila Mariana você vai achar muitas opções de hostels. Nossos destaques são:

  • Brazilodge, a apenas 800 metros da Estação de Metrô Ana Rosa.
  • Nomade in Arte, a 700 metros da Estação de Metrô Paraíso.

Veja mais opções de hospedagem na Vila Mariana

Onde se hospedar em São Paulo: vale a pena ficar na Berrini?

Confesso que acho até estranho pensar que região da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini é um dos centros de hospedagem de São Paulo. Mas é. Só que o foco ali é turismo de negócios.

Com vários arranha-céus e empresas de grande porte, nacionais e internacionais, a região virou a queridinha dos executivos, junto, é claro, com a Paulista.

Outra vantagem? Estar no meio do caminho para o Transamérica Expo Center, um dos mais importantes centros de convenções do Brasil. Esse local fica bem longe da Paulista, o que pode tornar o deslocamento complicado.

Portanto, se seu objetivo for o Transamérica, ficar perto da Berrini significa economizar tempo. As estações Morumbi e Berrini, da CPTM, oferecem ligação rápida com o Transamérica e com o metrô.

Veja opções de hospedagem na Berrini

Outras opções de bairros em São Paulo para aproveitar como turista

É claro que as opções de onde ficar em São Paulo não terminam aqui. O Bairro República, por exemplo, tem várias opções e está colado com algumas das atrações turísticas da cidade.

Quer ver todos os hotéis de Sampa? Clique aqui.

Você pode refinar sua busca pelo seu estilo de viagem – hotéis econômicos ou não, que aceitem animais de estimação, perto do metrô… Ah, e em caso de dúvida ou sugestão de bairro e hotel, sinta-se convidado para deixar um comentário.

Ao fazer sua reserva a partir dos links listados aqui, o blog ganha uma pequena comissão. Essa é uma forma de ajudar o 360meridianos, mas você não paga nada a mais por isso – e pode economizar bastante.*Fotos: Shutterstock

Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.