Roteiros de viagem para a Andaluzia: como organizar sua viagem

A Andaluzia é um dos destinos mais emblemáticos da Espanha. A região ainda preserva grande influência do período Al-Andaluz, quando boa parte da Península Ibérica foi dominada pelos mouros. Isso está estampado na cultura, na arquitetura e na história do lugar. Dona de alguns dos monumentos mais belos da Espanha, como a Alhambra, a Plaza España de Sevilha ou a Catedral de Córdoba, a Andaluzia é também berço de alguns dos maiores símbolos da hispanidade: o flamenco. E também dos vestidos vermelhos, dos leques e do estereótipo do povo espanhol. Neste post, sugerimos alguns roteiros de viagem para você planejar uma viagem para a Andaluzia.

Todos as principais cidades estão interligadas por linhas ônibus, pois há uma boa malha rodoviária entre elas. Outra opção que funciona muito bem na Espanha e que costuma apresentar preços convidativos são os aplicativos de carona, como o Blablacar. A única exceção é se você resolver explorar os Pueblos Blancos de Cádiz. Nesse caso, é melhor alugar um carro para percorrer pelo menos essa parte, já que a ideia é ir parando nos povoados ao longo do caminho.

Leia também: Como alugar um carro na Europa

Roteiro de 4 ou 5 dias pela Andaluzia: Granada e Sevilha, as cidades imperdíveis

Se você tem pouco tempo e está na Andaluzia pela primeira vez, o negócio é focar em visitar Granada e Sevilha. Nessas duas cidades, você verá algumas das construções mais bonitas e famosas da região, além de conhecer de perto a atmosfera apaixonante das cidades andaluzes e a rica cultura e gastronomia local. A ordem na qual você vai visitar as cidades não importa tanto, mas se você vier de outras regiões da Espanha, talvez fique mais fácil começar de Sevilha, a capital da Andaluzia e maior cidade nesse roteiro.

E se tem um adjetivo que é facilmente relacionado a Sevilha é o de bonita, a ponto de garantir o lugar na lista de cidades mais bonitas do mundo de muita gente. E parte disse se deve à bela Plaza España, construída para a exposição Ibero-Americana de 1929 e uma das praças mais impressionantes que eu já visitei. Os bairros de Triana e Santa Cruz completam o charme, com suas ruas que soam a Flamenco. O ritmo, aliás, nasceu na cidade e está por toda parte.

Não se esqueça que a contratação de um seguro de viagem é obrigatória na Europa. Clique aqui pegar o código de desconto exclusivo para leitores do 360meridianos.

Onde ficar em Sevilha

Plaza España de Sevilha

Granada, por outro lado, tem a Alhambra, uma das construções mais lindas e famosas da Espanha. O complexo de palácios é o grande responsável por atrair viajantes à cidade, mas Granada é mais que isso. As casinhas brancas do bairro cigano de Sacromonte, a proximidade da Serra Nevada, o ar tranquilo e acolhedor de uma cidade pequena, porém cheia de coisas pra mostrar, pedem que você fique um pouco mais.

Alhambra, Granada

Granada e a Alhambra

Se você tem quatro dias, deixe dois para cada parada. Com cinco dá para ficar dois dias em Granada e três em Sevilha. São 248 km entre uma cidade e outra, ou cerca de três horas de estrada. Se você é do tipo que não se importa de correr para ver muita coisa em pouco tempo, dá para espremer Córdoba no último dia, como sugerimos no roteiro abaixo, mas lembre-se de considerar o tempo de deslocamento.

Roteiro de uma semana pela Andaluzia: Conhecendo a linda mesquita de Córdoba

Com dois dias a mais, dá para fazer o roteiro acima com mais tranquilidade e ainda dormir uma noite em Córdoba. Nesse caso, o trajeto recomendado é começar a viagem por lá, seguir para Sevilha e de Sevilha para Granada. Córdoba tem como grande atração a sua Mesquita-Catedral, a principal construção islâmica do ocidente. No passado, foi um grande centro multicultural e uma das maiores cidades da região, onde judeus, muçulmanos e cristãos coexistiam em uma complexa dinâmica social. As marcas desse passado ainda são notadas nas ruas, na cultura e na arquitetura de toda a cidade.

Rio Córdoba, Espanha

Leia também: O que fazer em Córdoba, na Espanha

Sobrou tempo? Conheça a vida vibrante de Málaga

Das cidades citadas até agora, Málaga pode não ser a mais bonita ou aquela que terá os monumentos mais impressionantes. Nem por isso deixa de ser interessante. Uma cidade grande, universitária, à beira-mar e repleta de bares e restaurantes agitados, ela pode ser o lugar no qual você mais terá contato com o povo andaluz, já que não é tão apinhada de turistas como as outras. Se você tiver um ou dois dias na manga, pode valer a pena incluí-la no roteiro.

Roteiro de 10 a 15 dias: Cádiz e os Pueblos Blancos

Quem tem mais tempo terá a sorte de explorar uma das partes mais bonitas e encantadoras da Andaluzia. Nesse caso, deixe Sevilha por último no roteiro anterior e siga da Cádiz. Na verdade, é possível chegar lá de ônibus ou trem saindo das outras cidades também, mas Sevilha é a mais próxima, está a apenas 1h30 de Cadiz. Se você tem entre um ou dois dias para essa parte do roteiro, relaxe à beira do Oceano Atlântico em Cádiz.

Rota dos Pueblos Blancos - Espanha

A Rota dos Pueblos Blancos. Shutterstock.

Caso você tenha mais, alugue um carro e saia para explorar os Pueblos Blancos. Aliás, uma boa forma de fazer isso é começando em Jerez de la Frontera, cidade famosa pela produção do Xerez – o vinho típico da Andaluzia – e ir seguindo até Ronda, uma belíssima cidade – uma das mais antigas da Espanha – construída em uma rocha. Entre os povoados no meio do caminho que rendem uma parada estão Zahara de la Sierra, Grazalema, Setenil de la Bodega, Gaucín, Arcos de La Frontera,  e Ubrique.

Andaluzia: outras cidades

Saindo de Málaga, dá pra fazer uma parada curta em Marbella, outra cidade litorânea, e de lá trilhas o belo Caminito del Rey, uma trilha de 3,3 km de extensão em meio a um desfiladeiro que tem paisagens de tirar o fôlego. Depois de algumas mortes no local, o trajeto foi proibido pelo Governo Espanhol, mas reaberto em 2014, após reformas para garantir a segurança dos aventureiros. Hoje, você pode ir sem medo, que mesmo os mais inexperientes são capazes de terminar o caminho sãos e salvos. Fica entre Ardales e Al Chorro, a 1h de Málaga.

Organizando uma viagem para a Andaluzia

Dicas de melhores locais para se hospedar nas principais cidades andaluzas:

Onde ficar em Córdoba

Onde ficar em Málaga

O que fazer em em Sevilha

Onde ficar em Granada

E você ainda acha diversas opções de hospedagem em todas as cidades da Andaluzia no Booking.com.

O Booking.com e a Seguros Promo são parceiras do 360meridianos. Fazendo sua compra através dos links nessa página ou em qualquer parte do site você ajuda o blog a se manter como um veículo independente e gratuito, provendo informação sobre viagens e turismo de qualidade para todos. A gente agradece 🙂


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

36 comentários sobre o texto “Roteiros de viagem para a Andaluzia: como organizar sua viagem

  1. Natália estou indo com mais 9 amigas para fazer o roteiro Madri e Andaluzia.Serão 10 noites de hospedagem, no periodo de marco/abril.Pretendemos fazer a Andaluzia de micro onibus privativo.Gostaria de ver sua sugestão de roteiro e cidades base.Obrigada

    1. Olá Cláudia!

      Com esse tempo, eu focaria nas cidades principais: Granada, Sevilha e Córdoba. E, se sobrar tempo, acrescentaria Málaga. Esse roteiro está descrito no post e tem muita informação bacana sobre essas cidades aqui no blog!

      Vocês vão amar a Andaluzia!

      Um abraço!

  2. Boa tarde, tenho 16 dias na Andaluzia no fim de janeiro, começarei por Sevilha que ja reservei 3 dias, pensei em pernoitar na proxima. O que você indiaca ir para Ronda ou Cadiz ou Jerez? não vamos alugar carro..
    Grata

    1. Eita, decisão difícil, hein? As três opções são viáveis sem carro e tem atrativos interessantes, então a escolha passa por sua preferência pessoal. Acho que eu optaria por Ronda, com aquela ponte, é muito impressionante e bem diferente do resto. Mas Cadiz também é linda, bem charmosinha e ainda tem praia, né? (o que cai bem se você estiver lá durante o calor insano da Andaluzia). Enfim, é difícil encontrar uma resposta certa quando se trata de roteiro!

      Abraços!

  3. Olá Natália, boa noite
    Estou pretendendo visitar a Andaluzia em setembro próximo, e terei no máximo 5 dias. Estarei chegando de Madrid e tenho que retornar para Madrid para voltar ao Brasil.
    Gostaria de dicas sobre quais cidades visitar, além de Sevilha e Granada, com possíveis bate e volta. Obrigado e parabéns

    1. Olá Cláudio,

      Com apenas 5 dias, acho que Sevilha e Granada estão de bom tamanho. No máximo arriscaria um bate-volta a Málaga (de trem)…

      Abraços!

  4. Olá. Estarei concluindo minha viagem em Andaluzia, após 7 dias no meditarraneo e 7 dias em Marrocos.
    Chegarei 29/06 em Málaga e retorno de Málaga para o Brasil 05/07 pela manhã. Ficarei 30/06 em Málaga.Pensei em 2 dias em Granada e 2 dias em Sevilla. Qual a melhor opção de transporte e hospedagem?
    Um abraço,
    Claudia

  5. Olá, planejo em ir com marido e filhas gêmeas de 6 anos em dezembro para Lisboa, provavelmente ficaremos uns 30 dias por lá. Adorei suas sugestões sobre a Andaluzia e gostaria de saber se é viável ir de trem ou ônibus de Lisboa para Sevilha. Teria mais alguma dica sobre esse deslocamento? Obrigada. Cristina.

    1. Olá Cristina, parece que há ônibus da rede expresso que fazem esse trajeto saindo da estação oriente, em Lisboa: https://www.rede-expressos.pt

      De trem não consegui encontrar um trajeto direto, seria preciso ir de trem a Faro primeiro e depois pegar um ônibus para Sevilha.

      Abraços!

  6. Olá!
    Vamos pernoitar em Ronda e a partir dela fazer algumas vilas dos Pueblos Blancos até chegar em Arcos de La Frontera. Vamos alugar carro para fazer esse trajeto. Gostaria de saber se dá para alugar em Ronda mesmo e se indica alguma locadora com melhor preço na cidade.
    Abraços!
    Eline.

    1. Olá Eline, infelizmente não fiz o mesmo trajeto para te indicar uma locadora em Ronda e não encontrei nenhuma indicação. No entanto, existem locadoras em Marbella, que está a 63km de Ronda. Talvez compense passar por lá para alugar. Dá até mesmo para fazer uma pré-reserva do carro. Indicamos a Rentcars para isso, pois assim você consegue comparar os preços das locadores locais. Aqui tem dicas de como alugar mais barato: https://www.360meridianos.com/dica/como-alugar-carro-mais-barato

  7. Bom da, Natalia,
    Só agora conheci o site e estou adorando os roteiros, as dicas!
    Planejo uma viagem de 15 dias tendo como prioridade o sul da Espanha, devo partir de Madri para essa região, estando em Sevilha tenho como fazer algum bate-volta? Será tudo sem usar carro, nesse caso, devo “esquecer” de Pueblos Blancos e Ronda?
    Obrigada.

    1. Olá Olga, sem carro fica mais difícil de ir aos Pueblos Brancos e Ronda por causa da logística. Você pode tentar aplicativos de carona, como o Blabla Car, que funcionam muito bem na Espanha. Mas dá para chegar em Cadiz com 1h40. É uma alternativa.

      De Sevilha, é tranquilo fazer um bate-volta para Cordoba. A viagem da cerca de 45 minutos de trem. Málaga fica um pouco mais longe, a viagem dura entre 2h30 e 3h de trem, assim como Granada. Aí depende da sua disposição.

      Abraços e volte sempre aqui no blog 🙂

  8. BOA NOITE NATALIA,
    PARABENS PELO POST.
    GOSTARIA DE PERGUNTAR DE NESSA EPOCA DE DEZEMBRO E JANEIRO O SOL SE POE MUITO CEDO NESTA REGIÃO.
    VOCÊ ACHA VIAVEL COMEÇAR POR SEVILHA, SEGUIR PARA CADIZ, MARBELLA, MALAGA, GRANADA, CORDOBA E RETORNAR A SEVILHA EM 15 DIAS DE CARRO OU OUTRO MEIO DE TRANSPORTE???
    QUAL DAS CIDADES TEM O REVEILLON MAIS ANIMADO -SEVILHA?

    OBRIGADA!!

    1. Olá Gabriela, sim, os dias são mais curtos, mas como a Espanha está sempre uma hora na frente de seu fuso (é como se o horário normal deles já fosse de verão), não escurece tão cedo quanto em outros países. No seu roteiro, acho que de carro seria o mais indicado. De transporte publico dificultaria um pouco. Nõa sei qual o reveillon mais animado. Passei em Málaga e achei legal. Acredito que Sevilha seja bom também, pois já é uma cidade bastante vibrante.

      Abraços

  9. Oi Natália!! Estamos indo para Espanha no final de janeiro. Temos 11 dias e estamos pensando em utilizar 6 dias para Marrocos indo p Marrakech, Faez, Casa Blanca. Vale a pena ou será que fica muito corrido p fazer Andaluzia, Madrid e Marrocos

    1. Olá Elaine. Dá para fazer nesse tempo, mas eu reduziria o número de cidades visitadas. Colocaria duas da Andaluzia (deixaria Madrid para outra oportunidade) e duas no Marrocos. Você precisa levar em consideração que tem tempo de deslocamento entre uma cidade e outra e esses lugares não estão tão pertinho um do outro. Mas isso também vai do ritmo de cada um, né?

      Abraços!

  10. Olá Nathålia
    Pensei em conhecer Andaluzia e todas cidades que pertencem à ela, tipo Cádiz, Jaén, Sevilha, Granada, Córdoba , pelos balanços, etc.
    Pensei em ir direto para Sevilha e de Lá, de trem ir às outras cidades.
    A questão É, quantos dias ficar em cada Cidade, quais podem ser feitas como bate-volta, e Se, depois de tudo, retornar à Sevilha e voltar ao Brasil.
    Minha idéia é ir de 4 à 17 de fevereiro 2019.
    Te agradeço se puderes me ajudar.
    ET: não me importo em ficar em hostels e albergues para diminuir as despesas.
    Aguardo seu retorno
    Beijo
    Emai: [email protected]

    1. Olá Lílian,

      Seu plano parece muito bom, porém note que só 13 dias não é suficiente para conhecer todas as cidades da região. No máximo cinco delas. Sobre quanto tempo ficar, varia muito do seu ritmo de viagem. Eu gosto de ver as coisas com calma, então sempre fico um tempinho a mais. Sevilha, por exemplo, rende bem uns três dias, mas dá para fazer em dois deixando muita coisa de fora. Se precisar de ajuda é só entrar em contato!

    1. Ei Alessandra, Pueblos Blancos são pequenos povoados em Cadiz. Como são vários lugares bem pequenos, fica difícil fazer de outra forma que não de carro.

      Abraços

  11. Oi Natalia,
    Tudo bem?

    Estou planejando ficar 12 dias na espanha no final de Junho.
    Chegaremos em Barcelona, onde pretendo ficar 3 dias, pois ja conheço a cidade.
    Gostaria de dicas de outros lugares para conhecer. Como a familia é eclétia, pelo menos uma cidade muito cultural e uma praia sensacional. O que você sugere? Nao podemos ter longos deslocamentos e nem muita correria pois estaremos com minha filhotinha de um ano.
    Aguardo suas dicas! Obrida

    1. Olá Fernanda,

      Você já viu esse post? https://www.360meridianos.com/2016/12/lugares-para-conhecer-na-espanha.html
      Tem umas dicas legais de lugares nele, alguns pouco visitados.

      Aqui eu faço 4 roteiros, prontinhos: https://www.360meridianos.com/2017/11/roteiros-de-viagem-pela-espanha.html

      E nesse eu dou ideias de lugares próximos a Barcelona, caso você queira fazer uns bate-voltas: https://www.360meridianos.com/2017/02/bate-volta-barcelona.html

      Abraços e boa viagem! Se precisar de mais ajuda, estamos aí!

  12. Olá, Natália.
    Muito interessantes seus posts sobre a Andaluzia. Só senti falta da tua opinião sobre quando ir para a região. Sua viagem foi em que mês? Gostou das condições climáticas? Teu deslocamento entre as cidades foi todo de carro mesmo? Qual a condição das estradas (muitas curvas? são planas? têm limite de velocidade? são duplicadas?)?
    As dúvidas são muitas. Espero que você responda.
    Obrigada desde já!

    1. Carmem,

      Fui em dezembro, passei o natal e o ano novo na Andaluzia. Fazia frio, mas não muito. Tipo um inverno de São Paulo, sabe? No verão, o calor é extremo, por isso é melhor ir na primavera ou outono. Não me desloquei de carro (dirigindo), apenas de ônibus e com aplicativos de carona tipo Blablacar, mas as estradas pareciam boas sim. Sobre limites de velocidade, não sei informar…

      Abraços

      1. Natália! Brigadão pela resposta. E tão rápido!
        Deixa só eu perguntar mais uma coisinha. Deslocamentos de trem não valem a pena ou foi só uma opção mesmo pelo ônibus?
        Estou pensando em ir em outubro, mas fico ponderando se não vale a pena deixar o destino para fazer uma viagem como a sua. Afinal não são muitas as opções quentinhas na Europa para o fim de ano.
        Mais uma vez, valeu.
        Abraços!

        1. Carmem, foi uma opção porque os ônibus são mais baratos e podem ser comprados mais em cima da hora. Outubro é um ótimo momento para visitar a Andaluzia!

          Abraços

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.