Samba no Rio de Janeiro: onde curtir a noite carioca

“Quem não gosta de samba bom sujeito não é”… Olha, eu não quero ofender ninguém. Se você discordar, vá lá reclamar com o Dorival Caymmi. Mas, talvez devido ao título desse post, aposto que você que está lendo concorda com ele. Curtir um samba no Rio de Janeiro é uma atividade quase obrigatória. São várias opções, incluindo programas gratuitos e de qualidade, ótimos para quem quer conhecer melhor esse lado da cultura sambista carioca.

Por isso, reuni alguns programas que envolvem samba no Rio de Janeiro, os que conheço bem e mais algumas indicações valiosas de meus amigos sambistas. Quem estiver de passagem pela cidade pode aproveitar essa programação rica, que tem opções para praticamente a semana inteira.

Veja também:
Onde ficar no Rio de Janeiro

O que fazer no Rio de Janeiro
Fim de semana no Rio de Janeiro

Rodas de samba gratuitas

Samba na Pedra do Sal (Segunda e Sexta)

 

pedra do sal samba no rio de janeiro
Foto: Karla Damiani

A Pedra do Sal é um monumento histórico do Rio que fica na Zona Portuária, na região do centro da cidade. O local é muito importante para a cultura negra – dizem que foi ali que nasceu o samba carioca. Nas segundas e sextas-feiras, a partir das 19h, rolam rodas de samba bem animadas, com um público diversificado e barraquinhas que vendem cerveja e comida. Na segunda, quem comanda é a “Roda de Samba da Pedra do Sal”, já na sexta a programação é do “Samba de Lei”.

Endereço: Pedra do Sal – Rua Argemiro Bulcão, 38, próximo ao Largo de São Francisco da Prainha.

Samba da Ouvidor (Sábados alternados)

Na esquina da Rua do Ouvidor com a Rua do Mercado, bem no centro do Rio, rola essa roda de samba gratuita, em geral a partir das 16h30. Eles tocam sambas tradicionais e dá para conferir pelo blog Samba da Ouvidor se tem ou não batuque no sábado que você estiver na cidade.

Endereço: Rua do Ouvidor com a Rua do Mercado (próximo à Praça XV)

Cacique de Ramos (Domingo)

Talvez você já tenha ouvido falar do Cacique de Ramos, afinal, essa roda de samba tem mais de 50 anos e foi berço de artistas como Zeca Pagodinho e o grupo Fundo de Quintal. Todo domingo, de 17h às 23h, rola um samba com entrada gratuita, na Zona Norte do Rio.

Endereço: Rua Uranos, 1326 (próximo à estação de trem Olaria)

Sambas na Lapa

Lapa: samba no Rio de Janeiro

A Lapa tem várias boates onde rolam sambas tradicionais. Antes de ir, confira a agenda na internet, porque a programação musical costuma variar durante a semana. Vale a pena conhecer o Carioca da Gema, que fica na Avenida Mem de Sá, nº 79. A casa está sempre cheia, então é melhor chegar cedo. A entrada varia entre 20 a 40 reais, dependendo do show e do dia da semana.

Mais disputado ainda é o Rio Scenarium, que chega a ter fila de dar a volta no quarteirão. A casa é uma das boates mais bonitas que eu já fui, tem três andares e decoração para antiquário nenhum botar defeito. Costumam ser dois shows por noite e também tem um espaço tipo boate, que toca só música brasileira. Fica na Rua do Lavradio, 20.

O Beco do Rato tem um samba de roda bem famoso e já foi palco para artistas como Beth Carvalho e Luiz Melodia. O melhor de tudo é que o ingresso para curtir o samba é baratinho: vai de 5 a 15 reais durante a semana. O bar fica na Rua Joaquim Silva, 11. Bem perto dos Arcos da Lapa fica o bar Semente, num casarão de dois andares na Rua Evaristo da Veiga, 149. O espaço não tem só rodas de samba, mas também shows de choro e jazz. A entrada fica entre 20 e 30 reais.

Outros espaços de samba no Rio de Janeiro

Em Laranjeiras, todo domingo, a partir das 17h, rola um samba muito tradicional com feijoada na Casa Rosa, que é um centro cultural. Custa de 20 a 35 reais e o endereço é Rua Alice, 550. Já no Andaraí tem o Samba do Trabalhador, toda segunda-feira. Organizado pelo sambista Moacyr Luz, a roda de samba acontece no Clube Renascença, a partir das 16h30. Fica na Rua Barão de São Francisco, 54. Por fim, no bairro Saúde fica Trapiche Gamboa, com programação de samba praticamente a semana toda. Fica bem próximo à Pedra do Sal, na Rua Sacadura Cabral, 155.

Quadras das Escolas de Samba e Blocos

bloco imoveis

A partir do meio do ano começam as rolar ensaios nas quadras das escolas de samba. Quem tem curiosidade de ver de perto bateria, passistas e uma festa animada pode tentar essa programação. Mangueira, Salgueiro e Vila Isabel têm festas bem famosas. O site da Secretaria de Cultura do Rio dá mais dicas para quem quer conhecer melhor as quadras ou ver ensaios. Além disso, perto do carnaval, não só as escolas, mas também os blocos de rua fazem ensaios e festa na cidade.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Um comentário sobre o texto “Samba no Rio de Janeiro: onde curtir a noite carioca

  1. Olá, Luiza! Passei por aqui para deixar uma dica para a próxima quarta-feira, 19/08:
    Trapiche Gamboa, no Centro do RJ, das 20:30 à 00:00h, tem samba de roda com a cantora baiana Maryzelia acompanhada por seis músicos de primeira! Fui assistir na última quarta e gostei demais!!!!!!
    SEM consumação mínima e couvert artístico OPCIONAL! Imperdível!!!!!
    No repertório, músicas de Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Beth Carvalho, Clara Nunes, Dona Ivone Lara entre outros nomes consagrados da MPB. Um verdadeiro espetáculo!!!!!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.