Tags:
Atlas: Florença, Itália

Celebridades históricas de Florença

Grandes artistas, arquitetos, cientistas, escritores, políticos… Essa era a Florença medieval e renascentista. Centro do mundo na época, história que já contei em outro post, Florença foi a cidade natal de nomes que até hoje escutamos e estudamos na escola. Aliás, tantos nomes que fica até difícil falar de apenas alguns. Mas nós encaramos esse trabalho e selecionamos quatro grandes personalidades intimamente ligadas à Florença e arredores.

Michelangelo

Você pode se lembrar dele por conta das pinturas e esculturas (ou porque ele dá nome para uma das Tartarugas Ninja), mas saiba que Michelangelo, nascido em Florença em 1475, também era arquiteto e poeta. Até hoje, ele é considerado um dos maiores artistas da humanidade. Davi, Pietá, o teto da Capela Sistina e o Duomo da Basílica de São Pedro são alguns dos trabalhos mais famosos dele.

Réplica de Davi, em Florença

Réplica do famoso Davi, de Michelangelo

Durante a juventude, o pai tentou que ele estudasse gramática e matemática, mas Michelangelo só queria saber mesmo de desenhar, para o desgosto de seu pai, nobre – mas pobre. Mesmo com a oposição familiar, e para a sorte da humanidade, Michelangelo acabou virando discípulo num ateliê. Depois disso, passou a ser um dos protegidos de Lourenço de Médici, aos 15 anos.

Morando no palácio e convivendo com uma corte de artistas, ele foi aprimorando seu trabalho. Com as tensões políticas em Florença, ele circulou pela Itália. Em Roma, esculpiu uma de suas obras-primas, a Pietá. Voltou para a terra natal para esculpir outra obra-prima, Davi. Já a Capela Sistina, dizem que ele pintou meio a contragosto, porque andava brigado com o Papa. Levou 4 anos para completar e surpreendeu o mundo com o seu incrível talento além das esculturas.

artistas de Florença

Pietá, no Vaticano (Foto: Stanislav Traykov, Wikimédia Commons)

Michelangelo tinha o nariz quebrado por causa de uma briga na adolescência. Dizem que ele andava esfarrapado e de vez em quando dormia de sapato. Ele não era dado a grandes banquetes e nem bebia. Morreu com 88 anos, em 1564, em Roma. Seu corpo teve que ser roubado para que pudesse descansar em paz em Florença, na Basílica de Santa Cruz.

Planeje sua viagem:

Saiba em qual região de Florença se hospedar

Leonardo da Vinci

Ao contrário da minha grande referência infantil, As Tartarugas Ninja, Leonardo e Michelangelo não eram amigos (e nem mutantes). Dizem as más línguas que os dois não se davam nada bem e que Michelangelo detestava  – apesar de não negar o talento – seu conterrâneo artista, que era 23 anos mais velho do que ele.

artistas de Florença

Auto-retrato de Leonardo da Vinci

Mas fora a intriga entre os dois, Leonardo da Vinci, nascido nos arredores de Florença em 1452, também é considerado um dos maiores artistas – e engenheiro, matemático, cientista, botânico… – de todos os tempos. Ele era filho bastardo e seu sobrenome “Da Vinci” nem é um sobrenome de verdade, só uma indicação de onde ele nasceu. Mas ele se dava bem com o pai e até morou com ele, quando sua mãe se casou com um camponês.

Graças às boas relações do pai, pôde ser aprendiz no ateliê de um dos principais artistas da época, Verrochio – que também foi mestre do Botticelli, entre outros. Aos 20 anos, se tornou um dos mestres de uma Guilda (ou associação) de artistas e médicos. Alguns anos depois, partiu para Milão, onde desenvolveu algumas de suas grandes obras, como a Última Ceia.

Também viveu em Veneza, onde trabalhou como engenheiro militar. Voltou para Florença em 1500, onde trabalhou para Cesar Bórgia na área militar e depois retornou para a Guilda de São Lucas – a mais famosa associação de pintores daquele tempo. Foi nessa época que ele pintou a Mona Lisa.

A Anunciação, de Leonardo da Vinc

A Anunciação, de Leonardo da Vinci

Ele e Michelangelo foram incumbidos de pintar dois grandes murais, um de frente para o outro, numa sala do Palácio Vecchio, em Florença. A população da cidade, na expectativa por saber qual dos dois grandes artistas faria o melhor mural, chegou a chamar esse acontecimento de “A Grande Batalha”. Só que nenhum dos dois terminou a obra – Leonardo alegou ter trabalhos para fazer em Milão, enquanto Michelangelo foi trabalhar para o Papa, em Roma.

Leonardo da Vinci morreu na França, em 1519, quando executava um trabalho para a corte. Ele se consagrou não só pelo seu exímio talento para as artes, mas como um criador brilhante.

Nicolau Maquiavel

O nome dele virou adjetivo: maquiavélico. Ou seja, astucioso, sem escrúpulos. Mas Nicolau Maquiavel não era um homem mau. Ele foi historiador, poeta, diplomata e um estudioso da política. Nasceu em 1469, em Florença, e pouco se sabe de sua vida até 1498. Foi quando, aos 29 anos, Maquiavel se tornou secretário da Chancelaria da cidade. O contexto político era dos mais tensos – a Itália dividida, invadida pela França e o Papa Alexandre VI envolvido em conflitos religiosos

O trabalho de Maquiavel era diplomático e lidava com assuntos de guerra e internos de Florença. Por volta de 1500, conheceu Cesar Bórgia, filho do Papa, que estava tentando invadir Florença. Quando as tropas dele se retiraram, Maquiavel escreveu seu primeiro livro. Algumas vezes, durante as investidas políticas e militares de Borgia ao redor da Itália, Maquiavel foi convocado como embaixador.

retrato de maquiavel

Retrato de Maquiavel

Com o retorno dos Médici ao poder, em 1512, Maquiavel foi demitido, preso e torturado. Depois que ganhou a anistia, se isolou do mundo. Foi quando escreveu sua obra mais famosa – O Princípe – inspirado pela política local e em César Bórgia.

Dante Alighieri

O autor de “A Divina Comédia” é considerado um dos principais escritores de todos os tempos. Ele inspirou outros autores, pintores, e até cineastas, alguns séculos mais tarde. Dante Alighieri nasceu em Florença, em 1265. Filho de uma família florentina importante, estudou poesia, se casou por obrigação e teve filhos. Mas seu verdadeiro amor foi Beatriz, uma mulher que viu pela primeira vez aos 9 anos e que foi a musa de suas poesias. Consequentemente, tal amor ficou conhecido no mundo todo, até hoje.

Sua família estava envolvida em disputas políticas e, com isso, Dante participou de conflitos e foi exilado de Florença. Foi durante o exílio que ele escreveu os poemas  da Divina Comédia, divididos em Inferno, Purgatório e Paraíso.

artista de rua em Florença

Artista de rua interpreta A Divina Comédia, em Florença

Nos cantos do Paraíso ele fala sobre seu desejo de retornar a Florença. Infelizmente, Dante morreu em Ravena, cidade onde seus restos mortais continuam até hoje.

Entre Outros

Não faltam celebridades históricas em Florença. Quer ver? Galileu Galilei nasceu em Pisa, que na época era parte do Ducado de Florença. Seus restos mortais estão na Basílica de Santa Cruz, a principal igreja Franciscana de Florença, chamada por muitos de Panteão das Glórias italianas – lá também se encontram sepultados Michelangelo e Maquiavel, entre outros. Já Américo Vespúcio, explorador que dá nome ao nosso continente, nasceu em Florença, em 1454. Isso sem contar artistas como Donatello, Botticelli, Boccaccio, Brunelleschi, etc. Portanto, quando estiver andando pelas ruas de Florença, lembre-se que gente que mudou a humanidade também caminhou e deixou suas marcas por lá.

américo vespúcio

Estátua de Américo Vespúcio em Florença (direita)

Se você tiver interesse em fazer um tour guiado pela região da Toscana com a mesma guia que nos acompanhou na nossa visita, a Deyse Ribeiro, pode fazer um orçamento gratuito! Tem vários tipos de tour para todos os bolsos. É só preencher o formulário abaixo ou entrar em contato com ela diretamente pelo site – mas não deixe de avisar que é leitor do 360meridianos!

Passeios na Toscana

 


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Celebridades históricas de Florença

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.