Tags:
Atlas: Pequim, China

7 curiosidades sobre a Grande Muralha da China

Quer saber por que a Muralha da China foi construída? Ou quantos quilômetros a Grande Muralha tem? Quem mandou construí-la? Ou se pode ser vista do espaço? Nesse texto você descobre 7 curiosidades sobre uma das maiores obras da humanidade.

Muita gente morreu e viveu por causa da Muralha. A estimativa é que pelo menos um milhão de trabalhadores tenham perdido a vida durante sua construção, tanto pelo frio e pela fome, quanto pela vida dura necessária para erguer um muro cuja extensão parecia infinita. Não é à toa que a Muralha da China costuma ser tratada como o cemitério mais longo do mundo – e olha que nem mencionamos os que morreram em inúmeros conflitos e tentativas de invasão.

Durante séculos, a Grande Muralha foi uma lenda, um mito sobre o oriente que era contato no ocidente. Nenhum dos primeiros aventureiros europeus que passaram pelo país chegou a vê-la – nem Marco Pólo. O marroquino Ibn Battuta até ouviu falar da lenda da muralha e escreveu sobre o assunto, mas não encontrou, em suas viagens, ninguém que a tivesse visto de perto. E aumentou o mito, ao tratar a muralha como uma construção feita para proteger os chineses de Gogue e Magogue, seres citados no judaísmo, no cristianismo e no islamismo.

muralha da china

Veja também:
Das metrópoles à muralha – roteiro de 15 dias pela China
Quanto custa viajar para a China?
Os Punhos Harmoniosos e Justiceiros e a rebelião que balançou a China

Quem construiu a Muralha da China?

A Muralha não teve apenas um construtor e nem é uma obra única. Na realidade, é um conjunto de muros construídos a partir de 700 a.C., como proteção dos vários reinos que existiam por ali. O imperador Qin Shihuang (259-210 a.C), unificador dos sete reinos, criador do Império Chinês, e (só pra contextualizar) dono do Exército de Terracota, foi apenas o primeiro a tentar criar uma Grande Muralha que percorresse todo o norte da China. Para isso, ele ordenou que 300 mil soldados batessem cartão por lá. E ele obviamente nunca viu sua obra completa.

A maior parte da Muralha que existe hoje foi erguida durante a dinastia Ming (1368-1644 d.C.), mais de um milênio mais tarde. Entre o momento em que o primeiro muro e o último foram erguidos se passaram mais de dois mil anos e pelo menos 20 dinastias.

Por que a Muralha da China foi construída?

No começo, muralhas menores foram construídas para proteger os reinos chineses uns dos outros. Após a criação do Império Chinês, a muralha serviu para unificar o país, proteger dos povos ao norte e, ao mesmo tempo, para dar um trabalho e lugar para os soldados. Também foi usada como forma de exílio para cidadãos problemáticos. Séculos mais tarde, a Muralha teve um papel importante na proteção e no controle da Rota da Seda.

Apesar de ter sido eficiente na proteção do Império em vários momentos, a Muralha não impediu que Genghis Khan, o grande imperador mongol e maior conquistador da História, conseguisse invadir a China.

Quantos quilômetros tem a Muralha da China?

Outro ponto que gera debate. Se considerarmos todos os trechos que já foram erguidos, incluindo na conta muitos que estão em ruínas e alguns que sequer existem mais, então a extensão total da Muralha é de 21.196 quilômetros. Para ajudar no cair de queixo, isso é um pouco mais que a metade da circunferência da Terra.

Já a Muralha construída durante a dinastia Ming tem 8850 km, sendo que 6229 km são realmente muralhas e o restante barreiras naturais, como rios e montanhas. Pelo menos dois mil quilômetros da estrutura erguida pelos Ming não existem mais.

Onde fica a Muralha da China e o mapa dela?

Pelo tamanho dá para perceber que não existe um endereço, com CEP e tudo mais, para chegar à Muralha. O que dá para dizer é que a Muralha corta todo o norte da China, respeitando mais ou menos o que era, na época, a fronteira do país. Para os turistas, o melhor lugar para fazer de base e conhecer trechos preservados da Muralha é Pequim, capital do país.

Como visitar a Muralha da China, em Pequim
O que fazer em Pequim: roteiro de quatro dias
Onde ficar em Pequim: 15 hotéis nas melhores regiões

mapa da muralha da china

Muralha da China: mapa de vários trechos, Maximilian Dörrbecker (Wikimedia Commons)

Como a Grande Muralha foi construída?

Você já entendeu que foi com o trabalho de soldados, rebeldes e outros trabalhadores, ao longo de mais de dois mil anos. Para isso, estima-se que 100 milhões de toneladas de pedras e outros materiais tiveram que ser carregados pela força humana e animal.

Os construtores escolheram lugares estratégicos de proteção para a rota da Muralha, que passa pelos mais diversos cenários – de rios a cadeias de montanhas, do nível do mar a altas altitudes. Com isso, os materiais usados variam de região para região.

Ao longo da Muralha, 40 mil torres de vigia serviam de abrigo para soldados e pontos de observação. A comunicação entre as torres era feita por sinais de fogo.

Muralha da China

A muralha da China pode ser vista do espaço?

A maior estrutura já feita pelo homem é uma fonte inesgotável de mitos. A lenda urbana mais conhecida diz que a Muralha da China pode ser vista do espaço, o que passa longe de ser verdade. Apesar da longa extensão, a altura média da construção é de apenas oito metros, com seis metros de largura. Além disso, a Muralha é da mesma cor do solo ao seu redor, o que dificulta que ela seja avistada mesmo por alguém que esteja a apenas alguns quilômetros de distância – se é assim a partir do chão, imagina do espaço.

A fake news envolvendo a Lua e a muralha começou ainda no século 18, quando o escritor William Stukeley especulou que a construção poderia ser vista a partir do satélite natural. No final do século 19, Henry Norman repetiu a lorota, que já era tratada como verdade absoluta quando o homem pisou na Lua, em 1969 – e nenhum astronauta afirmou ter visto a construção.

Antes que os conspiracionistas garantam que isso é mais uma prova de que o homem nunca foi à Lua do que uma garantia de que a Muralha não pode ser vista a partir do espaço, em 2008 pesquisador Norberto López-Gil, da Universidad de Murcia, defendeu que a visão humana teria que ser um pouquinho melhor para conseguir um feito assim – seria necessário enxergar 17 mil vezes mais do que a média de um olho humano saudável.

Curiosidades da Muralha da China

Turismo na Muralha da China

Mao Tsé-Tung, cuja Revolução Cultural chegou a estimular que pedras da Muralha fossem retiradas e usadas na construção de casas, criou um dos provérbios mais famosos sobre a obra: “quem não esteve na Grande Muralha não é um homem de verdade”. Hoje, conhecer a Muralha é quase que uma peregrinação para chineses. Só Badaling, o trecho mais visitado da Muralha, nos arredores de Pequim, já chegou a receber 60 milhões de turistas num ano.

A Muralha foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco e apontada como uma das Novas Maravilhas do Mundo.

Clube Grandes Viajantes

Olá, somos a Luíza Antunes, o Rafael Sette Câmara e a Natália Becattini. Há 10 anos fazemos o 360meridianos, um blog que nasceu da nossa vontade de conhecer outras terras, outros povos, outras formas de ver o mundo. Mas nós começamos a sonhar com a estrada ainda crianças e sem sair de casa, por meio de livros sobre lugares fantásticos. A gente acredita que algumas das histórias mais incríveis do mundo são sobre viagens: a Ilíada, de Homero, Dom Quixote, de Cervantes; Harry Potter, Senhor dos Anéis e Guerra dos Tronos. Todo bom livro é uma viagem no tempo e no espaço. E foi por isso que nasceu o Grandes Viajantes: o clube literário do 360meridianos. Uma comunidade feita para você que ama ler, escrever e viajar.

Somos especialistas em achar livros raros, já esquecidos pelo tempo. Fazemos a curadoria de crônicas, contos e histórias de escritores e escritoras incríveis, que atualizamos numa edição moderna e bonita. A cada mês você receberá em seu e-mail uma nova aventura sempre no formato de livro digital, que são super práticos, para você ler onde, quando e como quiser.

Além do livro raro e do bônus exclusivo, recompensas que todos os nossos associados recebem, oferecemos duas experiências diferentes à sua escolha:

1) Para quem quer se aprofundar nas histórias e conhecer pessoas com interesses parecidos;< br/>
2) Para quem, além de ler, também quer escrever seus relatos.

Conheça cada uma das categorias e escolha a que combina melhor com você. Venha fazer parte do Clube Grandes Viajantes.

recompensas clube recompensas clube


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

10 comentários sobre o texto “7 curiosidades sobre a Grande Muralha da China

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.