Tags:
Atlas: Chandigarh, Índia

Como é ser figurante em um filme de Bollywood

Ok…Cut!

Ouvi essa frase no mínimo 100 vezes em dois dias. Em geral ela vinha seguida de “let’s do it again”. Fazer parte de um filme é exatamente tudo o que você imagina, exceto o glamour. Significa ficar horas em pé e repetindo a mesma coisa várias vezes até o diretor ficar satisfeito. Imagine fazer isso sem entender uma palavra sobre o que está sendo falado na cena? Bem vindo a Bollywood.

Bollywood e o cinema indiano

Bollywood é a maior indústria de cinema do mundo: 1300 filmes são gravados anualmente, em comparação com 500 produções Hollywoodianas (dados da Unesco, descobertos pelo Rafa). Logicamente, isso deixa todo mundo curioso. Então, quando um colega intercambista ligou e falou que estavam recrutando estrangeiros para trabalharem como figurantes em uma produção local, claro que a gente topou na hora.

Gravações em Bollywood

Figurantes em filmes indianos

Marcaram de nos encontrarmos numa boate de manhã – a cena gravada seria com os protagonistas do filme que se divertiam em uma boate no Canadá. Os figurantes eram uns nove estrangeiros, a maioria brasileiros, todos intercambistas. Enquanto esperávamos em uma van, nos pediram para a gente se arrumar como se estivéssemos saindo a noite.

Pouco tempo depois um homem, que até hoje não sei se era produtor, diretor ou sei lá o que, chamou a mim, uma garota e um cara para acompanhá-lo. Foi assim que eu conheci meu primeiro camarim dentro de um trailler. Nós fomos escolhidos para ser os bartenders da boate onde seria gravada a cena.

Até figurino eu tinha: tudo bem que ele só era arrumadinho da cintura para cima. Porque eu continuei usando minha calça jeans por baixo no primeiro dia. Duas das produtoras improvisaram um penteado e um maquiador fez a minha maquiagem. Enquanto eu recebia o tratamento de figurante VIP, o resto do pessoal ficou esperando. Eles iam usar as próprias roupas e atuar como o pessoal que estava na boate “se divertindo”.

Gravação filme em Bollywood

A cena era simples, os quatro protagonistas conversavam animadamente sobre alguma coisa que jamais saberei. Pareciam estar celebrando. Do nada, pára tudo e começa a música, os dançarinos surgem mascarados. Fumaça, dancinhas sensuais e muita dublagem mal feita. Se você me perguntar, até hoje eu sei cantar essa música, e não, eu não falo nem “oi” em Punjabi.

Sim, Punjabi, e não Hindi. O nome do filme que gravamos é “The Glory of Punjab” ou Saadi Wakhri Hain Shaana. Punjab é um estado no noroeste do país, da qual Chandigarh é a capital. E agora é a parte em que eu revelo a verdade: depois de iniciada minha história venho a vocês falar que menti e não gravei nenhum filme de Bollywood. Na verdade eu gravei um filme de Pollywood. Porque na Índia, a indústria de cinema inspirada em Hollywood varia de nome de acordo com a região e o idioma falado. No caso, Bollywood é a maior indústria, que fica em Mumbai, que antigamente era chamada de Bombaim (o Rafa contou isso aqui, ó).

Enfim, Polly ou Bolly, o que importa é que tanta cantoria e dança renderam dois dias inteirinhos de gravação. Os atores circulavam pelo cenário da boate enquanto eu ficava atrás do balcão do bar jogando garrafas para o alto e fazendo altos passos de dança extravagantes, tais como: a dança do siri, olha a onda, o clássico claudinho e buchecha afundam no oceano, entre outros.

Luíza em gravação de Bollywood

Enquanto isso, a continuidade mandava lembranças ao diretor, porque o Rafa e a Naty e os outros figurantes mudavam de lugar toda vez que tinha uma parada. Aliás, a Naty no primeiro dia gravou um cena que ela falava: “- Hello!” para o protagonista, e no dia seguinte eles colocaram outra roupa nela: lógica, cade você?

Filmagens do filme de Bollywood em Chandigarh

A experiência foi bem cansativa (veja nossas caras na foto acima), mas obviamente divertida. Estranho foi descobrir, meses depois que tínhamos gravado tudo e já de volta ao Brasil, que o filme – cuja a qualidade duvidosa me fez não acreditar no seu real lançamento – de fato tinha sido lançado. E vejam só, a cena que demorou cerca de 15 horas para ser feita tem exato 1 minuto no filme. E eu desafio a quem conseguir me achar no clipe. Ainda bem.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

12 comentários sobre o texto “Como é ser figurante em um filme de Bollywood

  1. Pingback: Fórum de discussão (turmas de 3º ano) | Tema: “Crônicas de uma viagem na Índia” |
  2. Luíza , tu escreves bem demais !!! 🙂 Eu amei relembrar a história através das tuas palavras….
    It’s been a year now and all of us are missing this moment so much!

  3. DEMAIS! hahaha Adorei! E não te achei. Os filmes de Bollywood são muito engraçados. Já vi o Shahrukh khan aqui numa premier, voce precisava ver a galera que estava lá para tietar o cara. Quando falamos que iríamos para a India, meus amigos que não valem nada diziam que eu queria tentar a vida em Bollywood, porque sou constantemente confundida com indiana.Se algo do tipo acontecesse comigo seria zoada para todo o sempre.

    1. Liliana, eu e Naty também eramos confundidas com indianas o tempo inteiro, acho que qualquer pessoa morena é…rs Inclusive o ator do filme me disse que eu devia tentar carreira em Bollywood porque eu ficava bem no vídeo…pena que não dá para ver, né? kkk

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.