fbpx
Tags:
Atlas: Udaipur, Índia

Holi: como é participar do festival indiano das cores

Todos os anos, entre os meses de fevereiro e o final de março, mais cores se juntam aos saaris esvoaçantes na tarefa de tornar a Índia um lugar colorido. É nessa época que os hindus comemoram o Holi, a festa indiana que celebra a chegada da primavera.

No principal dia da festa, que cai na primeira lua cheia do mês hindu de Falguna, crianças e adultos saem às ruas para jogar tinta e água em quem quer que esteja dando bobeira. O resultado é que é impossível escapar impune.

Leia também: As principais festas e festivais indianos

Holi festa indiana

A galera do 360meridianos participou do Holi em 2012. Na época, estávamos no meio da parte indiana da nossa viagem de volta ao mundo. Escolhemos a tranquila cidade de Udaipur para comemorar a festa.

Esse ano, diversas fotos de pessoas pintadas apareceram no nosso Facebook e fizeram bater aquela saudade. Para não deixar passar em branco, separamos algumas fotos legais do festival. Quem sabe a gente não te inspira a comemorar o Holi na Índia no ano que vem?

pessoas no Holi

Holi, festa das cores

Em muitas cidades, o Holi também é festejado com um festival de música e dança, além de fogos de artifício e uma grande fogueira.

Festividade do Holi, Índia

Em Udaipur, centenas de estrangeiros se jutaram aos indianos na comemoração do Holi.

tinta Holi

Repórter no Holi, Índia

Uma dica importante para participar desse tipo de festival na Índia é sair cedo e voltar para casa antes das ruas ficarem muito cheias e a multidão ficar fora do controle. Essa dica é importante principalmente se você for mulher ou estiver viajando com uma.

Quando as ruas ficam muito cheias, é mais fácil de alguém passar dos limites, faltar com o respeito e estragar seu dia. No dia do Holi, nós já havíamos sido orientadas por várias pessoas sobre os moleques bêbados e sem noção que povoam as ruas da Índia nos festivais.

Nós saímos do hotel por volta de 9h da manhã, quando só pais com crianças e famílias estavam nas ruas. Foi ótimo e muito divertido. Por volta de meio dia, percebemos que as ruas estavam bem mais cheias e que a multidão estava ficando mais agressiva com a chegada de gente que “não sabe brincar”. Decidimos voltar para o hotel e passamos o resto do dia sem sair, aproveitando para colocar os posts do blog em dia. Foi a melhor decisão que tomamos. Não tivemos nenhum inconveniente e só ficaram boas memórias

360meridianos no Holi

Quer saber como a gente terminou o dia? Então veja as fotos abaixo:

Holi, Índia

Holi, Índia

Holi, Índia

Holi, Índia

O dono do hotel não ficou muito contente com o nosso estado…

Clube Grandes Viajantes

Gostou deste texto? O 360meridianos faz jornalismo de viagem profissional, completo e de qualidade. Com a pandemia, vimos o site entrar em risco. É que produzir conteúdo bem-feito dá trabalho – e custa caro. Infelizmente, não conseguimos escrever reportagens especiais, dicas de viagem completíssimas e histórias cativantes sem dinheiro.

Foi por isso que criamos o Clube de Assinaturas Grandes Viajantes, um espaço para apaixonados pelo 360meridianos, por viagens e por leitura. As contribuições de 9 ou 19 Reais garantem não só que consigamos continuar produzindo textos como este, mas também te prometemos diversas recompensas exclusivas: ebooks, lives, um grupo de discussão, um minicurso de escrita e muito mais! Venha fazer parte do Clube Grandes Viajantes.

recompensas clube recompensas clube


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

25 comentários sobre o texto “Holi: como é participar do festival indiano das cores

  1. Pessoal! Tudo bom?
    To indo pra India passar um tempo, não sei o quanto ainda, mas estarei lá para o Holi com certeza.
    Estou muitoooo em dúvida de onde passar. Queria decidir para já reservar Hostel e não ter nenhum problema.
    Quanto mais eu pesquiso mais em dúvida eu fico!
    Acabei paramndo em 2 principais opções: Mathura e Jaipur.
    Alguma opnião sobre isso? Ou alguma sugestão melhor?
    Muito obrigada!
    Alias parabens pelo Blog!!! esta me ajudando muito a planejar a viagem!
    beijos

    1. Mathura tem um holi bem tradicional, mas confesso que nunca estive lá.
      Jaipur é bem caótica, se quiser passar no Rajastão recomendo Udaipur que é mais tranquila e agradável.

      Abraços

  2. Nomes:Daniel do Nascimento Batista, Daniel L. Peixoto, David de Almeida, Anderson, Iury, Igor Gonzalez.

    Holi festival indiano das cores
    É bom ir cedo as ruas, porque com o passar das horas as ruas ficam cheias e a multidão perde o controle devido as bebidas alcóolicas e outra coisa é a falta de respeito de alguns que não tem um pingo de educação com a população.

  3. Pingback: Fórum de discussão (turmas de 3º ano) | Tema: “Crônicas de uma viagem na Índia” |
Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.