A colorida república de Neustadt, em Dresden

A colorida república de Neustadt, em Dresden

Quando eu aceitei participar da blogtrip #YoungDresden, para conhecer o lado mais jovem da cidade, eu só pensava nas manifestações anti-imigrantes e fascistas que ocorrem por lá desde outubro, organizadas por um grupo chamado PEGIDA, o que significa algo como “Europeus Patriotas contra a Islamificação do Ocidente”.

Não que eu tivesse medo pela minha segurança, é mais uma questão de tentar entender por que tanta gente numa cidade defende pensamentos tão extremistas. Pelo que diz a Wikipedia, desde o início da última década, existe um forte movimento neonazista na cidade. Porém, já na minha primeira caminhada pelo distrito de Neustadt, que significa “cidade nova”, percebi que, pelo menos naquela região, a posição dos moradores era bem diferente.

Neustadt em Dresden refugees

Vi cartazes, arte de rua e bandeiras nas janelas dizendo: “Refugiados são bem vindos” e “Não ao Nazismo”. Além disso, todo o clima do bairro não tinha nada a ver com o perfil do PEGIDA. Muito pelo contrário, Neustadt me pareceu uma versão alemã daquela terra que nós já nomeamos aqui no blog: o mochilistão. Hipsters, punks, idosos, adultos, muitas crianças, centenas de bares, galerias de arte, arte de rua, brechós, cafés, restaurantes de todas as nacionalidades. Todo mundo ali, convivendo bem.

Neustadt em Dresden refugees

“Nosso bairro tem cerca de 160 bares”, comentou Danilo Hommel, guia do Nightwalk Dresden, no começo da nossa conversa. “E a maior parte da nossa população tem cerca de 30 anos, assim como nós temos a maior taxa de natalidade de toda a Alemanha”, completou ele, orgulhoso. Não sei dizer exatamente os números, mas fato é que vi inúmeras mulheres e homens jovens com bebês, passeando pelo parque, tomando um café ou zanzando pela rua.

Neustadt em Dresden

Neustadt em Dresden

O tour com o Danilo aconteceu na minha última noite em Dresden e serviu para eu entender o motivo do distrito de Neustadt ser tão especial. Depois de circular por algumas ruas e ouvir informações interessantes sobre os grafites e construções da região, uma das poucas que não foram bombardeadas em 1945, entramos no primeiro bar do tour. Foi ali que o guia tirou da bolsa um monte de papéis e começou a explicação que eu não esperava ouvir, mas amei.

Na divisão da Alemanha entre Leste e Oeste, Dresden e a região da Saxônia ficaram do lado dos russos. Naquela área da cidade, jovens casais e artistas foram se instalando e invadindo os prédios em melhores condições. Com a queda do muro e a reunificação germânica, veio também a especulação imobiliária e investidores querendo mudar a cara do bairro. Foi quando os próprios moradores se uniram contra tais poderes: em 1990, fundaram a Bunte Republik Neustadt, o que significa, a Colorida República de Neustadt.

Neustadt em Dresden bandeira

Tal micro-república, concentrada numa área de 1.1km², tinha bandeira: unindo as cores do antigo domínio socialista com o Mickey, grande símbolo capitalista. Também tinha moeda própria, para ajudar os moradores a lidar com as mudanças econômicas trazidas pela transição entre socialismo e capitalismo, um governante e um conjunto de leis. Entre elas, a mais divertida dizia que qualquer grande investidor que quisesse entrar ali precisaria vestir um casaco verde com listras amarelas!

Neustadt em Dresden moeda

Essa movimentação popular contra a especulação imobiliária e em favor da cultura local deu tão certo que até hoje você não encontra nenhuma grande cadeia de hotel ou fast food no distrito. Ao mesmo tempo, abriu espaço para o crescimento de iniciativas de arte e boemia locais. Em 1991, eles fizeram o primeiro festival de rua. Desde então, a festa do BRN é bem tradicional e chega a reunir mais de 100 mil pessoas. Em 2015, o festival acontece de 19 a 26 de junho.

Claro, eu perguntei para o Danilo o que ele pensava a respeito das manifestações extremistas. Ele me olhou triste, e comentou: “É terrível, mas é por isso que você está do lado certo da cidade”. A área dos prédios históricos é bem tranquila também porque é puramente turística, além de linda.

O que fazer em Neustadt, Dresden

Kunsthofpassage

É uma travessa entre as ruas Görlitzer Straße e Alauntraße. Em 2001, arquitetos e designers decidiram criar ali um espaço artístico. São cinco áreas temáticas: o pátio dos elementos, o pátio das luzes, o pátio das metamorfoses, o pátio das criaturas místicas e o pátio dos animais. Cada um deles tem decoração e cores próprias, como você pode ver nas fotos abaixo.

Neustadt em Dresden passagem

Kunsthof Neustadt em Dresden

Kunsthof Neustadt em Dresden

Kunsthof Neustadt em Dresden

Pfund’s dairy

Essa poderia ser uma loja de queijos qualquer, mas é a queijaria mais bonita do mundo, segundo o Guinness. Fundada em 1880, a loja é toda decorada com pinturas e porcelana no primeiro andar. No segundo piso funciona um café/restaurante.

Neustadt em Dresden queijaria

Neustadt em Dresden queijaria

O triângulo das Bermudas

Provavelmente isso não está em nenhum guia turístico, mas a informação veio do meu guia/fundador da micro república do Neustadt. O chamado triângulo das Bermudas, segundo ele, é uma concentração de bares, na rua Görlitzer, onde você pode se perder e nunca mais achar o rumo de casa.

Por ali ficam o “Blue note”, “Kochbox”, “Kantine n2”, “08 funfzehn” e o “Lebowski Bar”. Claro, se você não gostar de nenhum desses, pode circular pelas centenas de opções até encontrar seu bar afetivo. Não importa a sua parada, não deixe de provar algumas das cervejas típicas da região da Saxônia.

Neustadt-em-Dresden-Bares

Arte de Rua

Circular pelo Neustadt em Dresden é ficar em dúvida sobre qual muro de grafite é o mais legal. Meu top 3 tem:

Neustadt em Dresden grafite blu

Muro pintado pelo Blu, um grafiteiro italiano famoso. Esse entrou no Instagram do 360meridianos. Na camisa dessa figura principal estão escondidos personagens da Disney.

Neustadt em Dresden playground

Eu estava caminhando despretensiosamente quando vi um monte de coisas em madeira e uma lateral de prédio pintada. Achei que era uma instalação artística muito louca, mas quando cheguei mais perto descobri que era um playground.

Neustadt em Dresden grafite

Esse muro bem coloridão fica na entrada de um prédio. Segundo o Danilo, foi encomendado por uma empresa que vende artigos de basquete.

Receba mais dicas de viagem

Então curta nossa página no Facebook

Siga o @360meridianos no Twitter

Veja nossas fotos no Instagram

Receba novos posts por e-mail

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

6 comentários em A colorida república de Neustadt, em Dresden

  1. Obrigado pelas dicas Luiza! Estou em Dresden há dois dias e já estive em Neustadt à noite mas estou indo agora de dia para dar umas voltas por lá. Pelo que já vi à noite m tenho certeza que vai ser um belo passeio!

  2. Nossa, dicas incríveis, Luiza!!!!
    Meu marido é da região de Dresden e eu nunca fui em alguns lugares que vc mencionou…rsssssss
    Vou tentar ir no verão e me inspirar com suas dicas!
    Um abraço!

  3. Dresden é maravilhosa. Quando fui, passei um dia e meio pela cidade, mas fiquei encantado!
    Vivi pouco desse lado boêmio, pois era início de semana. Acho que preciso voltar.

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: