Tags:

Em busca do hambúrguer perfeito

Não é o Ibirapuera e nem a Avenida Paulista. Para mim, o ponto turístico mais importante de São Paulo atende por hambúrguer, muito prazer. E por sorte não é um só – em nossa maior metrópole, terra de pratos e ingredientes mil, há uma boa hamburgueria a cada esquina. Toda vez que desembarco por lá, em geral para estadias de cerca de uma semana, coloco duas delas no roteiro. E se o bolso ajudasse seriam três.

Dizer que não me canso é bobagem. A verdade é que faço uma busca obsessiva pelo melhor hambúrguer da cidade. É mais ou menos como o Marshall, de How I Met Your Mother, que passa a vida em busca do hambúrguer perfeito. A diferença é que ele tinha encontrado o vencedor, mas perdeu o endereço. Eu, por outro lado, não consigo apontar um campeão, apenas fazer listas com meus 15 hambúrgueres favoritos. Vai ver é prova que o predestinado ainda não chegou.

Veja também: 6 Hamburguerias de São Paulo que vale a pena conhecer

O problema dos sanduíches vegetarianos


Apesar dessa diferença, eu e o Marshall concordamos num ponto básico: é muito mais do que só um hambúrguer. “Isso é Deus, falando com a gente por meio da comida”, diria ele. Eu tenho certo receio de atribuir essa responsabilidade divina, mas, se o hambúrguer tiver os ingredientes certos, me submeto ao milagre. E, para mim, nada contribui mais para um hambúrguer dos deuses do que gorgonzola.

Onde tiver gorgonzola, estarei lá. Pode ser em massas, sanduíches, servida no palitinho, em tiras de frango ou no creme de abóbora. Pode ser no bacalhau, no misto-quente ou como sorvete. Pra mim, gorgonzola combina com tudo. O senhor de todos os queijos nasceu há mais de mil anos, em, adivinhe só, Gorgonzola, cidade de 20 mil habitantes que fica na região metropolitana de Milão. O queijo garante pontos para qualquer hambúrguer.

Tem quem diga que só não vale ter gorgonzola e bacon no mesmo prato, por serem dois ingredientes marcantes, mas eu não entendo como duas coisas tão incríveis não combinariam. Daí você já pode traçar meu tipo de hambúrguer favorito. Que não é grande, um Himalaia em forma de sanduíche e ingredientes de qualidade duvidosa, como costumamos ver por aí. O hambúrguer perfeito sabe a hora de acabar – quando já estamos bem satisfeitos e, ao mesmo, queremos mais, só por gula.

Ok, esse é um parmesão, mas é bom também. 

Se não tiver a opção com gorgonzola ou alguma variante da família dos queijos azuis, então vou para a família cheddar. Com picles, sempre – não entendo quem manda tirar o picles e perde o momento mágico em que a mordida alcança o produto em conserva mais incrível que existe. Quem imaginou que pepino poderia ser tão bom?

Se São Paulo é a capital brasileira dos hambúrgueres perfeitos, assumo, com certa tristeza, que raros são os hambúrgueres realmente bons em Belo Horizonte, onde eu moro. E olha que não há, nesse Brasil, templo gastronômico melhor que BH. Mas se a capital mineira conquista com seus tropeiros, frangos com quiabo, pão de queijo e até no fígado com jiló, pelas bandas de cá as hamburguerias são de duas opções: ou baratas, o típico hamburgão de trailer, que pelo menos entrega o que promete, ou caríssimas, mas que deixam a desejar. Até achei uma ou outra opção válidas esses dias, na região centro-sul, mas ainda não chegamos lá. Aceito indicações.

E já que estamos falando de mineirices, um sonho: provar um hambúrguer com jiló. Acho que seria um bom concorrente para gorgonzola, cheddar, bacon e, claro, picles de pepino. Mas aí até eu concordo que não dá para por tudo junto.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

5 comentários sobre o texto “Em busca do hambúrguer perfeito

  1. Rafael, um hamburguer com jiló e gorgonzola deve ficar sensacional! Tenho curiosidade também em comer com alguma coisa feira ora pro nóbis, só porque é tão característico e, pelo menos na minha família, só se coloca no frango.

    1. Nossa, deve ser maravilhoso. Trouxe dois queijos do marajó pra casa, da minha última passagem. Na próxima faço questão de provar esse hambúrguer. 🙂

      Abraço, Cândida.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.