Tags:
Atlas: Brasil

Favelados pelo mundo: Descendo o morro pra descobrir o planeta

A favela está presente em todos os cantos do país e tem muito mais histórias pra contar do que as que a gente vê no noticiário. Uma delas vem lá das bandas do Rio de Janeiro: é o “Favelados pelo mundo”, um projeto da Thamyra Thâmara e do Marcelo Magano. Ela veio de Gama, no Distrito Federal, mas agora mora no Complexo do Alemão, ele é da Cidade de Deus.

Eles se definem como: “um ator e uma jornalista sendo transformados pelos encantos dos cantos do mundo. Viajar é a escola que todos deveriam ter o direito de ir”.

São exemplos que a periferia precisa e merece. Afinal, são mais de 11 milhões de pessoas que moram nas favelas brasileiras. Segundo o IBGE, 12,2% dessas pessoas (ou 1,4 milhão) vivem no Rio de Janeiro. Isso quer dizer que cerca de 22,2% dos cariocas, ou praticamente um em cada cinco, são moradores de favelas. Um número que não podemos ignorar. Lá tem muita gente que precisa descobrir que é possível desbravar o mundo e conhecer lugares novos.

“Não importa a nossa origem social, raça ou gênero, é possível romper barreiras com muita coragem, planejamento e determinação”, afirma Thamyra.

casal bicicleta favelados pelo mundo

 

Como nasceu o Favelados pelo Mundo

Há alguns anos, Thamyra, junto com uns amigos, resolveu viajar pela América do Sul. Se apaixonou. Começaram o mochilão com uma viagem de ônibus até Buenos Aires, dormindo em hostels e gastando pouco. Lá, ela conheceu gente do mundo inteiro e foi assim que descobriu que a experiência era mais importante do que o consumo. Os gastos com a viagem foram tão moderados que ela até conseguiu voltar pra casa com uma graninha sobrando. Dos R$3 mil que levou, R$300 ainda ficaram na carteira. O mochilão sul-americano, que começou de ônibus passando por Floripa, Curitiba e Buenos Aires, terminou em uma volta de avião, pela Bolívia. E tudo dentro do orçamento.

Depois de descobrir que viajar não é um sonho impossível, ela resolveu ousar e organizou a primeira viagem, sozinha. O destino foi Nova York, mesmo sem dominar muito o inglês. Para não passar perrengue, Thamyra escreveu em um papel todas as informações mais importantes que ela precisava, e foi com o inglês básico, na cara e na coragem. Super deu certo!

Quando voltou pro Brasil, já formada em Jornalismo, saiu do Distrito Federal e foi morar no Rio de Janeiro. Lá, começou a trabalhar com comunicação comunitária e agora está há sete anos vivendo no Complexo do Alemão. Foi nessa de escrever sobre a comunidade que ela conheceu o Marcelo. Ele, que é ator e roteirista, fazia parte de um grupo de teatro na favela, adorava viajar, mas nunca tinha saído do Brasil. Hoje, além de ator, é também roteirista do Zorra Total.

O trabalho dos dois fez com que eles se conhecessem. E a vida e os objetivos em comum fizeram com que se apaixonassem e encontrassem um no outro um novo projeto de vida.

casamento morro favelados pelo mundo

Eles foram pra Colômbia na primeira viagem juntos. Lá, entenderam que muito mais do que turistar, eles podiam incentivar outros jovens a descobrirem o mundo. Assim criaram o “Favelados pelo Mundo”, nome escolhido pelo Marcelo.

Já nessa primeira viagem, eles produziram vídeos pro YouTube, materiais para as outras redes sociais e começaram a ganhar o apoio dos seguidores. É uma galera que viu neles a possibilidade de viajar, que percebeu que sair da favela não é impossível. Thamyra diz que chegavam mensagens de pessoas dizendo que se sentiam emocionadas. Eram seguidores falando que também queriam viajar. Foi a partir daí que eles viram o projeto tomando uma proporção maior.

A aceitação foi tamanha que logo eles começaram a viajar mais. Juntos, com o Favelados pelo Mundo, eles já foram para Angola, Nova York, México, Guatemala e várias cidades do Brasil.

Para a Thamy e o Marcelo, o principal objetivo dessa jornada é “conhecer pessoas de todos os cantos, aprender com as diferenças, ampliar o conhecimento, se divertir e voltar para o Brasil cheios de ideias para inovar e transformar suas vidas e de suas comunidades”.

Pra não perder o embalo, eles já estão com um projeto novo. O próximo passo é redescobrir nossas origens africanas.

arte favelados pelo mundo africa

 

Favelados pelo Mundo: missão África

Um resgate às origens, uma volta ao passado para entender o presente e desenhar o futuro. Para isso, a Thamy e o Marcelo vão para a África pra resgatar a memória afrobrasileira e afrodiaspórica. Serão dois meses nas estradas africanas pra aprender um pouco sobre as suas origens e depois poder contar tudo pra gente.

Eles vão vivenciar a cultura como verdadeiros locais. Dormindo na casa dos moradores, conhecendo a verdadeira África e, claro, gastando pouco. A viagem vai passar pela África do Sul, São Tomé e Príncipe, Gana, Nigéria e Senegal. “A gente vai fazer um programa mostrando as relações que a África tem com o Brasil a partir de dois jovens afrobrasileiros e que são moradores de favela, buscando essas relações ancestrais e mostrando a África a partir de um turismo artístico, cultural e afetivo para além dos estereótipos”, diz Thamyra.

favelados pelo mundo montanhas africa

Se você gostou do projeto, pode contribuir para tornar essa ideia possível. É que eles estão com uma vaquinha online para arrecadar uma grana e tornar a viagem real e muito mais informativa. E quem contribuir, além de ajudar nesse projeto super bacana, vai ganhar uns mimos da dupla. Legal, né?

Você pode doar aqui por esse link aqui.

Para saber mais sobre o Favelados pelo Mundo, acesse as redes sociais: Blog, Facebook e Instagram.

A Vozes

A Vozes é uma newsletter especial, enviada quinzenalmente, onde nós contamos histórias de pessoas e projetos extraordinários, que usam o universo das viagens para transformar o mundo. Vez por outra o conteúdo é publicado aqui no blog também, mas se quiser sempre receber os textos, e em primeira mão, assine a nossa newsletter. É de graça e você ainda ganha de presente um ebook recheado de dicas para planejar sua primeira viagem ao exterior.

Se quiser acompanhar o que nós já fizemos:

#1 – Um intercâmbio feminista que arrecadou 12 mil reais
#2- Black Bird: por um mundo com mais viajantes e destinos negros
#3- Antropologia Visual: olhar para o diferente e enxergar o semelhante
#4- Oficina Shanti: Os tecidos que mudaram uma vida
#5- Guia do cadeirante viajante: as duas rodas que rodam o mundo
#6- Plan International Brasil- Um basta ao turismo sexual


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Fernanda Pádua

Tenho BH como meu ponto de partida e o meu porto seguro. Entrei pela primeira vez em um estádio de futebol aos 10 anos e ali descobri que queria ser jornalista. 20 anos depois, me tornei repórter esportiva e viajante nas horas vagas. Fiz intercâmbio na Irlanda em 2016/2017, pra estudar inglês. Tenho um objetivo de visitar todos os estados brasileiros e metade dos países do mundo e já percorri boa parte do trajeto, mas várias histórias e paisagens legais ainda estão por vir.

  • 360 nas redes
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.