Como é o passeio de barco da Cisne Branco, em Porto Alegre

A Cisne Branco organiza o mais tradicional passeio de barco de Porto Alegre – durante uma hora, turistas percorrem os canais e ilhas do Guaíba, em frente à capital gaúcha. A vista da cidade é o ponto alto: Usina do Gasômetro, Cais Mauá, Nova Orla, Centro Histórico e Beira-Rio formam o skyline porto-alegrense.

Paisagem que passou por décadas de quase esquecimento, afinal Porto Alegre se acostumou a crescer de costas para o Guaíba, seu principal cartão-postal. Nos últimos anos começaram as obras de revitalização, uma tentativa de trazer os olhos da cidade para perto da água. Tem dado certo.

Neste texto você vai descobrir como é o passeio de barco da Cisne Branco, mas os tours das outras empresas não fogem muito do que falarei a seguir.

Veja também: O que fazer em Porto Alegre – roteiro completo de 2 dias 
Onde ficar em Porto Alegre – os melhores bairros

Passeio de barco no Guaíba

O Guaíba

Durante séculos ele foi tratado como um rio. Depois de estudos cuidadosos de pesquisadores gaúchos, a conclusão foi que na realidade se tratava de um lago. E dos grandes – a bacia hidrográfica do Guaíba corresponde a 30% das bacias hidrográficas do Rio Grande do Sul. Pra complicar mais um pouco, uma das mais importantes ruas de Porto Alegre, que antes ficava de frente para o lago (ou rio), se chama Rua da Praia.

O Guaíba sempre foi uma parte fundamental da vida de Porto Alegre, mas seu papel certamente aumentou após a revitalização de uma parte da orla, entregue em 2018. A reforma do Cais Mauá, antigo porto, é promessa para os próximos anos, assim como a revitalização de outra parte da orla.

É no Guaíba que você vai encontrar o pôr do sol mais lindo do sul do Brasil, pelo menos segundo os porto-alegrenses. Também é lá que uma multidão se reúne, todos os dias, para relaxar em frente à Usina do Gasômetro.

O Passeio de barco da Cisne Branco

Os barcos saem de dois endereços: do Cais do Porto, em frente ao Mercado Público (armazém B3), e do novo cais em frente à Usina do Gasômetro. É bom conferir com a empresa de onde parte o seu passeio antes de seguir pra lá, já que isso muda de acordo com o clima, o tipo do barco e a hora do dia.

passeio de barco em Porto Alegre

O barco sai diariamente, em três horários: 10h45, 15h e 16h30. Como a duração é de uma hora, quem faz o último tour pega as cores do pôr do sol. Custa R$ 35. Crianças de até 5 anos não pagam, entre 5 e 10 anos pagam meia. É possível agendar pela internet, no site do Cisne Branco.

Há ainda um passeio específico para o pôr do sol, chamado de Happy Hour. É um pouco mais caro (R$ 40) e dura 1h30. Nesse caso, o horário de saída é ajustado de acordo com a época do ano – no verão as saídas são um pouco mais tarde.

passeio de barco no guaíba

O barco passa perto de casas de férias do pessoal de Porto Alegre, de várias ilhas e chega pertinho da Ponte Getúlio Vargas, que corta o rio que virou lago.

passeio Guaíba

Aos poucos você volta para a cidade. No meio do caminho ocorrem vários encontros com outros barcos e jet skis. O passeio termina no mesmo lugar que começou.

passeio barco guaíba

Usina de Porto Alegre

A própria Cisne Branco oferece outros passeios, mas com agendamento prévio. Tem até barco com pista de dança e cara de balada.

Além da Cisne Branco, outras empresas fazem passeios de barco pelo Guaíba:

  • A Porto Alegre 10 tem saídas da Usina do Gasômetro. O passeio é mais barato (R$ 20). As saídas de segunda a sexta-feira são às 10h30, 15h, 16h30, 17h30, mas o único horário confirmado é o das 15h – os outros vão depender de fechar o grupo mínimo de passageiros (15 pessoas). Já aos sábados, domingos e feriados têm saídas às 10h30, 11h30, 13h30, 14h30h, 15h30h 16h30h, 17h30 e às 18h30. Você consegue mais informações sobre esse tour aqui. E pode comprar o ingresso na bilheteria em frente à Usina do Gasômetro.
  • O Bela Catarina é o mais novo barco a percorrer a orla de Porto Alegre – esse catamarã turístico entrou em circulação no final de 2018. O embarque é sempre da Usina do Gasômetro e é possível comprar os ingressos por ali mesmo. As saídas são diárias: 11h30, 14h, 15h, 16h, 17h, 18h e 19h30, mas vale aquela regra: é preciso ter ao menos 15 passageiros para que o barco deixe o porto. A viagem dura 1h e custa R$ 20.

Se a saída do seu passeio for do Cais do Porto, basta atravessar a rua atrás do Mercado Público; se for na Nova Orla, procure pelo cais ao lado da Usina do Gasômetro.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

12 comentários sobre o texto “Como é o passeio de barco da Cisne Branco, em Porto Alegre

  1. Legal ver as impressões de um turista respeito da nossa POA.
    Para quem vai para SUL, não deixem de visitar Cambará do Sul, São Francisco de Paula e Bento, é garantido que vcs vão se sentir na Europa.

  2. que legal cara, eu já fui uma vez em porto alegre mas não tive esse privilegio, ehhe, pretendo voltar agora no fim do ano, e com certeza vou aproveitar. Valew por compartilhar. Abração.

  3. Que legal! Esse post veio em ótima hora. Dia 17 vou à Porto Alegre e ontem mesmo estava planejando a viagem. Esse passeio com certeza vai entrar no roteiro =)

  4. Muito legal ler as impressões de um turista sobre a cidade onde vivo desde sempre!
    Só corrigindo uma informação, o estádio que se avista na zona sul é o Beira-Rio.
    Abraços e boas viagens!

    1. Eita, que coisa!

      Eu perguntei pra um cara no barco que me disse que era a Arena do Grêmio. Assim fica complicado – daqui a pouco o pessoal do Inter vem reclamar comigo. 🙂

      Abraço.

  5. Tri legal ver o site mostrando atrações turísticas de Porta Alegre. Realmente ela não é uma cidade turística, e mesmo as pessoas daqui não conhecem essas atrações.

    Sobre a confusão do Guaíba, uma correção: a bacia hidrográfica do Guaíba corresponde a cerca de 30% das bacias hidrográficas do RS e não do território. As outras bacias são a do Uruguai e a Litorânea.
    A confusão talvez tenha ocorrido porque o lago Rio Guaíba desagua na Lagoa dos Patos, que é realmente grande, mas não tanto para ter 30% do território do RS. Agora para aumentar a confusão, a Lagoa dos patos na verdade não é uma lagoa. Segundo a definição geológica ela é uma laguna, já que possui saída para o mar.

    Recapitulando, o Rio Guaíba, que na verdade é um lago, desagua na Lagoa dos Patos, que na verdade é uma laguna. A Lagoa dos Patos é realmente grande, é a maior laguna do Brasil e a segunda maior da América do Sul. Já o lago Guaíba é alimentado por alguns dos maiores rios do estado e por isso corresponde a 30% das bacias hidrográficas do RS.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.